Quantcast
mercado de verão 2022/2023
You are using an outdated browser. For a faster, safer browsing experience, upgrade for free today.
Anuncios M
mercado de verão 2022/2023
4957 Respostas
461997 Visualizações
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
bruce Equipa Principal
  • *****
  • 2240
  Re: mercado de verão 2022/2023
« Responder #2980 em: 06 de Julho de 2022, 11:44 »
Já verti uma lagrima com pena dos lampiões
BrunoSCB21
BrunoSCB21 Equipa Principal
  • *****
  • 1369
  • 100% SCB!
  Re: mercado de verão 2022/2023
« Responder #2981 em: 06 de Julho de 2022, 11:50 »
Nos últimos 10 jogos com o Porto perdemos apenas 2, mas essa verdade desportiva não lhes interessa
Anuncios M
Anuncios M
SEMPRESCB
SEMPRESCB Equipa Principal
  • *****
  • 6149
  Re: mercado de verão 2022/2023
« Responder #2982 em: 06 de Julho de 2022, 11:51 »
1 mês e 150 páginas depois.
Depois de uma época com lacunas evidentes na equipa onde não se perdeu o quarto lugar por um claudicar gigante num... Gil Vicente.
Investimento no plantel principal: 0€
Reforços equipa principal: 2 empréstimos
Vendas: 22M€
Saídas: 2 jogadores da formação (1 titular)

Assim vai o mercado de quem quer fazer o que ainda não foi feito e que tem como hastag para a próxima época #PorMais. Absolutamente ridículo.
joelvm
joelvm Equipa Principal
  • *****
  • 1442
  • We are SCBraga!!!
  Re: mercado de verão 2022/2023
« Responder #2983 em: 06 de Julho de 2022, 11:57 »
Melhor só os 2,5M em objetivos:
- 500k por cada campeonato ganho pelo porto.

Mais valia não por ***** nenhuma.

Porquê? Por a estatística nos dizer que vamos receber mais 1.5M?

Estás a assumir que o puoto vais ser campeão 3 vezes ou que o Carmo vai ficar pelo menos 3 épocas lá?
Uma cláusula para encher chouriço e vir dizer à boca cheia que "é um negócio de 22,5M". Só para fazer número. Estatísticas.

Estou simplesmente a constatar que o Porto ganhou 3 dos últimos 5, 8 dos últimos 15, e 12 dos últimos 20.
Anuncios V
Heisenberg
Heisenberg Equipa Principal
  • *****
  • 1864
  Re: mercado de verão 2022/2023
« Responder #2984 em: 06 de Julho de 2022, 11:58 »
#PorMais betão
#PorMais tachos
#PorMais bancadas vazias
#PorMais guito nos bolsos
SEMPRESCB
SEMPRESCB Equipa Principal
  • *****
  • 6149
  Re: mercado de verão 2022/2023
« Responder #2985 em: 06 de Julho de 2022, 12:03 »
joelvm
joelvm Equipa Principal
  • *****
  • 1442
  • We are SCBraga!!!
  Re: mercado de verão 2022/2023
« Responder #2986 em: 06 de Julho de 2022, 12:07 »
Desde que a Academia começou a ser construída o SCB já realizou cerca de 100M com miúdos lá formados...se já não está paga deveria estar (a parte da obra já realizada, até porque, se não estou em erro foi dito que seria paga sem recurso à banca mas através de capitais próprios). A lenga lenga da Academia não se pagar sozinha está esgotada e já não faz sentido algum para justificar a falta de investimento.. com um custo final estimado em aproximadamente €33M já só deve faltar pagar as obras que ainda não foram concluídas. O custo de manutenção é outro assunto mas assim por alto diria que não deverá ultrapassar os 2,5M ano (até poderá ser 3M) valor  que representa apenas 7% do actual orçamento.
Argumentar com os custos da Academia para justificar a falta de investimento é um grande logro.

O problema não é a construção da academia. A construção do edificio tem pouco impacto nas contas do Braga.

