Quantcast
SC BRAGA 2-0 BENFICA - FINAL DA TAÇA PORTUGAL - 23-05-2021 - 20H30 - PRÉ E PÓS-JOGO - CAMPEÕES
You are using an outdated browser. For a faster, safer browsing experience, upgrade for free today.
Anuncios M
SC BRAGA 2-0 BENFICA - FINAL DA TAÇA PORTUGAL - 23-05-2021 - 20H30 - PRÉ E PÓS-JOGO - CAMPEÕES
460 Respostas
34587 Visualizações
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
reg107 Juvenis
  • **
  • 133
Seria muito importante marcar primeiro mas caso isso não aconteça espero que a equipa se lembre que o jogo tem 90, 95 ou 98 minutos e neste jogo é para jogar e lutar até ao fim. Não se admite a desmoralização e descrença que um golo sofrido provoca nesta equipa é lutar pelo resultado até ao fim seja ele favorável ou não!
Este é o meu receio, mais do que o ataque deles ou a qualidade individual que é bem acima da nossa. A nossa falta de reação animica/psicológica à adversidade é gritante. Um golo sofrido é meio caminho andado para a desgraça.

Quanto ao jogo, vamos jogar com uma equipa que na frente tem outra valia, mesmo em relação ao fcp e scp. Arriscaria dizer que teremos que ser muito criteriosos na forma como trocamos a bola, já que os ataques rápidos deles são a imagem de marca do senhor que os treina.

Mas depois das finais de 2015 e 2016 começo a perceber que este jogo será sempre um jogo à parte. A tática normalmente tem efeito oposto do que se pretende. Quando começamos a pensar na tática em 2015 aconteceu o impensável...
Por isso é esperar que a vontade seja superior ao talento e claro que sejamos nós quem mais quer...

Nota: Acho que o Abel terá neste jogo, a oportunidade à sua medida. Se jogar Otamendi ele tem tudo para repetir o jogo que acabou por fazer no Dragão. Não sei se ele será aposta ou não, mas Sporar é para mim um corpo estranho na equipa. Não pondo em causa o valor do atleta, não acrescenta nada sobretudo no primeiro momento de pressão sobre os defesas, é demasiado passivo. Nestes jogos a crença começa nos avançados...

Estádio EFAPEL Cidade de Coimbra

Taça de Portugal 2020/2021

SC Braga
SC Braga
2
0
VS
Benfica
Benfica
Legião
Legião Equipa Principal
  • *****
  • 8922
  • Mágico Braga, Amor Eterno
Já que não pode haver público na final era bom se houvesse uma fun zone com ecran a transmitir o jogo, se fosse uma coisa bem organizada julgo que seria possível.
Bracara Avgvsta - Fidelis et antiqva
Anuncios M
Anuncios M
PAF Equipa Principal
  • *****
  • 4812
Já que não pode haver público na final era bom se houvesse uma fun zone com ecran a transmitir o jogo, se fosse uma coisa bem organizada julgo que seria possível.
Depois da barracada dos festejos do Sporting esqueçam lá isso, não vai acontecer, pelo menos nas próximas semanas.
Sérgio Gonçalves
Sérgio Gonçalves Equipa Principal
  • *****
  • 3359
A seguir transcrevo as palavras do atual Secretário de Estado do Desporto sobre os temas que indico:

-> Presença de publico na final da Taça de Portugal:

"Não, neste momento, não [o Governo não coloca essa hipótese]. O Governo deu uma hipótese para que acontecessem um conjunto de testes-piloto neste final de época para simbolizarmos que a próxima se inicie com público nos estádios. A ideia de haver público na última jornada passava por ser só do clube visitado, o que seria manifestamente impossível de acontecer na final da Taça"

(...) "não haverá condições para que isso aconteça".

"Até porque fomos muito claros na abertura dada: era à I Liga, na última jornada e não se falou em nada da final da Taça de Portugal"

em https://onovo.pt/desporto/secretario-de-estado-confirma-final-da-taca-de-portugal-sem-publico-CI280631

-> Presença de publico na final da Champions League:

"São circunstâncias muito distintas. Quando forem conhecidas as condições em que esses adeptos se vão deslocar ao nosso país, toda a gente vai perceber bem as medidas absolutamente extraordinárias que vão ser tomadas. Esse era um requisito da UEFA, estava em cima da mesa organizar ou não mediante a possibilidade de ter público e o Governo tomou uma opção"

-> Celebrações do Sporting:

