Quantcast
Equipa Sub-23 - Época 2020/2021 - Taça Revelação - FINAL - SC BRAGA 1-2 ESTORIL- 11-05-2021 - 15H00
You are using an outdated browser. For a faster, safer browsing experience, upgrade for free today.
Anuncios M
Equipa Sub-23 - Época 2020/2021 - Taça Revelação - FINAL - SC BRAGA 1-2 ESTORIL- 11-05-2021 - 15H00
195 Respostas
31822 Visualizações
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
NightHawk
NightHawk Equipa Principal
  • *****
  • 3667
A diferença de idades nesta escalão pesa muito, mas é assim que os miúdos crescem mais rápido.
Temos vários jogadores nesta equipa que podem vir a dar muito ao clube. Rodrigo Gomes, Hornicek e Buta têm um potencial ENORME.
Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 17768

Estoril Praia vence SC Braga e conquista Taça Revelação

Canarinhos asseguram a dobradinha, com triunfo por 2-1 diante dos arsenalistas


O Estoril Praia conquistou hoje a Taça Revelação sub-23 de futebol, ao vencer o SC Braga (2-0), fazendo a dobradinha, já que conquistou a Liga Revelação.

Num jogo em que o SC Braga começou melhor, procurando desde os minutos iniciais o golo, foi o Estoril que conseguiu controlar a partida depois de inaugurar o marcador.

Logo aos dez minutos, numa jogada pela direita, Rodrigo Gomes desmarcou-se e rematou para defesa de Jota Oliveira.

O mesmo Rodrigo Gomes voltou a ter uma grande oportunidade para colocar os bracarenses em vantagem. Num cruzamento de Leonardo Buta na esquerda, o médio ala saltou mais alto do que todos, mas o cabeceamento saiu muito ao lado.

Contra a tendência do jogo, o Estoril Praia teve um lance de contra-ataque, ficando a bola perdida no meio da defesa. Gilson conseguiu segurar o esférico, mas foi derrubado na área por Eduardo Ribeiro.

Na conversão da grande penalidade, aos 39 minutos, Afonso Valente inaugurou o marcador.

Aos 43 minutos, Elias Achouri isolou-se, mas acabou por atrapalhar-se e deixou-se antecipar pelos defesas do Braga, perdendo oportunidade para aumentar a vantagem.

O golo inverteu o rumo do jogo, passando o Estoril Praia a pressionar mais o seu adversário e a empurrá-lo para o seu reduto.

A vencer, os canarinhos procuraram ‘matar’ o jogo cedo. O domínio continuou, mas o Braga deu luta e procurou chegar ao empate, o que poderia ter sucedido aos 71 minutos, se o árbitro marcasse uma grande penalidade reclamada pelos homens do Braga, por alegada mão na bola.

O árbitro mandou seguir e quase na jogada seguinte o Estoril Praia fez o 2-0.

Na sequência de um livre de Chiquinho, Lucho Vega, aos 74 minutos, apareceu no centro da área e cabeceou de cima para baixo, colocando a bola no fundo da baliza de Lucas Hornicek.

Já depois do tempo regulamentar, o Braga ainda beneficiou de uma grande penalidade, por mão na bola. Hernâni Infande marcou, mas já não houve tempo para ir atrás do empate.

Ficha de jogo

Jogo no Estádio Dr. Magalhães Pessoa, em Leiria
Estoril Praia- SC Braga, 2-1
Ao intervalo: 1-0

Marcadores:
1-0, Afonso Valente, 39 minutos (grande penalidade)
2-0, Lucho Vega, 74
2-1, Hernâni Infande, 90+4 (grande penalidade)

Equipas:

- Estoril Praia:
Jota Oliveira, Tiago Manso (João Castro, 79), Bernardo Vital, Volnei Fletes, Lucas Silva, Lucho Vega (Ruben Pina, 79), Afonso Valente (Lucas Macula, 89), Gustavo Klismahn, Chiquinho, Gilson Benchimol (Miguel Veríssimo, 89), Elias Achouri (Diogo Baptista, 66).
(Suplentes: Sandro Conceição, Douglas Aurélio, Armin Hodzic, Lucas Macula, Paulinho, Diogo Batista, João Castro, Vasco Oliveira, João Dias, Serginho, Miguel Veríssimo e Ruben Pina)
Treinador: Vasco Botelho da Costa

- SC Braga: Lucas Hornicek, Diogo Fonseca, Guilherme Soares, Miguel Vilela (Luís Asué, 77), Bernardo Caldeira (David Veiga, 60), Pedro Santos (Yan Said, 60), Jean Baptiste (Bruno Pelegrini, 80), Leonardo Buta, Rodrigo Gomes (Diogo Vieira, 77), Hernâni Infande e Eduardo Ribeiro.
(Suplentes: Rui Ribeiro, José Pedro, Diogo Vieira, Yan Said, Bruno Pelegrini, David Veiga, Miguel Falé, Luís Asué, Nuno Cunha, Nuno Sualehe, André Ferreira e Nuno Teixeira)
Treinador: Artur Jorge

Árbitro: José Bessa (AF Porto)

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Tiago Manso (8), Lucho Vega (15), Miguel Vilela (38), Diogo Fonseca (63), Gustavo Klismahn (69), Yan Said (90+1)

Assistência: Jogo à porta fechada devido à pandemia de covid-19.

em: https://bancada.pt/artigos/portugal/estoril-praia-vence-sc-braga-e-conquista-taca-revelacao
Anuncios M
Anuncios M
Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 17768

"Arbitragem na Taça Revelação só pode fazer corar de vergonha a FPF"

SC Braga critica trabalho de José Bessa e pede evolução urgente no setor da arbitragem


O Estoril venceu o SC Braga por 2-1, em jogo da final da Taça Revelação, garantindo a 'dobradinha', num encontro realizado nesta tarde, no Estádio Magalhães Pessoa, em Leiria. Os canarinhos adiantaram-se no marcador na conversão de uma grande penalidade, aos 39 minutos, e ampliaram a vantagem aos 74 minutos, já depois de muitos protestos dos minhotos, que reclamaram diversas decisões de arbitragem. 

Os minhotos reduziram a desvantagem aos 95 minutos, também de penálti, mas já não tiveram mais tempo para repor a igualdade, o que levou à conquista da equipa do Estoril. 

Depois do encontro, o diretor de Comunicação do SC Braga criticou o juiz da partida. "A arbitragem de José Bessa na Taça Revelação só pode fazer corar de vergonha a FPF", escreveu Alexandre Carvalho.

"Duas grandes equipas em campo e uma que apenas soube estragar o jogo, prejudicando gravemente o SC Braga. Se queremos que os jovens evoluam, temos de fazer o mesmo com a arbitragem. Urgentemente", acrescenta aquele responsável.

em: https://bancada.pt/artigos/portugal/arbitragem-na-taca-revelacao-so-pode-fazer-corar-de-vergonha-a-fpf
Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 17768
Anuncios V
bstrider
bstrider Equipa Principal
  • *****
  • 1810
Com a promoção do Artur Jorge à equipa B, será que o Custódio vai voltar para treinar os sub-23?
Rondo
Rondo Equipa Principal
  • *****
  • 1016
A identidade constrói-se também assim. Nas principais 4 equipas, os 4 treinadores são ex-jogadores do clube. Feliz por ver o Custódio a ser "reabilitado", e de volta a onde pertence.
"100% de respeito e 0% de medo"
GALEGO
GALEGO Equipa Principal
  • *****
  • 4711
A identidade constrói-se também assim. Nas principais 4 equipas, os 4 treinadores são ex-jogadores do clube. Feliz por ver o Custódio a ser "reabilitado", e de volta a onde pertence.

