You are using an outdated browser. For a faster, safer browsing experience, upgrade for free today.
Anuncios M
Será Que Gostamos De Futebol?
16 Respostas
2501 Visualizações
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
Farricoco
  Será Que Gostamos De Futebol?
« em: 29 de Agosto de 2007, 17:36 »
      Antes de mais deixai-me explicar estes dois termos que utilizo para caracterizar as pessoas do futebol: Futeboleiro e Curioso. O Futeboleiro é aquele, que como eu, não consegue viver sem Futebol mais do que três dias, sabe o que se passa nos campeonatos dos outros países, onde jogam determinados jogadores, e é aquele que não quer saber a "intensidade das faltas"; por outro lado, o Curioso, esse ahhhh!, esse fala e percebe de futebol como o príncipe Carlos percebe de mulheres. Se não vejamos: Dia Seguinte, na SIC Notícias - falou-se de futebol? Nãããão!! Falou-se, sobretudo, se os três grandes vão ser prejudicados ainda mais? pelas arbitragens (como se os árbitros tivessem andado numa outra escola que não a Esc. Sec. da Associação de Futebol do Porto e de Lisboa). Disse «sobretudo» porque ainda se falou da Selecção...(10 segundinhos). O Curioso é aquele que só vai à borla «com um bilhetinho arranjado por um amigo» e ainda por cima em vez de ver o jogo, fica a ver os croquetes e os rissóis que se comem nos camarotes, e como está distraído a ver o bolo alimentar na boca dos comensais perdeu a portunidade de ver um golo do nosso avançado Petróleo «ó pá» diz-lhe o amigo que lhe arranjou o bilhete «o Petróleo jogou aqui há vinte anos!!», ao que o Curioso responde: «também o último bilhete que me arranjaste foi há vinte anos!!». Por isso, meus amigos, o Futebol, em Portugal, só vai ser Grande quando deixarmos de ser pequeninos.
       
« Última modificação: 29 de Agosto de 2007, 18:39 por Farricoco »
JOAO CARLOS Juniores
  • ***
  • 290
  Re: Será Que Gostamos De Futebol?
« Responder #1 em: 29 de Agosto de 2007, 18:36 »
Eu acho que não gostamos. Ou melhor, Eu gosto! E alguns, poucos, como Eu. Há vários aqui no fórum ( Nandes e a inseparável Marta, Lininho..., etc. ) Mas a maioria não gosta de FUTEBOL. Gosta do seu clube e especialmente de...VER GANHAR. Por isso é que todo o parolo diz que é de um dos metralhas... Também se dissesse que não vai à bola com a BOLA...parecia mal! PS: Há muita gente que mesmo podendo não vai aos jogos. Ou porque dá na TV, ou porque está frio, ou calor, ou chuva, ou vento, ou avariou o elevador, ou... Para mim, isto não é gostar de futebol. Mas como dizem que Eu não sou normal em relação ao futebol...talvez não tenha razão.
Anuncios M
Anuncios M
cardoso
  Re: Será Que Gostamos De Futebol?
« Responder #2 em: 29 de Agosto de 2007, 22:02 »
Mas como dizem que Eu não sou normal em relação ao futebol...talvez não tenha razão.