“[Festa] Está a ser preparada, tive oportunidade já esta semana de falar com responsáveis do Ministério Administração Interna e hoje mesmo decorre uma reunião entre a Câmara Municipal de Lisboa, um potencial vencedor do campeonato [Sporting] e as forças de segurança”

“Sabemos que será muito difícil evitar essas manifestações e o melhor é enquadrá-las e dar-lhes as melhores condições. É possível juntarmos pessoas com segurança”

em https://rr.sapo.pt/2021/05/06/sporting/secretario-de-estado-do-desporto-confirma-festa-do-sporting-esta-a-ser-preparada/noticia/237658/

-> Celebrações dos adeptos da equipa vencedora da Taça:

"Gostaria de pedir responsabilidade a cada um dos adeptos dos clubes envolvidos, pois este é um momento de exceção. Infelizmente não há público nos estádios, exatamente porque a ideia é evitar aglomerações e não pôr em causa o que o País tem vindo a fazer no combate a esta pandemia"

"São momentos bem distintos. A comemoração do título nacional percebia-se que era algo inevitável e que seria muito difícil travar em absoluto as manifestações de alegria, na final da Taça de Portugal, claro que os vencedores terão razões para comemorar, mas é diferente"

em https://www.abola.pt/Nacional/2021-05-17/taca-de-portugal-secretario-de-estado-faz-apelo-sobre-a-final-da-taca/890666

Se me contassem diria que era uma anedota de Cuba ou do Iraque (do hilariantemente saudoso Mohammad Said al-Sahaf) mas fica ao critério de cada um avaliar as palavras deste sr.
Sócio nº 2014
Anuncios V
rpo.castro
rpo.castro Equipa Principal
  • *****
  • 14007
Em grau crescente de desplante terminando no: ganhar o campeonato é uma coisa, ganhar uma tacita é outra!
Quem não sente não é filho de boa gente.
AMartins
AMartins Equipa Principal
  • *****
  • 2995
O Braga e o Benfica no meio disto tudo são os verdadeiros bananas.
reg107 Juvenis
  • **
  • 133
Se dúvidas houvesse aqui estão elas a "A UEFA exigiu". Como é que alguém no seu perfeito juízo pode achar que isto é uma coisa boa?

Eu até sou contra público está época. Já disse que na minha opinião deve terminar como decorreu tudo.

Agora assumir publicamente que "ou era com público ou não era" e cedem assim? Estes senhores não têm qualquer sentido de justiça, coerência ou mesmo de estado.

A parte que mais gosto é "quando virem as condições vão perceber..." Mas então não é possível fazer o mesmo nos jogos cá? Ninguém teve inteligência de lhe perguntar isso?

Fechem os portugueses, que não se sabem comportar, para que as visitas possam ir à bola e já agora dar um saltinho ao Allgarve.

A presença deste senhor, entre outros, na apresentação do livro do centenário, onde não estiveram os sócios, mostra bem as prioridades. Ah e tal somos diferentes, mas o que gostávamos mesmo era de nos sentar à mesma mesa dos adultos.

Quanto às nossa possibilidade de festejar a conquista da taça. Esqueçam está dado o recado, se ganharmos teremos a cidade em estado de sítio e psp legitimada por este senhor para mão leve nos bastões.

Enviado do meu Redmi Note 8T através do Tapatalk

sol Juniores
  • ***
  • 544

Não concordo muito com a visão da fuga aos impostos. Acredito que fosse uma realidade bem presente até meados dos anos 90 mas depois foi desaparecendo com o aumento da fiscalização e das próprias regras contabilisticas. Claro que é sempre possível não pagar impostos (mecanicos, cabeleireiros, etc.) mas a verdade é que é cada vez mais dificil.

