Quantcast
11 do Centenário
You are using an outdated browser. For a faster, safer browsing experience, upgrade for free today.
Anuncios M
11 do Centenário
69 Respostas
6521 Visualizações
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
Joka32
Joka32 Iniciados
  • *
  • 86
  Re: 11 do Centenário
« Responder #40 em: 27 de Março de 2021, 18:52 »
Ext.: Karoglan

Só a ti jurei amor eterno! ❤️
Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 17247
  Re: 11 do Centenário
« Responder #41 em: 27 de Março de 2021, 21:51 »
Anuncios M
Anuncios M
Joka32
Joka32 Iniciados
  • *
  • 86
  Re: 11 do Centenário
« Responder #42 em: 29 de Março de 2021, 14:32 »
PL: Lima

Só a ti jurei amor eterno! ❤️
Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 17247
  Re: 11 do Centenário
« Responder #43 em: 29 de Março de 2021, 15:01 »
Anuncios V
ribas
ribas Juvenis
  • **
  • 206
  Re: 11 do Centenário
« Responder #44 em: 30 de Março de 2021, 09:26 »
Viva,
Para os que não têm memória curta e porque não consigo encontrar registo desse verão quente na net.
Não foi o Artur Jorge, juntamente com o Fernando Pires que rescindiram (com justa causa) por salários em atraso e foram para o rival espanhol?
Posso estar enganado,  mas a ser verdade, nunca o colocaria numa lista para jogadores do século do clube.
Isto independentemente de estar no seu direito e do Braga não ter tido comportamento digno de uma entidade patronal que se dê ao respeito. ( isto é para os mais novos que nem sabem o que são salários em atraso e lutas para não descer no nosso Braga desde o presidente João Gomes e Salvador).
NightHawk
NightHawk Equipa Principal
  • *****
  • 3624
  Re: 11 do Centenário
« Responder #45 em: 30 de Março de 2021, 09:44 »
Viva,
Para os que não têm memória curta e porque não consigo encontrar registo desse verão quente na net.
Não foi o Artur Jorge, juntamente com o Fernando Pires que rescindiram (com justa causa) por salários em atraso e foram para o rival espanhol?
Posso estar enganado,  mas a ser verdade, nunca o colocaria numa lista para jogadores do século do clube.
Isto independentemente de estar no seu direito e do Braga não ter tido comportamento digno de uma entidade patronal que se dê ao respeito. ( isto é para os mais novos que nem sabem o que são salários em atraso e lutas para não descer no nosso Braga desde o presidente João Gomes e Salvador).

Nem um nem outro jogaram no clube d'além Taipas. O Braga foi único clube do Artur em toda a sua carreira.
AMartins
AMartins Equipa Principal
  • *****
  • 2995
  Re: 11 do Centenário
« Responder #46 em: 30 de Março de 2021, 10:11 »
Viva,
Para os que não têm memória curta e porque não consigo encontrar registo desse verão quente na net.
Não foi o Artur Jorge, juntamente com o Fernando Pires que rescindiram (com justa causa) por salários em atraso e foram para o rival espanhol?
Posso estar enganado,  mas a ser verdade, nunca o colocaria numa lista para jogadores do século do clube.
Isto independentemente de estar no seu direito e do Braga não ter tido comportamento digno de uma entidade patronal que se dê ao respeito. ( isto é para os mais novos que nem sabem o que são salários em atraso e lutas para não descer no nosso Braga desde o presidente João Gomes e Salvador).
Pé Ligeiro
Pé Ligeiro Equipa Principal
  • *****
  • 13890
  Re: 11 do Centenário
« Responder #47 em: 30 de Março de 2021, 10:46 »
Respeitando os resultados da votação, não deixa de ser triste que os adeptos do nosso clube tivessem escolhido Lima em detrimento de Chico Gordo como ponta de lança. O Lima jogou apenas 2 épocas no Braga (mais 4 jogos), numa altura em que o Braga se classificou em 4º e 3º (2010/11 e 2011/12), enquanto que Chico Gordo jogou 5 épocas seguidas, numa altura em que a nossa equipa produzia menor volume ofensivo, criava menos oportunidades de golo e marcava menos golos. Nestas 5 épocas o nosso clube classificou-se em 7º, 8º, 4º, 4º e 8º. Nessas 5 épocas foram marcados 52 golos em média, em todas as competições. Nas épocas 2010/11 e 2011/12 foram marcados, em média, em todas as competições 80 golos.
Dos 164 golos obtidos nas 2 épocas, Lima marcou no total 40 golos, ou seja, Lima marcou 24,39% dos golos
Dos 261 golos obtidos nas épocas 75/76 a 79/80, Chico Gordo marcou 76. Chico Gordo marcou 29,12%

