You are using an outdated browser. For a faster, safer browsing experience, upgrade for free today.
Anuncios
NOTÍCAS DO ENORME S.C.BRAGA DO DIA 29/02/2008
17 Respostas
1942 Visualizações
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
A.COSTA
A.COSTA Equipa Principal
  • *****
  • 12576
  • ALLEZ, ALLEZ, MÁGICO BRAGA ALLEZ
  NOTÍCAS DO ENORME S.C.BRAGA DO DIA 29/02/2008
« em: 29 de Fevereiro de 2008, 08:29 »
O que se viu na Luz é para capitalizar

PEDRO ROCHA/SUSANA CARDOSO

Há vida para lá de um Sporting-Benfica ou de um FC Porto-Boavista. São dois pratos fortes, sem dúvida alguma, mas num fim-de-semana de dérbis valerá a pena fazer comparações com o duelo especial marcado para esta noite em plena "Pedreira" de Braga. Há pelo menos uma garantia insofismável: o Minho torna-se efervescente com a rivalidade, quase secular, entre Braga e Guimarães, que acaba por transpirar o espírito empreendedor e competitivo da região. E Manuel Machado bem agradeceria aos céus, se a equipa demonstrasse, em campo, essa atitude tão positiva na recepção ao eterno rival, vencendo o jogo, de preferência. Aliás, será o mínimo que o treinador poderá exigir a uma equipa talhada para voos bem mais elevados do que levitar pelo meio da classificação. A verdade, pura e dura, é que o Braga não sabe o que é vencer há mais de dois meses - a última vitória registou-se em Paços de Ferreira, em 14 de Dezembro; e só um empate no Estádio da Luz, frente ao Benfica, ajudou a acalmar os adeptos na última jornada. O treinador viu ali um animador sintoma de recuperação e, em princípio, deverá repetir o mesmo onze, na esperança de abater o "inimigo", claro, a menos que opte pela troca de Pablo Contreras por um trinco de raiz. Do lado do Guimarães, a única grande angústia é segurar o terceiro lugar, correspondente a uma participação na Liga dos Campeões...


Teste final aos lances de bola parada

Um treino ligeiro marcou o derradeiro dia de trabalho do Vitória, antes do embate desta noite com o vizinho Braga. Uma sessão marcada, sobretudo, pela descontracção, bem patente no jogo de futevólei que preencheu quase toda a manhã, entre risos e gritos de incentivos aos autores dos melhores remates ou cabeceamentos. Para o último quarto de hora ficou reservado um teste final às bolas paradas, até porque foi assim que nasceu o golo do triunfo sobre a Naval. Cantos, livres e grandes penalidades foram ensaiados por Momha, Desmarets, Alan, Carlitos, Ghilas e João Alves.


Equipas prováveis

Estádio AXA

20h30 | sport tv 1

Árbitro

Paulo Costa [AF Porto]

Assistentes

João Santos + Vítor Carvalho


Braga

treinador Manuel Machado

31 | Kieszek GR

47 | João Pereira LD

3 | Paulo Jorge DC

2 | Rodriguez DC

25 | Miguelito LE

5 | Roberto Brum MD

16 | Contreras MD

21 | César Peixoto MO

18 | Zé Manel AD

29 | Linz AV

99 | Matheus AE

-

12 | Dani Mallo GR

13 | Carlos Fernandes LE

89 | Stélvio Cruz MD

23 | Madrid MD

17 | Frechaut MD

15 | Wender AE

20 | Jaílson AV


Em perigo de exclusão

Nada a assinalar

Excluídos

Nada a assinalar


Guimarães

treinador Manuel Cajuda

1 | Nilson GR

25 | Andrezinho LD

4 | Sereno DC

19 | Geromel DC

20 | Desmarets LE

26 | Flávio Meireles MD

80 | João Alves MD

5 | Ghilas MO

8 | Carlitos AD

21 | Alan AE

9| Miljan AV

-

27 | Nuno Santos GR

29 | Momha LE

2 | Radanovic DC

18 | Moreno MD

17 | Fajardo MO

11 | Felipe AV

99 | Roberto AV


Em risco de exclusão

Flávio Meireles, com quatro amarelos

Excluídos

Nada a assinalar


Manuel Machado

"Aguardo uma vitória"

PEDRO ROCHA

Colocado pela primeira vez do lado de lá da barricada, na condição de treinador do Braga, Manuel Machado está atento a todos os pormenores. De um turbilhão de pensamentos, o treinador destaca a importância de vencer o dérbi minhoto e os últimos sinais positivos da equipa arsenalista. "É um jogo com particularidades que não devem ser escamoteadas. Para além da importância dos pontos, o Braga não pode perder esta oportunidade para dar sequência ao bom jogo da Luz. E depois há os factores de rivalidade regional. Estou à espera de um grande jogo e de uma presença maciça dos nossos adeptos. Acredito que contaremos com esse calor humano, que muitas vezes se torna decisivo", avaliou.

Entusiasmado com o empate conseguido na jornada anterior na visita ao Estádio da Luz, o técnico aposta até em ganhar, coisa que não sucede há mais de dois meses. "Se a equipa revelar eficácia nos aspectos defensivo e ofensivo, espero que aconteça uma vitória", avançou, embora reconhecendo que, à partida, o Braga não estará ao mesmo nível do vizinho Guimarães. "A carreira das duas equipas tem sido diferenciada. A do Braga em constantes ziguezagues; a do Guimarães sempre em progressão", explicou. Curiosamente, o tal percurso sinuoso dos bracarenses poderá ter os dias contados. Palavra de Machado. "Os balanços fazem-se apenas à 30.ª jornada. Nesse momento é que se poderão fazer julgamentos", propôs.

"Sou muito cerebral nestas coisas dos dérbis"

Descrevendo-se como " muito pragmático e cerebral nestas coisas dos dérbis", Manuel Machado garante que aguarda a visita do Guimarães com naturalidade, sem ataques de pânico ou noites em branco. "É verdade que já defrontei o Braga ao serviço do Guimarães, mas o Manuel Cajuda também tem vários anos de ligação a esta casa. Naquela hora e meia, só pensarei em ganhar o jogo, tal como pensará o meu colega", alvitrou o treinador do Braga, concentrando-se unicamente no objectivo essencial. "A conquista dos três pontos é uma prioridade, a rivalidade nestas microssociedades é outra prioridade", destacou. Quanto a eventuais novidades no onze, nada na manga. "Não procederei a grandes alterações", assegurou.

"Objectivo é a UEFA"


Os objectivos do Braga para esta temporada resumem-se agora a um único, por sinal bem especial, e Manuel Machado não foge dele. Sem tabus em relação ao futuro, o treinador assume, sem problemas, a obrigação de deixar a equipa apurada para a Taça UEFA no final do Campeonato. "O Braga tem como objectivo uma classificação europeia; um apuramento para a Taça UEFA. Essa é a nossa meta", esclareceu, argumentando ao mesmo tempo que "a actual classificação" da equipa se deve a "pequenos" detalhes. "A dois minutos fatais, por exemplo, em Coimbra e na Amadora. Foram momentos determinantes, em que sofremos golos escusados. Há que ter calma", disse.

"Vitória sem expoentes"

Quem será o jogador do Guimarães que deixa Manuel Machado mais inquieto? A veia goleadora de Miljan, o talento de Ghilas ou o poder físico de Flávio Meireles? Resposta certa: ninguém em especial. "O Vitória tem uma equipa muito forte e dinâmica. Está a fazer uma campanha muito boa. Como não tem expoentes, o seu conjunto tem grande qualidade, e isso é que me deixa preocupado", respondeu.


João Tomás operado

A paragem de João Tomás será mais longa do que se previa. O ponta-de-lança tem uma ligeira bursite no joelho esquerdo (inflamação nas articulações) e vai submeter-se hoje a uma pequena intervenção cirúrgica num hospital privado em Riba d'Ave, que será conduzida pelo cirurgião João Lourenço. O jogador poderá mesmo receber alta horas depois, mas é certo que se vai manter afastado da competição durante pelo menos quinze dias, o que significa que irá falhar, além do jogo com o Guimarães, os embates com o Nacional (fora) e a Naval (em casa). Se o processo de recuperação decorrer sem problemas, Tomás deverá regressar à actividade em vésperas da recepção ao Leixões (em casa), referente à 24.ª jornada, sendo uma opção igualmente previsível para o jogo seguinte, com o Sporting, que terá como palco o Alvalade XXI. Apesar de não ser um caso clínico preocupante, a ausência forçada de João Tomás não deixa de ser uma baixa de relevo para o técnico Manuel Machado, que perdeu, nas últimas duas semanas, Jorginho, operado aos ligamentos cruzados de um joelho, e João Pinto, que se desvinculou do clube, rumo, possivelmente, ao Toronto FC (Canadá). Como opções de banco para o ataque, o treinador dispõe agora de Wender e Jailson.

Vandinho excluído dos 18

Em equipa que empata na Luz não se mexe. Seguindo mais ou menos esta premissa, Manuel Machado apostou no conservadorismo ao redigir a convocatória. A grande novidade foi a subtracção do médio-ofensivo Vandinho por opção técnica.


Um centena no estádio

Catalogado de "jogo de alto risco", o Braga-Guimarães será policiado por uma centena de efectivos e vigiado por 150 segurança. No exterior, 40 agentes da PSP vão acompanhar as claques, sendo certo que a GNR também estará atenta aos viadutos na A11.


Na baliza e ala esquerda

Os regressos de Nuno Santos e de Momha são as principais novidades nos convocados do Guimarães. A chamada do primeiro, por troca com Serginho, tem que ver com a rotatividade na baliza, enquanto o defesa-esquerdo Luciano Amaral saiu por opção técnica.


Desmarets na defesa acelera linha ofensiva

SUSANA CARDOSO

Embora pela frente esteja o tão aguardado dérbi em Braga, e o técnico Manuel Cajuda tenha convocado um lateral-esquerdo de raiz, o camaronês Momha, tudo leva a crer que a escolha para o lado esquerdo da defesa recaia novamente na adaptação de Desmarets. Pelo menos, é este o cenário mais plausível, tendo em conta as opções feitas nas últimas jornadas, sem esquecer o facto de o francês ter sido o autor do golo do triunfo sobre a Naval, na jornada anterior. Com um livre portentoso, Desmarets encheu o pé e estreou-se a marcar no Campeonato, isto numa época a em que é evidente uma clara subida de rendimento, ultrapassado o período de adaptação ao escalão superior.