Já há muito que não participava no fórum, e nunca pensei que o meu post de "regresso" fosse sobre o fisco e fuga aos impostos, um verdadeiro cancro nacional que, ao contrário da citação que faço de um "forista", está bem presente no nosso dia-a-dia. Os exemplos são aos milhares, deixo alguns: o contabilista que faz o IRS da minha mãe e cobra sem passar recibo; o advogado que tratou do falecimento do meu pai, e exigiu pagamento em dinheiro vivo; o casal que começou com uma pequena padaria mas agora já tem seis, vive numa casa de sonho e só ganha o salário mínimo; a cabeleireira do Porto que penteia famosos e gere três salões e que terá tido um rendimento tributável de 1 milhão de euros
em 3 anos mas só declarou 29 mil euros ( veio nas notícias); o feirante cuja casa foi assaltada e de onde roubaram centenas de milhar em dinheiro e jóias... E quem estiver a pensar "é pá, até implica com o feirante", pensem comigo: como oficialmente declara pouco (declarar NADA é quase impossível) se o feirante for pai, vai ter escalão máximo de abono de familia, vai ter acção social escolar para os filhos, vai ser isento de taxa moderadora na saúde, se os filhos seguirem a Universidade vão ter isenção de propinas, etc, etc, etc... Sei bem do que falo porque um colega e amigo meu da Universidade cujos pais detinham duas pastelarias em Matosinhos não pagava propinas, e eu, só com os rendimentos da minha mãe, funcionária pública, pagava 50%. Há N actividades/trabalhos, muitos deles trabalho duro, como as feiras, mas também a venda ambulante de comes e bebes que geram lucros astronómicos muito dificilmente tributáveis, por exemplo o pão c/ chouriço no S. João. Alguém faz ideia do quanto aquele gajo factura? Um restaurante de comida exótica que frequento, aberto há anos, e continua a não ter Multibanco... porque será?

Outra consequência disto. Como ganham muito e declaram muito pouco, os seus trabalhadores ganham TODOS o salário mínimo.... Ganham? Ganham nada! Conheço muitos casos em que "por baixo da mesa" chovem mais 200, 300, 400€ ou mais, demonstrando claramente que o negócio rende bem. Para os trabalhadores é péssimo porque descontam menos do que deveriam para a Segurança Social e um dia mais tarde serão penalizados na reforma.

Concluindo, cada português, quando critica quem nos governa, que olhe bem para si e pense se é um exemplo a seguir. Aliás, a malta que lá está vem toda do mesmo sítio e é feita da mesma massa: do povo português

Na Ponte de vermelho e branco!
Anuncios M
Anuncios M
PEDRØ XVI
PEDRØ XVI Equipa Principal
  • *****
  • 3944
Eu caso o Braga ganhe a taça vou para a rua festejar. Daqui a pouco já parece que vivemos numa ditadura em que os estrangeiros são mais importantes que os próprios portugueses. Se há para uns tem que haver para todos ou os cidadãos de outros países são cidadãos de 1ª e nós somo cidadãos reles de 2ª ou 3ª?

Muitos lampiões até já falam em ir a Coimbra, mesmo não conseguindo entrar, só mesmo para meter nojo.

« Última modificação: 18 de Maio de 2021, 09:44 por PEDRØ XVI »
PAF Equipa Principal
  • *****
  • 4812
Sol
Tudo o que dizes tem razão de ser, mas no fim acaba por ser tudo uma relação custo benefício. Neste momento e não é de agora, estamos num buraco político nunca visto (pelo menos eu nunca vi) e parece que nada se passa. Contribuir para o Estado é alimentar um monstro descontrolado. É esta a visão que a maioria tem e com razão.
Contribuires mais não significa que vás ter mais e melhores serviços, pelo contrário atingimos em 2020 a maior carga fiscal de sempre, que se segue a anos em que já tinha sido batido esse recorde e cada vez tens menos e piores serviços.
E no fim vês, salgados, socatres, vieiras e até salvadores a safarem-se de dívidas de centenas de milhões de euros que são mais que o que se gasta na saúde de todos os portugueses por exemplo e ainda gozam com a nossa cara.
O povo não é parvo, embora pareça muitas vezes, basta ver as sondagens que vão saindo.
Os funcionários públicos são prejudicados nos salários que declaram, mas são uma casta que vive num mundo paralelo ao país... Esta semana vão fazer várias greves por exemplo, um autêntico luxo, tendo em conta que centenas de milhares de português vivem na corda bamba sem saber se vão ter emprego daqui por um mês.
Sérgio Gonçalves
Sérgio Gonçalves Equipa Principal
  • *****
  • 3359

Não concordo muito com a visão da fuga aos impostos. Acredito que fosse uma realidade bem presente até meados dos anos 90 mas depois foi desaparecendo com o aumento da fiscalização e das próprias regras contabilisticas. Claro que é sempre possível não pagar impostos (mecanicos, cabeleireiros, etc.) mas a verdade é que é cada vez mais dificil.

