You are using an outdated browser. For a faster, safer browsing experience, upgrade for free today.
Anuncios
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
Vlad
Vlad Equipa Principal
  • *****
  • 2813
  Re: grande texto
« Responder #60 em: 05 de Junho de 2007, 10:48 »
Apesar de interessante a discussão, acho que já estamos a filosofar um bocadinho em demasiado em relação ao conceito.
 
Por isso às vezes acho que o melhor é simplificar.
"Small is beautiful" (só não digam isto quando nús em frente a uma mulher  :P ;D)
 
A minha definição de Braguista é a seguinte:
Tal como Jazzdevil disse: adepto única exclusivamente do Sporting Clube de Braga.
 
E porque é que o Braguista é adepto única e excusivamente do SCB?
Tal como o Pedro Ribeiro disse: o bragusimo existe porque há um sentimento amplo de afecticidade das pessoas em relação às suas raízes, às suas vivências, às suas relações pessoais, e neste aspecto é indissociável a relação cidade de Braga / SCB. Relação esta que tem ainda muito que crescer, e depois solidificar-se.
 
Não concordo com o mau Maria quando diz que o Braguismo deve ser "saber criticar, a direcção, os associados, os outros clubes, os associados dos outros clubes, os árbitros, enfim, toda a comunidade do futebol, mas é faze-lo com respeito e em prol de uma moral e ética superiores"
Era bonito sim senhor, e eu até me revejo nessas palavras. Mas exigir isso do braguismo? Moral e ética superior? isso deve exigir-se às pessoas em geral, e neste caso aos adeptos de futebol na sua generalidade, e não ao braguismo em particular. Os braguistas são pessoas, e como em qualquer universo de pessoas, haverá gente com mais ou menos educação, mais ou menos respeito pelo próximo, etc... Por muito que nos custe e seja reprovável, um gajo violento, burro, mal educado e provocador que seja só do SC Braga, é tão braguista como o adepto pacífico, com bom senso e respeitador.... só que é, é burro. Um braguista bruto e burro.
Era bom que todos os braguistas fossem pacíficos, com bom senso, respeitadores, responsáveis, solidários, etc?
Era!
Era bom que fossem assim todos os adeptos de futebol.
Era bom que fossem assim todos os adeptos de desporto em geral.
Era bom que fossem assim todos os dirigentes desportivos, os árbitros, os jogadores, os treinadores.
Era bom que fossem assim todos os políticos.
Era bom que fossem assim ... todas as pessoas!
Pois era.
Vamos fazer alguma coisa por isso? Força... eu estarei na 1.ª linha. Mas não vamos limitar essa luta ao braguismo, nem com isso limitar o braguismo, sim?
 
Mas voltando ao início, ser braguista, de facto é ser do Braga. Os motivos de cada um é que variarão: ou nasceram na cidade, ou cresceram na cidade, ou estudaram em Braga, ou se mudaram para cá, ou trabalham em Braga, ou têm fortes relação familiares com a cidade, ou são da região com orgulho e vêem o SCB como um bandeira da região no panorama desportivo nacional, etc. etc.. etc... variadíssimos motivos, cada braguista com os seus.
 
Viva Braga, viva o SCB, viva o que é nosso!
« Última modificação: 05 de Junho de 2007, 14:33 por Vlad »
BRAGA... um dia ainda te vou ver a campeão!

Nota:desprezo os chamados "grandes"
(S)oon(C)hampions(B)raga Equipa Principal
  • *****
  • 4961
  Re: grande texto
« Responder #61 em: 05 de Junho de 2007, 14:47 »
concordo com o que dizes que ser do S.C.Braga está na moda!!!

muito pessoal que conheço de outros clubes actualmente fala do Sp.Braga como se fosse o seu clube desde pequenino...

só espero que deixe de ser moda para passar a ser contemporâneo!!!

