Quantcast
NOTÍCIAS DO SPORTING CLUBE DE BRAGA
You are using an outdated browser. For a faster, safer browsing experience, upgrade for free today.
NOTÍCIAS DO SPORTING CLUBE DE BRAGA
13878 Respostas
808273 Visualizações
0 Membros e 3 Visitantes estão a ver este tópico.
Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 27559
  Re: Notícias, comentários relativos ao Plantel/Jogadores/Staff do SC Braga
« Responder #140 em: 26 de Abril de 2020, 11:39 »
Só falta o carimbo! O menu Canal 11 para este domingo

Admita: o futebol já faz falta. Aquela relva deixa saudades, mas por agora as batalhas são outras. E por isso, ao longo desta quarentena, o Canal 11 tem transmitido alguns dos melhores jogos europeus de FC Porto, Benfica, Sporting e SC Braga. O zerozero vai trazer-lhe, diariamente, os jogos com que pode contar nesta quarentena.

Não há mesmo quem pare estas equipas portuguesas nesta Liga Europa absolutamente histórica. O FC Porto está a um passo da final, o SC Braga está a um passo das meias e o Benfica também continua em prova! Para as duas equipas do Norte só falta o carimbo, depois de resultados muito positivos na primeira mão.

No Dragão, o FC Porto goleou o Villarreal e vai ao El Madrigal com uma vantagem de quatro golos, praticamente com os dois pés em Dublin; em Kiev, o SC Braga de Domingos conseguiu um importante empate com golos. Para seguir para as meias, os arsenalistas precisam apenas de um nulo...

Domingo, 26 de abril

17h30: Villarreal x FC Porto (2011)
22h45: SC Braga x Dínamo Kiev (2011)

em: https://www.zerozero.pt/news.php?id=283227
Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 27559
  Re: Notícias, comentários relativos ao Plantel/Jogadores/Staff do SC Braga
« Responder #141 em: 26 de Abril de 2020, 11:47 »
TESTES COM TESULTADO NEGATIVO

Na sequência dos dois testes efetuados aos jogadores, treinadores e staff de apoio à logística da equipa principal de futebol, o SC Braga comunica que todos os resultados foram negativos, tanto no teste de infeção (zaragatoa/PCR) como no teste serológico de imunidade (IgC/IgM).

Os resultados obtidos permitem que todos os elementos possam reintegrar os trabalhos na Cidade Desportiva, já a partir desta segunda-feira, com o regresso da equipa principal aos treinos individuais e com amplas medidas de proteção do grupo de trabalho.

A operação de rastreio do plantel, dos técnicos e dos funcionários esteve a cabo do Laboratório de Análises Clínicas S. Lázaro, entidade externa e certificada para o efeito.

Recorde-se que o SC Braga elaborou um exaustivo protocolo de retoma, explicado também pelo Diretor Clínico, Dr. Vítor Moreira, e que aponta o Clube como um exemplo no regresso à atividade desportiva e no respeito para com todas as normas de segurança.

Na segunda-feira, e como já foi informado, o plantel será dividido em dois grupos e com sessões marcadas para as 9h30 e as 11h15, utilizando os sete campos à disposição na Cidade Desportiva, estrutura dedicada em exclusivo à equipa principal de futebol e onde não será permitida a entrada de qualquer elemento externo à mesma.

Plantel, treinadores e staff voltarão a ser testados antes da transição para a fase de treinos coletivos.

 
em: www.scbraga.pt
Anuncios M
Anuncios M
Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 27559
  Re: Notícias, comentários relativos ao Plantel/Jogadores/Staff do SC Braga
« Responder #142 em: 27 de Abril de 2020, 12:35 »
Irmãos Horta no Maisfutebol: os «safanões» de Ricardo ao «espalha-brasas» do André

Ricardo e André, os irmãos Horta, agora juntos no Sp. Braga, estiveram numa animada conversa com o Maisfutebol, através do Instagram. Com pouco mais dois anos de diferença, os dois irmãos cresceram num ambiente de extrema competitividade, a puxarem um pelo outro, desde o futebol, naturalmente, mas também no futsal, basquetebol, ping pong e ténis. Bastou lançar o tema e o duelo, ao despique, chegou a ser tenso, mas sempre divertido e com fair-play.