Já há muito que não participava no fórum, e nunca pensei que o meu post de "regresso" fosse sobre o fisco e fuga aos impostos, um verdadeiro cancro nacional que, ao contrário da citação que faço de um "forista", está bem presente no nosso dia-a-dia. Os exemplos são aos milhares, deixo alguns: o contabilista que faz o IRS da minha mãe e cobra sem passar recibo; o advogado que tratou do falecimento do meu pai, e exigiu pagamento em dinheiro vivo; o casal que começou com uma pequena padaria mas agora já tem seis, vive numa casa de sonho e só ganha o salário mínimo; a cabeleireira do Porto que penteia famosos e gere três salões e que terá tido um rendimento tributável de 1 milhão de euros
em 3 anos mas só declarou 29 mil euros ( veio nas notícias); o feirante cuja casa foi assaltada e de onde roubaram centenas de milhar em dinheiro e jóias... E quem estiver a pensar "é pá, até implica com o feirante", pensem comigo: como oficialmente declara pouco (declarar NADA é quase impossível) se o feirante for pai, vai ter escalão máximo de abono de familia, vai ter acção social escolar para os filhos, vai ser isento de taxa moderadora na saúde, se os filhos seguirem a Universidade vão ter isenção de propinas, etc, etc, etc... Sei bem do que falo porque um colega e amigo meu da Universidade cujos pais detinham duas pastelarias em Matosinhos não pagava propinas, e eu, só com os rendimentos da minha mãe, funcionária pública, pagava 50%. Há N actividades/trabalhos, muitos deles trabalho duro, como as feiras, mas também a venda ambulante de comes e bebes que geram lucros astronómicos muito dificilmente tributáveis, por exemplo o pão c/ chouriço no S. João. Alguém faz ideia do quanto aquele gajo factura? Um restaurante de comida exótica que frequento, aberto há anos, e continua a não ter Multibanco... porque será?

Outra consequência disto. Como ganham muito e declaram muito pouco, os seus trabalhadores ganham TODOS o salário mínimo.... Ganham? Ganham nada! Conheço muitos casos em que "por baixo da mesa" chovem mais 200, 300, 400€ ou mais, demonstrando claramente que o negócio rende bem. Para os trabalhadores é péssimo porque descontam menos do que deveriam para a Segurança Social e um dia mais tarde serão penalizados na reforma.

Concluindo, cada português, quando critica quem nos governa, que olhe bem para si e pense se é um exemplo a seguir. Aliás, a malta que lá está vem toda do mesmo sítio e é feita da mesma massa: do povo português

Na Ponte de vermelho e branco!

Sol, eu falo dos numeros que conheço e que são publicos (Banco de Portugal, Ministérias das Finanças, etc.). Se tu conheces casos como os que enuncias a tua obrigação é denuncia-los ao Ministério Publico. Eu já o fiz. Já que levas o tema para o plano pessoal, falando de mim, eu desconto, no recibo de vencimento, mais de 50% 40% em IRS e SS (sem contar com TSU evidentemente). Nunca disse que não há fugas aos impostos, disse é que é em muito menor escala do que era há 20 anos atrás. Se é alta? Talvez seja, pelo menos na tua opinião é.
« Última modificação: 18 de Maio de 2021, 13:48 por Sérgio Gonçalves »
Sócio nº 2014
Anuncios G
Legião
Legião Equipa Principal
  • *****
  • 8922
  • Mágico Braga, Amor Eterno
Penso que o apoio à equipa antes e depois do jogo não está “proibido” tem é de ser feito de forma responsável.
Bracara Avgvsta - Fidelis et antiqva
rpo.castro
rpo.castro Equipa Principal
  • *****
  • 14007
Se dúvidas houvesse aqui estão elas a "A UEFA exigiu". Como é que alguém no seu perfeito juízo pode achar que isto é uma coisa boa?

Eu até sou contra público está época. Já disse que na minha opinião deve terminar como decorreu tudo.

Agora assumir publicamente que "ou era com público ou não era" e cedem assim? Estes senhores não têm qualquer sentido de justiça, coerência ou mesmo de estado.

A parte que mais gosto é "quando virem as condições vão perceber..." Mas então não é possível fazer o mesmo nos jogos cá? Ninguém teve inteligência de lhe perguntar isso?

Fechem os portugueses, que não se sabem comportar, para que as visitas possam ir à bola e já agora dar um saltinho ao Allgarve.

A presença deste senhor, entre outros, na apresentação do livro do centenário, onde não estiveram os sócios, mostra bem as prioridades. Ah e tal somos diferentes, mas o que gostávamos mesmo era de nos sentar à mesma mesa dos adultos.

Quanto às nossa possibilidade de festejar a conquista da taça. Esqueçam está dado o recado, se ganharmos teremos a cidade em estado de sítio e psp legitimada por este senhor para mão leve nos bastões.