O grande problema do Braga (e que é o mesmo problema do Benfica, Porto e Sporting, ainda que com uma dimensão diferente) é que as receitas normais que o clube gera são muito reduzidas face à estrutura que o clube começa a ter. Ou seja, os direitos de transmissão + receitas de bilheteira + publicidade + merchandising, geram apenas cerca de 12M€/ano. Isto mal chega para pagar as despesas normais do clube, os chamados FSEs.

Depois, há ainda que ter em conta que o Braga está a gastar 27M€/ano em salários de atletas e de toda a estrutura que trabalha lá. É que a academia não é só a construção, ter uma academia significa também ter centenas de atletas, preparadores fisicos, treinadores, seguranças, pessoal da limpeza, manutenção, cozinheiros, olheiros, etc. Tudo isso tem impacto financeiro nos salários. E há ainda que contar com 8M€/ano em amortizações de passes de atletas e bónus por renovações contratuais.

CONCLUSÃO: Temos um buraco anual de 36M€ que temos que cobrir com receitas extraordinárias, ou seja com vendas de atletas e com receitas de participação das competições europeias. Em 2021, por exemplo, fizemos cerca de 34M€ em receitas extraordinárias, ficamos com prejuízo de 2M€. Portanto, quando dizem que o Salvador não reinveste no plantel, é verdade, não reinveste nem pode reinvestir pois o braga precisa dessas vendas para cobrir custos com salários e outras despesas operacionais.

Se fosse assim como diz o forista jorgeac, que o Braga tem um buraco anual de 36 M e que precisa de 36 M € de receitas extraordinárias todos os anos, o Braga estaria mais que falido. Felizmente, a realidade é bem diferente daquilo que aqui é afirmado. É pena que não tivesse lido os R&C, embora se saiba que mesmo lendo os R&C, ainda ficam uma série de dúvidas, por haver rubricas mal explicadas. Também é habitual nos clubes haver contabilidade imaginativa...

Todos os valores acima citados foram retirados do R&C de 2021. Portanto, a realidade é mesmo esta. Obviamente que pode haver variações e em vez de 36M€ serem 34M€ ou 33M€... Basta por exemplo o Ricardo Horta sair que haverá uma diminuição relevante nos custos salariais. Também haverá mais receita de bilheteira que em 2020 / 2021 sofreu forte impacto do Covid 19. De qualquer forma, contaria sempre com um buraco superior a 30M€...
Este discurso parece encomendado.e o conformismo que carrega tem os seus custos obvios. Vergonha de quem apoia este tipo de gestão ,  que nao acautela a qualidade da equipa e espera que o porto seja campeão.  Mas nem deviamos estar surpreendidos. Dragao desde sempre e admirador de adeptos acefalos como os dos nossos vizinhoa , é este o presidente que temos.

É uma gestão como fazem Porto, Benfica e Sporting.
O Braga assume que as receitas anualmente são: 12M transmissões, bilheteiras, 10M competições, e 15M de receita extraordinária
Se não fizer isso, passa para o nível de um Gil ou Vitória ou Paços
O ILUMINADO
O ILUMINADO Equipa Principal
  • *****
  • 2990
  Re: mercado de verão 2022/2023
« Responder #2987 em: 06 de Julho de 2022, 12:11 »
Será que a nossa nova coqueluche será Dinis Rodrigues?
Anuncios M
Anuncios M
jorgeac Juvenis
  • **
  • 100
  Re: mercado de verão 2022/2023
« Responder #2988 em: 06 de Julho de 2022, 12:13 »
A tua visão é demasiado pessimista. Como bem explicado no R&C, a 30.06.2021 o valor do plantel do Braga ascendia a 133M€ que é o valor mais elevado dos últimos anos. À data de hoje, já sem o Carmo, está nos 109M€.

A aposta na academia também tem vantagens, hoje em dia os clubes pagam muito pelo potencial de um jogador. Qualquer miudo sai da academia, faz meia duzia de jogos e já vale alguns milhões.

É claro que um ano sem vendas ia ser problemático, mas duvido que isso aconteça. Há sempre jogadores com potencial que podem ser vendidos.