A conversa, conduzida por João Paiva, começou com alguns problemas  técnicos, com Ricardo a sentir dificuldades em juntar-se ao direto do Instagram. Uma oportunidade que André não deixou passar em claro para meter a primeira farpa no irmão mais velho. «Ele especializou-se mais em fazer filhas do que propriamente com as novas tecnologias. Tecnologias é bola para ele, perdeu muito tempo a fazer filhas. É um rapaz regular, ano sim, ano não, faz uma filha, todos os anos faz golos, é um gajo regular», começou por destacar o delfim da família.

Ricardo respondeu à letra, como irmão mais velho. «Tirei um mestrado em fazer filhas. Como o meu irmão não tem filhos, tem inveja. É, aliás, o meu pior filho. Ele vive connosco, é o meu pior filho, o que dá mais problemas. Ele é mais sentimental do que eu, deve estar com saudades minhas», respondeu.

Estava lançado o tema da forte competitividade entre os irmãos Horta.

«Desde muito cedo, como temos uma diferença pequena, de apenas dois anos, houve sempre uma grande competição em todos os desportos que fazíamos. Tivemos sorte de termos espaço para jogar futebol, tínhamos um cesto de basket, mesa de ping-pong na garagem. Mas as vitórias, invariavelmente, caíam sempre para o irmão mais velho. No ping pong posso dizer que era onde ele dava mais luta, mas as vitórias caíam sempre para mim. Chegávamos a fazer Grand Slam de ping pong, quem ganhasse cinco jogos é que vencia. Tenho mais Grand Slam do que ele», explicou Ricardo.

André tem uma memória da infância bem diferente, pelo menos no que diz respeito ao ping pong. «No ping pong ele não tinha hipótese. Era uma coisa absurda. Eu treinava na escola e à noite chegava a casa e ganhava-lhe», recorda.

Ricardo ouviu e pediu a João Paiva para falar de ténis e para recordar uma história em que o jovem André, com dificuldades em servir diante do irmão, acabou por fugir do court. «Apesar da diferença de idade ser pouca, ainda são dois anos. Quando eu tinha dez ele já tinha doze, aí a diferença de força notava-se. Houve uma vez que fui a correr para cada. Abandonei o jogo. Não conseguia jogar mais. Era um mau perder por não conseguir fazer uma coisa que ele já fazia bem. Ele precisava de mim para jogar, mas arranquei e fui direito à garagem. Vingava-me no ping pong. Mesmo no ping pong era equilibrado, eu acho que ganhei mais vezes, mas era equilibrado. Era, sobretudo, intenso. Acabávamos de jogar e tínhamos de ir tomar banho. Era como se estivéssemos uma hora a jogar futebol no ringue», conta André.

André cresceu e acabou por recuperar a diferença no ténis para o irmão, pelo menos é o que conta. «No início ele ganhou-me mais vezes, mas depois equilibrei. O ténis é o meu desporto preferido e tive de começa a praticar mais. Ténis é apaixonante para mim. Quando comecei a jogar já jogava futebol há dois ou três anos, no Benfica, e acabei por não mudar. Mas é aquele desporto que não me cansa, consigo estar duas ou três horas a jogar. O futebol é a minha profissão, sei que posso ser muito bom a jogar futebol, mas no ténis ia ser apenas mais um», destaca o mais jovem dos Hortas.

Nesta modalidade, apesar da paixão que tem pelo ténis, André reconhece que Ricardo era, de facto, melhor. «Ele tinha muito jeito. Participámos em torneios para adultos e ele limpou três, incluindo um a mim na final. Depois, com o passar do tempo, foi deixando de jogar. Principalmente quando foi para Málaga. Separámos-nos e deixámos de fazer tantas coisas juntos. Mas ele tinha muito jeito. Mas agora pergunta-lhe pelo futsal...».

Então e no Futsal, Ricardo? «Ele começou por dizer que era o melhor em quase tudo, depois disse que abandonou o ténis e que, afinal, no ping pong era taco-a-taco. Agora veio falar no futsal? É um jogo quase idêntico ao futebol, mas mais curto, mas acho que ele tem boas impressões minhas no futsal. Fizemos apenas um jogo um contra o outro e, que eu me lembre, ele ganhou. Ele lança boatos para as pessoas pensarem que ele sai por cima nas competições, mas na verdade acaba por dizer que eu sou melhor do que ele», responde Ricardo.