contemporâneo no sentido de eterno... assim qualquer coisa como por exemplo as mini-saias que foram uma moda quando surgiram e desde essa altura sempre se continuaram a usar, passando a ser contemporâneas
I belive SC BRAGA can fly... I belive SC BRAGA can toutch the sky...
1
1 Equipa Principal
  • *****
  • 3359
  Re: grande texto
« Responder #62 em: 05 de Junho de 2007, 17:15 »


Diversas vezes alertei para o facto de o Braguismo estar a desviar-se dessa minha ideia (que é minha... e por isso não vale mais do que isso...). Por vezes os Braguistas que aqui partilham opiniões usam o próprio Braguismo como uma forma de expor ideais, ou conceitos, que esses sim são do passado. O "orgulhosamente sós" já deu o que tinha a dar, o insulto a quem é diferente toma aqui contornos "PIDEsdescos", a tentativa de censura em nome de uma ideia é diária, todos os dias assistimos à multidão a tentar calar quem pensa diferente.... e muito mais poderia dizer.


Discordo de varias partes mas já houve quem falasse das outras mas não desta. Ideais do passado? Como seguir os clubes da capital e ser subserviente aos seus interesses? Só ser forem esses. Ser Braguista é como ser de outro clube (só que de um clube melhor e da nossa cidade/regiião/etc e não porque ganha ou pq o papá disse. )  não é ser "só".

A censura existe... por parte dos jornais que continuam a dizer que somos uma cidade de benfiquistas... continuam a passar a ideia errada e no fim é isso que conta. Ainda esta semana um senhor de lisboa me disse que Braga era desordenada e" mal construída"... é a ideia que se passa pra fora. Depois perguntei-lhe à quanto tempo não vinha cá... 12anos. Basicamente esta historia é só pra dizer que a ideia que passa e que fica é a dos media que não transmitem a realidade, a tal censura aos adeptos do Braga e não o contrario. A multidão (adeptos dos 3G) tenta calar quem pensa diferente, vulgo os Braguistas.

Quanto a insultar os outros adeptos senão tiverem uma atitude insultuosa não vejo porquê. Claro que existem Braguistas mais civilizados e menos civilizados e o futebol desperta grandes paixões por isso de vez em quando atitude exacerbadas é normal
Nuno Bento Juniores
  • ***
  • 339
  Re: grande texto
« Responder #63 em: 06 de Junho de 2007, 17:57 »
Braguistas de todas as ração ou credos uni-vos!

Viva Famalicão!

Saudações braguistas
SCB 21
  Re: grande texto
« Responder #64 em: 06 de Junho de 2007, 22:53 »
criar a ideia que em braga há muitos bi-clubistas é das piores coisas que podem fazer para o crescimento do clube. É marketing destrutivo.. enquanto alguns clubes fazem um marketing agressiivo e muito construtivo, com campanhas do tipo somos unicos e cenas do genero.. aqui em Braga vem o principal responsavel do clube dizer que nao tem adeptos e que o muda de cidade...

O que mudou em 4 anos que fizesse haver uma diferença entre as medias de espectadores entre os dois clubes do minho... pensem!? e olhem que em termos desportivos tinha tudo para ser o inverso..

palavra pra que ta tudo dito 200% de acordo
disco infiltrator
  Re: grande texto
« Responder #65 em: 08 de Junho de 2007, 23:59 »
criar a ideia que em braga há muitos bi-clubistas é das piores coisas que podem fazer para o crescimento do clube. É marketing destrutivo.. enquanto alguns clubes fazem um marketing agressiivo e muito construtivo, com campanhas do tipo somos unicos e cenas do genero.. aqui em Braga vem o principal responsavel do clube dizer que nao tem adeptos e que o muda de cidade...