Enviado do meu Redmi Note 8T através do Tapatalk
Mas Portugal fez algum favor à UEFA ou vice versa?
Portugal foi ter com a UEFA e ofereceu-se para receber a final (porque entenderam que seria bom para o país). A UEFA, depois de ver as condições máximas que Istambul e Londres ofereciam, disse "tenho isto. Para pior não mudo" e aí cabe apenas às autoridades portuguesas ver se faz sentido avançar nesses moldes ou não.

Agora como o governo exige determinadas condições mas quando lhe interessa atropela essas regras, há que atirar areia para os olhos e arranjar desculpas.

E os clubes (Liga) também apanharam da cenoura do público na última jornada, que não interessava a ninguém, mas apanharam para poderem aparecer mais um pouco e no final tentarem arranjar uma saída limpa. É tudo politiquices. Tudo olhar para o umbigo
Quem não sente não é filho de boa gente.
reg107 Juvenis
  • **
  • 133
Se dúvidas houvesse aqui estão elas a "A UEFA exigiu". Como é que alguém no seu perfeito juízo pode achar que isto é uma coisa boa?

Eu até sou contra público está época. Já disse que na minha opinião deve terminar como decorreu tudo.

Agora assumir publicamente que "ou era com público ou não era" e cedem assim? Estes senhores não têm qualquer sentido de justiça, coerência ou mesmo de estado.

A parte que mais gosto é "quando virem as condições vão perceber..." Mas então não é possível fazer o mesmo nos jogos cá? Ninguém teve inteligência de lhe perguntar isso?

Fechem os portugueses, que não se sabem comportar, para que as visitas possam ir à bola e já agora dar um saltinho ao Allgarve.

A presença deste senhor, entre outros, na apresentação do livro do centenário, onde não estiveram os sócios, mostra bem as prioridades. Ah e tal somos diferentes, mas o que gostávamos mesmo era de nos sentar à mesma mesa dos adultos.

Quanto às nossa possibilidade de festejar a conquista da taça. Esqueçam está dado o recado, se ganharmos teremos a cidade em estado de sítio e psp legitimada por este senhor para mão leve nos bastões.

Enviado do meu Redmi Note 8T através do Tapatalk
Mas Portugal fez algum favor à UEFA ou vice versa?
Portugal foi ter com a UEFA e ofereceu-se para receber a final (porque entenderam que seria bom para o país). A UEFA, depois de ver as condições máximas que Istambul e Londres ofereciam, disse "tenho isto. Para pior não mudo" e aí cabe apenas às autoridades portuguesas ver se faz sentido avançar nesses moldes ou não.

Agora como o governo exige determinadas condições mas quando lhe interessa atropela essas regras, há que atirar areia para os olhos e arranjar desculpas.

E os clubes (Liga) também apanharam da cenoura do público na última jornada, que não interessava a ninguém, mas apanharam para poderem aparecer mais um pouco e no final tentarem arranjar uma saída limpa. É tudo politiquices. Tudo olhar para o umbigo
Subscrevo tudo o que dizes. Mas eu não disse ou se disse expressei-me mal que fizemos um favor à UEFA.
O que eu quis dizer com ceder foi no sentido do Sr. do geverno ter dito que tinha sido imposição da UEFA a presença de público. Tentou limpar a cara e acabou todo borrado com as desculpas que deu. Sendo bom para o País, não ponho isso em causa, tem na mesma que se sujeitar às mesmas regras que nós todos. Só há uma hipótese, ous as regras da UEFA ou as que temos cá no burgo. Assim há dois pesos e duas medidas...consoante dá jeito. Se é assim para um jogo de futebol então no resto...
A pandemia foi o teste ideal ao verdadeiro poder. O controlo total e imediato da população  em favor do "bem comum". Não sou negacionista nem pouco mais ou menos, mas isto, um jogo de futebol (seja final da competição mais importante a nível de clubes ou não) tem prioridade sobre  todos as regras definidas no país em nome do bem comum...seja ele qual for.
Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 17247


record.pt

SC Braga critica ausência de adeptos na final da Taça e aponta o dedo às autoridades

Revolta pelo facto de não haver público no jogo de Coimbra, face ao cenário oposto na final da Champions


O SC Braga insurgiu-se contra a desigualdade de critério que levou as autoridades a permitir a presença de público no Estádio do Dragão, para a final da Liga dos Campeões entre Chelsea e Manchester City, e a fechar a porta da final da Taça de Portugal aos apoiantes de Benfica e Sp. Braga.