No futebol, há menos dúvidas, com André a dar de imediato a taça ao irmão. «É ele o melhor. Aliás, tem provado época após época que é ele. O que é que eu posso dizer? Os números falam por si», assume André. Ricardo concorda. «Sim, ele não é mentiroso. Ele também é bonzinho no futebol, faz uns bons passes», acrescenta.

André, apesar de tudo, reconhece a liderança do irmão. «Ele disse que eu era o filho mais difícil de educar, mas acho que já não dou tantos problemas. É sempre ele que vem dar aquele safanão para abrir a pestana e acordar quando é preciso», reconhece.

Ricardo assume, claramente, o papel de irmão mais velho. «Se é difícil para mim, imagina para os meus pais. Ele é mais espalha-brasas. Penso que é a expressão indicada para o caracterizar. Fala muito, mete-se muito e, às vezes, faz coisas sem pensar e eu estou lá para lhe dar uns safanões e metê-lo na ordem. Faz parte do papel de irmão mais velho», destaca ainda Ricardo.

em: https://maisfutebol.iol.pt/sp-braga/ricardo-horta/irmaos-horta-no-maisfutebol-os-safanoes-de-ricardo-ao-espalha-brasas-do-andre


André Horta e o regresso a Braga: o reencontro com o irmão e o telefonema de Salvador

André Horta contou, numa conversa com o irmão, Ricardo, no Instagram do Maisfutebol, o que o levou a regressar a Braga depois de duas temporadas no Los Angels FC, nos Estados Unidos. O médio começa por contar que a possibilidade de jogar na mesma equipa do irmão foi determinante, mas também revela que a persistência do presidente António Salvador, que o tentou contratar ainda antes de se estrear na Major League Soccer (MLS), também teve peso na sua opção.

Depois de duas temporadas na MLS, em que jogou pouco, André Horta estava determinado em regressar a Portugal e quando surgiu a oportunidade de se juntar ao irmão em Braga, não pensou duas vezes. A possibilidade de poder voltar a estar junto do irmão mais velho teve um peso determinante.

«Cem por cento. Era a prioridade. Por todo um conjunto de fatores, mas o maior foi sempre ele», começa por contar, antes de revelar também a interferência de António Salvador. «Uma palavra também para o presidente, nunca perdemos contato. É uma pessoa muito próxima, dou-me muito bem com ele, com as devidas distâncias, ele como presidente, eu como jogador, mas nunca perdemos contato, o que também foi importante», acrescentou.

André Horta já tinha jogado no Sp. Braga, por empréstimo do Benfica, antes de ser vendido pelo clube da Luz, em 2018, ao Los Angeles FC.  O médio viajou para os Estados Unidos em junho, já a meio da temporada, sabendo que não poderia jogar antes de agosto, altura em que a sua inscrição estaria regularizada na liga norte-americana. A ideia era ambientar-se ao país antes de começar a jogar. Foi nessa altura que foi surpreendido por um telefonema de António Salvador.

«Lembro-me que estava lá há um mês, tinha ido em junho, só podia ser inscrito a 10 de agosto, mas fui antes para me adaptar. Ele viu que ainda não tinha feito nenhum jogo e ligou-me. Foste para aí para não jogar? Olha que o mercado aqui só fecha a 31 de agosto, ainda vamos a tempo de voltares. Eu já tinha sido convocado para um jogo, mas ainda não tinha jogado. Cheguei a meio da época, já lá estava há um mês e tal, mas ainda não estava inscrito. Ele queria que eu voltasse. Foi muito engraçado», contou.

O facto de Abel Ferreira ser o treinador também teve influência na decisão de André, mas foi definitivamente a presença de Ricardo no plantel que o levou a optar, sem hesitações, pelo Braga. «O treinador também pesou, mas o meu irmão é que foi determinante. Sabemos que não podemos jogar juntos para sempre, mas só saber que podia voltar, a prioridade era sempre o Braga. O meu irmão é a pessoa que tem mais influência na minha vida, mantém-me na ordem», contou ainda.

em: https://maisfutebol.iol.pt/sp-braga/liga/andre-horta-e-o-regresso-a-braga-o-reencontro-com-o-irmao-e-o-telefonema-de-salvador



Irmãos Horta no Maisfutebol revelam o «melhor momento juntos até hoje»

Ricardo e André Horta juntaram-se para uma animada conversa no Instagram do Maisfutebol e revelaram qual o melhor momento que passaram juntos no futebol. Com pouco mais de dois anos de diferença, Ricardo andou sempre à frente de André na formação, mas acabaram por jogar juntos na seleção de sub-21 pela mão de Rui Jorge. Um momento inesquecível para os unidos irmãos que agora voltaram a jogar juntos no Sp. Braga.