O que mudou em 4 anos que fizesse haver uma diferença entre as medias de espectadores entre os dois clubes do minho... pensem!? e olhem que em termos desportivos tinha tudo para ser o inverso..

palavra pra que ta tudo dito 200% de acordo


Muito bem! Não poderia estar mais de acordo. Brigada 253 excelente exposição. Não entendo como certas pessoas não entendem algo tão claro. Bi Clubismo é algo típico de clubes pequenos. O SCB está muito longe de ser um clube pequeno e cada vez se bate mais de igual para igual com os 3 grandes. Qual o sentido de se os adeptos do SCB serem bi-clubistas?
Manuel Pereira Equipa Principal
  • *****
  • 1846
  Re: grande texto
« Responder #66 em: 09 de Junho de 2007, 13:36 »
Se o Presidente da Junta e todos os que alinham pelo seu diapasão pretendiam dizer que:

- Braguista é igual a intolerante/sectário/extremista.

 - Bi-clubista é igual a tolerante/pacífico/afável.

Já lhes demonstramos que não se trata de nada disso.
A grande maioria dos braguistas é tolerante e sabe o que é melhor para o clube.
Os bi-clubistas é que são na sua larga maioria intolerantes e tentam disfarçar.
Muitos bi-clubistas bracarenses se servem-se do SC Braga para defenderem clubes de Lisboa e do Porto. E como começam a pressentir que Braga tem capacidade para ter um clube que ombreie com os clubes de Lisboa e Porto, começam a fazer uma ginástica mental tremenda para fazerem passar a sua posição por respeitável.
Assumam-se não se tentem explicar.

saudações braguistas.
Presidente da Junta
  Re: grande texto
« Responder #67 em: 09 de Junho de 2007, 19:19 »
O Manuel Pereira é um braguista puro, um homem bem intencionado e com uma visão clara do que pretende do nosso Braga.
Mas a maioria de vocês continuam perdidos no meio de argumentos melodramáticos, muito emocionais e pouco racionais.
Repararam na forma como este "ligeiro" ataque ao baguismo provocou discussões entre vocês?
Bem, mas voltemos ao ponto fundamental: um dia talvez o Braga possa ter uma massa associativa fiel e numerosa. Neste momento não tem, é essa a verdade. E o que eu advogo é simplesmente que se comece por cativar os bi-clubistas que são a mioria em Braga, porque são eles que podem encher o estádio, não são os "puros". Por isso é necessáriorecebê-los bem e não atirar-lhes à cara com insultos.
Por outro lado, vocês fugiram com o rabo à seringa no outro aspecto fundamental: o Braga tem a melhor gestão de sempre. Isso é inequívoco. Trata-se de pessoas que garantiram ao clube um estatuto que nunca teve. Pessoas que trabalham em prol do Braga e sem qualquer benificio pessoal. Mas, basta uma vista de olhos geral para ver que as críticas no fórum estão por todo o lado. Ora vocês escondem essas críticas à gestão por detrás do interesse pelo "braguismo". Na prática isto significa que, apra vocês, os dirigentes da SAD não são braguistas, logo, são bis, logo são passíveis de crítica por partes dos puros. Isto é ou não é uma estratégia de ataque constante à SAD?
É óbvio que a instabilidade directiva interessa a muita gente...
Olho Vivo Equipa Principal
  • *****
  • 9419
  Re: grande texto
« Responder #68 em: 09 de Junho de 2007, 19:44 »
E o que eu advogo é simplesmente que se comece por cativar os bi-clubistas que são a mioria em Braga, porque são eles que podem encher o estádio, não são os "puros". Por isso é necessário recebê-los bem e não atirar-lhes à cara com insultos.

Em minha opinião, a tua observação é errada. A maioria das pessoas em Braga pura e simplesmente não liga (ou liga pouco) ao futebol e por isso não se pode falar para elas em preferência clubística. Parece uma pequena diferença mas não é. Daqui decorre uma estratégia de crescimento diversa da que deveria ser adoptada caso o que dizes fosse verdadeiro. O alvo não são os bi-clubistas, como defendes, mas a maioria que pode ser conquistada para o futebol, mobilizando o sentimento que na maioria delas existe de afeição à sua cidade e às suas raízes.
Mas até pelo que acabei de dizer, penso que hostilizar adeptos, criar um clima de guerrilha não é uma boa estratégia para conquistar pessoas que muitas vezes se afastam do futebol por esse motivo.