E acredita que não és normal, João. Nem queiras ser. ser normal não é nada bom.
Concordo contigo.
A maioria dos adeptos (seja do Braga seja de outro clube) são adeptos das vitórias; se calhar procuram nas vitórias algumas compensações...
Pela parte que me toca, devo dizer que admiro e até invejo adeptos como tu e como o Nandes: sempre disponíveis para acompanhar a equipa por esse país fora.
Jazzdevill Juniores
  • ***
  • 478
  Re: Será Que Gostamos De Futebol?
« Responder #3 em: 29 de Agosto de 2007, 22:50 »
Concordo em absoluto com a apreciação feita por vocês neste tópico. Tenho a ideia que uma imensa maioria dos "adeptos" portugueses não aprecia o desporto que é o futebol na sua essência. Há um etologista, Konrad Lorenz, que lança a ideia de que a evolução de Darwin provocou nos animais e nos humanos um sentido inato de agressividade e atendendo à história da humanidade isso é verificável nas inúmeras e omnipresentes guerras, conflitos, competição. Diz ele que nos dias que correm, nos países onde não há um perigo real ou a existência de conflito aberto, as pessoas tendem a canalizar essa agressividade para outras actividades. Entre elas está evidentemente o desporto. A partir daqui, transpondo a ideia para Portugal, a actividade desportiva com mais tradição e representatividade é o futebol, como todos sabemos. E associado ao estado de constante depressão em que Portugal está mergulhado, as pessoas tendem a procurar no futebol a compensação emocional. Longe de ser uma adesão meramente desportiva, parece-me que as pessoas se agarram á "causa" para que ao menos aí possam ser vencedoras ao invés das derrotas nas muitas batalhas do quotidiano. E aí, como é evidente, o interesse é evidentemente ganhar, vencer, ser um dos fortes, dos poderosos. E o resultado é o que todos sabemos. Ao invés, há adeptos diferentes, que não frequentam o futebol para se aquartelarem numa bancada com mais uns milhares de "soldados", que constituem a "chusma" que ao indivíduo dá a sensação de poder, de força, de fazer parte de algo. Para essa outra estirpe de adeptos o prazer está no jogo, na técnica, na táctica, nos jogadores, nos estádios, no ruído, no som da bola a ser batida com força e aninhar-se nas redes, no passe de 40 metros em que observou a bola girar sobre si própria e ser recolhida como se de um bebé se tratasse pelo avançado. O gosto pelo jogo propriamente dito é coisa rara neste país. Dos muitos jogos que vejo em cafés (porque me recuso a assinar a Sportv) o que mais me irrita é a presença de outra raça de  "adeptos",  que conseguem passar 90 minutos a resmungar do árbitro, das faltinhas, do fiscal de linha, do adversário. Não são capazes de se comover com um golo esteticamente perfeito, mesmo que seja do adversário. É por estas razões que admiro um certo campeonato, onde o público acompanha a trajectória de cada remate com um "uuuuuuuu", onde o jogo é celebrado pelo que ele tem de bom, de belo - as fintas, a técnica, o golo, a intensidade, a bravura, a velocidade. Vêm-se pessoas a ir aos jogos ás 2 da tarde com a família porque adoram futebol. Podem dizer-me que é a pátria dos hooligans e sim, é, mas não me parece que esses sejam a maioria, as pessoas que emprestam aquele ambiente ao jogo são uma grande maioria. E a pancadaria normalmente acontece fora dos estádio, longe até, combinada entre eles, num fenómeno sucedâneo do futebol mas aparte. Quem é capaz de, amando de verdade o jogo do futebol, e não se emocionar quando é presenteado com um estádio repleto de pessoas de pé a entoar em uníssono, canções de alento á sua equipa? Arrepia, não arrepia? Aí vejo pela televisão estádios sempre cheios, quase só por adeptos das equipas que jogam em casa. Espero que nós, Braguistas, possamos um dia ter um ambiente assim, nem que seja apenas parecido, na beleza da pedreira e á maneira de Braga e que possamos assistir ao que realmente me apaixona, a visão da bola a rolar na relva e partilhar com os adeptos ao meu lado o entusiasmo pelo jogo. 
Anuncios V
Farricoco
  Re: Será Que Gostamos De Futebol?
« Responder #4 em: 29 de Agosto de 2007, 23:23 »
       Só mais uma pequena achega para este tópico: quando o benfica chegou, na terça-feira, a Copenhaga, quais as perguntas efectuadas pelos jornalistas portugueses aos jogadores do clube mourisco? O que é que achavam da vitória do Nélson Évora nos Mundiais de Osaka (também eu pensei que era o orgulho nacional a falar mais alto, mas NÃO, era pura e simplesmente por Nélson Évora ser atleta do benfica!!!). Isto é futebol, ou clubite miserabilista jornalística?