Foi há pouco mais de três anos, precisamente a 6 de setembro de 2016, quando o selecionador de sub-21 juntou os dois irmãos num embate frente à Grécia, poucos dias depois de André, na altura no Benfica, ter substituído o irmão, já no Sp. Braga, noutro jogo frente a Israel.

«Não sou um bom contador de histórias. Nunca nos encontrámos na formação, mas chegamos a jogar um jogo de sub-21 por Portugal. Isso foi marcante porque queríamos muito jogar juntos. Nesse jogo, em Barcelos, conseguimos jogar os dois juntos, ainda por cima a representar a seleção. Foi muito especial», começa por destacar Ricardo.

André também não esquece esse jogo, até porque só tinha 19 anos, face aos 21 do irmão. «Essa história acabou por nos marcar. É o nosso melhor momento juntos no futebol até hoje. É um jogo pela seleção e isso quer dizer muito, é o sonho de qualquer jogador. Na altura foi os sub-21, esperamos que um dia possas ser na seleção principal. Ele esteve sempre dois escalões acima, só nos sub-21, que engloba três escalões, é que podíamos coincidir. Por sorte, por trabalho nosso, e muito mérito nosso, acima de tudo, dissemos presente e foi muito bom jogarmos juntos. Foi um orgulho para nós», destacou André.

em: https://maisfutebol.iol.pt/sp-braga/liga/irmaos-horta-no-maisfutebol-revelam-o-melhor-momento-juntos-ate-hoje


Ricardo e André Horta: «O problema é quando não há bola e dão-nos uma bicicleta»

Ricardo e André Horta estiveram juntos, à conversa, no Instagram do Maisfutebol e falaram nas expetativas para o futuro, depois de uma temporada que foi subitamente interrompida pela pandemia da covid-19. André fala em expetativas renovadas, até porque chegou um novo treinador, Custódio, enquanto Ricardo lamenta a interrupção, numa altura em que estava num bom momento, como o Euro 2020 à vista.

André, o mais novo, começou por contar como está a viver o período de confinamento, com a barba mais crescida do que é habitual. «Não podemos sair. É complicado, mas aproveitamos os passeios higiénicos. Vou passear o cão para aí dez vezes ao dia [risos]», começou por contar.

Constrangimentos que André aceita com naturalidade. «Tem de ser, até para proteger as pessoas mais velhas. Antes de jogadores, somos cidadãos, temos de respeitar as regras impostas pelo país, as regras são iguais para todos. Para nós é difícil, porque temos um rotina bem vincada. Ir treinar de manhã, horários, cumprir uma série de regras. O corpo habitua-se àquele nível de exigência e, agora, durante dois meses, fomos privados disso e temos de encontrar formas para que o corpo não se ressinta», acrescentou.

Ricardo também se apresentou com o cabelo mais comprido. «Para as circunstâncias em que estamos, em que não podemos sair, acho que não está mau de todo. Não me atrevo a rapar o cabelo como já vi alguns colegas fazer. O Diogo Viana, aidna agora estivemos juntos, mas não reparei bem, mas é um gajo que se trata bem, é um pouco vaidoso. Já dever ter arranjado alguém para lhe cortar as pontas», referiu também sorridente.

O Sp. Braga prepara-se, entretanto, para voltar ao trabalho e a intensidade dos treinos cresceu a olhos vistos nos últimos dias. «Foi mais duro do que uma semana de treinos normal.  Para nós, basta darem-nos uma bola e facilita o processo. O problema é quando não há bola e dão-nos uma bicicleta. Ter de subir e baixar resistência, para nós, é demais», desabafou André.

Ricardo, já com 42 jogos esta época, é um dos indiscutíveis do Sp. Braga. André, com 30 jogos, tem jogado menos, mas defende que a paragem e a mudança de treinador, não vão beneficiar ninguém no plantel. «Fizemos só um jogo com o novo treinador. Esta paragem não vem beneficiar ninguém, mas para o treinador foi bom, vai poder fazer uma mini pré-época e começar do zero. Vai ter oportunidade para avaliar todos os jogadores e implementar ideias novas para melhorar a equipa. O futebol é mesmo assim, estamos sempre em constante evolução. Vamos ver como corre este final de época», disse André.