OK!. Concordo plenamente
https://www.rbtribuna.com
( Buscar : S.C.BRAGA )
Anuncios M
Anuncios M
Pé Ligeiro
Pé Ligeiro Equipa Principal
  • *****
  • 13934
A identidade constrói-se também assim. Nas principais 4 equipas, os 4 treinadores são ex-jogadores do clube. Feliz por ver o Custódio a ser "reabilitado", e de volta a onde pertence.

Essa parte é importante, mas acima de tudo, o mais importante é a competência. Quanto a isto, tenho dúvidas que a solução encontrada seja melhor do que a que existia. O Artur Jorge saiu da equipa S23 para treinar a equipa B e entra o Custódio para aos S23. Considero o Vasco Faísca mais treinador do que Artur Jorge. A somar a isto,  até à data, o Custódio não mostrou nada que possa indiciar estar ali um potencial bom treinador. No pouco tempo em que esteve a treinar a equipa A, numa decisão precipitada do Salvador, não mostrou qualquer competência, antes pelo contrário. Por tudo isto, até prova em contrário, ficamos a perder. Como o futebol está cheio de surpresas, resta ter esperança que saia daqui uma boa surpresa.
BRAGA SEMPRE MAIS!
bstrider
bstrider Equipa Principal
  • *****
  • 1810
A identidade constrói-se também assim. Nas principais 4 equipas, os 4 treinadores são ex-jogadores do clube. Feliz por ver o Custódio a ser "reabilitado", e de volta a onde pertence.

Essa parte é importante, mas acima de tudo, o mais importante é a competência. Quanto a isto, tenho dúvidas que a solução encontrada seja melhor do que a que existia. O Artur Jorge saiu da equipa S23 para treinar a equipa B e entra o Custódio para aos S23. Considero o Vasco Faísca mais treinador do que Artur Jorge. A somar a isto,  até à data, o Custódio não mostrou nada que possa indiciar estar ali um potencial bom treinador. No pouco tempo em que esteve a treinar a equipa A, numa decisão precipitada do Salvador, não mostrou qualquer competência, antes pelo contrário. Por tudo isto, até prova em contrário, ficamos a perder. Como o futebol está cheio de surpresas, resta ter esperança que saia daqui uma boa surpresa.

E quando esteve nos sub-17?
NightHawk
NightHawk Equipa Principal
  • *****
  • 3667
Se os campeonatos de sub-17 e sub-19 não têm terminado devido à pandemia, se calhar o Custódio e o Artur tinham sido campeões. Em sub-19 fomos claramente melhores que o Porto na fase regular e com os sub-17 estávamos num grande momento (8v consecutivas) e íamos lutar pelo título no torneio final em ambos os escalões, coisa que na nossa história é rara. Sim, eles têm competência, o Artur no ano passado fez um bom campeonato nos sub-23 com uma equipa praticamente toda composta por sub-19.
« Última modificação: 08 de Julho de 2021, 09:52 por NightHawk »
Anuncios G
rpo.castro
rpo.castro Equipa Principal
  • *****
  • 14142
O Custódio, com o pouco tempo que tinha de treinador (e nunca de seniores) entrar no momento em que entra, realmente foi um choque ter falhado.

Quanto à competência estar primeiro que ser do clube na escolha do treinador, estou de acordo. Agora chamar incompetentes aos que cá estou tornou-se uma modo por estes lados.
Quem não sente não é filho de boa gente.
100%SCB Equipa Principal
  • *****
  • 6796
  • Quando o erro for só erro o SC Braga será campeão!
Se formos por aí, o Vasco Faísca na equipa B também pouca competência demonstrou.
Sempre que o nível subia um bocado (Pevidém, Anadia e Trofense este ano e Fafe, Vizela e Guimarães B (destes não sei se chegou a jogar com todos) ano passado), a equipa B tinha muitas dificuldades em ganhar um jogo ou até discutir o jogo.