De resto, o tento até pode servir para comprovar a teoria do treinador, que justificou o recuo do médio no terreno pelo facto de, assim, a equipa conseguir ter uma maior produção ofensiva. Uma análise comprovada dentro das quatro linhas, embora o próprio Desmarets tenha confessado recentemente que se sente melhor no meio-campo. De qualquer modo, o jogador continuará a mostrar-se no corredor esquerdo da defesa, sem que o onze a apresentar esta noite no Estádio AXA sofra qualquer alteração. A resposta positiva dada pelos vitorianos na ronda anterior não justificará qualquer mudança, que, a acontecer, seria meramente por opção técnica. Sem castigados ou lesionados, à excepção, é claro, do central Danilo, em recuperação desde a segunda jornada, todo o grupo está à disposição de Cajuda e pronto a consolidar a terceira posição na tabela.

Com o totalista Nilson na baliza, Andrezinho continuará a afirmar-se na ala direita, apoiado pela dupla de sucesso no eixo defensivo: Sereno e Geromel. Com o capitão Flávio Meireles pronto a estancar, no centro do terreno, as investidas adversárias, também João Alves promete dar uma mãozinho, sem contudo descurar o seu pontapé-canhão, sempre temível para os adversários. Carlitos, no reencontro com o clube arsenalista, fará da experiência uma das armas eficazes na construção de jogadas ofensivas, coadjuvado por Alan, que se encarregará do lado esquerdo do ataque. O franco-argelino Ghilas surgirá nas costas do ponta-de-lança de serviço, Miljan, e pronto a fazer da sua irreverência e velocidade um dos quebras-cabeças para os defesas adversários. Embora o sérvio continue em jejum de golos que dura desde meados de Janeiro, isto depois de ter entrado em 2008 com a pontaria afinada, terá mais uma oportunidade para contrariar a onda de azar.


in"OJOGO"
« Última modificação: 29 de Fevereiro de 2008, 08:59 por A.COSTA »
No S. C. BRAGA só nos baixamos para beijar o símbolo
A.COSTA
A.COSTA Equipa Principal
  • *****
  • 12576
  • ALLEZ, ALLEZ, MÁGICO BRAGA ALLEZ
  Re: NOTÍCAS DO ENORME S.C.BRAGA DO DIA 29/02/2008
« Responder #1 em: 29 de Fevereiro de 2008, 08:37 »
Prioridade é conquistar três pontos

O Estádio AXA recebe, esta noite (20h30), o derby minhoto entre Sp. Braga e Vitória de Guimarães. Para Manuel Machado, a prioridade é dar seguimento ao bom momento alcançado na Luz. 

 
Joana Russo Belo

Estão lançados os ingredientes para um jogo de emoções fortes, esta noite, no Estádio AXA: derby minhoto entre dois ‘eternos rivais’ - Sp. Braga e Vitória de Guimarães - casa cheia, o reencontro entre antigos técnicos e a luta acesa pelos lugares europeus. Do lado do Sp. Braga, Manuel Machado lembra que o encontro “tem particularidades que ultrapassam o carácter desportivo” e deixou claro que a equipa bracarense vai entrar em campo de olho na vitória e na conquista dos três pontos. “Há uma prioridade e um elemento-chave que é a conquista dos três pontos. O Sp. Braga não pode falhar para dar sequência ao bom desempenho e bom resultado que obtivemos na deslocação ao Estádio da Luz”, sublinhou Manuel Machado, acrescentando que espera que a equipa “seja eficaz o suficiente, quer defensiva quer ofensivamente, para ficar com os três pontos”.

Lembrando que o jogo “tem de facto uma envolvente que diferencia” em que os “factores de rivalidade e de derby regional estarão presentes”, Machado está consciente das dificuldades perante um Vitória de Guimarães “que tem um bom conjunto e tem feito bons jogos, com uma dinâmica boa que tem permitido fazer uma campanha boa”. Para o técnico, a atenção do Sp. Braga vai estar direccionada ao conjunto dos vimaranenses, “à forma coesa, agressiva e à boa dinâmica que apresentam”.
Questionado sobre o desempenho das duas equipas, Machado foi claro: “simplesmente remeto os balanços para a 30.ª jornada, aí veremos quem teve um percurso mais à frente ou mais atrás, aí será, de facto, a hora da verdade e a hora de se fazerem julgamentos. Falta ainda um terço do campeonato, por isso, vamos ter ainda muita calma e tranquilidade, faltam jogar 30 pontos e muita coisa pode ainda acontecerAté lá tudo são nuances”, frisou, rematando que o Sp. Braga tem um objectivo para o qual trabalha com confiança - a classificação europeia.


Nuno Santos e Momha novidades para o derby
O destaque da convocatória de Cajuda para o derby é o regresso do guarda-redes Nuno Santos e do defesa Momha.   

 
Joana Russo Belo

Nuno Santos e Momha são as duas novidades na lista de convocados do Vitória de Guimarães para o derby desta noite, frente ao Sp. Braga, jogo grande que abre a 21.ª jornada da Liga Bwin, a partir das 20h30, e que promete emoções fortes.
Os regressos do guarda-redes Nuno Santos e do defesa Momha, contrapondo com as saídas de Serginho e Luciano, são o maior destaque da convocatória de Manuel Cajuda.
Relativamente à última convocatória, Serginho e Luciano Amaral foram os preteridos, enquanto Paulo Henrique, já recuperado de lesão, também ficou fora das opções.

De resto, tudo igual. Até porque, o técnico Manuel Cajuda vai apostar no mesmo onze de sucesso que derrotou a Naval 1º de Maio, em casa, na última jornada do campeonato.
Cajuda já assumiu que o objectivo é vencer o mais famoso derby minhoto, em casa de um eterno rival, daí que deverá manter a aposta na fórmula de êxito que tem dado pontos à equipa, apesar da última exibição menos conseguida.
No último treino de preparação para o encontro, o plantel insistiu na marcação de bolas paradas, uma das armas cada vez mais eficazes na conquista de pontos.

A lista de convocados do Vitória de Guimarães para o derby é a seguinte:

Guarda-redes: Nilson, Nuno Santos
Defesa: Andrézinho, Geromel, Sereno, Radanovic e Momha
Médios: Flávio, Desmarets, Moreno, João Alves, Fajardo, Ghilas, Alan e Carlitos
Avançados: Roberto, Miljan e Felipe

in"CORREIODOMINHO"
« Última modificação: 29 de Fevereiro de 2008, 08:40 por A.COSTA »
No S. C. BRAGA só nos baixamos para beijar o símbolo
A.COSTA
A.COSTA Equipa Principal
  • *****
  • 12576
  • ALLEZ, ALLEZ, MÁGICO BRAGA ALLEZ
  Re: NOTÍCAS DO ENORME S.C.BRAGA DO DIA 29/02/2008
« Responder #2 em: 29 de Fevereiro de 2008, 08:45 »


Bernarda à minhota

A rivalidade entre Braga e Guimarães é multisecular, bem mais velha do que o futebol. E os confrontos no estádio não passam de ressonâncias dos antogonismos históricos entre as duas cidades, desde os tempos da Fundação do reino. Quando os adeptos do Vitória são recebidos à pedrada em Braga, não sentem mais nem menos do que os conterrâneos que, a 28 de Novembro de 1885, foram destacados como procuradores de Guimarães para a Junta Geral Distrital e que de lá saíram corridos à paulada, o que originou um conflito diplomático sem precedentes, que levou os de Guimarães a pedir a desagração do distrito de Braga e a inclusão no do Porto...

Volvidos mais de 120 anos, vimaranenses e bracaranses continuam como cão e gato. O estimado ódio reflecte-se no futebol. Os adeptos do Vitória também nunca dispensam uma comissão de "boas-vindas" aos rivais, a que chamam"marroquinos", e estes sempre retribuem a delicadeza aos "espanhóis". Todos nutrem os odiozinhos com picardias atrás de picardias. Há dois anos, quando o Vitória desceu de divisão, adeptos do Braga rasuraram as placas da auto-estrada que indicam o caminho da cidade-berço ("Segunda Liga") e foram ao estádio do rival depositar um caixão, o que não foi propriamente original, porque os do Vitória já tinham tido ideia igual em diversas ocasiões.


Manuel Machado diz que é "proibido falhar"
MÁRIO CRUZ/lusa
 
Manuel Machado quer voltar a colocar o Braga na rota da UEFA


Nuno Amaral

A21.ª jornada da Liga abre hoje à noite (20.30 horas, SportTV1), com o habitualmente quente duelo minhoto entre o Sporting de Braga e o Vitória de Guimarães, que surge numa altura decisiva para os bracarenses, obrigados a somar pontos para continuarem na luta europeia, e importante para os vimaranenses, à procura de defender o excelente terceiro lugar que ocupam na tabela.

Manuel Machado, treinador do Braga, não escondeu ontem que este jogo é fundamental para a equipa arsenalista. "O Sporting de Braga está proibido de falhar para conseguir o objectivo de chegar a uma qualificação europeia. Não temos margem de erro. Temos de ser eficazes defensiva e ofensivamente, para conquistarmos os três pontos", afirmou otécnico minhoto, reconhecendo que "este jogo tem aspectos particulares para além dos desportivos e dos pontos em disputa".

Machado ficou satisfeito com o resultado obtido na jornada anterior, na Luz, mas quer mais. "Pretendemos dar continuidade ao desempenho conseguido no jogo anterior com o Benfica. Esta é uma partida com uma particularidade especial, entre duas equipas com uma rivalidade permanente. É um jogo essencial para nós, embora as contas só se façam no fim", referiu, aproveitando para elogiar o rival "O Guimarães é um adversário difícil, que tem tido um bom desempenho na Liga e que vive essencialmente do seu conjunto. Temos de jogar com atenção e absolutamente concentrados na conquista dos três pontos. Temos um objectivo bem definido e é nesse sentido que vamos continuar a trabalhar. Só à 30.ª jornada é que se fazem as contas".

Manuel Machado pediu, igualmente, o apoio dos adeptos bracarenses, pois entende que será fundamental para a obtenção de um bom resultado no jogo de hoje. "Espero uma presença massiva dos sócios e um apoio incondicional do primeiro ao último minuto. Todos sabemos que o calor humano é, muitas vezes, determinante para o desfecho de um jogo", salientou.

João Tomás será operado

Na convocatória do Braga, a maior novidade é a ausência, por opção, do médio Vandinho. Como se esperava, João Tomás não entra nos planos do treinador e ficou ontem a saber-se que o avançado terá mesmo de ser operado na próxima semana, para debelar a pequena lesão num joelho que o afastou dos treinos nos últimos dias.