Ricardo Horta estava em especial destaque e até já era apontado como candidato a estar na final do Euro 2020. «Tenho vindo afazer uma boa época, mas não penso muito na seleção. Os jogadores às vezes podem achar que merecem, mas depois podem não estar preparados. Já fui uma vez e se calhar não foi no momento certo, agora se calhar podia ser e não fui chamado. Não penso nisso, continuo a fazer o meu trabalho no clube que é o mais importante, mas se fizer isso regularmente pode acabar por acontecer», atirou.

O irmão mais velho dos Horta até já tem uma larga experiência em fases finais. «Já tive a oportunidade de disputar dois Europeus pelos sub-21 e outro pelos sub-19, com algum amargo de boca. Um perdemos na final com a Suécia e noutro fomos afastados pela República Checa, mas claro que gostava de fazer uma fase final pela seleção principal», destacou ainda Ricardo.

em: https://maisfutebol.iol.pt/sp-braga/liga/ricardo-e-andre-horta-o-problema-e-quando-nao-ha-bola-e-dao-nos-uma-bicicleta
Somos Braga! Equipa Principal
  • *****
  • 2644
  Re: Notícias, comentários relativos ao Plantel/Jogadores/Staff do SC Braga
« Responder #143 em: 27 de Abril de 2020, 13:36 »
Confirmam aquilo que sempre foi a nossa opinião aqui no fórum. O mais velho, muito mais maduro e profissional, o mais novo mais imaturo e a precisar de uns cachassos de quando em vez.

Precisamos que o André cresça, que se foque. Ainda vai a tempo de ser um grande jogador. Talento não lhe falta. Caso contrário, corre o risco de passar ao lado de uma grande carreira.
« Última modificação: 27 de Abril de 2020, 13:38 por Somos Braga! »
O verdadeiro adepto vê-se nas derrotas!
Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 27559
  Re: Notícias, comentários relativos ao Plantel/Jogadores/Staff do SC Braga
« Responder #144 em: 27 de Abril de 2020, 16:02 »
"SC BRAGA VOLTOU AOS TREINOS"

Tal como anunciado, a equipa principal de futebol do SC Braga voltou esta segunda-feira aos trabalhos, ainda de forma individualizada e respeitando todas as medidas previstas no protocolo de retoma e que também foram detalhadas pelo Diretor Clínico, Vítor Moreira.

Com o plantel repartido por duas sessões (9h30 e 11h15), o grupo utilizou os vários campos da Cidade Desportiva, estrutura que nesta fase serve de forma dedicada e exclusiva a equipa principal de futebol.


Na primeira sessão estiveram os jogadores Abel Ruiz, Wilson, Tormena, B. Viana, Sequeira, Rui Fonte, P. Amador, David Carmo, Palhinha, D. Viana e R. Esgaio e os guarda-redes Eduardo e Matheus.

Na sessão das 11h15 estiveram João Novais, Rolando, Wallace, Galeno, R. Horta, Fransérgio, André Horta, Trincão, Paulinho, B. Wilson, Raul Silva e os guarda-redes Tiago Sá, Hornicek e Rogério.

O SC Braga volta a treinar esta terça-feira, nos mesmos horários, e cumprindo ainda a fase individualizada

em: www.scbraga.pt
Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 27559
  Re: Notícias, comentários relativos ao Plantel/Jogadores/Staff do SC Braga
« Responder #145 em: 27 de Abril de 2020, 18:49 »
Braga regressou aos treinos e contou com duas novidades

O Braga arrancou esta segunda-feira com os trabalhos no relvado. Os guarda-redes Lukas Hornicek (sub-19) e Rogério (equipa B) foram as grandes novidades.

A equipa do Braga voltou esta segunda-feira aos trabalhos, ainda de forma individualizada e respeitando todas as medidas previstas no protocolo de retoma. Com o plantel repartido por duas sessões (9h30 e 11h15), o grupo utilizou os vários campos da Cidade Desportiva, estrutura que nesta fase serve de forma exclusiva a equipa principal.

Na primeira sessão estiveram os jogadores Abel Ruiz, Wilson Eduardo, Tormena, Bruno Viana, Sequeira, Rui Fonte, Pedro Amador, David Carmo, Palhinha, Diogo Viana e Esgaio, para além dos guarda-redes Eduardo e Matheus.