O Artur Jorge sempre teve resultados bons (pelo menos numa desiludiu) e um futebol, não muito trabalhado, mas de nível bastante aceitável.
O Custódio tem muito pouca experiência, inclusive nem tinha começado bem nos sub17, mas depois chegou até a alterar o modelo de jogo e teve resultados excelentes.
« Última modificação: 08 de Julho de 2021, 10:28 por 100%SCB »
FORÇA BRAGA
Pé Ligeiro
Pé Ligeiro Equipa Principal
  • *****
  • 13934
Se os campeonatos de sub-17 e sub-19 não têm terminado devido à pandemia, se calhar o Custódio e o Artur tinham sido campeões. Em sub-19 fomos claramente melhores que o Porto na fase regular e com os sub-17 estávamos num grande momento (8v consecutivas) e íamos lutar pelo título no torneio final em ambos os escalões, coisa que na nossa história é rara. Sim, eles têm competência, o Artur no ano passado fez um bom campeonato nos sub-23 com uma equipa praticamente toda composta por sub-19.

A análise que deve ser feita, deverá ser comparativa em toda a sua dimensão e isso implica analisar se com a mudança que existiu, saída de Vasco Faísca, com a entrada de Custódio para os S23 e a passagem de A. Jorge para a B, é melhor solução do que a que tínhamos, com Artur Jorge nos S23 e Vasco Faísca na B.
BRAGA SEMPRE MAIS!
Pé Ligeiro
Pé Ligeiro Equipa Principal
  • *****
  • 13934
O Vasco Faísca na equipa B também pouca competência demonstrou.
Sempre que o nível subia um bocado (Pevidém, Anadia e Trofense este ano e Fafe, Vizela e Guimarães B (destes não sei se chegou a jogar com todos) ano passado), a equipa B tinha muitas dificuldades em ganhar um jogo ou até discutir o jogo.

O Artur Jorge sempre teve resultados bons (pelo menos numa desiludiu) e um futebol, não muito trabalhado, mas de nível bastante aceitável.
O Custódio tem muito pouca experiência, inclusive nem tinha começado bem nos sub17, mas depois chegou até a alterar o modelo de jogo e teve resultados excelentes.

Aqui seria importante mencionar os jogadores importantes de que se viu privado, por terem sido utilizados pela equipa A - Bruno Rodrigues, Hernâni, Vítor Oliveira
« Última modificação: 08 de Julho de 2021, 10:35 por Pé Ligeiro »
BRAGA SEMPRE MAIS!
A4
A4 Equipa Principal
  • *****
  • 1766
  • Braga Sempre!
Por acaso dos jogos que vi do Braga B com Faísca este ano que terminou sempre achei que pouco jogávamos... simplesmente ganhávamos na primeira fase porque estávamos numa série fraquíssima com equipas que duvido que lutassem pela subida na Pró-Nacional AF Braga, assim à cabeça como Águias do Vimioso ou Cerveira, a qualidade individual era tão discrepante que a equipa nem precisava de se esforçar para ganhar os jogos com relativa facilidade.

Isso acabou por ser mau para a equipa porque se acomodou e pouco ou nada evoluiu ao longo do campeonato, chegando a fase final sem se quer se conseguir equiparar ao nível das outras equipas do grupo (que não eram nada de mais). Tivemos alguma sorte na série que calhamos (quanto a mim a série mais fraca do CNS, talvez só comparada com a série do Algarve e Alentejo), tivéssemos calhado na série B (onde estava Guima B, Fafe, Pevidém ou Felgueiras) e teria sido bem mais puxado, mas também tinha sido melhor devido a exigência.

Perdeu alguns jogadores para a equipa A, mas mesmo quando esses estavam na equipa B, o futebol estava longe de deslumbrar e o fio de jogo também era muito pouco.
 

Anuncios M
Anuncios M