Falas que após saída do Carmo só ficamos com Vitinha, Moura e Roger. Mas com as vendas, haverá também mais espaço para outros aparecerem e valorizarem. Gorby, Rodrigo Gomes, Djaló e até mesmo Vitor Gomez / Niakate (temos opção de compra), vão jogar mais e daqui a um ano estaremos a discutir valores de propostas recebidas por eles.
SEMPRESCB
SEMPRESCB Equipa Principal
  • *****
  • 6149
  Re: mercado de verão 2022/2023
« Responder #2989 em: 06 de Julho de 2022, 12:14 »
Desde que a Academia começou a ser construída o SCB já realizou cerca de 100M com miúdos lá formados...se já não está paga deveria estar (a parte da obra já realizada, até porque, se não estou em erro foi dito que seria paga sem recurso à banca mas através de capitais próprios). A lenga lenga da Academia não se pagar sozinha está esgotada e já não faz sentido algum para justificar a falta de investimento.. com um custo final estimado em aproximadamente €33M já só deve faltar pagar as obras que ainda não foram concluídas. O custo de manutenção é outro assunto mas assim por alto diria que não deverá ultrapassar os 2,5M ano (até poderá ser 3M) valor  que representa apenas 7% do actual orçamento.
Argumentar com os custos da Academia para justificar a falta de investimento é um grande logro.

O problema não é a construção da academia. A construção do edificio tem pouco impacto nas contas do Braga.

O grande problema do Braga (e que é o mesmo problema do Benfica, Porto e Sporting, ainda que com uma dimensão diferente) é que as receitas normais que o clube gera são muito reduzidas face à estrutura que o clube começa a ter. Ou seja, os direitos de transmissão + receitas de bilheteira + publicidade + merchandising, geram apenas cerca de 12M€/ano. Isto mal chega para pagar as despesas normais do clube, os chamados FSEs.

Depois, há ainda que ter em conta que o Braga está a gastar 27M€/ano em salários de atletas e de toda a estrutura que trabalha lá. É que a academia não é só a construção, ter uma academia significa também ter centenas de atletas, preparadores fisicos, treinadores, seguranças, pessoal da limpeza, manutenção, cozinheiros, olheiros, etc. Tudo isso tem impacto financeiro nos salários. E há ainda que contar com 8M€/ano em amortizações de passes de atletas e bónus por renovações contratuais.

CONCLUSÃO: Temos um buraco anual de 36M€ que temos que cobrir com receitas extraordinárias, ou seja com vendas de atletas e com receitas de participação das competições europeias. Em 2021, por exemplo, fizemos cerca de 34M€ em receitas extraordinárias, ficamos com prejuízo de 2M€. Portanto, quando dizem que o Salvador não reinveste no plantel, é verdade, não reinveste nem pode reinvestir pois o braga precisa dessas vendas para cobrir custos com salários e outras despesas operacionais.

Se fosse assim como diz o forista jorgeac, que o Braga tem um buraco anual de 36 M e que precisa de 36 M € de receitas extraordinárias todos os anos, o Braga estaria mais que falido. Felizmente, a realidade é bem diferente daquilo que aqui é afirmado. É pena que não tivesse lido os R&C, embora se saiba que mesmo lendo os R&C, ainda ficam uma série de dúvidas, por haver rubricas mal explicadas. Também é habitual nos clubes haver contabilidade imaginativa...

Todos os valores acima citados foram retirados do R&C de 2021. Portanto, a realidade é mesmo esta. Obviamente que pode haver variações e em vez de 36M€ serem 34M€ ou 33M€... Basta por exemplo o Ricardo Horta sair que haverá uma diminuição relevante nos custos salariais. Também haverá mais receita de bilheteira que em 2020 / 2021 sofreu forte impacto do Covid 19. De qualquer forma, contaria sempre com um buraco superior a 30M€...
Este discurso parece encomendado.e o conformismo que carrega tem os seus custos obvios. Vergonha de quem apoia este tipo de gestão ,  que nao acautela a qualidade da equipa e espera que o porto seja campeão.  Mas nem deviamos estar surpreendidos. Dragao desde sempre e admirador de adeptos acefalos como os dos nossos vizinhoa , é este o presidente que temos.