Na sessão das 11h15 marcaram presença João Novais, Rolando, Wallace, Galeno, Ricardo Horta, Fransérgio, André Horta, Trincão, Paulinho, Bruno Wilson, Raul Silva e os guarda-redes Tiago Sá, Lukas Hornicek (sub-19) e Rogério (equipa B).

O Braga volta a treinar esta terça-feira, nos mesmos horários, e cumprindo ainda a fase individualizada.

em: https://www.ojogo.pt/futebol/1a-liga/braga/noticias/braga-regressou-aos-treinos-e-contou-com-duas-novidades-12122164.html
Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 27559
  Re: Notícias, comentários relativos ao Plantel/Jogadores/Staff do SC Braga
« Responder #146 em: 27 de Abril de 2020, 18:57 »
SUB-23 "TERRA DE OPORTUNIDADES"


“É um espaço de formação e de dar continuidade àquilo que são os nossos jogadores mais jovens num contexto de maior dificuldade. Para poder transportá-los para um patamar competitivo mais elevado e para dar minutos a jogadores que necessitem de jogar e que possam estar a regressar de lesão, como foi o caso do Raul Silva e de alguns jogadores da equipa B. É, também, um espaço aberto a juniores e juvenis que queiramos potenciar num patamar acima”.

Em entrevista no Planeta Braga, José Carvalho Araújo enquandrou desta forma os Sub-23 no universo SC Braga. Nesse sentido, decidimos fazer uma viagem pelos muitos casos de sucesso esta temporada.

Os Sub-23 são uma verdadeira ‘Terra de Oportunidades’ cada vez mais fundamental no processo de formação.



Raul Silva

Depois de um longo período de recuperação a uma lesão ligamentar no joelho, Raul Silva regressou à competição pela porta dos Sub-23.

O defesa-central participou em três partidas da Liga Revelação, que resultaram em duas vitórias e um empate para o SC Braga numa fase importante da temporada. E até marcou na estreia diante do FC Famalicão.



António Variações cantou um dia “Dar e Receber… Fazer a troca sem ganhar nem, perder…” e neste caso todos saíram a ganhar. Raul Silva com minutos e o ‘carinho’ necessário numa fase sempre delicada… e os Sub-23 enriquecidos com toda a sua experiência e sabedoria.

 

David Carmo

A 17 de janeiro de 2020, David Carmo estreou-se, em pleno Estádio do Dragão, ao serviço da equipa principal. Apenas 10 dias antes, impedido de jogar pela equipa B devido a castigo, somava minutos pelos Sub-23 na vitória sobre o CD Feirense.



O 92 realizou apenas um jogo, mas teve na Liga Revelação uma janela de oportunidade para não perder gás rumo ao objetivo de se impor na equipa principal.

Mais um dos bons exemplos do enquadramento dos Sub-23 no Universo SC Braga.

 

Anthony

Anthony Correia é, nos dias de hoje, uma das certezas da Cidade Desportiva. Pedra basilar na equipa B, vinha a integrar os trabalhos da equipa principal e esteve, inclusive, no banco de suplentes em dois jogos da Liga NOS.



O defesa-central de 20 anos chegou em fase adiantada da pré-temporada e encontrou nos Sub-23 um bom ‘refugio’ para os primeiros tempos de SC Braga.

Anthony realizou apenas um jogo na Liga Revelação – na primeira jornada diante do Sporting CP -, que acabou por ter papel importante na sua adaptação.

 

Samuel Costa

José Carvalho Araújo tem uma frase que diz tudo. “O Samuel mostrou, num campeonato muito competitivo e intenso, que estava pronto”. E foi mesmo isso que aconteceu.



Samuel Costa é mais um dos valores seguros da nossa formação e teve nos Sub-23 uma importante ‘estação’ do seu percurso. Uma dúzia de jogos em grande nível ‘bastou’ para subir até ao patamar da equipa B.

Impôs-se de forma igualmente afirmativa e voltaria a subir mais um degrau. O tão desejado. Estando no banco de suplentes da equipa principal nos jogos contra Sporting CP e Gil Vicente FC.



Rogério

Rogério integrou esta temporada o plantel da equipa B e, após encontrar algumas dificuldades para somar minutos numa fase inicial, encontrou nos Sub-23 o conforto e o ‘boost’ necessário para explodir.


Não somos só nós que o dizemos, mas também José Carvalho Araújo. “Conseguiu ter minutos connosco que lhe permitiram estar mais seguro de si, afirmar-se na equipa B e até ser chamado à equipa principal”.