O onze arsenalista deverá ser o mesmo que começou a partida de domingo passado com o Benfica, destacando-se a continuidade de Contreras no meio-campo, a provável titularidade de César Peixoto na posição de médio-ofensivo e a presença de Zé Manuel, o autor do golo bracarense na Luz, no flanco direito do ataque. Na baliza, o polaco Kieszek voltará a ser a aposta de Manuel Machado.



Convocados Pawel Kieszek, Dani Mallo, João Pereira, Paulo Jorge, Rodriguez, Carlos Fernandes, Miguelito, Contreras, Andrés Madrid, Stélvio, Roberto Brum, Frechaut, César Peixoto, Wender, Matheus, Zé Manuel, Jaílson e Roland Linz.


Adeptos do Vitória serão escoltados desde Guimarães


Marcado pela enorme rivalidade entre os dois clubes minhotos, o jogo de hoje à noite obrigará a medidas especiais de segurança, dentro e fora do Estádio AXA. Cerca de dois mil adeptos do V. Guimarães viajarão para Braga em mais de 20 autocarros, que serão escoltados durante todo o percurso pela PSP da cidade-berço.

À chegada a Braga, os autocarros ficarão estacionados na alameda do estádio, de modo a evitar qualquer tipo de contacto com os adeptos bracarenses. Até ontem, tinham sido vendidos 1400 bilhetes em Guimarães, esperando-se que, até às 18 horas de hoje, desapareçam os restantes 500 ingressos que foram disponibilizados pelos arsenalistas. No final do encontro, a escolta policial irá repetir-se no percurso inverso, para evitar qualquer tipo de problemas.

Em Braga, os responsáveis da SAD arsenalista acreditam que, no total, estarão mais de 20 mil pessoas nas bancadas, embora o número de bilhetes já vendidos não tenha sido revelado. Para assegurar a segurança dos espectadores, ficou ontem definido numa reunião entre a PSP e a direcção do Braga que 350 agentes da autoridade marcarão presença dentro do Estádio AXA (100 polícias e 250 assistentes de recinto), sendo certo que as claques do V. Guimarães ficarão colocadas nos sectores A7 e A8 do estádio, bem separados dos adeptos bracarenses.

No jogo da primeira volta, em Guimarães, não se registaram incidentes, o que poderá ser sinal de uma noite tranquila. As direcções dos dois clubes já apelaram ao bom comportamento dos adeptos, esperando um ambiente de festa em redor de uma partida muito importante para ambas as equipas.


"Jogadores tudo farão para manter o terceiro lugar"
ivo pereira/o jogo
 
Emílio Macedo da Silva está optimista para o clássico com o Braga


Emílio Macedo da Silva, presidente do Vitória de Guimarães, está optimista para o duelo minhoto de hoje à noite com o Braga. O Vitória parte para este jogo no terceiro lugar e o responsável directivo acredita esta classificação pode ser mantida. "É um jogo entre duas equipas rivais, mas só vale três pontos. Os jogadores estão motivados e tudo farão para manter o terceiro lugar", perspectivou.

A rivalidade entre os dois clubes levará muitos adeptos ao estádio AXA. Por isso, o dirigente deixou uma mensagem de bom-sendo para os sócios de ambos os emblemas "Espero que todos tenham um comportamento exemplar, tanto dentro como fora do estádio. Trata-se apenas de um jogo de futebol", referiu o presidente vitoriano, que na próxima segunda-feira cumpre um ano de mandato.

Os regressos do guarda-redes Nuno Santos e do defesa Momha, em detrimento de Serginho e Luciano Amaral, respectivamente, são as novidades na lista de convocados do Vitória de Guimarães. Trata-se de dois regressos que não provocarão mexidas no onze inicial que derrotou em casa a Naval, por 1-0, na jornada anterior da Liga.

Com dez jornadas por disputar, o treinador Manuel Cajuda já admitiu a necessidade de jogar para a "guerra" dos pontos, até porque a equipa vimaranense entrou na recta final do campeonato intrometida na luta pelos melhores lugares. No entanto, e apesar da necessidade de conquistar pontos, para uma luta não perspectivada no início da época, é pouco provável que se verifiquem mudanças na equipa a apresentar, esta noite, em Braga. Sendo assim, Cajuda apresentará o seguinte onze Nilson; Andrezinho, Geromel, Sereno e Desmarets; Flávio Meireles, João Alves, Carlitos e Alan; Ghilas e Mrdakovic.

Noutro âmbito, o Vitória de Guimarães está prestes a chegar aos 29 mil sócios, faltando apenas 44 inscrições para chegar ao número redondo de 30 mil, que é o objectivo da direcção para este ano, marcado pelo regresso em grande da equipa vitoriana ao escalão principal do futebol portugues. Victor Jorge Oliveira



Convocados Nilson, Nuno Santos, Andrezinho, Geromel, Momha, Radanovic, Sereno, Alan, Carlitos, Desmarets, Fajardo, Flávio Meireles, Ghilas, João Alves, Moreno, Felipe, Mrdakovic e Roberto. 


in"JORNALDENOTÍCIAS"


« Última modificação: 29 de Fevereiro de 2008, 08:53 por A.COSTA »
No S. C. BRAGA só nos baixamos para beijar o símbolo
JotaCC
JotaCC Equipa Principal
  • *****
  • 32784
  • Allez Braga Allez nos somos a tua voz...
  Re: NOTÍCAS DO ENORME S.C.BRAGA DO DIA 29/02/2008
« Responder #3 em: 29 de Fevereiro de 2008, 09:21 »
Derby minhoto



Cem polícias, 150 stewards e mais de vinte mil espectadores são esperados no derby minhoto desta noite entre o Sporting de Braga e o Vitória de Guimarães.
É o jogo do ano para o Minho e a luta pelos lugares europeus acrescenta uma dose mais especial ao desafio entre os dois rivais.


Sporting de Braga / Guimarães abre uma jornada de derbys.     

O Sporting de Braga e o Vitória de Guimarães abrem hoje a jornada 21 da Liga portuguesa de futebol, que terá mais dois derbies, com o Sporting a receber o Benfica e o FC Porto a visitar o Boavista.

A actuar em casa e depois de um empate a uma bola no terreno do Benfica, o Sporting de Braga, que já não vence para a Liga desde 14 de Dezembro, joga uma cartada decisiva na luta pela qualificação europeia, uma vez que já está no nono posto, a cinco pontos do último lugar de acesso à UEFA.

A quatro pontos do Benfica (segundo classificado) e com um de avanço sobre o Sporting....o Vitória de Guimarães, em caso de vitória, poderá cimentar a candidatura à Liga dos Campeões, embora dependa do resultado do clássico lisboeta de domingo.

Na primeira volta, um golo do central Geromel deu a vitória ao Vitória de Guimarães, que, contudo, perdeu em três das últimas quatro visitas ao reduto dos arsenalistas

O último triunfo do vitorianos em Braga data de 2002/03.


Na jornada de derbies, o FC Porto visita o Boavista no sábado, podendo aumentar ainda mais a sua vantagem na Liga, caso o Benfica não triunfe em Alvalade no dia seguinte.



ABC defronta o Sporting nas meias-finais da Taça da Liga em andebol     

ABC e Sporting vão defrontar-se nas meias-finais da Taça da Liga de andebol, amanhã à tarde, assim ditou o sorteio realizado ontem, no Portimão Arena, após a realização os jogos dos quartos-de-final da prova.

O sorteio colocou ainda frente-a-frente o São Bernardo e o FC Porto, no segundo encontro das meias-finais.

O Sporting foi a última equipa assegurar a presença nas meias-finais da Taça da Liga, após vencer o Belenenses no prolongamento (32-31), depois um empate (28-28) registado no final do tempo regulamentar.

Os “leões” repetiram a proeza do São Bernardo e FC Porto, que ontem venceram respectivamente o Águas Santas (28-25) e o Sporting da Horta (25-20) e juntaram-se ao ABC , equipa que se qualificou directamente para as meias-finais da prova, por ter sido o vencedor da primeira volta da Liga.

As meias-finais da V Taça da Liga de andebol disputam-se amanhã, enquanto a final está marcada para domingo.


ANTENA MINHO

JotaCC
JotaCC Equipa Principal
  • *****
  • 32784
  • Allez Braga Allez nos somos a tua voz...
  Re: NOTÍCAS DO ENORME S.C.BRAGA DO DIA 29/02/2008
« Responder #4 em: 29 de Fevereiro de 2008, 09:31 »
Casa cheia obriga a reforço da segurança no derby do Minho

Manuel Machado diz não
ter margem de erro. Cajuda faz contas para o acesso
à Liga dos Campeões

Pode não ser o jogo do ano, mas há sinais de que o clássico minhoto (20h30, SP-TV) proporcionará a maior assistência da época no Estádio Axa. Vencer é a única prioridade para ambas as equipas, são esperados 14 autocarros só com adeptos vimaranenses e os responsáveis do Sp. Braga já reforçaram a segurança do palco do jogo, para evitar os desacatos que marcaram os anteriores encontros entre Sp. Braga e V. Guimarães.
A previsão de casa cheia levou o Sp. Braga a reunir-se várias vezes com a PSP e implicará um plano de segurança mais apertado que o habitual. Segundo as contas dos responsáveis bracarenses, vão estar no estádio perto de 250 elementos a zelar pela segurança de adeptos e intervenientes no jogo. O número compreende não só os efectivos da PSP, como os stewards escalados pelo clube e um contingente de intervenção pronto a responder em caso de problemas graves. As claques do V. Guimarães vão ter acompanhamento permanente e a vigilância nas entradas será maior, com a preocupação de não haver cruzamento de adeptos rivais nos caminhos para as bancadas.
Com o reforço das medidas de segurança, a direcção do Sp. Braga quer evitar reedição dos problemas que marcaram anteriores "duelos" entre os clubes. O incidente mais grave num "clássico" minhoto aconteceu há três temporadas, quando o autocarro do Sp. Braga foi apedrejado no regresso pela A11 e dois jogadores [Castanheira e Marco] foram obrigados a receber tratamento hospitalar.
Apesar da ligação umbilical ao emblema vitoriano, onde iniciou a carreira de treinador e conseguiu chegar à Taça UEFA, Manuel Machado não vê outra solução para o Sp. Braga que não derrubar o V. Guimarães esta noite. O andamento negativo da equipa nas últimas jornadas e o nono lugar são os argumentos que levam o treinador a assumir que não há margem de erro. "O Sp. Braga não tem margem de erro para este jogo, é verdade. Espero que possa dar continuidade ao desempenho conseguido na semana passada na Luz e que chegue a vitória", desejou, desvalorizando as diferenças pontuais que separam as duas equipas: "A hora da verdade vem no fim da prova. Falta um terço do campeonato".
O V. Guimarães, para Manuel Machado, "está a fazer um bom campeonato, tem realizado bons jogos e tem uma boa dinânima". "Mas é o colectivo que deve ser merecedor de atenção", acrescentou, rejeitando a possibilidade de ordenar marcações individuais ao adversário.
Manuel Cajuda também se fixou na fasquia da vitória, admitindo prestar atenção ao clássico lisboeta entre Sporting e Benfica. O treinador do V. Guimarães já faz as contas do apuramento para os lugares europeus e não esconde o desejo de alcançar a Liga dos Campeões. "Não é o jogo mais importante do ano, mas quero ganhar e vou fazer por isso", assumiu Cajuda. Com a mesma frontalidade, lembrou as exigências que lhe fazem numa altura em que a equipa vimaranense se posiciona à frente do Sporting. "Todos os dias me martelam na cabeça, para saberem se lutarei pelo terceiro lugar. Se continuamos a fazer este campeonato, tudo é possível. O segundo lugar? Estou consciente de que as duas próximas jornadas podem trazer algo de bom. Quem tiver bom senso, nervos de aço, alguma elegância e maturidade poderá ter vantagem."