       P.S.- Alguém perguntou a algum jogador do Braga, presidente do Clube,  o que tinham sentido quando Manuela Machado (atleta do Braga, na altura) ganhou a medalha de ouro num mesmo mundial há uns anos atrás?
« Última modificação: 29 de Agosto de 2007, 23:58 por Farricoco »
cardoso
  Re: Será Que Gostamos De Futebol?
« Responder #5 em: 29 de Agosto de 2007, 23:51 »
Concordo em absoluto com a apreciação feita por vocês neste tópico. Tenho a ideia que uma imensa maioria dos "adeptos" portugueses não aprecia o desporto que é o futebol na sua essência. Há um etologista, Konrad Lorenz, que lança a ideia de que a evolução de Darwin provocou nos animais e nos humanos um sentido inato de agressividade e atendendo à história da humanidade isso é verificável nas inúmeras e omnipresentes guerras, conflitos, competição. Diz ele que nos dias que correm, nos países onde não há um perigo real ou a existência de conflito aberto, as pessoas tendem a canalizar essa agressividade para outras actividades. Entre elas está evidentemente o desporto. A partir daqui, transpondo a ideia para Portugal, a actividade desportiva com mais tradição e representatividade é o futebol, como todos sabemos. E associado ao estado de constante depressão em que Portugal está mergulhado, as pessoas tendem a procurar no futebol a compensação emocional. Longe de ser uma adesão meramente desportiva, parece-me que as pessoas se agarram á "causa" para que ao menos aí possam ser vencedoras ao invés das derrotas nas muitas batalhas do quotidiano. E aí, como é evidente, o interesse é evidentemente ganhar, vencer, ser um dos fortes, dos poderosos. E o resultado é o que todos sabemos. Ao invés, há adeptos diferentes, que não frequentam o futebol para se aquartelarem numa bancada com mais uns milhares de "soldados", que constituem a "chusma" que ao indivíduo dá a sensação de poder, de força, de fazer parte de algo. Para essa outra estirpe de adeptos o prazer está no jogo, na técnica, na táctica, nos jogadores, nos estádios, no ruído, no som da bola a ser batida com força e aninhar-se nas redes, no passe de 40 metros em que observou a bola girar sobre si própria e ser recolhida como se de um bebé se tratasse pelo avançado. O gosto pelo jogo propriamente dito é coisa rara neste país. Dos muitos jogos que vejo em cafés (porque me recuso a assinar a Sportv) o que mais me irrita é a presença de outra raça de  "adeptos",  que conseguem passar 90 minutos a resmungar do árbitro, das faltinhas, do fiscal de linha, do adversário. Não são capazes de se comover com um golo esteticamente perfeito, mesmo que seja do adversário. É por estas razões que admiro um certo campeonato, onde o público acompanha a trajectória de cada remate com um "uuuuuuuu", onde o jogo é celebrado pelo que ele tem de bom, de belo - as fintas, a técnica, o golo, a intensidade, a bravura, a velocidade. Vêm-se pessoas a ir aos jogos ás 2 da tarde com a família porque adoram futebol. Podem dizer-me que é a pátria dos hooligans e sim, é, mas não me parece que esses sejam a maioria, as pessoas que emprestam aquele ambiente ao jogo são uma grande maioria. E a pancadaria normalmente acontece fora dos estádio, longe até, combinada entre eles, num fenómeno sucedâneo do futebol mas aparte. Quem é capaz de, amando de verdade o jogo do futebol, e não se emocionar quando é presenteado com um estádio repleto de pessoas de pé a entoar em uníssono, canções de alento á sua equipa? Arrepia, não arrepia? Aí vejo pela televisão estádios sempre cheios, quase só por adeptos das equipas que jogam em casa. Espero que nós, Braguistas, possamos um dia ter um ambiente assim, nem que seja apenas parecido, na beleza da pedreira e á maneira de Braga e que possamos assistir ao que realmente me apaixona, a visão da bola a rolar na relva e partilhar com os adeptos ao meu lado o entusiasmo pelo jogo. 

Belo texto. Até guardei ;D
Sobre este assunto, há um livro muito bom que desenvolve esta ideia do Jazz: A Tribo do Futebol, de Desmond Morris, mais conhecido pelo best-seller  "O macaco nu" .
« Última modificação: 29 de Agosto de 2007, 23:55 por cardoso »
Jazzdevill Juniores
  • ***
  • 478
  Re: Será Que Gostamos De Futebol?
« Responder #6 em: 30 de Agosto de 2007, 00:16 »

Belo texto. Até guardei ;D
Sobre este assunto, há um livro muito bom que desenvolve esta ideia do Jazz: A Tribo do Futebol, de Desmond Morris, mais conhecido pelo best-seller  "O macaco nu" .