Por outro lado, vocês fugiram com o rabo à seringa no outro aspecto fundamental: o Braga tem a melhor gestão de sempre. Isso é inequívoco. Trata-se de pessoas que garantiram ao clube um estatuto que nunca teve. Pessoas que trabalham em prol do Braga e sem qualquer benificio pessoal. Mas, basta uma vista de olhos geral para ver que as críticas no fórum estão por todo o lado. Ora vocês escondem essas críticas à gestão por detrás do interesse pelo "braguismo". Na prática isto significa que, apra vocês, os dirigentes da SAD não são braguistas, logo, são bis, logo são passíveis de crítica por partes dos puros. Isto é ou não é uma estratégia de ataque constante à SAD?
É óbvio que a instabilidade directiva interessa a muita gente...

Penso que a tua generalização é abusiva. Conotar o braguismo  com a oposição a Salvador, só pode ser uma observação mal-intencionada.
Em relação à sua gestão, é verdade que há um maior profissionalismo na esfera desportiva e que houve um arrumar da casa no plano económico-financeiro que deve ser creditado a António Salvador. Mas há uma avaliação que deve ser feita em termos da sustentabilidade de SAD/clube, o que remete para uma visão de longo prazo - o que está a ser feito para que o que de bom foi feito não se esboroe de repente pela mera saída desta ou daquela pessoa? É neste ponto que surge o crescimento do clube em termos humanos. E se é inegável que o clube cresceu com Salvador, também parece claro que algo mais ficou e está por fazer . Mas, como é óbvio, estas avaliações fazem-se no fim. Não me parece que esse "fim" esteja já ao dobrar da esquina...
perrinchon 66 Juniores
  • ***
  • 631
  Re: grande texto
« Responder #69 em: 09 de Junho de 2007, 20:37 »
eu e que sou o Presidente da Junta
perrinchon 66 Juniores
  • ***
  • 631
  Re: grande texto
« Responder #70 em: 09 de Junho de 2007, 20:39 »
humor a parte penso que os maiores adversarios SCB sao os bracarenses que nao sao Braguistas e isso nao e de agora
Coiso
  Re: grande texto
« Responder #71 em: 09 de Junho de 2007, 20:48 »
humor a parte penso que os maiores adversarios SCB sao os bracarenses que nao sao Braguistas e isso nao e de agora

Ja ias dar uma volta não?????
Equipa Reservas
  • ****
  • 772
  Re: grande texto
« Responder #72 em: 09 de Junho de 2007, 21:30 »
A necessidade de crescer - e implicitamente precisar de todos- não pode nunca sobrepor-se ao conceito do braguismo... por uma questão de identidade!

Como pode o SCB crescer e grangear uma dimensão humana significativa se não tiver identidade e estiver sempre a reboque dos 3"G"?
Como pode o SCB crescer e marcar uma posição se os adeptos estiverem com o coração dividido?
Como pode o SCB crescer e conquistar adeptos se não existir auto-estima e orgulho no clube, nas horas boas mas principalmente nas horas más?
Como pode o SCB fidelizar adeptos se houver a sensação que apoiar outro clube, que não o SCB, é uma atitude coerente e à medida das conveniências?
Como pode o SCB crescer se não apelar à paixão, emoção e amor pelo clube, dos adeptos, quando existe outras equipas que pelas mais diversas razões ganham mais vezes que o SCB?

As pessoas gostam de ganhar! As pessoas gostam de sentir o sabor doce da vitória! As pessoas gostam de correr atrás e identificam-se com o clube que ganha!
O que o SCB pode oferecer?
- Muito menos que um clube dito dos grandes.
Perante os números do campeonato, uma campanha mediática em torno dos "grandes" e uma sociedade que cada vez mais valoriza quem ganha, que argumentos podemos utilizar, senão o apelo a valores emocionais, bairristas e sentimentais, para conquistar mais adeptos e crescer?
Como disse, precisamos de todos, mas a questão será sempre relacionada com a geração.

