You are using an outdated browser. For a faster, safer browsing experience, upgrade for free today.
Anuncios M
Mensagens recentes
Páginas: [1] 2 3 4 5 ... 10
1
Para termos cada vez mais adeptos é importante trabalhar a nossa identidade, o sentimento de orgulho em ser bracarense/braguista, é isto que nos leva a gostar e acompanhar o clube, o tal “bichinho”.

A Taça da Liga está longe de estar ganha e independentemente do adversário, do próximo sábado, só com um grande Braga no campo e na bancada poderemos dar este passo importante de acrescentar mais um título ao nosso palmarés, a somar a isso acho que temos aqui uma excelente oportunidade para trabalhar esta identidade Gverreira e promovê-la para cidade, país e ao mundo.

Como já tinha referido anteriormente, penso que a tradição trazida pelos Gverreiros do Futebol de Praia de levantar os troféus com o capacete Gverreiro é uma ideia muito feliz e que ajuda muito a promover a nossa identidade de Gverreiros do Minho, para mim, é um dos melhores momentos que hoje em dia vejo no clube de promoção dessa identidade Gverreira e braguista e que nos remete também para as nossas origens de Bracara Augusta. Não sei se alguém do clube vai ver isto ou se alguém pode passar a ideia mas fica a sugestão de se aproveitar esta oportunidade e termos também no futebol 11 que tem bastante mais visibilidade, caso consigamos vencer, o Braga a levantar o troféu com o capacete Gverreiro e afirmar esta tradição no clube e realçar esta nossa identidade Gverreira.

Vamos Braga!
2
Para termos cada vez mais adeptos é importante trabalhar a nossa identidade, o sentimento de orgulho em ser bracarense/braguista, é isto que nos leva a gostar e acompanhar o clube, o tal “bichinho”.

A Taça da Liga está longe de estar ganha e independentemente do adversário, do próximo sábado, só com um grande Braga no campo e na bancada poderemos dar este passo importante de acrescentar mais um título ao nosso palmarés, a somar a isso, caso consigamos vencer, acho que temos aqui uma excelente oportunidade para trabalhar esta identidade Gverreira e promovê-la para cidade, país e ao mundo.

Como já tinha referido anteriormente, penso que a tradição trazida pelos Gverreiros do Futebol de Praia de levantar os troféus com o capacete Gverreiro é uma ideia muito feliz e que ajuda muito a promover a nossa identidade de Gverreiros do Minho, para mim, é um dos melhores momentos que hoje em dia vejo no clube de promoção dessa identidade Gverreira e braguista e que nos remete também para as nossas origens de Bracara Augusta. Não sei se alguém do clube vai ver isto ou se alguém pode passar a ideia mas fica a sugestão de se aproveitar esta oportunidade e termos também no futebol 11 que tem bastante mais visibilidade, caso consigamos vencer, o Braga a levantar o troféu com o capacete Gverreiro e afirmar esta tradição no clube e realçar esta nossa identidade Gverreira.

Vamos Braga!
3
Link Externo
abola.pt/nnh/2020-01-22/taca-da-liga-revista-minuciosa-nao-travou-tochas/825502

Tochas na poente merecem grandes parangonas. Tocha atirada pro relvado merece umas reticências.

Enviado do meu SM-J610FN através do Tapatalk

4
Loja com várias promoções, maioritariamente nos produtos Hummel. Nomeadamente as camisolas de jogo estão a 45€.
5
Uma final na nossa casa. Uma oportunidade única. "Vamos para o campo lutar, venham eles quem vier!"
6
1 - Futebol / Clube / SAD / Re: RÚBEN AMORIM - TREINADOR DO SC BRAGA
« Última mensagem por rpo.castro em Hoje às 12:42 »
Grande investigação da Antena 1: afinal Rúben Amorim não tem só vitórias e já perdeu. Por isso há que dedicar longos minutos numa entrevista ao treinador do... Merelinense.

Isto sim é serviço público!
Quanto à Taça da Liga parece que o Braga ganhou mas não tenho bem a certeza.

Enviado do meu SM-J610FN através do Tapatalk

7
1 - Futebol / Clube / SAD / Re: ASSISTENCIAS ...
« Última mensagem por rpo.castro em Hoje às 12:32 »
Há muita coisa que se consegue ver mesmo sem estudo e que inúmeros foristas vezes sem conta têm apontado.

O mundo mudou mas o espetáculo vendido continua a ser o mesmo que há 60 anos atrás, em piores condições (horários).

Se há aficionados que em grande escala deixam de ir aos jogos, como podem sem perceber e inverter esta situação, captar quem não tem esta ligação emocional ao clube?