Foi apenas uma tentativa de explicar o que é para mim o futebol, mas obrigado. O tópico é interessante. E gosto de observar as gentes do futebol e o "circo" da bola é mais que futebol. Já agora, "A Agressão - Uma História Natural do Mal" de Konrad Lorenz. Não tem absolutamente nada a ver com o futebol mas é muito interessante do ponto de vista antropológico.
palves
  Re: Será Que Gostamos De Futebol?
« Responder #7 em: 30 de Agosto de 2007, 01:20 »
Questão interessante...Para muitos o futebol e como muito bem aqui já foi dito pelo Cardoso, passa pela possibilidade de atingir determinados tipos de compensações, ou melhor, passa pela possibilidade de exteriorizar frustraçóes pessoais contra um alvo aleatório ( arbritos, adversarios, treinador, propria equipa)... passa pela definicao redutora de 22 homens atras de uma bola...passa pelo facto de que sem futebol não teriam tema de conversa à 2ª feira ...nem no resto dos dias...

O futebol é muito mais do que isto...aceitando que nem toda a gente pode sentir o que sinto...o que posso afirmar é que o prazer que me dá ver um bom jogo supera largamente uma tarde passada no museu do prado a ver uma exposicao de monet... O fenómeno do futebol tem forcosamente de ser associado a uma expressao de arte com repercussoes sociais assinalaveis...

Futebol é um factor de uniao de povos...quem ja nao esteve em  paises com culturas e linguas quase imperceptiveis e sempre que dizia a palavra  "Portugal" la vinham os sorrisos...os nomes de Figo.Eusebio.. O gelo quebrava.se instantaneamente...

No verão sinto.me ressacado.. as novelas das contratacoes nao chegam...

Gosto da bola a rolar...Gosto de me sentar na minha cadeira que possuo desde o inicio do EMB e cumprimentar e abraçar os meus vizinhos de bancada, dos quais nem sei o nome, a profissao, idade, religiao...O futebol é isto..

O futebol é estar no 1º de Maio no jogo contra a famalicao com chuva torrencial, na "luta" para nao descer, e estar no EMB no jogo contra o Tottenham na "luta"  pelos 1/4 de final da UEFA...

O futebol é sonhar...sonhar com o dia em a avenida se encherá com a musica dos Queen a ecoar por toda a cidade...

O futebol é arte, é geometria, é fantasia, é paixao...

O futebol é amizade, é fair play, é para nós o MAGICO e para os outros os "magicos" deles...

O futebol é percorrer kms pra ver o nosso clube a jogar...o futebol é a alegria das vitorias...a tristeza das derrotas...e o levantar a cabeça...ate novas vitorias

Futebol somos nós...os adeptos..os que amam este desporto...