Minha conclusão:
Chico Gordo deu mais ao nosso clube:
- Marcou mais golos (76 contra 40);
- Jogou durante 5 épocas seguidas, enquanto que Lima jogou  2 épocas, mais 4 jogos de outra.
- Teve uma eficiência superior, 29,12% contra 24,39%

Isto leva-me a pensar que poderiam ter sido estabelecidos alguns critérios, mesmo que não fossem obrigatórios, que servissem para o eleitor refletir, sobre o que significa centenário. Centenário são 100 anos, não são os últimos 10 anos.
O exemplo do Quim (minha escolha) é ilustrativa de um dos critérios que deviam presidir à realização deste inquérito, que seria a ligação ao clube. Escolhi o Quim porque teve uma extensa ligação ao clube. Na minha opinião não foi o melhor guarda redes que esteve na baliza do Braga, mas foi aquele que mais suou a camisola pelo Braga e  no cômputo geral: qualidade + tempo de representação + dedicação ao clube + respeito pelo clube -  foi aquele que, em minha opinião merece ser eleito para guarda redes do centenário.
BRAGA SEMPRE MAIS!
Anuncios M
Anuncios M
Hawk
Hawk Juniores
  • ***
  • 477
  Re: 11 do Centenário
« Responder #48 em: 30 de Março de 2021, 11:14 »
Respeitando os resultados da votação, não deixa de ser triste que os adeptos do nosso clube tivessem escolhido Lima em detrimento de Chico Gordo como ponta de lança. O Lima jogou apenas 2 épocas no Braga (mais 4 jogos), numa altura em que o Braga se classificou em 4º e 3º (2010/11 e 2011/12), enquanto que Chico Gordo jogou 5 épocas seguidas, numa altura em que a nossa equipa produzia menor volume ofensivo, criava menos oportunidades de golo e marcava menos golos. Nestas 5 épocas o nosso clube classificou-se em 7º, 8º, 4º, 4º e 8º. Nessas 5 épocas foram marcados 52 golos em média, em todas as competições. Nas épocas 2010/11 e 2011/12 foram marcados, em média, em todas as competições 80 golos.
Dos 164 golos obtidos nas 2 épocas, Lima marcou no total 40 golos, ou seja, Lima marcou 24,39% dos golos
Dos 261 golos obtidos nas épocas 75/76 a 79/80, Chico Gordo marcou 76. Chico Gordo marcou 29,12%

Minha conclusão:
Chico Gordo deu mais ao nosso clube:
- Marcou mais golos (76 contra 40);
- Jogou durante 5 épocas seguidas, enquanto que Lima jogou  2 épocas, mais 4 jogos de outra.
- Teve uma eficiência superior, 29,12% contra 24,39%

Isto leva-me a pensar que poderiam ter sido estabelecidos alguns critérios, mesmo que não fossem obrigatórios, que servissem para o eleitor refletir, sobre o que significa centenário. Centenário são 100 anos, não são os últimos 10 anos.
O exemplo do Quim (minha escolha) é ilustrativa de um dos critérios que deviam presidir à realização deste inquérito, que seria a ligação ao clube. Escolhi o Quim porque teve uma extensa ligação ao clube. Na minha opinião não foi o melhor guarda redes que esteve na baliza do Braga, mas foi aquele que mais suou a camisola pelo Braga e  no cômputo geral: qualidade + tempo de representação + dedicação ao clube + respeito pelo clube -  foi aquele que, em minha opinião merece ser eleito para guarda redes do centenário.
Nunca vi jogar o Chico Gordo mas ja ouvi falar muito bem dele.. Outro jogador que ja me disseram que era muito bom também foi o Jorge Mendonça. Alguem se lembra dele? Pelo que me disseram era top com a bola nos pés, acho que nao estou a confundir.
Joka32
Joka32 Iniciados
  • *
  • 86
  Re: 11 do Centenário
« Responder #49 em: 30 de Março de 2021, 19:10 »
Treinador do Centenário: Domingos Paciência