Realizou quatro partidas pelos Sub-23, conseguiu começar a repartir a titularidade da equipa B com Velho… e até foi convocado para partidas da equipa principal na UEFA Europa League.


Schurrle

Schurrle foi um dos grandes destaques da temporada da equipa B, mas nem sempre foi tudo fácil. O criativo teve algumas dificuldades para encontrar o seu espaço numa fase inicial.


Não estando a ter os minutos que pretendia, os Sub-23 acenaram com oportunidades. Schurrle não as deixou fugir, exibiu-se ao nível que se esperava e acabou por se impor na equipa B.

A importância do trabalho, da persistência… e de jogar.


Rodrigo Borges

Rodrigo Borges é mais um dos casos de jogadores da equipa B que aproveitaram bem as oportunidades que os Sub-23 lhes foram dando.

Com concorrência feroz de Anthony, David Carmo ou Bruno Rodrigues, nem sempre conseguiu ter o tempo de jogo que desejava. Mas encontrou-o, claro está, na equipa de José Carvalho Araújo.



Rodrigo Borges participou em sete partidas pelos Sub-23. Recebeu… e deu, terminando a temporada com três golos apontados na Liga Revelação.



Rodrigo Lima

O internacional cabo-verdiano arrancou a temporada na equipa B, onde somou bastantes minutos numa fase inicial. Com o andar da carruagem acabou por perder espaço, refugiando-se nos Sub-23 para voltar a jogar com mais regularidade.



Rodrigo Lima contabilizou 19 encontros e 4 golos na Liga Revelação, em mais uma temporada de balanço muito positivo ao serviço dos Sub-23.
 

Eduardo Ribeiro

Eduardo Ribeiro integrou os trabalhos de pré-temporada nos Sub-23, amadureceu nos Sub-19… e voltou a ser aposta nos Sub-23 numa fase importante da época.



É, juntamente com Hernâni, de quem falaremos a seguir, um dos tais “jovens potenciados num patamar acima”.

Edu realizou 1o partidas e apontou um golo na Liga Revelação. Uma etapa importante na grande temporada que realizou ao serviço dos Sub-19.

 

Hernâni

Se elaborássemos uma lista de destaques da temporada na Cidade Desportiva, o nome de Hernâni faria parte dela. É um diamante a ser lapidado, num processo onde os Sub-23 tiveram – e têm tido – um papel importante.



Iniciou a temporada nos Sub-19, mas rapidamente transitou para o patamar acima… onde de forma igualmente rápida agarrou a titularidade.

Em 14 partidas pelos Sub-23, Hernâni foi titular em 13 delas, contabilizando ainda um golo marcado. Não escondemos, estamos ansiosos por ver a sua evolução nos próximos tempos.

 

Luan

Praticamente indiscutível na equipa B orientada por Rúben Amorim, Luan acabou por perder espaço a dada altura. Novamente os Sub-23 de braços abertos…



Com o seu perfume nos pés e a tranquilidade que lhe é característica, o médio brasileiro deu um precioso contributo na Liga Revelação. E numa fase tão importante da época.

Resultado, cinco encontros aos serviço dos Sub-23. Quando Luan jogou, a equipa de José Carvalho Araújo só não venceu um jogo…


Álvaro Djaló

Um dos jogadores que seguramente se sentirá mais frustrado com a paragem forçada dos campeonatos. Estava em ponto de rebuçado… Com três golos nos últimos dois encontros.


Depois de não se ter conseguido impor na equipa B, Álvaro Djaló encontrou nos Sub-23 o conforto desejado para explanar o seu futebol. Teve, claramente, uma temporada de menos a mais.

Realizou 24 partidas na Liga Revelação e várias exibições de excelente nível, sempre em grande rotação.


Marna

Marna chegou esta temporada a Braga como reforço da equipa B. Perante a concorrência de Gonçalo Gregório e Elias, nunca conseguiu ter as oportunidades que se esperava.


‘Fechava-se’ uma porta… abria-se uma janela chamada Sub-23. Marna somou 16 partidas e 4 golos na Liga Revelação.