V. Guimarães mantém estrutura

Kieszek de pedra e cal na baliza do Sp. Braga

O treinador do Sp. Braga não mexeu muito na lista de convocados que elaborou para o último compromisso do clube, com o Benfica. Bruno Tiago, Jorginho e João Tomás continuam de fora por lesão e o guarda-redes Paulo Santos mantém-se excluído dos planos do treinador, depois de ter sido apupado pelos adeptos e ter visto o polaco Kieszek assumir o seu lugar na baliza. Kieszek manterá, de resto, a titularidade e Dani Mallo continuará como segunda escolha do treinador. Já César Peixoto deverá ser o escolhido para desempenhar o papel de número 10, em face da lesão de Jorginho e da saída de João Pinto. Os regressos do guarda-redes Nuno Santos e do defesa Momha assumem destaque na convocatória do V. Guimarães para a visita a Braga. De fora do jogo mais importante do Minho vão ficar os brasileiros Serginho e Luciano Amaral. A equipa titular dos vimanenses não deverá sofrer alterações em relação à última jornada.

PUBLICO
JotaCC
JotaCC Equipa Principal
  • *****
  • 32784
  • Allez Braga Allez nos somos a tua voz...
  Re: NOTÍCAS DO ENORME S.C.BRAGA DO DIA 29/02/2008
« Responder #5 em: 29 de Fevereiro de 2008, 09:39 »
Entrevista
Federação fez tudo para afastar-me da Selecção



João Pinto anunciou na segunda-feira que não vai jogar mais em Portugal. O ex-futebolista do Benfica, Sporting, Boavista e Sp. Braga, de 36 anos, espera continuar a carreira nos Estados Unidos ou no Médio Oriente e diz que não tem favorito no dérbi: “É um jogo de desfecho incerto. Que ganhe o melhor.”

Correio da Manhã –Por quem vai torcer no dérbi?

João Pinto – Que ganhe o melhor. Mesmo que tivesse alguma empatia especial, entendo que não me deveria manifestar nesta altura, pelo respeito que tenho em relação aos dois clubes.

– Quem é o favorito?

– É um jogo de desfecho incerto, de 50% para cada lado.

– Das duas equipas, qual o sistema de jogo que mais aprecia e que poderá dar melhores garantias para o dérbi?

– As duas equipas mudam muito de sistema. O Benfica usa normalmente o 4x4x2 mas nos últimos tempos tem surgido também em 4x3x3. Já o Sporting joga num 4x3x3 muito versátil, com uma movimentação muito grande dos jogadores da frente.

– Há alguma razão especial para o domínio do FC Porto?

– O campeonato português está num nível muito baixo. O FC Porto, de facto, sobressai no meio de todas as outras equipas. Há, seguramente, demérito dos adversários mas também muito mérito do FC Porto, que é uma equipa de grande coesão em todos os domínios do jogo. De qualquer forma, vou continuar a torcer pelo Sp. Braga, que merece uma melhor classificação do que aquela que tem agora.

– Já sabe onde vai jogar?

– Tenho alguns convites. América e Médio Oriente são hipóteses. Com o estado de espírito que estava depois de regressar dos Estados Unidos sabia que não podia continuar em Braga.

– Em 1990, com 19 anos, não teve uma boa experiência no Atlético Madrileno. Está agora mais preparado?

– Estou mais maduro, e sempre disse que gostava de jogar nos Estados Unidos ou no Catar na recta final da minha carreira.

– Já tinham surgido convites nesse sentido?

– Quando saí do Boavista estive reunido com o presidente do New England Revolution, de Boston. À última hora as coisas não se concretizaram. Depois tive contactos com um empresário português residente na Califórnia, que me queria levar para Los Angeles. Mas desconhecia qual o clube envolvido.

– Tem algum fascínio especial pelos Estados Unidos?

– É um país muito desenvolvido e precisa que o futebol acompanhe essa evolução.

– O Sp. Braga é o quarto grande do futebol português?

– Sem dúvida. O Sp. Braga está no bom caminho para muito em breve ser um candidato ao título.

– Como foi trabalhar com Jorge Costa, seu antigo companheiro nas selecções?

– Adorei trabalhar com o Jorge [Costa]. É uma grande pessoa e um grande profissional.


– A certa altura falou-se de um certo mal-estar entre ambos. Confirma?

– Como posso confirmar algo desse género? O Jorge é e sempre foi um grande amigo, já desde os tempos da Selecção. Trabalhar com ele foi uma experiência enriquecedora e que me ajudou a crescer como jogador.

– Aos 36 anos, ainda se aprende algo novo?

– E de que maneira! Aprendi muito com todos os treinadores que tive, e com o Jorge não foi excepção. Tem um grande futuro, e ele sabe-o melhor do que ninguém.

– Foi campeão no Benfica e no Sporting. Qual foi o mais marcante?

– Os dois. São clubes distintos, que trabalham cada um à sua maneira. Tenho muito orgulho na minha carreira.

– Quais as principais diferenças?

– O Sporting é um clube mais elitista, gerido de uma forma muito peculiar. O Benfica é o maior clube português, com uma massa adepta enorme e, por isso, mais exigente.

– No Benfica privou com Rui Costa. Como vê o seu regresso ao clube?

– É um amigo que merece o melhor.

– Imagina-o num cargo directivo?

– Depende. Em primeiro lugar, acho que ainda tem muito para dar ao clube no relvado. Depois imagino-o como director desportivo, nunca como presidente.

– Saiu do Benfica em 2000. Alguma vez foi convidado a regressar?

– Falou-se disso mas nunca nada em concreto. Penso que alguém do clube se terá oposto.


– Se dependesse de si, teria regressado?

– Voltaria ao Benfica sem qualquer problema. Tenho muito orgulho em ter representado o clube. Tive pena de ter saído daquela maneira.

– E se Rui Costa o convidasse para os quadros técnicos do clube na próxima época?

– Neste momento é uma situação que não coloco. Contudo, nunca poderei dizer ‘nunca’ a um clube como o Benfica.

– A saída da Luz ficou marcada pelo seu despedimento por parte de Vale e Azevedo...

– Em primeiro lugar, temos que separar as pessoas da instituição. Na altura tinha um contrato com o qual o então presidente não concordava, pelo que me foi comunicado que teria de deixar o clube .

– O seu empresário na altura, José Veiga, foi crucial nesse período?

– Acima de tudo, era um amigo e ajudou-me num dos piores momentos da minha carreira. Rescindi com o Benfica semanas antes do Euro’2000, tornando-me no único jogador desempregado a participar na competição.

– Essa situação afectou-o?

– Não. Por incrível que pareça, trabalhei sempre no máximo porque sabia que tinha condições para continuar ao mais alto nível. A única medida que tomei foi subscrever um seguro de dois meses em caso de lesão.

– O assédio foi grande?

– Tive convites do Liverpool, Aston Villa, Arsenal, Valência e Fiorentina. Mas não quis tomar nenhuma decisão antes do final do Europeu.

– Escolheu o Sporting...

– ... na altura foi essa a opção que achei mais acertada.


– Acabou por ser campeão, formando com Jardel uma dupla de sonho...

– Jardel foi um grande parceiro e, acima de tudo, um goleador nato. Deu muito ao futebol português, mas por vezes as pessoas não sabem separar a vida profissional da pessoal. Mas merece a maior sorte do mundo.

– Por que razão saiu do Sporting?

– Queriam que renovasse e as coisas precipitaram-se. Foi uma fase difícil em termos pessoais, e confesso que não tinha noção das reais dificuldades do futebol português e, em particular, do Sporting. Foi o maior erro da minha carreira.

– Passados seis anos, como analisa o Mundial’2002?

– Foi mau a todos os níveis. No meu caso, pedi desculpas a quem tinha de pedir e segui a minha vida.


– Pediu desculpas ao árbitro Angel Sanchez?

– Sim, encontrei-o na FIFA. É uma pessoa extraordinária, amável, e foi dos elementos que mais me defendeu no tribunal da FIFA. Se não fosse ele o meu castigo teria sido muito mais pesado, como era, aliás, desejo da Associação Portuguesa de Árbitros.

– Sentiu-se decepcionado?

– Nunca lhes irei perdoar. Julgaram- -me como se fosse a origem dos podres do futebol português.

– E da Federação, teve o apoio que esperava?

– Penso que podia ter feito mais. Tentaram amenizar o castigo mas depois a Federação fez tudo para afastar-me da Selecção. O facto de não ter sido novamente chamado tem a ver com o castigo. Não tenho dúvidas.

– Que opinião tem sobre a naturalização dos estrangeiros?

– Sou contra. Cada país deve ter um fio condutor de identificação entre os jogadores. Não gosto de ganhar só por ganhar.

– Qual o golo mais bonito da sua carreira?

– Talvez aquele à Inglaterra, no Euro’2000. Foi um grande jogo que ganhámos por 3-2.


– E dos 6-3 [Maio de 1994] em Alvalade...

– Os dois primeiros foram muito bons também.

- Qual o treinador que mais o marcou?

– Talvez Carlos Queiroz tenha sido especial. Estava muito à frente no seu tempo.


– E ídolos?

– Gostava muito de Fernando Gomes, Carlos Manuel e Paulo Futre.


– Gostaria de ter jogado no FC Porto?

– Sim, era um desejo que tinha mas que por um ou outro motivo não se concretizou.