"Faltar-nos-á, no entanto, algo absolutamente determinante na nossa ‘dinâmica de jogo’: a presença inigualável dos nossos adeptos. A Taça de Portugal é a prova na qual o calor humano mais é sentido. Do Minho ao Algarve, com passagem pelas ilhas, a conquista deste troféu faz sonhar todos os amantes do futebol. Por isso é que custa ainda mais entender a razão que leva à não existência de público no Estádio de Coimbra (nem que sejam os 10 por cento da praxe), isto na mesmíssima altura em que, no Estádio do Dragão, a UEFA se prepara para organizar a final da Liga dos Campeões com... público", refere o clube minhoto, através da newsletter semanal.

"O que separa os adeptos ingleses dos portugueses? Neste contexto específico, absolutamente nada. Todos os intervenientes neste jogo mereciam muito mais por parte das entidades competentes. Muito mais empenho, muito mais compreensão, muito mais clareza de ideias, muito maior igualdade, muito mais... respeito", lê-se ainda.

Por André Gonçalves

em: https://www.record.pt/futebol/futebol-nacional/liga-nos/sp--braga/detalhe/sp-braga-critica-ausencia-de-adeptos-na-final-da-taca-e-aponta-o-dedo-as-autoridades?ref=Sp.%20Braga_DestaquesPrincipais

mq23 Juvenis
  • **
  • 137


record.pt

SC Braga critica ausência de adeptos na final da Taça e aponta o dedo às autoridades

Revolta pelo facto de não haver público no jogo de Coimbra, face ao cenário oposto na final da Champions


O SC Braga insurgiu-se contra a desigualdade de critério que levou as autoridades a permitir a presença de público no Estádio do Dragão, para a final da Liga dos Campeões entre Chelsea e Manchester City, e a fechar a porta da final da Taça de Portugal aos apoiantes de Benfica e Sp. Braga.

"Faltar-nos-á, no entanto, algo absolutamente determinante na nossa ‘dinâmica de jogo’: a presença inigualável dos nossos adeptos. A Taça de Portugal é a prova na qual o calor humano mais é sentido. Do Minho ao Algarve, com passagem pelas ilhas, a conquista deste troféu faz sonhar todos os amantes do futebol. Por isso é que custa ainda mais entender a razão que leva à não existência de público no Estádio de Coimbra (nem que sejam os 10 por cento da praxe), isto na mesmíssima altura em que, no Estádio do Dragão, a UEFA se prepara para organizar a final da Liga dos Campeões com... público", refere o clube minhoto, através da newsletter semanal.

"O que separa os adeptos ingleses dos portugueses? Neste contexto específico, absolutamente nada. Todos os intervenientes neste jogo mereciam muito mais por parte das entidades competentes. Muito mais empenho, muito mais compreensão, muito mais clareza de ideias, muito maior igualdade, muito mais... respeito", lê-se ainda.

Por André Gonçalves

em: https://www.record.pt/futebol/futebol-nacional/liga-nos/sp--braga/detalhe/sp-braga-critica-ausencia-de-adeptos-na-final-da-taca-e-aponta-o-dedo-as-autoridades?ref=Sp.%20Braga_DestaquesPrincipais

Adianta de muito meter isso na newsletter quando damos palco a personagens que não tem o minimo respeito pelo desporto nacional na apresentação do livro do centenário do nosso clube..
Textos tão bonitos borrifados pela atitude ou falta dela da nossa direção.
AMartins
AMartins Equipa Principal
  • *****
  • 2995
Penso que o apoio à equipa antes e depois do jogo não está “proibido” tem é de ser feito de forma responsável.
Tendi em conta o histórico do comando distrital da PSP...fica tudo bem proibido
(S)oon(C)hampion(B)raga
(S)oon(C)hampion(B)raga Equipa Principal
  • *****
  • 5871
one of the guys some users love to hate here in the forum
Viriato
Viriato Juniores
  • ***
  • 552
E continua o troll cansado
(S)oon(C)hampion(B)raga
(S)oon(C)hampion(B)raga Equipa Principal
  • *****
  • 5871
E continua o troll cansado

o artolas... tu vives o SCB à tua maneira... eu vivo à minha... se não gostas não gostas... e calas a matraca que é o que fazes melhor...

se a tua visão é quadrada eu não tenho culpa... pode ser que um dia abras os olhinhos  ::) ::) ::) ::)
one of the guys some users love to hate here in the forum
 

Anuncios M
Anuncios M