É uma gestão como fazem Porto, Benfica e Sporting.
O Braga assume que as receitas anualmente são: 12M transmissões, bilheteiras, 10M competições, e 15M de receita extraordinária
Se não fizer isso, passa para o nível de um Gil ou Vitória ou Paços
Então significa isto que feitas as contas com a venda do Carmo e do Buta e com a fase de grupos da LE garantida já garantimos mais 7M (visto que até ao momento investimos pouco mais que nada) que o necessário para toda esta época e na próxima (indo à LE novamente) já só temos de fazer 8M em receita extraordinária. Ou temos de vender mais e mais? Aposto que se encontra ai outro buraquinho para mais uma ou duas vendas ainda neste mercado.
« Última modificação: 06 de Julho de 2022, 12:16 por SEMPRESCB »
ModoDeVida Juvenis
  • **
  • 137
  Re: mercado de verão 2022/2023
« Responder #2990 em: 06 de Julho de 2022, 12:17 »
Melhor só os 2,5M em objetivos:
- 500k por cada campeonato ganho pelo porto.

Mais valia não por ***** nenhuma.

Esta clausula é de rir. É só mais uma razão para pôr em causa a nossa imagem...
Digamos que o Porto joga com o Braga na última jornada e precisa de ganhar para ser campeão. Como ficará a imagem do Braga, que já é fraca no país, se perder esse mesmo jogo? Acho que é um exercício fácil de fazer.

Isto é só para nos deixarem de apelidar benfica b eheh
Anuncios G
100%SCB Equipa Principal
  • *****
  • 7280
  • Quando o erro for só erro o SC Braga será campeão!
  Re: mercado de verão 2022/2023
« Responder #2991 em: 06 de Julho de 2022, 12:21 »
Normalmente, continuamos a precisar de apenas 12/15M em vendas para cobrir o orçamento de cada época, já que nas competições europeias normalmente conseguimos um bom valor.
Para esta época também me parece óbvio que a massa salarial será inferior à de 2020/2021, quer dos atletas (na altura havia Paulinho, Esgaio, Fransérgio, Rolando,  Piazón...), quer dos treinadores (o Artur Jorge provavelmente ganha 20/30% do que o Carvalhal ganhava). Na época 2020/2021 também se gastou mais do que o habitual em prémios (até porque chegaram alguns jogadores a custo zero) e em outros gastos (devido a rescisões e às condicionantes provocadas pelo covid 19).

Concluindo, é expectável que esta época os gastos baixem para valores mais habituais (34/35 milhões) e as receitas operacionais devem ficar +/- iguais (a rondar os 23/24M) dependendo sempre da nossa prestação nas competições europeias, mas havendo a conference league há maior margem.
FORÇA BRAGA
Kwanza99
Kwanza99 Equipa Principal
  • *****
  • 1195
  • Os Kwanzas do Dyego
  Re: mercado de verão 2022/2023
« Responder #2992 em: 06 de Julho de 2022, 12:21 »
Será que a nossa nova coqueluche será Dinis Rodrigues?

Calma, primeiro ainda falta um documentário, legendado em inglês, do Moura, Vitinha ou Gorby.

Mas sim, esse será o próximo. Para já é só um "kid living his dream"
Zauuu ⚔️🔴⚪️
darno Juniores
  • ***
  • 356
  Re: mercado de verão 2022/2023
« Responder #2993 em: 06 de Julho de 2022, 12:23 »
A primeira Jornada com os lagartos em casa vai ser bonito 😂. O olhar para a diferença de qualidade nossa e dos lagartos de à 3 anos para agora é completamente abismal, se à 3 anos andávamos perto de rivalizar com eles, neste momento só daqui a 10 e com um novo Presidente.

Que o Salvador se sinta apertado, em protestos, manifestações de desagrado, nos jogos de treino, Braga Day, Apresentação.. esta passividade e conformismo com o que temos não pode continuar.
darno Juniores
  • ***
  • 356
  Re: mercado de verão 2022/2023
« Responder #2994 em: 06 de Julho de 2022, 12:25 »
Será que a nossa nova coqueluche será Dinis Rodrigues?

Calma, primeiro ainda falta um documentário, legendado em inglês, do Moura, Vitinha ou Gorby.