Anuncios M
Anuncios M
braga2007
  Re: Será Que Gostamos De Futebol?
« Responder #8 em: 30 de Agosto de 2007, 02:14 »
Pessoalmente, posso dizer que adoro o futebol, adoro ver um bom jogo, quer jogue o Braga ou não, gosto de ir ao estádio, sentir o apoio dos adeptos, sentir a festa do futebol. Mas é óbvio que também gosto que o Braga ganhe.
Nemec
Nemec Juniores
  • ***
  • 567
  Re: Será Que Gostamos De Futebol?
« Responder #9 em: 30 de Agosto de 2007, 02:36 »
Gostar de futebol e gostar de um clube são sentimentos distintos, muitas vezes confundidos e quando sentidos por uma só pessoa se torna em algo extraordinário! Há aqueles  que simplesmente gostam de futebol, lêem jornais desportivos de princípio a fim para ficar actualizados com tudo o que se passa à volta dos campeonatos por esse mundo fora. Conhecem uma imensidão de clubes e jogadores e vêm jogos de futebol sempre que podem... Dizem-se os “maiores” no que ao conhecimento do futebol diz respeito. Mas falta-lhes algo importante, falta-lhes sentir a emoção e o arrepiar da espinha por estar num estádio. Estes são adeptos da televisão, e defendem-se dizendo que no café não dá frio, não chove, é mais barato, vê-se melhor e tiram-se as duvidas dos lances duvidosos... Podem até ter razão, mas para mim isto não é gostar de futebol! É gostar de um programa de televisão, uma espécie de série em que vão sendo passados episódios com uma certa cronologia!
Há os outros que apenas gostam do seu clube. Estes são maioritariamente adeptos de um clube que tem a sede muito longe da cidade onde vivem! Passam a vida nos cafés também mas vêem apenas os jogos do seu clube. Porém costumam sofrer de um certo tipo de cegueira (que nada tem a ver com a visão) que a medicina não consegue curar nem atenuar os efeitos!
Ainda assim existe um tipo de pessoas que para além de gostar de futebol, ama um clube! Para estes, ver o seu clube jogar pela televisão é caso raro e parece algo estranho quando acontece, parece que falta qualquer coisa, sente-se incompleto, sente falta de gritar, sente falta de apoiar o seu clube, sente falta de vibrar, sente a falta de lá estar! Estes são os muitas vezes chamados verdadeiros, aqueles que se sacrificam por algo que não conseguem compreender bem o seu tamanho ou intensidade mas sabem que grande, muito grande mesmo! São aqueles que não sentem a chuva a cair em cima, nem o vento que, de tão gelado, corta! Não se refugiam no preço dos bilhetes ou na distancia que tem de percorrer para ver o jogo com o intuito de justificar a sua ausência. Sentem algo que os chama e é mais forte que o próprio raciocínio! E mais importante de tudo, não procuram vitórias do seu clube para compensar algo, como alguém aqui disse...
Penso que em Braga tem existido um aumento gradual deste último tipo de adeptos, que, tal como eu, consegue conjugar o amor pelo futebol e pelo Sporting de Braga!
É difícil explicar o que realmente sinto, não consigo distinguir se será uma doença ou um chamamento muito forte que nos leva a tomar atitudes que quem está de fora, e/ou não sente o mesmo que eu, apelida de maluquices! Foi esta “coisa” que fez alguém comprar um bilhete de público quando era sócio, só para não estar na fila e perder o início do jogo, foi este “bicho” que me fez numa quinta-feira, não muito longínqua, pedir o carro emprestado ao meu pai, ligar ao meu patrão a dizer que não ia trabalhar, pegar na namorada e percorrer cerca de 500 quilómetros para me juntar a outros 2000 adeptos que apesar da derrota e consequente eliminação da taça de Portugal não puseram o Braguismo de lado e aplaudiram de pé, com a pele toda arrepiada, aqueles que os fizeram sonhar... Se também tu fazias isto pelo teu clube, sabes bem a que me refiro, se pelo contrário não fazias, aquilo que sentes agora é inveja mesmo...
FIDELIS
FIDELIS Equipa Principal
  • *****
  • 1406
  • BRAGAHOLICS FAN CLUB - BRAGA E BASTA
  Re: Será Que Gostamos De Futebol?
« Responder #10 em: 30 de Agosto de 2007, 09:02 »
Concordo em absoluto com a apreciação feita por vocês neste tópico. Tenho a ideia que uma imensa maioria dos "adeptos" portugueses não aprecia o desporto que é o futebol na sua essência. Há um etologista, Konrad Lorenz, que lança a ideia de que a evolução de Darwin provocou nos animais e nos humanos um sentido inato de agressividade e atendendo à história da humanidade isso é verificável nas inúmeras e omnipresentes guerras, conflitos, competição. Diz ele que nos dias que correm, nos países onde não há um perigo real ou a existência de conflito aberto, as pessoas tendem a canalizar essa agressividade para outras actividades. Entre elas está evidentemente o desporto. A partir daqui, transpondo a ideia para Portugal, a actividade desportiva com mais tradição e representatividade é o futebol, como todos sabemos. E associado ao estado de constante depressão em que Portugal está mergulhado, as pessoas tendem a procurar no futebol a compensação emocional. Longe de ser uma adesão meramente desportiva, parece-me que as pessoas se agarram á "causa" para que ao menos aí possam ser vencedoras ao invés das derrotas nas muitas batalhas do quotidiano. E aí, como é evidente, o interesse é evidentemente ganhar, vencer, ser um dos fortes, dos poderosos. E o resultado é o que todos sabemos. Ao invés, há adeptos diferentes, que não frequentam o futebol para se aquartelarem numa bancada com mais uns milhares de "soldados", que constituem a "chusma" que ao indivíduo dá a sensação de poder, de força, de fazer parte de algo. Para essa outra estirpe de adeptos o prazer está no jogo, na técnica, na táctica, nos jogadores, nos estádios, no ruído, no som da bola a ser batida com força e aninhar-se nas redes, no passe de 40 metros em que observou a bola girar sobre si própria e ser recolhida como se de um bebé se tratasse pelo avançado. O gosto pelo jogo propriamente dito é coisa rara neste país. Dos muitos jogos que vejo em cafés (porque me recuso a assinar a Sportv) o que mais me irrita é a presença de outra raça de  "adeptos",  que conseguem passar 90 minutos a resmungar do árbitro, das faltinhas, do fiscal de linha, do adversário. Não são capazes de se comover com um golo esteticamente perfeito, mesmo que seja do adversário. É por estas razões que admiro um certo campeonato, onde o público acompanha a trajectória de cada remate com um "uuuuuuuu", onde o jogo é celebrado pelo que ele tem de bom, de belo - as fintas, a técnica, o golo, a intensidade, a bravura, a velocidade. Vêm-se pessoas a ir aos jogos ás 2 da tarde com a família porque adoram futebol. Podem dizer-me que é a pátria dos hooligans e sim, é, mas não me parece que esses sejam a maioria, as pessoas que emprestam aquele ambiente ao jogo são uma grande maioria. E a pancadaria normalmente acontece fora dos estádio, longe até, combinada entre eles, num fenómeno sucedâneo do futebol mas aparte. Quem é capaz de, amando de verdade o jogo do futebol, e não se emocionar quando é presenteado com um estádio repleto de pessoas de pé a entoar em uníssono, canções de alento á sua equipa? Arrepia, não arrepia? Aí vejo pela televisão estádios sempre cheios, quase só por adeptos das equipas que jogam em casa. Espero que nós, Braguistas, possamos um dia ter um ambiente assim, nem que seja apenas parecido, na beleza da pedreira e á maneira de Braga e que possamos assistir ao que realmente me apaixona, a visão da bola a rolar na relva e partilhar com os adeptos ao meu lado o entusiasmo pelo jogo. 