CORREIO DA MANHA
JotaCC
JotaCC Equipa Principal
  • *****
  • 32784
  • Allez Braga Allez nos somos a tua voz...
  Re: NOTÍCAS DO ENORME S.C.BRAGA DO DIA 29/02/2008
« Responder #6 em: 29 de Fevereiro de 2008, 09:48 »
Sp. Braga: «Hora da verdade» só chega no final da prova, diz técnico

Manuel Machado reconheceu que o Sp. Braga «não tem margem de erro» frente ao Vitória de Guimarães, com quem joga em casa, esta sexta-feira, na abertura da 21ª jornada do campeonato. Mas a recepção ao terceiro classificado não intimida o treinador, que na ronda anterior conquistou um ponto na Luz.

«Espero que o Sp. Braga possa dar continuidade ao desempenho conseguido na semana passada [1-1] e consiga a vitória», desejou Manuel Machado, que, apesar da diferença pontual e classificativa que separa, no momento, os protagonistas do primeiro derby do fim-de-semana (o Sp. Braga está em nono, com menos oito pontos), reservou para o fim da prova «a hora da verdade para todos».

«Aí se verá em que posição ficam as equipas. Falta um terço do campeonato e ainda estão 30 pontos em jogo», justificou.

«O Vitória está a fazer um bom campeonato, tem realizado bons jogos, tem uma boa dinâmica, mas é o seu todo, o conjunto que apresenta, que deve ser merecedor da atenção», alertou, ainda, o técnico, «concentrado apenas na conquista dos três pontos». «Ganhar o jogo é que prende a atenção a mim e ao meu colega», assegurou.

Vencer o rival de Guimarães significará, também, a aproximação aos lugares europeus, meta que Manuel Machado defendeu ser atingível. «O Sp. Braga tem objectivos definidos que são o alcance de uma posição europeia. Dando continuidade ao que a equipa tem conseguido nos últimos anos, estou convencido que o vamos conseguir.»

O Sp. Braga, aliás, só não o conseguiu até à data devido aos «pequenos detalhes» que «têm penalizado» a equipa, referindo-se aos empates em Coimbra (3-3) e na Amadora (1-1), com golos sofridos em tempo extra. «Bastaria termos esses quatro pontos, para não falar de outros jogos. Estaríamos agora numa posição europeia e não haveria tanto barulho à nossa volta. Vamos ter calma no futuro», finalizou.

MAIS FUTEBOL
JotaCC
JotaCC Equipa Principal
  • *****
  • 32784
  • Allez Braga Allez nos somos a tua voz...
  Re: NOTÍCAS DO ENORME S.C.BRAGA DO DIA 29/02/2008
« Responder #7 em: 29 de Fevereiro de 2008, 10:20 »
Operação impede João Tomás de receber V. Guimarães
AVANÇADO LESIONOU-SE NO JOELHO ESQUERDO
      
O avançado João Tomás vai ser operado a um joelho e estará ausente da recepção ao V. Guimarães, que abre hoje a 21.ª jornada da Liga (20:30).

O ponta-de-lança, que já representou a equipa vimaranense, lesionou-se durante a semana em curso e vai ter que se submeter a uma intervenção cirúrgica, depois de ter ficado de fora da convocatória para o jogo com o Benfica (1-1) por opção.

"O avançado João Tomás vai mesmo ser submetido a uma pequena intervenção cirúrgica, necessária para debelar uma ligeira bursite do joelho esquerdo", informou o site oficial dos bracarenses.


Paulo Santos e Vandinho de fora frente a vimaranenses
GUARDA-REDES LESIONADO E MÉDIO POR OPÇÃO
      
O guarda-redes Paulo Santos, que na partida com o Werder Bremen perdeu a titularidade para o estreante polaco Kieszek, continua, por lesão, de fora da convocatória para a recepção ao V. Guimarães.

Por seu turno, o médio Vandinho, que, depois de uma fase em que tinha estatuto de titular, tem sido menos utilizado nos últimos jogos, é o único a sair da convocatória de Manuel Machado, face ao empate conseguido na Luz.

Lista de convocados:

Guarda-redes: Dani Mallo e Kieszek.

Defesas: João Pereira, Rodriguez, Contreras, Paulo Jorge e Carlos Fernandes.

Médios: Andrés Madrid, Roberto Brum, Frechaut, César Peixoto, Stélvio Cruz e Miguelito.

Avançados: Wender, Zé Manel, Jaílson, Linz e Matheus.

RECORD
« Última modificação: 29 de Fevereiro de 2008, 10:24 por Jotacc »
JotaCC
JotaCC Equipa Principal
  • *****
  • 32784
  • Allez Braga Allez nos somos a tua voz...
  Re: NOTÍCAS DO ENORME S.C.BRAGA DO DIA 29/02/2008
« Responder #8 em: 29 de Fevereiro de 2008, 10:56 »


Dérbi à moda do Minho



Sporting de Braga e Vitória de Guimarães, dão inicio a uma jornada de dérbis

O técnico do Sporting de Braga, Manuel Machado, espera que a sua equipa continue a somar bons resultados e que assim consiga conquistar os pontos em disputa sexta-feira frente ao Vitória de Guimarães, em partida referente à 21.ª jornada da Liga.

No lançamento do jogo o técnico arsenalista disse esperar: "que o Sp. Braga continue a mostrar o seu desempenho como aconteceu na semana passada e que seja eficaz o suficiente, tanto na defesa, como no ataque para ficar com os três pontos"

De fora é certo que ficam, por razões físicas, Jorginho, Paulo Santos, João Tomás e Bruno Tiago.

O Vitória de Guimarães é terceiro classificado na Liga, por isso o técnico Manuel Cajuda diz que se a sua equipa fizer o que tem por obrigação, ou seja, vencer em Braga, não tem que ficar a fazer contas ao clássico Sporting-Benfica: "Tudo depende de nós, se fizermos o campeonato que temos vindo a fazer não temos nada a ver com o derby lisboeta".

RR
JotaCC
JotaCC Equipa Principal
  • *****
  • 32784
  • Allez Braga Allez nos somos a tua voz...
  Re: NOTÍCAS DO ENORME S.C.BRAGA DO DIA 29/02/2008
« Responder #9 em: 29 de Fevereiro de 2008, 11:00 »


"Seria mentira dizer que o dinheiro não conta"

Entrevista com João Vieira Pinto, futebolista

Já sabe para onde vai jogar?

Ainda é muito cedo. Rescindi com o Sporting de Braga há uma semana, tenho estado em contacto com alguns clubes e aguardo, neste momento, propostas definitivas.

Qual é a hipótese mais forte: Toronto ou Arábia?

Há várias hipóteses. Irei para onde me derem melhores condições. A mim e à minha família.

Continua a dizer que só quer jogar mais um ano?

Sim, um ano.

Começou a jogar futebol profissional muito jovem. Ao fim de tantos anos de carreira ainda gosta realmente de jogar?

Ainda gosto, mas se tiver de terminar agora mesmo, tudo bem. Estou preparado para jogar mais um ano como estou preparado para acabar já.

Parar já também é uma possibilidade?

Claro. Neste momento está tudo em aberto.

No início da carreira foi para Espanha e deu-se mal. Depois nunca quis sair de Portugal e agora, no final, dispõe-se a fazê-lo. Não receia que volte a correr mal?

Os tempos mudam e a forma como olhamos para a vida também. Já não sou a pessoa que era há uns anos. Por outro lado, a globalização tornou mais fácil trabalhar lá fora.

Que leva um jogador da sua idade e com o seu currículo a escolher o Médio Oriente ou Toronto? É o dinheiro?

É o desejo de jogar mais algum tempo e é também, obviamente, a parte financeira. Estava a mentir se dissesse que isso não conta.

Para onde for vai levar a família?

Sim, não concebo a minha vida sem a minha família.

Não teve convites de clubes nacionais?

Nem me preocupei com isso porque já tinha decidido que esta seria a última época em Portugal e assim será. Não volto a jogar em Portugal.

É um dos futebolistas com mais jogos nos campeonatos portugueses. Ficou muito perto (a dez jogos) de bater o recorde de Manuel Fernandes e de António Sousa... Custa?

Tenho pena, sobretudo por ser uma margem tão curta, mas não me preocupa.

O que lhe apetece dizer no momento em que deixa o futebol português?

Que tentei sempre ser um profissional sério e que dei sempre tudo ao futebol e às camisolas que vesti.

Ficou alguma coisa por dizer na conferência de imprensa em que explicou a razão da rescisão com o Braga?

Não. Depois da minha viagem aos Estados Unidos e depois de ter estado parado por causa da lesão, entendi que deveria rescindir e não jogar mais em Portugal. É uma boa altura para reorganizar a minha vida pessoal e profissional. Até porque não sou capaz de estar num clube a meio tempo.

Foi uma boa experiência este tempo que passou no Braga?

Valeu a pena. Aprendi muito e no meu primeiro ano de clube conseguimos atingir uma fase final da Taça UEFA, facto histórico no Braga.

Chegou ou não a ser castigado por ter estado até mais tarde numa festa?

Não há nada a dizer sobre isso.

Foi colega de selecção de Jorge Costa e foi treinado por ele no Braga. Sempre tiveram um bom relacionamento no Braga?

Sempre muito bom. É assim desde miúdos.

Continuam a ver-se e a falar?

Falamos de vez em quando.

Apercebeu-se de que ele iria ser despedido?

Sabia mais ou menos como é que as coisas estavam a correr.

Foi uma injustiça?

São assuntos que me ultrapassam, mas fiquei triste, quer como amigo dele quer por achar que ele tem muitas capacidades.

Conhece bem os dérbis de Lisboa. Paulo Bento ou Camacho?

Os dérbis são jogos diferentes até porque são mais mediatizados e isso tem efeitos nas equipas. Há até uma tendência para ganhar a equipa que está numa pior fase.

O Sporting?

Em termos de fases, penso que as duas estão muito equilibradas.

Qual foi a melhor equipa do Benfica que integrou?

Nos meus dois ou três primeiros anos, o Benfica era uma superequipa. A de 1995, quando conquistámos a Taça, também.

E a do Sporting?

Aquela em que fui campeão, na época 2001/02.

O dérbi mais marcante foi o dos 6-3 (vitória do Benfica, com hat trick de João Pinto)?

Foi. Não esqueço esse jogo.

Como jogador do Benfica qual era o jogador do Sporting que melhor o marcava e vice-versa?

Costumava ser o Peixe a marcar-me. Ao contrário, não me lembro de ter grande marcação.

O que é que nunca vai esquecer de uma carreira tão longa?

Os títulos, a começar pelos dois campeonatos do Mundo de sub-20 e as lesões.