Mas sim, esse será o próximo. Para já é só um "kid living his dream"
Não tenho a menor das dúvidas que Vitinha, Roger, Gorby e Dinis Rodrigues, os que vejo com mais potencial, irão em 1/2 épocas reforçar um dos 3 estarolas.
Magicobraga
Magicobraga Equipa Principal
  • *****
  • 8932
  • Saci Colorado
  Re: mercado de verão 2022/2023
« Responder #2995 em: 06 de Julho de 2022, 12:29 »
Quem será este empresário que está a meter estes franceses cá?
jorgeac Juvenis
  • **
  • 100
  Re: mercado de verão 2022/2023
« Responder #2996 em: 06 de Julho de 2022, 12:34 »
Desde que a Academia começou a ser construída o SCB já realizou cerca de 100M com miúdos lá formados...se já não está paga deveria estar (a parte da obra já realizada, até porque, se não estou em erro foi dito que seria paga sem recurso à banca mas através de capitais próprios). A lenga lenga da Academia não se pagar sozinha está esgotada e já não faz sentido algum para justificar a falta de investimento.. com um custo final estimado em aproximadamente €33M já só deve faltar pagar as obras que ainda não foram concluídas. O custo de manutenção é outro assunto mas assim por alto diria que não deverá ultrapassar os 2,5M ano (até poderá ser 3M) valor  que representa apenas 7% do actual orçamento.
Argumentar com os custos da Academia para justificar a falta de investimento é um grande logro.

O problema não é a construção da academia. A construção do edificio tem pouco impacto nas contas do Braga.

O grande problema do Braga (e que é o mesmo problema do Benfica, Porto e Sporting, ainda que com uma dimensão diferente) é que as receitas normais que o clube gera são muito reduzidas face à estrutura que o clube começa a ter. Ou seja, os direitos de transmissão + receitas de bilheteira + publicidade + merchandising, geram apenas cerca de 12M€/ano. Isto mal chega para pagar as despesas normais do clube, os chamados FSEs.

Depois, há ainda que ter em conta que o Braga está a gastar 27M€/ano em salários de atletas e de toda a estrutura que trabalha lá. É que a academia não é só a construção, ter uma academia significa também ter centenas de atletas, preparadores fisicos, treinadores, seguranças, pessoal da limpeza, manutenção, cozinheiros, olheiros, etc. Tudo isso tem impacto financeiro nos salários. E há ainda que contar com 8M€/ano em amortizações de passes de atletas e bónus por renovações contratuais.

CONCLUSÃO: Temos um buraco anual de 36M€ que temos que cobrir com receitas extraordinárias, ou seja com vendas de atletas e com receitas de participação das competições europeias. Em 2021, por exemplo, fizemos cerca de 34M€ em receitas extraordinárias, ficamos com prejuízo de 2M€. Portanto, quando dizem que o Salvador não reinveste no plantel, é verdade, não reinveste nem pode reinvestir pois o braga precisa dessas vendas para cobrir custos com salários e outras despesas operacionais.

Se fosse assim como diz o forista jorgeac, que o Braga tem um buraco anual de 36 M e que precisa de 36 M € de receitas extraordinárias todos os anos, o Braga estaria mais que falido. Felizmente, a realidade é bem diferente daquilo que aqui é afirmado. É pena que não tivesse lido os R&C, embora se saiba que mesmo lendo os R&C, ainda ficam uma série de dúvidas, por haver rubricas mal explicadas. Também é habitual nos clubes haver contabilidade imaginativa...

Todos os valores acima citados foram retirados do R&C de 2021. Portanto, a realidade é mesmo esta. Obviamente que pode haver variações e em vez de 36M€ serem 34M€ ou 33M€... Basta por exemplo o Ricardo Horta sair que haverá uma diminuição relevante nos custos salariais. Também haverá mais receita de bilheteira que em 2020 / 2021 sofreu forte impacto do Covid 19. De qualquer forma, contaria sempre com um buraco superior a 30M€...
Este discurso parece encomendado.e o conformismo que carrega tem os seus custos obvios. Vergonha de quem apoia este tipo de gestão ,  que nao acautela a qualidade da equipa e espera que o porto seja campeão.  Mas nem deviamos estar surpreendidos. Dragao desde sempre e admirador de adeptos acefalos como os dos nossos vizinhoa , é este o presidente que temos.