concordo 101%

Fidelis Bracara
Braga e Basta
Anuncios G
ric Equipa Principal
  • *****
  • 3320
  Re: Será Que Gostamos De Futebol?
« Responder #11 em: 30 de Agosto de 2007, 09:36 »
amigos:

Devo esclarecer que sou sócio há 34 anos e nenhuma outra agremiação ou tipo de associação me tem tão fiel há tanto tempo. Nunca me vi "assaltado" pela vontade de ser dos grandes. Primeiro porque me orgulho IMENSO  de ser bracarense. Segundo porque sou incondicional apoiante de tudo o que seja de Braga e da sua gente. tereciro porque nasci, crecsi, vivi, trabalho e já tenho "lugar" cativo em Monte de Arcos. portanto é em Braga que vou morrer e são bichinhos bracarenses que me vão destruir....  (olha o lado mórbido da mensagem...)

Com um amor forte á cidade só teria de o projectar para o seu maior clube.
Gosto de futebol. Gosto do SCBraga. Melhor: amo-o. Já contribui de várias formas para o seu engrandecimento e , modéstia á parte, este ww.superbraga.com é tb um forte contributo que dou para o seu crescimentoe  divulgação.

Fui durante muitos anos incondicional no acompanhamento da equipa. Conheço quase todos os estádios de clubes da primeira divisão e não só. Tive até a felicidade de acompanhar o Braga noutras tarefas que não de mero associado e com ele chorei e ri. De felicidade e de tristeza.

Não me parece - e desculpem os meus amigos "incondicionais" - que se possa por em causa o braguismo ou se quiserem "á antiga" o seu sportinguismo de Braga pelo facto de não acompanhar por montes e vales o clube.
O futebol apesar d etudo não é religião. também não é fanatismo apesar de ser uma paixão. mas esta , apesar de ser arrebatadora também deve ser racional, ponderada, moderada para não passar a ser cegueira, vivio, fanatismo, fétiche.