Só a ti jurei amor eterno! ❤️
Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 17247
  Re: 11 do Centenário
« Responder #50 em: 30 de Março de 2021, 19:31 »
Anuncios G
Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 17247
  Re: 11 do Centenário
« Responder #51 em: 30 de Março de 2021, 19:40 »
ribas
ribas Juvenis
  • **
  • 206
  Re: 11 do Centenário
« Responder #52 em: 30 de Março de 2021, 20:21 »
Viva,
Para os que não têm memória curta e porque não consigo encontrar registo desse verão quente na net.
Não foi o Artur Jorge, juntamente com o Fernando Pires que rescindiram (com justa causa) por salários em atraso e foram para o rival espanhol?
Posso estar enganado,  mas a ser verdade, nunca o colocaria numa lista para jogadores do século do clube.
Isto independentemente de estar no seu direito e do Braga não ter tido comportamento digno de uma entidade patronal que se dê ao respeito. ( isto é para os mais novos que nem sabem o que são salários em atraso e lutas para não descer no nosso Braga desde o presidente João Gomes e Salvador).

Nem um nem outro jogaram no clube d'além Taipas. O Braga foi único clube do Artur em toda a sua carreira.

Ele não chegou a assinar pelo Vitória porque depois arrependeu-se e voltou atrás, mas quem se recorda desse verão quente de 1996 com o presidente Nuno Cunha deve lembrar-se desse episódio. Eu tenho quase a certeza que o Artur Jorge teve envolvido nessas pressões.
Tenho aqui até uma entrevista do Barroso sobre esse verão:

RECORD – A sua transferência para o FC Porto também tem uma história interessante, depois do chamado ‘verão quente’ de 96 em Braga. Como é que viveu essa altura?
BARROSO - Foram momentos muito complicados para o clube, mas eu estive sempre tranquilo. Nunca fui ingrato e sempre disse na altura ao presidente, que era o Nuno Cunha, que nunca sairia do Sp. Braga sem o clube ver a cor do dinheiro e a verdade é que isso aconteceu. Na altura, falava-se de alguns jogadores que iam rescindir contrato e isso abalou muito o clube. Não se falava de outra coisa na cidade, até porque dizia-se que alguns iam para o V. Guimarães. O ambiente era de ‘cortar à faca’, como se costuma dizer, mas no meu caso acabou por ser mais ou menos normal. Muitas pessoas que só querem o mal pensaram o contrário e tentaram pôr os sócios do Sp. Braga contra mim e depois tive a oportunidade de esclarecer tudo. Olhe, até foi numa entrevista ao Record...


R – Na altura, o que estava mesmo em causa?
B – Eram os ordenados em atraso, claro. O clube estava mesmo mal e havia jogadores com três ou quatro meses de ordenados em atraso e os jornais faziam manchetes dos que se dizia que iam rescindir, pois tinham justa causa para o fazer. Eu tinha interessados e alguns até do estrangeiro. Falava-se como sempre dos três grandes e lembro-me bem de um dia em que o presidente do Braga ligou-me às três da manhã a pedir-me para não rescindir, que lhe tinham dito que eu era um desses jogadores, mas que o clube podia ganhar algum dinheiro com a minha saída. Na altura, disse-lhe logo para ele ficar descansado, pois nunca faria isso. Nunca podia trair o meu clube do coração, onde aprendi tudo, fiz-me homem e jogador. Até lhe disse: "Presidente tenha calma que amanhã resolvemos isso, deixe-me mas é dormir e fique descansado!".

 

R - E ficou resolvido?
B - Claro que sim. Sou um homem de palavra e nunca faria isso. Acabei por ir para o FC Porto, mesmo assim, mas o Sp. Braga recebeu dinheiro pela transferência e essa é que foi a realidade do que se passou. O Benfica, segundo sei, só queria ‘pagar’ a minha saída com jogadores emprestados e eles não aceitaram, pois o clube estava obviamente a precisar de dinheiro. Aí provei o que costumo dizer, pois quando se gosta de um clube tem de se demonstrar com atitudes e atos e não com palavras, porque as palavras leva-as o vento... Na altura, o Pinto da Costa gostou muito dessa minha atitude e também foi correto na forma como geriu as coisas com o Sp. Braga. Ao longo da minha vida nunca fui de atraiçoar ninguém e disso, como todos sabemos, há muito no futebol. É o que há mais!
Somos Braga! Equipa Principal
  • *****
  • 1760
  Re: 11 do Centenário
« Responder #53 em: 30 de Março de 2021, 20:24 »
Treinador do Centenário: Domingos Paciência


É justo!!