Já disse que não gostaria de ser treinador. Gostaria de continuar ligado ao futebol a fazer o quê?

Não sei. Depende do que surgir. E não faço questão que apareça alguma coisa relacionada com o futebol.

Vê-se como um homem de negócios?

Vejo e muito provavelmente até será isso que vou ser a tempo inteiro. Penso que já tenho um bocadinho de experiência e é uma coisa que gosto de fazer.

Gostava de ser presidente de um clube?

Não.

Nem do Boavista?

Não.

Gostou de estar no Braga. E gostou de regressar ao Boavista ou arrependeu-se?

Não me arrependi, mas foi diferente porque as circunstâncias foram diferentes.

Não foi tão bem tratado como no Sporting de Braga?

Não, não fui tão bem tratado.

Carlos Queiroz diz que os jogadores da geração de ouro têm a obrigação de tentar mudar o futebol português para além dos relvados. Concorda?

Concordo que tem de se mudar as mentalidades no futebol português e gostaria muito que colegas meus ajudassem porque o podem fazer muito bem. Quer em clubes quer na federação ou na Liga.

Paulo Sousa já disse que se vê como presidente da FPF...

Por exemplo, assim como Rui Costa no Benfica. Há que ir por aí.

Qual é a maior desilusão que leva do futebol português?

Nenhuma.

E perdeu algum amigo no futebol?

Não. Se tivesse perdido, é porque não era grande amigo.

Qual foi o jogador com quem mais gostou de jogar?

Joguei com tantos e tão bons que seria injusto especificar.

Qual o conselho mais importante que deu ao seu filho, também futebolista?

Que se divirta com esta profissão e aproveite todas as oportunidades que surgirem.

Perdoa com facilidade?

Não sou de rancores.

Cumprimenta Vale e Azevedo, o responsável pela sua saída do Benfica?

Um dia cruzei-me com ele num posto de gasolina. Bateu-me nas costas e cumprimentei-o.

E cumprimentaria Scolari, o homem que o afastou da selecção?

Nem o conheço.

Gostaria de lhe dizer alguma coisa?

Não o conheço e o silêncio também quer dizer muita coisa.

E à selecção?

Que lhes desejo o melhor.

No próximo Europeu é possível ficar no pódio?

A fasquia está muito elevada e o País já não se contenta com menos.

Vai ser o Europeu de Cristiano Ronaldo?

Cristiano é um grande jogador que teve, também, a sorte de ter ido para um clube que o está a educar da melhor forma.

Como gostava de ser lembrado pelas gerações seguintes?

Como um bom profissional, que sempre teve um prazer enorme a jogar futebol e que sempre fez aquilo que melhor sabia também para dar prazer aos outros.

Depois de si, já apareceu outro jogador a quem reconheça semelhanças?

Sinceramente, acho que não. Não estou a querer dizer que sou ou fosse o melhor até porque temos grandes jogadores. Estou apenas a dizer que não vejo jogadores com as minhas características ou como eu era há uns anos.

DN
JotaCC
JotaCC Equipa Principal
  • *****
  • 32784
  • Allez Braga Allez nos somos a tua voz...
  Re: NOTÍCAS DO ENORME S.C.BRAGA DO DIA 29/02/2008
« Responder #10 em: 29 de Fevereiro de 2008, 11:24 »
Sp. Braga-Vit. Guimarães abre 21ª jornada

Num fim-de-semana dominado pelos jogos Sporting-Benfica e Boavista-FC Porto, será o «derby» minhoto entre o Sp. Braga e o Vit. Guimarães a abrir, hoje, às 20.30 horas, a 21ª jornada da Liga.
 
Os bracarenses, que somam 26 pontos na nona posição da tabela classificativa, partem para este jogo sem vencer há sete jornada. No entanto, vêm de um importante empate frente ao Benfica no Estádio da Luz.

Já os vimaranenses, que ocupam o terceiro lugar com 34 pontos, venceram a Naval na última jornada, depois da derrota na Madeira com o Nacional na etapa anterior.

Calendário da 21ª jornada:

Sexta-feira:
Sp. Braga – Vit. Guimarães (20.30 horas)

Sábado:
Leixões – Académica (19.15 horas)
U. Leiria – Vit. Setúbal (19.15 horas)
Boavista – FC Porto (21.15 horas)

Domingo:
Marítimo – E. Amadora (16.00 horas)
Naval – Nacional (16.00 horas)
Sporting – Benfica (20.30 horas)

Segunda-feira:
P. Ferreira – Belenenses (19.45 horas)

A BOLA
JotaCC
JotaCC Equipa Principal
  • *****
  • 32784
  • Allez Braga Allez nos somos a tua voz...
  Re: NOTÍCAS DO ENORME S.C.BRAGA DO DIA 29/02/2008
« Responder #11 em: 29 de Fevereiro de 2008, 12:50 »
MANUEL MACHADO E A RECEPÇÃO DE HOJE AO VITÓRIA DE GUIMARÃES
NÃO PODEMOS FALHAR

O treinador do Sporting de Braga reconheceu ontem que a sua equipa não pode falhar no dérbi minhoto com o Vitória de Guimarães, se quiser continuar a lutar pela Europa. Manuel Machado, um vimaranense que se prepara para disputar o primeiro dérbi pelo Braga, depois de o ter feito já pelo Vitória, mostra-se confiante no desempenho da sua equipa. Para este jogo, Manuel Machado mostra-se “pragmático” e dá apenas importância aos pontos, reconhecendo que a sua equipa “não tem margem de erro”.
“O que espero é que o Braga possa dar continuidade ao desempenho conseguido na semana passada (empate na Luz, 1-1)e fique com os três pontos”. Colocado perante a distância que já separa as duas equipas na tabela (oito pontos) o técnico remete o balanço “para a 30.ª jornada” da Liga: “aí se verá em que posição ficam as equipas. Aí será a hora da verdade para todos. Falta um terço do campeonato e ainda estão 30 pontos em jogo”. Falando do seu adversário, Manuel Machado reconhece que “o Vitória está a fazer um bom campeonato “.
Quanto à sua ligação ao Vitória de Guimarães, onde trabalhou durante vários anos, Manuel Machado lembra que “do outro lado também está um treinador (Manuel Cajuda) que tem uma forte ligação” ao Braga e, como tal, não é por aí que o dérbi deva ser valorizado. “Neste momento há que estar concentrado ape-nas na conquista dos três pontos.
O Braga tem objectivos definidos que são o alcance de uma posição europeia, dando continuidade ao que a equipa tem conseguido nos últimos anos e estou convencido que o vamos conseguir”, concluiu.

-------------------------

CONVOCADOS
MACHADO DEIXA VANDINHO DE FORA
O avançado João Tomás vai ser operado a um joelho e estará ausente do dérbi minhoto de hoje (20h30) com o Guimarães. O ponta-de-lança, que já representou a equipa vimaranense, lesionou-se e vai ter de se submeter a uma intervenção cirúrgica, depois de ter ficado de fora a convocatória para o jogo com o Benfica (1-1), por opção. “O avançado João Tomás vai mesmo ser submetido a uma pequena intervenção cirúrgica, necessária para debelar uma ligeira bursite do joelho esquerdo”, informou o «site» oficial dos bracarenses. De fora da convocatória, igualmente por lesão, continua o guarda-redes Paulo Santos, enquanto o médio Vandinho é o único a sair da convocatória de Manuel Machado, face ao jogo da Luz. Convocados – Guarda-redes: Dani Mallo e Kieszek. Defesas: João Pereira, Rodriguez, Contreras, Paulo Jorge e Carlos Fernandes. Médios: Andrés Madrid, Roberto Brum, Frechaut, César Peixoto, Stélvio Cruz e Miguelito. Avançados: Wender, Zé Manel, Jaílson, Linz e Matheus.

O NORTE DESPORTIVO
JotaCC
JotaCC Equipa Principal
  • *****
  • 32784
  • Allez Braga Allez nos somos a tua voz...
  Re: NOTÍCAS DO ENORME S.C.BRAGA DO DIA 29/02/2008
« Responder #12 em: 29 de Fevereiro de 2008, 18:58 »
Tiago Gomes nos Sub-17

A equipa das quinas vai medir forças com as congéneres da Grécia (13 de Março), Alemanha (15) e República da Irlanda (18), esta última anfitriã dos jogos de apuramento. Refira-se que apenas o primeiro classificado garantirá o acesso na fase final do Europeu, que decorre na Turquia entre 4 e 16 de Maio.

A jovem Selecção lusa concentra-se no dia 6 de Março, no Jamor, cumprindo sete treinos antes de viajar para a República da Irlanda, no dia 11.

Lista de convocados:

Académica: João Guerra;
Benfica: Lassana Camará, Nelson Oliveira e Roderick;
FC Porto: Ricardo Dias e Rui Caetano;
Manchester United: Evandro;
Penafiel: João Carlos;
Sp. Braga: Tiago Gomes;
Sporting: Alex Zahavi, Cédric Soares, Januário, Luís Almeida, Nuno Reis e William;
Valência: Mário Rui;
V. Guimarães: Cláudio Ramos e Nandinho.

A BOLA
JotaCC
JotaCC Equipa Principal
  • *****
  • 32784
  • Allez Braga Allez nos somos a tua voz...
  Re: NOTÍCAS DO ENORME S.C.BRAGA DO DIA 29/02/2008
« Responder #13 em: 29 de Fevereiro de 2008, 23:31 »
SP. BRAGA-V. GUIMARÃES, 0-0
MINUTO A MINUTO, JOGADA A JOGADA
   
      
      
22:27 - FINAL DO JOGO.

90'+1 - Alan remata para uma defesa atenta do guardião Kieszek.

90' - A segunda parte terá três minutos de compensação.

85'- CARTÃO AMARELO para ROBERTO BRUM, por falta sobre Alan.

80'- SUBSTITUIÇÃO no V. GUIMARÃES: sai Ghilas e entra FAJARDO.

É anunciado o público presente no Estádio Axa: 25.745 adeptos.

77' - SUBSTITUIÇÃO no SP. BRAGA: sai Wender e entra JAÍLSON.

73' - Em missão ofensiva, o central bracarense Paulo Jorge recebe uma grande assistência de Matheus, mas, apesar da excelente posição dentro da área, remata para as alturas, desperdiçando uma das melhores oportunidades do encontro até aqui.

71' - SUBSTITUIÇÃO no SP. BRAGA: sai César Peixoto e entra STÉLVIO.

70' - SUBSTITUIÇÃO no V. GUIMARÃES: sai Carlitos e entra ROBERTO.