É uma gestão como fazem Porto, Benfica e Sporting.
O Braga assume que as receitas anualmente são: 12M transmissões, bilheteiras, 10M competições, e 15M de receita extraordinária
Se não fizer isso, passa para o nível de um Gil ou Vitória ou Paços
Então significa isto que feitas as contas com a venda do Carmo e do Buta e com a fase de grupos da LE garantida já garantimos mais 7M (visto que até ao momento investimos pouco mais que nada) que o necessário para toda esta época e na próxima (indo à LE novamente) já só temos de fazer 8M em receita extraordinária. Ou temos de vender mais e mais? Aposto que se encontra ai outro buraquinho para mais uma ou duas vendas ainda neste mercado.

Temos feito entre 20M€ e 25M€ por ano em vendas de jogadores e cerca de 10M€ com participação na LE.

2019/2020: 23,9M€ (Trincão, Claudemir)
2020/2021: 21.2M€ (Paulinho, Samuel Costa, Hassan)
2021/2022: ainda não há numeros oficiais mas devemos andar acima dos 20M€ também (9M€ Galeno + 5,5M€ Esgaio + 4,5M€ Fransérgio + 3M€ Fábio Martins)

Em 2022/2023 já temos parte do buraco tapado com a venda do David Carmo. Uma boa participação na LE deve tapar o restante, caso contrário ainda há o mercado de inverno.

Com isto, ficamos com uma margem negocial muito superior nos negócios Horta e Musrati.
O ILUMINADO
O ILUMINADO Equipa Principal
  • *****
  • 2990
  Re: mercado de verão 2022/2023
« Responder #2997 em: 06 de Julho de 2022, 12:39 »
Em 2022/2023 já temos parte do buraco tapado com a venda do David Carmo. Uma boa participação na LE deve tapar o restante, caso contrário ainda há o mercado de inverno.


Vendas, negócios, custos, saídas, empresas, relatório e contas, obras, construções, passivos.. hoje em dia só se fala nisto no universo braguista, não me admira que haja cada menos gente no estádio e cada vez menos interesse geral, infelizmente.

Qualquer dia só estão os contabilistas no estádio.
SEMPRESCB
SEMPRESCB Equipa Principal
  • *****
  • 6149
  Re: mercado de verão 2022/2023
« Responder #2998 em: 06 de Julho de 2022, 12:40 »
Desde que a Academia começou a ser construída o SCB já realizou cerca de 100M com miúdos lá formados...se já não está paga deveria estar (a parte da obra já realizada, até porque, se não estou em erro foi dito que seria paga sem recurso à banca mas através de capitais próprios). A lenga lenga da Academia não se pagar sozinha está esgotada e já não faz sentido algum para justificar a falta de investimento.. com um custo final estimado em aproximadamente €33M já só deve faltar pagar as obras que ainda não foram concluídas. O custo de manutenção é outro assunto mas assim por alto diria que não deverá ultrapassar os 2,5M ano (até poderá ser 3M) valor  que representa apenas 7% do actual orçamento.
Argumentar com os custos da Academia para justificar a falta de investimento é um grande logro.

O problema não é a construção da academia. A construção do edificio tem pouco impacto nas contas do Braga.

O grande problema do Braga (e que é o mesmo problema do Benfica, Porto e Sporting, ainda que com uma dimensão diferente) é que as receitas normais que o clube gera são muito reduzidas face à estrutura que o clube começa a ter. Ou seja, os direitos de transmissão + receitas de bilheteira + publicidade + merchandising, geram apenas cerca de 12M€/ano. Isto mal chega para pagar as despesas normais do clube, os chamados FSEs.

Depois, há ainda que ter em conta que o Braga está a gastar 27M€/ano em salários de atletas e de toda a estrutura que trabalha lá. É que a academia não é só a construção, ter uma academia significa também ter centenas de atletas, preparadores fisicos, treinadores, seguranças, pessoal da limpeza, manutenção, cozinheiros, olheiros, etc. Tudo isso tem impacto financeiro nos salários. E há ainda que contar com 8M€/ano em amortizações de passes de atletas e bónus por renovações contratuais.