Não foi o melhor treinador que tivemos. Jesus, Abel, Carvalhal, Jardim, Amorim ou Fonseca são na minha opinião melhores.

Também não ganhou nenhum troféu para o clube, mas, foi aquele que verdadeiramente nos fez sonhar! Duas épocas inesquecíveis, para a história.

Parabéns Domingos!!

Enviado de meu POT-LX1 usando o Tapatalk

O verdadeiro adepto vê-se nas derrotas!
suiçabraga Juvenis
  • **
  • 217
  Re: 11 do Centenário
« Responder #54 em: 31 de Março de 2021, 11:03 »
Artur Jorge, só por comédia enfim, defesa esquerdo João Cardoso, perrichon é ridículo esquecer este grande jogador que nos deu a primeira taça de Portugal...
Mac
Mac Juvenis
  • **
  • 160
  Re: 11 do Centenário
« Responder #55 em: 31 de Março de 2021, 11:34 »

Nem um nem outro jogaram no clube d'além Taipas. O Braga foi único clube do Artur em toda a sua carreira.
[/quote]

O Artur Jorge jogou uma época no Penafiel (onde acabou a carreira de jogador)

NightHawk
NightHawk Equipa Principal
  • *****
  • 3624
  Re: 11 do Centenário
« Responder #56 em: 31 de Março de 2021, 12:28 »

Nem um nem outro jogaram no clube d'além Taipas. O Braga foi único clube do Artur em toda a sua carreira.

O Artur Jorge jogou uma época no Penafiel (onde acabou a carreira de jogador)

Oh, nem conta... 1 jogo e já em final de carreira.

Sobre o verão quente e em resposta ao Ribas, sim eu lembro-me disso também, mas ninguém sabe o que realmente se passou. Aquilo que se sabe de certeza é que o clube estava nas lonas, não tinha dinheiro para mandar cantar um cego e devia meses de ordenados. Falou-se sim que iam "todos" para além Taipas mas foram rumores, até porque por exemplo quer o Barroso quer o Artur sempre foram conotados com os grandes, por isso a saírem dificilmente escapariam a um deles. O exemplo foi o Barroso que saiu mesmo para o Porto e a sua venda acabou por dar o fôlego necessário. Não sabemos se houve jogadores a forçarem a saída ou a ameaçarem com ela ou se calhar a usarem isso como bluff para forçarem a direcção resolver a situação. O que sabemos é que no fim o Artur e outros ficaram no Braga.

O Artur não foi um portento como central, apesar de ser forte, duro na marcação e uma voz de comando, acho que tivemos outros com mais qualidade como o Moisés, o Dito, o Nem ou até o Rodriguez, mas o Artur tinha 2 coisas que são inatacáveis: o amor ao clube e o exemplo que sempre foi como capitão de equipa. E tendo em conta tudo o que deu ao clube, sendo inclusivamente jogador de um clube só, o nosso, é perfeitamente normal que possa também ele estar no 11 do século. Tal como aceitaria que o Zé Nuno pudesse ter estado também no mesmo 11 (no lugar do Goiano), exatamente pelas mesmas razões.

JR1477 Equipa Principal
  • *****
  • 2039
  Re: 11 do Centenário
« Responder #57 em: 31 de Março de 2021, 13:14 »
Nessa história do Verão Quente houve muitos rumores, mas o único que acabou por se portar mal e sair foi o Fernando Pires, que até hoje nunca mais conseguiu aproximar-se do Braga.
Diz-se que ele e o Artur Jorge iam para Guimarães,  mas depois o Braga conseguiu equilibrar-se e segurar o Artur. O Pires insistiu em sair mas depois o Guimarães desistiu e ele ficou pendurado. Ainda foi um ano para o Marítimo mas depois foi sempre a descer... Podia ter jogado mais uns anos no Braga, e acabou a jogar meia dúzia de anos na segunda divisão... Bem feito!
ribas
ribas Juvenis
  • **
  • 206
  Re: 11 do Centenário
« Responder #58 em: 31 de Março de 2021, 15:06 »
Nessa história do Verão Quente houve muitos rumores, mas o único que acabou por se portar mal e sair foi o Fernando Pires, que até hoje nunca mais conseguiu aproximar-se do Braga.
Diz-se que ele e o Artur Jorge iam para Guimarães,  mas depois o Braga conseguiu equilibrar-se e segurar o Artur. O Pires insistiu em sair mas depois o Guimarães desistiu e ele ficou pendurado. Ainda foi um ano para o Marítimo mas depois foi sempre a descer... Podia ter jogado mais uns anos no Braga, e acabou a jogar meia dúzia de anos na segunda divisão... Bem feito!