O joão carlos e mais alguns, "vai a todas". É de facto um adepto ímpar e exemplar. Está junto á equipa faça sol ou chuva, na jugoslávia ou em merelim. felizmente reune condições várias que lhes permite fazer isto. Outros não o podem fazer tb por várias razões. E nestas várias razões - para além da económica - existem razões de foro pessoal e familiar. esperem pelos filhos em idade escolar e adolescente e venham dizer-me se será possivel ser tão assíduo... E meus amigos, entre familia ou SCBraga....o primeiro lugar vai para a familia. Mas só ela me faz preterir o Braga!
2378
2378 Equipa Principal
  • *****
  • 1359
  • orgulho braguista
  Re: Será Que Gostamos De Futebol?
« Responder #12 em: 30 de Agosto de 2007, 10:32 »
   
   Parabéns a todos pelos posts.


   Nunca hei-de esquecer as palavras do Jesualdo num jantar SB.

" Voçês não gostam de futebol, voçês só gostam da vossa equipa" - está tudo dito.

  Isto aplica-se a 80% das pessoas que se dizem amantes do futebol, mesmo aos que percorrerem vales e montanhas para ver futebol.

 

 

   
Maria
Maria Equipa Principal
  • *****
  • 2213
  • Não vou morrer sem ver o Braga Campeão!
  Re: Será Que Gostamos De Futebol?
« Responder #13 em: 30 de Agosto de 2007, 12:04 »
Nunca hei-de esquecer as palavras do Jesualdo num jantar SB.
" Vocês não gostam de futebol, vocês só gostam da vossa equipa" - está tudo dito.
Isto aplica-se a 80% das pessoas que se dizem amantes do futebol, mesmo aos que percorrerem vales e montanhas para ver futebol.   

Pego na tua mensagem para dizer que eu não sei bem se gosto de futebol. Bom, eu acho que gosto de futebol. Gosto de todo o desporto em geral...
Não gosto das m.er.d*s do futebol do nosso país. Por culpa da estupidez do povo português e no apoio aos metralhas, da comunicação social...
Portanto, em Portugal detesto futebol. Amo o Braga (cegamente) e a selecção. Para ver futebol, vejo o campeonato inglês. :P
 
« Última modificação: 30 de Agosto de 2007, 12:06 por Maria »
GVERREIRA DO MINHO
Bracarense
Bracarense Equipa Principal
  • *****
  • 1724
  Re: Será Que Gostamos De Futebol?
« Responder #14 em: 30 de Agosto de 2007, 12:53 »
Gosto da bola a rolar...Gosto de me sentar na minha cadeira que possuo desde o inicio do EMB e cumprimentar e abraçar os meus vizinhos de bancada, dos quais nem sei o nome, a profissao, idade, religiao...O futebol é isto..

O futebol é estar no 1º de Maio no jogo contra a famalicao com chuva torrencial, na "luta" para nao descer, e estar no EMB no jogo contra o Tottenham na "luta"  pelos 1/4 de final da UEFA...

O futebol é sonhar...sonhar com o dia em a avenida se encherá com a musica dos Queen a ecoar por toda a cidade...

O futebol é arte, é geometria, é fantasia, é paixao...

O futebol é amizade, é fair play, é para nós o MAGICO e para os outros os "magicos" deles...

O futebol é percorrer kms pra ver o nosso clube a jogar...o futebol é a alegria das vitorias...a tristeza das derrotas...e o levantar a cabeça...ate novas vitorias

Futebol somos nós...os adeptos..os que amam este desporto...

Isto é Futebol!!!!
fjmp_scb
fjmp_scb Equipa Principal
  • *****
  • 1377
  Re: Será Que Gostamos De Futebol?
« Responder #15 em: 31 de Agosto de 2007, 13:03 »
Eu gosto!  :-\
lininho
lininho Equipa Principal
  • *****
  • 1689
  • Apenas um espinho sem Ti minha Rosa
  Re: Será Que Gostamos De Futebol?
« Responder #16 em: 31 de Agosto de 2007, 13:49 »
se não gostasse futebol não poderia gostar do SC Braga.
zé: futuro capitão. 8-)
 

Anuncios M
Anuncios M