CONCLUSÃO: Temos um buraco anual de 36M€ que temos que cobrir com receitas extraordinárias, ou seja com vendas de atletas e com receitas de participação das competições europeias. Em 2021, por exemplo, fizemos cerca de 34M€ em receitas extraordinárias, ficamos com prejuízo de 2M€. Portanto, quando dizem que o Salvador não reinveste no plantel, é verdade, não reinveste nem pode reinvestir pois o braga precisa dessas vendas para cobrir custos com salários e outras despesas operacionais.

Se fosse assim como diz o forista jorgeac, que o Braga tem um buraco anual de 36 M e que precisa de 36 M € de receitas extraordinárias todos os anos, o Braga estaria mais que falido. Felizmente, a realidade é bem diferente daquilo que aqui é afirmado. É pena que não tivesse lido os R&C, embora se saiba que mesmo lendo os R&C, ainda ficam uma série de dúvidas, por haver rubricas mal explicadas. Também é habitual nos clubes haver contabilidade imaginativa...

Todos os valores acima citados foram retirados do R&C de 2021. Portanto, a realidade é mesmo esta. Obviamente que pode haver variações e em vez de 36M€ serem 34M€ ou 33M€... Basta por exemplo o Ricardo Horta sair que haverá uma diminuição relevante nos custos salariais. Também haverá mais receita de bilheteira que em 2020 / 2021 sofreu forte impacto do Covid 19. De qualquer forma, contaria sempre com um buraco superior a 30M€...
Este discurso parece encomendado.e o conformismo que carrega tem os seus custos obvios. Vergonha de quem apoia este tipo de gestão ,  que nao acautela a qualidade da equipa e espera que o porto seja campeão.  Mas nem deviamos estar surpreendidos. Dragao desde sempre e admirador de adeptos acefalos como os dos nossos vizinhoa , é este o presidente que temos.

É uma gestão como fazem Porto, Benfica e Sporting.
O Braga assume que as receitas anualmente são: 12M transmissões, bilheteiras, 10M competições, e 15M de receita extraordinária
Se não fizer isso, passa para o nível de um Gil ou Vitória ou Paços
Então significa isto que feitas as contas com a venda do Carmo e do Buta e com a fase de grupos da LE garantida já garantimos mais 7M (visto que até ao momento investimos pouco mais que nada) que o necessário para toda esta época e na próxima (indo à LE novamente) já só temos de fazer 8M em receita extraordinária. Ou temos de vender mais e mais? Aposto que se encontra ai outro buraquinho para mais uma ou duas vendas ainda neste mercado.

Temos feito entre 20M€ e 25M€ por ano em vendas de jogadores e cerca de 10M€ com participação na LE.

2019/2020: 23,9M€ (Trincão, Claudemir)
2020/2021: 21.2M€ (Paulinho, Samuel Costa, Hassan)
2021/2022: ainda não há numeros oficiais mas devemos andar acima dos 20M€ também (9M€ Galeno + 5,5M€ Esgaio + 4,5M€ Fransérgio + 3M€ Fábio Martins)

Em 2022/2023 já temos parte do buraco tapado com a venda do David Carmo. Uma boa participação na LE deve tapar o restante, caso contrário ainda há o mercado de inverno.

Com isto, ficamos com uma margem negocial muito superior nos negócios Horta e Musrati.
E ali entre as épocas de 19/20 e 20/21 os 12M do Amorim esfumaram-se em minis? Em reforçar o plantel não foi. É que se é para fazer contas para tapar buracos também era bom que se fizessem as mesmas cujo valor é excedente aos gastos.

E já agora os 3M do Abel no inicio da 19/20. E também não vendeste só o Carmo, vendeste o Buta por mais 2M por essas contas bastam 8M na LE.
« Última modificação: 06 de Julho de 2022, 12:44 por SEMPRESCB »
O ILUMINADO
O ILUMINADO Equipa Principal
  • *****
  • 2990
  Re: mercado de verão 2022/2023
« Responder #2999 em: 06 de Julho de 2022, 12:45 »
Resumindo e concluíndo, o que o Jorge está a dizer é que nunca vamos sair disto.
 

Anuncios M
Anuncios M