61' - SUBSTITUIÇÃO no V. GUIMARÃES: sai Mrdakovic e entra MOMHA.

61' - CARTÃO AMARELO para PAULO JORGE, por falta sobre Ghilas.

60' - Linz a Matheus, na cara da baliza, não conseguem alcançar a bola após um excelente centro de Wender da direita.

58'- SUBSTITUIÇÃO no SP. BRAGA: sai Zé Manuel e entra MATHEUS.

49' - O Sp. Braga quase abre o marcador. Na primeira tentativa, Linz acerta o poste direito de Nilson e, na sequência do lance, Rodríguez remata novamente com muito perigo.

21:38 - COMEÇA A SEGUNDA PARTE.

-----------------------------------------------------

21:22 - FINAL DA PRIMEIRA PARTE.

45'+2 - CARTÃO AMARELO para NILSON.

45'+1 - João Pereira cai na área após uma disputa com Sereno, mas Paulo Costa nada assinala. Os adeptos bracarenses protestam.

45' - A primeira parte terá um minuto de compensação.

43' - Após um pontapé de canto, Rodríguez cabeceia para as proximidades da pequena área, Linz falha uma espécie de bicicleta, com a bola a bater num defesa do V. Guimarães e ir para novo canto a favor do Sp. Braga.

31' - CARTÃO AMARELO para JOÃO PEREIRA, por rematar a bola deliberadamente contra Ghilas.

26' - Após um centro de Ghilas da esquerda, Mrdakovic, de cabeça, colocou a bola no fundo da baliza bracarense, mas o auxiliar marcou - e bem - fora-de-jogo ao avançado visitante.

25' - César Peixoto marca um livre em posição quase frontal, mas o disparo não em muita força e Nilson defende sem problema,

18' - CARTÃO AMARELO para DESMARETS, por falta sobre Zé Manuel.

11' - Rodríguez faz um corte desastrado e quase acerta a sua própria baliza. O V. Guimarães ganha um pontapé de canto.

8' - César Peixoto remata de fora da área, mas a bola sai fraca e sem direcção.

O Sp. Braga está a jogar com o seu equipamento alternativo, o mesmo utilizado diante do Benfica, na jornada anterior: camisola azul claro, calção preto e meia azul clara. Já o V. Guimarães actua todo de branco.

Foi cumprido um minuto de silêncio em memória do ex-presidente do Belenenses Cabral Ferreira, falecido esta semana.

20: 35 - COMEÇA O JOGO.

Um excelente público vai acompanhar "in loco" o clássico minhoto.

----------------------------------

Sp. Braga e V. Guimarães abrem em grande estilo a 21.ª jornada do campeonato. A equipa vimaranense, em caso de vitória, irá conservar o terceiro lugar na classificação e ficar um pouco mais perto do Benfica

-----------------------------------

LIGA - 21.ª JORNADA

Estádio Axa, em Braga
Hora: 20.30
Árbitro: Paulo Costa (Porto)

SP. BRAGA
Kieszek; João Pereira, Paulo Jorge, Rodríguez e Miguelito; Roberto Brum, Contreras e César Peixoto; Zé Manuel, Linz e Wender

Suplentes: Dani, Frechaut, Carlos Fernandes, Andrés Madrid, Stélvio, Jaílson e Matheus

Treinador: Manuel Machado

V. GUIMARÃES
Nilson; Andrezinho, Sereno, Geromel e Desmarets; João Alves e Flávio Meireles; Carlitos, Ghilas e Alan; Mrdakovic

Suplentes: Nuno Santos, Radanovic, Felipe, Fajardo, Moreno, Momha e Roberto

Treinador: Manuel Cajuda



Kieszek: «Penso que estive bem»
GUARDIÃO POLACO QUER LUTAR PELA TITULARIDADE   
      
Dono da baliza do Sp. Braga nos últimos dois jogos da equipa, o guarda-redes Kieszek ficou satisfeito com a sua exibição diante do V. Guimarães e também expressou o desejo de lutar pela titularidade com Paulo Santos.

"Quero jogar, é claro, e penso que estive bem. O Paulo está lesionado e vamos o que acontece quando ele puder jogar", disse o guardião à Sport TV1.

Sobre o encontro, Kieszek, depois de lembrar que já tinha disputado dérbis no seu país natal, sublinhou que o Sp. Braga entrou em campo disposto a conquistar os três pontos. "Queremos vencer todos os jogos, mas não conseguimos", observou-


Manuel Machado: «Penálti e bola no poste foram momentos decisivos»
TÉCNICO LAMENTA ERRO DA EQUIPA DE ARBITRAGEM
   
      
      
Apesar de não ter utilizado um discurso contundente contra a equipa de arbitragem, Manuel Machado queixou-se de um suposto penálti a favor do Sp. Braga nos minutos finais da primeira parte. O técnico bracarense também lamentou a falta de sorte num remate de Linz, na fase inicial do período final, que bateu no poste da baliza adversária.

"Há dois momentos decisivos: uma bola no poste do Linz que poderia ter colocado o Sp. Braga na frente do marcador e uma grande penalidade do Flávio sobre o João Pereira. Por causa desses dois momentos não ganhámos", afirmou Manuel Machado à Sport TV1.

Numa análise mais aprofundada ao encontro, o treinador bracarense reconhece que o futebol praticado pelas duas equipas ficou um pouco a desejar em termos estéticos. "É um dérbi e há factores que acabam por influenciar. Não foi um jogo bonito. Abriu um pouco mais na segunda parte. Queríamos ganhar, não conseguimos, mas pelo menos pontuámos", observou.

Sobre o futuro, Manuel Machado acredita que a sua equipa vai dar a curto prazo um safanão na crise de resultados. Na Liga, o Sp. Braga não vence desde meados de Dezembro. "Se a equipa continuar com esta postura acabaremos por dar a volta a estes resultados que são quase todos de empates."


RECORD
JotaCC
JotaCC Equipa Principal
  • *****
  • 32784
  • Allez Braga Allez nos somos a tua voz...
  Re: NOTÍCAS DO ENORME S.C.BRAGA DO DIA 29/02/2008
« Responder #14 em: 29 de Fevereiro de 2008, 23:32 »
Braga e Guimarães empatam a zero no dérbi minhoto

Saldou-se por um nulo o primeiro dos três dérbis deste fim-de-semana respeitantes à 21ª jornada da Bwin Liga. No Estádio Axa, na capital do Minho, o Braga construiu mais oportunidades de golo do que o Guimarães, mas faltou eficácia aos atacantes da casa e também que Paulo Costa assinalasse uma falta de Sereno sobre João Pereira dentro da área vimaranenses, um penálti claro. Fora da área, os árbitros marcam sempre estas faltas. Fora dela, nada. Num encontro muito disputado, emotivo quanto baste, os bracarenses, para além do lance já referido, ainda atiraram um bola ao poste (Linz, aos 48’) e quase festejaram após um cruzamento de Matheus para Paulo Jorge, sem oposição, rematar muito por alto. Não foram muitos os lances de real perigo nas duas balizas, mas sem dúvida que a equipa de Manuel Machado foi a que mais perto esteve da vitória. Assim, o Guimarães continua no terceiro lugar, agora com 35 pontos, mas pode vir a ser ultrapassado de novo pelo Sporting nesta ronda, enquanto o Braga mantém o nono posto, agora com 27 pontos.

O JOGO
JotaCC
JotaCC Equipa Principal
  • *****
  • 32784
  • Allez Braga Allez nos somos a tua voz...
  Re: NOTÍCAS DO ENORME S.C.BRAGA DO DIA 29/02/2008
« Responder #15 em: 29 de Fevereiro de 2008, 23:34 »
«Vamos transformar os empates em vitórias» (Manuel Machado)

Manuel Machado, técnico do Sp. Braga, acredita que a sua equipa vai dar a volta a este jejum de vitórias.
 
«Os meus jogadores entraram nervosos. Não foi um jogo bonito, mas foi dividido e ficou marcado por duas situações: uma bola ao poste [Linz, no início da segunda parte] e um lance sobre João Pereira [primeira parte], merecedor de grande penalidade», comentou Manuel Machado no final da partida, na Sport TV.

Quanto ao facto de o Sp. Braga não vencer há oito jornadas, Manuel Machado acrescentou: «Os jogadores têm tentado dar uma resposta diferente. Acabaremos por dar a volta e transformar os empates em vitórias.»


«Derby» minhoto termina sem golos



Sp. Braga e V. Guimarães empataram esta noite (0-0) no jogo de abertura da 21.ª jornada da Liga portuguesa de futebol. Bom espectáculo, casa cheia, só faltaram os golos...

Num fim-de-semana dominado pelos «derbies» Sporting-Benfica e Boavista-FC Porto, o «derby» minhoto tinha todos os ingredientes para ser um bom espectáculo e, em certa medida, as expectativas não saíram defraudadas. Houve emoção, o jogo teve domínios alternados, mas faltou-lhe o tal condimento que faz levantar as bancadas – os golos!

Ainda não foi desta que a equipa arsenalista logrou a vitória, após um longo jejum de oito jornadas. Mas esteve perto! Logo no início da segunda parte, teve uma bola no poste (Linz), naquela que foi a melhor situação de golo da partida.

O V. Guimarães levava a lição bem estudada e pontuou num terreno tradicionalmente difícil. Um ponto tanto mais importante quanto se sabe os bracarenses são adversários directos na luta por um lugar europeu. A formação de Manuel Cajuda reforçou a terceira posição, agora a dois pontos de distância do Sporting, que precisa de vencer o Benfica, no domingo, para destronar os vimaranenses.

Estádio AXA, em Braga

Árbitro: Paulo Costa (AF Porto)

SP. BRAGA
– Kieszek; João Pereira, Paulo Jorge, Rodriguez e Miguelito; Roberto Brum e Contreras; José Manuel (Matheus, 57 m), César Peixoto (Stélvio, 70 m) e Wender (Jailson, 78 m); Linz.

V. GUIMARÃES – Nilson; Andrezinho, Sereno, Geromel e Desmarets; Flávio Meireles e João Alves; Carlitos (Roberto, 70 m), Ghilas (Fajardo, 79 m) e Alan; Mrdakovic (Momha, 61 m).

Resultado final: 0-0

Cartão amarelo a Desmarets, João Pereira, Nilson, Paulo Jorge e Roberto Brum.