Tenho a sensação que muitos bi-clubistas procuram conforto junto dos iguais, como que tendo a sensação que cometem um acto de traição. Alegam razões de origem familiar a razão de serem bi-clubistas e gostam de justificar o seu dúbio duplo amor com a preferência bi-clubista que está generalizada por Portugal.
Apesar de reconhecer que os bi-clubistas podem ajudar ao crescimento do SCB, acho que é preciso explorar aqueles que, apesar de divididos, nutrem grande carinho pelo SCB. Caso contrário as consequências são mais nefastas que benéficas.
São nefastas porque é natural que possa influenciar familiares, amigos ou colegas, e se nos bons momentos vai juntar-se à festa, nos maus momentos, irá ser o primeiro a "disparar" contra o SCB pois não lhe proporcionou os momentos que desejava. Andam ao sabor do vento e conforme a conveniência.
Força Gverreiros
nunes o bracaro Juniores
  • ***
  • 279
  Re: grande texto
« Responder #73 em: 09 de Junho de 2007, 22:56 »
Oh meu caro Presidente da Junta. Já agora qual?????
espero que não seja a de Nogueira. eheheheh
Sabes uma coisa??? sabes???? então cala-te.

Sou da CÓNEGA, sabes onde é????

tenho orgulho de ter nascido lá.
logo tenho imenso orgulho de ser bracarense e braguista.

Admiro muito mais um adepto espanhol (de GMR) do que um metralha nortenho ou um biclubista.




aurelio
  Re: grande texto
« Responder #74 em: 10 de Junho de 2007, 21:38 »
O Manuel Pereira é um braguista puro, ...
o Presidente da Junta NÃO! Aparente biclubista, esconde-se por trás da sua "presidência"...
« Última modificação: 10 de Junho de 2007, 21:43 por aurelio »
BRAGA FOREVER
BRAGA FOREVER Equipa Principal
  • *****
  • 6807
  • QUEM NÃO SENTE NÃO ENTENDE!
  Re: grande texto
« Responder #75 em: 10 de Junho de 2007, 22:26 »
O Manuel Pereira é um braguista puro, um homem bem intencionado e com uma visão clara do que pretende do nosso Braga.
Mas a maioria de vocês continuam perdidos no meio de argumentos melodramáticos, muito emocionais e pouco racionais.
Repararam na forma como este "ligeiro" ataque ao baguismo provocou discussões entre vocês?
Bem, mas voltemos ao ponto fundamental: um dia talvez o Braga possa ter uma massa associativa fiel e numerosa. Neste momento não tem, é essa a verdade. E o que eu advogo é simplesmente que se comece por cativar os bi-clubistas que são a mioria em Braga, porque são eles que podem encher o estádio, não são os "puros". Por isso é necessáriorecebê-los bem e não atirar-lhes à cara com insultos.
Por outro lado, vocês fugiram com o rabo à seringa no outro aspecto fundamental: o Braga tem a melhor gestão de sempre. Isso é inequívoco. Trata-se de pessoas que garantiram ao clube um estatuto que nunca teve. Pessoas que trabalham em prol do Braga e sem qualquer benificio pessoal. Mas, basta uma vista de olhos geral para ver que as críticas no fórum estão por todo o lado. Ora vocês escondem essas críticas à gestão por detrás do interesse pelo "braguismo". Na prática isto significa que, apra vocês, os dirigentes da SAD não são braguistas, logo, são bis, logo são passíveis de crítica por partes dos puros. Isto é ou não é uma estratégia de ataque constante à SAD?
É óbvio que a instabilidade directiva interessa a muita gente...

Acaba lá com os rodeios, e diz o que realmente queres dizer...até agora é só "ar e vento".