Como já referi no post anterior acho que o Artur Jorge tinha todo o direito em rescindir porque o Braga tinha salários em atraso. E até percebo que se tenha arrependido e voltado atrás perante um cenário do Vitória ter roído a corda (até porque houve muita pressão na atura para não acontecer o mesmo que o Sporting tinha feito ao Benfica uns anos antes e que estaria a "equilibrar" a balança na relação clube - jogador, leia-se entidade patronal - funcionário.
Mas tal como ele, estava todo o plantel. Até dei o exemplo do Barroso, que tinha muito mais mercado que o Artur Jorge e demonstrou o seu braguismo ao esperar pela transferência para o FCP com compensação financeira para o clube.
Em resumo, e na minha humilde opinião, acho que não basta ser bom jogador para automaticamente se incluir um atleta numa shortlist para melhores do centenário.
Temos, também, de analisar o comportamento do atleta fora do relvado e nesse campo o Artur não esteve à altura de uma referência centenária do nosso clube.
ribas
ribas Juvenis
  • **
  • 206
  Re: 11 do Centenário
« Responder #59 em: 31 de Março de 2021, 15:27 »

Nem um nem outro jogaram no clube d'além Taipas. O Braga foi único clube do Artur em toda a sua carreira.

O Artur Jorge jogou uma época no Penafiel (onde acabou a carreira de jogador)

Oh, nem conta... 1 jogo e já em final de carreira.

Sobre o verão quente e em resposta ao Ribas, sim eu lembro-me disso também, mas ninguém sabe o que realmente se passou. Aquilo que se sabe de certeza é que o clube estava nas lonas, não tinha dinheiro para mandar cantar um cego e devia meses de ordenados. Falou-se sim que iam "todos" para além Taipas mas foram rumores, até porque por exemplo quer o Barroso quer o Artur sempre foram conotados com os grandes, por isso a saírem dificilmente escapariam a um deles. O exemplo foi o Barroso que saiu mesmo para o Porto e a sua venda acabou por dar o fôlego necessário. Não sabemos se houve jogadores a forçarem a saída ou a ameaçarem com ela ou se calhar a usarem isso como bluff para forçarem a direcção resolver a situação. O que sabemos é que no fim o Artur e outros ficaram no Braga.

O Artur não foi um portento como central, apesar de ser forte, duro na marcação e uma voz de comando, acho que tivemos outros com mais qualidade como o Moisés, o Dito, o Nem ou até o Rodriguez, mas o Artur tinha 2 coisas que são inatacáveis: o amor ao clube e o exemplo que sempre foi como capitão de equipa. E tendo em conta tudo o que deu ao clube, sendo inclusivamente jogador de um clube só, o nosso, é perfeitamente normal que possa também ele estar no 11 do século. Tal como aceitaria que o Zé Nuno pudesse ter estado também no mesmo 11 (no lugar do Goiano), exatamente pelas mesmas razões.

Entendo a tua argumentação, mas não concordo com a parte do amor ao clube. Sobretudo pelo impacto que teve nos adeptos. No meu caso, foi um trauma de juventude :-) para ainda me lembrar vagamente do que aconteceu há 25 anos. (isto sem uma linha escrita sobre o tema na net).
Pode ser que seja o único a pensar assim.
Se for preciso os adeptos do Sporting são os primeiros a escolher o Figo como atleta de referência do clube e inclusivé considerarem-no para presidente, apesar de ter saído a custo zero e prejudicado significativamente o clube. E isto para não falar, mais tarde, da saída do Barça para o Real. Para mim, são bons jogadores, mas não são referência para ninguém.
 

Anuncios M
Anuncios M