A BOLA
JotaCC
JotaCC Equipa Principal
  • *****
  • 32784
  • Allez Braga Allez nos somos a tua voz...
  Re: NOTÍCAS DO ENORME S.C.BRAGA DO DIA 29/02/2008
« Responder #16 em: 29 de Fevereiro de 2008, 23:35 »
Bwin Liga: Guimarães empata em Braga na abertura da 21ª jornada

O Vitória de Guimarães consolidou hoje o terceiro lugar da Liga portuguesa de futebol, ao empatar 0-0 no estádio do Sporting de Braga, no jogo de abertura da 21ª jornada, mas ficou à mercê da recuperação do Sporting.

O ''clássico'' minhoto, numa ronda que ficará marcada pelos ''derbies'' lisboeta e portuense, Sporting-Benfica e Boavista-FC Porto, respectivamente, terminou com um resultado que pouco beneficia qualquer das duas equipas, apesar de os vimaranenses terem mais razões para sorrir.

O Vitória de Guimarães aumentou para dois pontos a vantagem sobre o Sporting, quarto classificado, mas o clube lisboeta poderá ainda ultrapassar os minhotos, caso de se imponha domingo na recepção ao rival Benfica, que ocupa o segundo lugar.

Após o moralizador empate 1-1 no terreno do Benfica, na jornada anterior, o Sporting de Braga cedeu hoje pontos comprometedores na luta por um posto de acesso às provas europeias da próxima temporada e já não vence para o campeonato desde 14 de Dezembro.

O Vitória de Guimarães, que tinha perdido em três das últimas quatro visitas ao reduto dos arsenalistas, aproximou-se provisoriamente do Benfica, mas o empate em Braga limita-lhe muito os ganhos no ''derby'' lisboeta.

A ronda prossegue sábado com o ''derby'' portuense, entre o anfitrião Boavista e o FC Porto, que pode deixar o bicampeão nacional e líder destacado da Liga mais próximo do título, em especial se depois ''amealhar pontos'' no Sporting-Benfica

LUSA
JotaCC
JotaCC Equipa Principal
  • *****
  • 32784
  • Allez Braga Allez nos somos a tua voz...
  Re: NOTÍCAS DO ENORME S.C.BRAGA DO DIA 29/02/2008
« Responder #17 em: 29 de Fevereiro de 2008, 23:47 »
Kieszek: «Quando Paulo Santos voltar quero discutir a titularidade»
lPavel Kieszek, guarda-redes do Sp. Braga, em declarações à Sporttv, no final do empate caseiro com o V. Guimarães:
«Em Portugal foi o primeiro derby que fiz, mas já tinha feito outros na Polónia. Foi um jogo diferente daquele que fizemos com o Werder Bremen, porque o primeiro foi para a Taça UEFA, mas no essencial queria ganhá-lo como sempre. Queremos sempre ganhar, mas às vezes não é possível. Como me estou a sentir como titular? O Paulo Santos está lesionado, estou a tentar mostrar o meu valor, quando ele voltar vamos discutir a titularidade».



Machado feliz com atitude do Braga, Cajuda diz que foi engraçado

[ 2008/02/29 | 22:42 ] Redacção MaisFutebolManuel Machado e Manuel Cajuda reclaram no final do jogo, em declarações à Sporttv, cada um ter ficado mais perto da vitória e congratularam os respectivos jogadores:

Manuel Machado, treinador do Sp. Braga:

«Os jogadores entraram muito nervosos, o jogo foi algo fechado por isso na primeira parte, abriu um pouco na segunda. Apesar de tudo foi dividido. Acho que há dois momentos que decidem o desfecho: a bola no poste do Linz e a grande penalidade sobre o João Pereira não assinalada. Por causa desses dois momentos não ganhámos o jogo. Queríamos ganha-lo, não conseguimos, continuamos sem dar a volta à onda de resultados menos positivos, mas acreditamos que com esta atitude vamos consegui-lo».

Manuel Cajuda, treinador do V. Guimarães:

«Jogar em Braga é sempre muito difícil. No último fim-de-semana o Braga empatou na Luz, teve um resultado moralizador e podia hoje arrancar para uma recuperação rumo à Europa. Por isso fomos inteligentes. As duas equipas bateram-se bem e proporcionaram um derby engraçado. Acho que o resultado foi bom, porque ficamos em vantagem com um adversário directo pela Europa. Mesmo assim acho que fomos melhores, dominámos o jogo e ficamos mais perto de ganhar. Vamos tentar fazer um ponto e meio por jogo, que é vencer os encontros em casa e empatá-los fora».


Sp. Braga-V. Guimarães, 0-0 (crónica)

Festejos intensos entre as duas mil almas que viajaram desde Guimarães para assistir a um empate (0-0). Resultado pouco saboroso para os adeptos do futebol, ainda por mais sem golos, mas acaba por encaixar melhor nas pretensões vitorianas, com vista para o pódio da Bwin Liga. O Sp. Braga não encontrou inspiração para vencer o derby minhoto e regressar à luta europeia.

Incompreensivelmente, Contreras permaneceu no terreno de jogo até ao apito final, apesar das evidentes limitações físicas na etapa complementar. Assim sendo, o Sp. Braga perdeu argumentos numa altura em que o V. Guimarães já se tinha afastado da baliza contrárias, apostando essencialmente no nulo. Feito.

Ninguém ouse questionar a dimensão desta clássico. É grande, enorme mesmo, tamanho o barril de emoções que surge a cada confronto entre os dois maiores emblemas do Minho. Em fim-de-semana repleto de encontros de vizinhos, Sp. Braga e V. Guimarães deram o dote possível, perante cerca de 25 mil espectadores.

Um elemento em vias de extinção


Emoções fortes, nervos à flor da pele, tudo a que o futebol diz respeito, mesmo quando os golos parecem um elemento em vias de extinção. O jogo começou com alguns minutos de atraso, insuficientes para permitir à claque do V. Guimarães assistir aos instantes iniciais. Entrada retardada no recinto, numa medida preventiva das forças de segurança para evitar desacatos.

Previa-se futebol de primeira mas escasseavam espaços para animar as massas. Com esquemas tácticos semelhantes e motivação em alta pelos resultados do passado fim-de-semana (arsenalistas empataram na Luz e vimaranenses venceram em casa), as duas formações entraram com tudo e mais alguma coisa, esquecendo por vezes a arte.

Ao minuto 25, por fim, chegou um sinal de verdadeiro perigo. Miljan balançou as redes da baliza de Kieszek, mas estaria, de facto, ligeiramente adiantado, validando o julgamento da equipa de arbitragem liderada por Paulo Costa.

João Pereira e os seus casos

Emoções crescentes, com João Pereira no epicentro. O lateral viu um cartão amarelo e poderia ter sido expulso minutos depois, ao atingir Alan. Razão de queixa para os visitantes. Flávio Meireles ainda negou um golo a Linz antes de nova polémica, em dose dupla. João Pereira cai dentro dos limites da área, em dois lances com Geromel, e deveria ter surgido a marcação de uma grande penalidade, pelo menos. O árbitro mandou seguir. Protestos repartidos em 45 minutos verdadeiramente intensos.

A abrir a etapa complementar, promessas de mais e melhor futebol, com Linz a fazer estremecer o poste da baliza vitoriosa e Rodriguez a falhar a emenda por centímetros. Do outro lado, Kieszek também era alvo de constantes ameaças, respondendo à altura. Nas bancadas, duelos ininterruptos a reclamar a verdadeira origem das gentes.

Com uma hora de jogo, e vendo a sua baliza ameaçada, Manuel Cajuda puxou o cobertor para baixo, ao trocar o ponta-de-lança Miljan pelo lateral Momha. Processo de intenções de reforçou a perspectiva do nulo final.

Sp. Braga-V. Guimarães, 0-0 (destaques)


Num jogo de luta intensa e constante, Flávio Meireles sentiu-se como peixe na água e deu nas vistas. Afastou-se das quezílias, que já lhe provocaram dissabores no passado, e andou a fazer missões de voluntariado por todo o relvado, à medida das necessidades. Precioso na ajuda aos centrais, evitou um golo certo, esticando a perna perto da linha de golo, quando Linz já se preparava para festejar.

João Pereira

Núcleo central de todas as polémicas ao longo da etapa inicial, foi réu e vítima em pouco menos de vinte minutos. Viu-se rodeado por jogadores do V. Guimarães quando arriscou a expulsão, após carga sobre Alan. Escapou ao segundo amarelo e manteve-se em campo para explorar vigorosamente o seu corredor, como vem sendo hábito. Ao cair do pano da etapa inicial, caiu por duas vezes dentro dos limites da área vitoriana. Primeiro, numa carga de ombro que se prolongou até ao braço. Paulo Costa mandou seguir, repetindo o gesto pouco depois, quando João Pereira tombou aos pés de Geromel. Muitas dúvidas, entre a certeza de um talento efervescente, para o bem e para o mal.

Roberto Brum
Trabalho de sapa com enorme qualidade, contando com a directa colaboração de Pablo Contreras, central adaptado ao sector intermediário. Roberto Brum foi uma referência na esquematização táctica da Académica e promete fazer o mesmo no Sporting de Braga, onde se assume, cada vez mais, como uma voz de comando para os companheiros.

João Alves
A par de Flávio Meireles, foi um constante travão para as iniciativas ofensivas do Sporting de Braga. Na etapa complementar, face ao crescente assédio do adversário, a formação vimaranense baixou linhas e aumentou as cautelas. Nessa fase, sobretudo, João Alves comprovou a sua competência em missão dupla, destruindo e criando jogo de forma ininterrupa.

Kieszek
Mais uma exibição segura do guarda-redes polaco, que passou grande parte da temporada na sombra de Paulo Santos e Dani Mallo. Kieszek vai conquistando os adeptos do Sp. Braga e denota um equilíbrio saudável nas suas capacidades, sem denotar pontos fracos gritantes. Boa elasticidade, segurança no domínio da bola e capacidade para sair da baliza. Nome a seguir com atenção, se mantiver o nível


Sp. Braga-V. Guimarães, 0-0 (ficha)

Confira a Ficha do jogo Sp. Braga e V. Guimarães empataram sem golos no primeiro derby do fim-de-semana de todos os derbies. Perante mais de 25 mil espectadores, nenhuma das formações encontrou a forma de conseguir ultrapassar a bem organizada defesa adversária.

O jogo até foi vivo, com emoção nas bancadas, casos no relvado, algumas oportunidades de golo e uma bola no poste da baliza do V. Guimarães, na melhor ocasião de golo do jogo, mas não teve o mais importante: golos.

Com este resultado, as duas equipas somam um ponto e perdem dois. O V. Guimarães continua para já em terceiro lugar, agora com 35 pontos, podendo perder o pódio em caso de vitória do Sporting. Já o Sp. Braga mantém a nona posição independentemente do resto.

MAIS FUTEBOL