Ou é algo de muito importante,ou é simplesmente má fé...decide-te!
S.C.BRAGA NÃO O MAIOR, MAS O MELHOR CLUBE DO MUNDO!
zequika Iniciados
  • *
  • 35
  Re: grande texto
« Responder #76 em: 14 de Junho de 2007, 16:20 »
Não nos podemos esquecer que a nossa cidade acolhe estudantes de várias partes do País, como tal é natural que comecem com dois clubes mas certamente acabam por se render as evidencias e tornam-se BRACARENCES a 100%. Não tenho dúvidas disso.
José Henrique
disco infiltrator
  Re: grande texto
« Responder #77 em: 14 de Junho de 2007, 16:52 »
Não nos podemos esquecer que a nossa cidade acolhe estudantes de várias partes do País, como tal é natural que comecem com dois clubes mas certamente acabam por se render as evidencias e tornam-se BRACARENCES a 100%. Não tenho dúvidas disso.


Estudei na UM e não acho que seja assim. Os alunos da UM já chegam à universidade com mais ou menos 18 anos. Com esta idade já têm as preferências clubísticas mais que definidas. Apenas querem ir ao EMB para verem o clube deles jogar que na grande maioria é  um dos 3 do costume.

Acho que é desperdício de tempo investir na promoção do SCB junto dos alunos da UM que vêm de outras cidades.
BRAGA PODEROSO Iniciados
  • *
  • 14
  Re: grande texto
« Responder #78 em: 14 de Junho de 2007, 19:28 »
Não nos podemos esquecer que a nossa cidade acolhe estudantes de várias partes do País, como tal é natural que comecem com dois clubes mas certamente acabam por se render as evidencias e tornam-se BRACARENCES a 100%. Não tenho dúvidas disso.


Estudei na UM e não acho que seja assim. Os alunos da UM já chegam à universidade com mais ou menos 18 anos. Com esta idade já têm as preferências clubísticas mais que definidas. Apenas querem ir ao EMB para verem o clube deles jogar que na grande maioria é  um dos 3 do costume.

Acho que é desperdício de tempo investir na promoção do SCB junto dos alunos da UM que vêm de outras cidades.


Desculpa, mas eu n estou de acordo contigo, mas acho que o zequika tem razão ai dizer que os estudantes da UM depois acabam por ser do braga 100%
Ana Cunha
Ana Cunha Equipa Principal
  • *****
  • 2085
  Re: grande texto
« Responder #79 em: 15 de Junho de 2007, 14:21 »
Não nos podemos esquecer que a nossa cidade acolhe estudantes de várias partes do País, como tal é natural que comecem com dois clubes mas certamente acabam por se render as evidencias e tornam-se BRACARENCES a 100%. Não tenho dúvidas disso.


Estudei na UM e não acho que seja assim. Os alunos da UM já chegam à universidade com mais ou menos 18 anos. Com esta idade já têm as preferências clubísticas mais que definidas. Apenas querem ir ao EMB para verem o clube deles jogar que na grande maioria é  um dos 3 do costume.

Acho que é desperdício de tempo investir na promoção do SCB junto dos alunos da UM que vêm de outras cidades.


Desculpa, mas eu n estou de acordo contigo, mas acho que o zequika tem razão ai dizer que os estudantes da UM depois acabam por ser do braga 100%

Pelo que me apercebi de vários anos académicos, não perdemos nada em tentar cativar mesmo aqueles que são de outras cidades e já têm uma preferência clubística. Não é fácil, é certo, mudar a cabeça de uma pessoa que durante toda a vida foi de outro clube e a quem o SCBraga nada diz... mas em alguns casos é possível! Eu vi casos desses com amigos meus... Não deixaram de apoiar o seu clube "de sempre", mas começaram a nutrir uma simpatia pelo SCBraga e isso é muito bom. Porque um clube que até chegarem a Braga nada lhes dizia, passa a ser um clube com o qual simpatizam, aprendem a conhecer e a gostar, ainda que não seja a sua primeira opção. Mas só o facto de, a partir daí, o SCBraga já não ser um clube que nada lhes diz para passar a ser um segundo clube, já é muito bom.