Enviado do meu SM-J610FN através do Tapatalk

8
Alguém que viva na zona de Lisboa, ou mais abaixo, que esteja a pensar em ir ao jogo? Seria ir e vir no mesmo dia.

Enviado do meu ANE-LX1 através do Tapatalk

9
1 - Futebol / Clube / SAD / Re: ASSISTENCIAS ...
« Última mensagem por D_PAC em Hoje às 12:02 »
Caros amigos:
Não vou aqui discutir se os 10 mil de ontem eram afinal 13 mil…
Para mim, que  tive bilhete rasgado(como muitos outros) e olhando para a bancada braguista , claramente diria eu estavamos , no minimo, 10-11 mil bracarenses.
Mas mesmo assim, muito pouco…. Memso muito pouco….
Os mais velhos lembram-se que Pimenta Machado disse um dia que um clube com menos de 100 mil sócios dificilmente seria campeão. E precisaria de estádios cheios.
Ora, precisamente algo que o Braga não tem e que – pasme-se – dificilmente terá. Sobretudo a parte do “estádio cheio”…
Tirando casos de excelente relação de clubes com a região e tendo em conta a densidade demográfica da mesma ( muito importante mas que se esquece quando se procura tirar ilações), o sucesso desportivo de uma agremiação ou o seu momento desportivo está diretamente relacionado com a assistencia aos jogos.
Mostrem-me  bom circo e eu lá estarei. È esta a máxima que deveria nortear e que norteia o impeto do adepto quando se prepara para assistar a jogos do seu clube.
Ora , o SCB há anos consecutivos que tem dadao “bom circo” com executantes de nível e com objectivos cumpridos na maior parte das épocas. Aliás, tivemos algumas brilhantes mas nessa altura andavamos pelos 15 mil na Pedreira.
Tenho para mim que a meta atingível seriam os 20 mil por jogo em média. Diretamente proporcional à valia da equipa e aquilo que ela vai conquistando.
Mas inacreditavelmente não vejo isso  acontecer!
Nos últimos anos fomos de uma final europeia a vencedor de taças. Conseguimos sair da “lojinha dos 300” para a venda de milhões. Saimos do tradicional 6 a 10 lugar para um constante 4º. Não conseguimos ainda ferir os 2 primeiros mas roçamos os calcanhares do terceiro ( o leaõ moribundo que o sistema continua a querer manter como se ainda fosse o clube dos 5 violinos…).
E continuamos a ter assistencias a roçar os “direitos minimos” hipotecando o tal “grito” que o clube urge dar e que só com o sustentáculo de público poderá dar.
Ontem, num dia histórico estivemos aquém – mais uma vez – do esperado. No sábado, logo se verá…
O certo é que a performance da equipa e sua ascendencia aos lugares cimeiros não encontra eco no apoio do seu público. Ao contrário de muitos locais e do que a lógica faria pressupor.
Já se tentou muita coisa. Inclusivé um Presidente a picar-nos ao dizer que deviamos olhar para o clube do lado de lá do picoto…
Tenho para mim um aideia clara: os constrangimentos do estádio representam cerca de mil, dois mil espetadores a menos que preferem ficar por casa em vez de se aventurarem pelos caminhos da pedreira. Os horários dos jogos e a podridão dos meandros do futebol fastam tb muitos potenciais adeptos. Mas isto é comum em todos e com o mal dos outros podemos nós bem…
O que faz falta então?
A SAD encolhe a cabeça e diz que desde preços simbólicos a abertura de portas aos mais novos tudo tenta.
Não me parece que seja verdade.
A SAD não está a procurar a verdade nem está a conseguir compreender a verdade e a forma de combater este absentismo.
Vejamos: para a SAD a ideia de ter uma equipa brilhante, com bons valores e numa boa posição da tabela classificativa seria mais do que suficiente para encher o estádio.
Errado!
Para mim, a SAD parece aquele diretor comercial eu diz ter o melhor produto do mercado e depois não vende. Refugia-se ma ideia da excelencia do produto sem saber as verdadeira srazões porque não vende.
Ora é esta atitude de rever projetos, condicionalismos, obstáculos que falta à SAD.
Se não vende o produto ( mais assistencias) não pode continuamente dizer que tem o melhor do mercado e que a culpa é do público ou do comprador (adepto). Estas desculpas levariam rapidamente à demissão de um qualquer responsável de vendas!
Ora sendo o futebol cada vez mais um mercado identico a muitos outros em que se vende um produto…
Assim, é urgente que a SAD repense o que tem vindo a fazer neste desiderato. Já algumas vez foi feita uma análise com rigor cientifico ( entrevistas e inquéritos) para se conhecer o real problema?Porque os bracarenses não se viram para o seu clube? Qual a verdadeira razão? Alguém sabe? Podemos ter uma ideia mas nunca saberemos se o estádio, a politiquice, a violencia, os acessos, o afastamento do futebol, a existencia de outros espetaculos na cidade, etc, etc retiram os potenciais adeptos do estádio.
A UM já foi chamada a dar o seu contributo através do dep de Ciencias Socias e estatistica?alguém já estudou este tema com rigor? Afinal somos ou não uma terra de biclubistas? Alguém já esteve interessado em desmistificar este “mito” com rigor?
Não podemos olhar para o lado. E a SAD NÃO PODE OLHAR PARA O LADO.
Não temos a aissit~encia que merecemos por falha de algo que urge descobrir. Com rigoe, estudo cientifico / sociológico, com alternãncia de marketing e inovação. E muita inteligência!.
DE QUE ESTAMOS Á ESPERA?

Concordo plenamente!
10
Só para informar que o preço dos bilhetes para a final acrescem 5€ em todas as categorias. Informação dada pelo departamento de sócios.

Filhos da *****

Estes gajos da liga só tem ***** no lugar do cérebro
É da maneira que fico em casa no Sábado. É uma final em casa, um jogo histórico para o clube e adeptos que podem ter o privilégio de ganhar um caneco no seu próprio estádio. No entanto, não vou deixar que o sentimentalismo associado funcione como chantagem para um roubo por parte dos camelos da Liga.

Apoio à equipa não vai faltar, não faltou ontem e tenho quase a certeza que para Sábado os nossos bilhetes vão esgotar. Vai-me custar e doer muito ficar em casa, mas pelo menos vou estar de consciência tranquila.
Este é que era um bom jogo de protesto, deixar o estádio completamente vazio numa final (eu sei que é utópico), é uma vergonha como é gerido o futebol por cá. Ali ao lado criou-se tópico para discutir assistências... não há milagres, o futebol não é feito para os adeptos nem vai ser nos próximos anos. É muito folclore, mas na prática e analisando tudo no fim sobra uma mão cheia de nada para os adeptos. Ir ao futebol é um frete e ainda por cima bem pago.
Páginas: [1] 2 3 4 5 ... 10
Anuncios M
Anuncios M