E que preciosa ajuda foi… Sempre que Marna marcou, a equipa venceu.

em: www.scbraga.pt
(S)oon(C)hampion(B)raga
(S)oon(C)hampion(B)raga Equipa Principal
  • *****
  • 8265
  Re: Notícias, comentários relativos ao Plantel/Jogadores/Staff do SC Braga
« Responder #147 em: 27 de Abril de 2020, 19:48 »
SUB-23 "TERRA DE OPORTUNIDADES"


“É um espaço de formação e de dar continuidade àquilo que são os nossos jogadores mais jovens num contexto de maior dificuldade. Para poder transportá-los para um patamar competitivo mais elevado e para dar minutos a jogadores que necessitem de jogar e que possam estar a regressar de lesão, como foi o caso do Raul Silva e de alguns jogadores da equipa B. É, também, um espaço aberto a juniores e juvenis que queiramos potenciar num patamar acima”.

Em entrevista no Planeta Braga, José Carvalho Araújo enquandrou desta forma os Sub-23 no universo SC Braga. Nesse sentido, decidimos fazer uma viagem pelos muitos casos de sucesso esta temporada.

Os Sub-23 são uma verdadeira ‘Terra de Oportunidades’ cada vez mais fundamental no processo de formação.



Raul Silva

Depois de um longo período de recuperação a uma lesão ligamentar no joelho, Raul Silva regressou à competição pela porta dos Sub-23.

O defesa-central participou em três partidas da Liga Revelação, que resultaram em duas vitórias e um empate para o SC Braga numa fase importante da temporada. E até marcou na estreia diante do FC Famalicão.



António Variações cantou um dia “Dar e Receber… Fazer a troca sem ganhar nem, perder…” e neste caso todos saíram a ganhar. Raul Silva com minutos e o ‘carinho’ necessário numa fase sempre delicada… e os Sub-23 enriquecidos com toda a sua experiência e sabedoria.

 

David Carmo

A 17 de janeiro de 2020, David Carmo estreou-se, em pleno Estádio do Dragão, ao serviço da equipa principal. Apenas 10 dias antes, impedido de jogar pela equipa B devido a castigo, somava minutos pelos Sub-23 na vitória sobre o CD Feirense.



O 92 realizou apenas um jogo, mas teve na Liga Revelação uma janela de oportunidade para não perder gás rumo ao objetivo de se impor na equipa principal.

Mais um dos bons exemplos do enquadramento dos Sub-23 no Universo SC Braga.

 

Anthony

Anthony Correia é, nos dias de hoje, uma das certezas da Cidade Desportiva. Pedra basilar na equipa B, vinha a integrar os trabalhos da equipa principal e esteve, inclusive, no banco de suplentes em dois jogos da Liga NOS.



O defesa-central de 20 anos chegou em fase adiantada da pré-temporada e encontrou nos Sub-23 um bom ‘refugio’ para os primeiros tempos de SC Braga.

Anthony realizou apenas um jogo na Liga Revelação – na primeira jornada diante do Sporting CP -, que acabou por ter papel importante na sua adaptação.

 

Samuel Costa

José Carvalho Araújo tem uma frase que diz tudo. “O Samuel mostrou, num campeonato muito competitivo e intenso, que estava pronto”. E foi mesmo isso que aconteceu.



Samuel Costa é mais um dos valores seguros da nossa formação e teve nos Sub-23 uma importante ‘estação’ do seu percurso. Uma dúzia de jogos em grande nível ‘bastou’ para subir até ao patamar da equipa B.

Impôs-se de forma igualmente afirmativa e voltaria a subir mais um degrau. O tão desejado. Estando no banco de suplentes da equipa principal nos jogos contra Sporting CP e Gil Vicente FC.



Rogério

Rogério integrou esta temporada o plantel da equipa B e, após encontrar algumas dificuldades para somar minutos numa fase inicial, encontrou nos Sub-23 o conforto e o ‘boost’ necessário para explodir.


Não somos só nós que o dizemos, mas também José Carvalho Araújo. “Conseguiu ter minutos connosco que lhe permitiram estar mais seguro de si, afirmar-se na equipa B e até ser chamado à equipa principal”.

Realizou quatro partidas pelos Sub-23, conseguiu começar a repartir a titularidade da equipa B com Velho… e até foi convocado para partidas da equipa principal na UEFA Europa League.


Schurrle

Schurrle foi um dos grandes destaques da temporada da equipa B, mas nem sempre foi tudo fácil. O criativo teve algumas dificuldades para encontrar o seu espaço numa fase inicial.


Não estando a ter os minutos que pretendia, os Sub-23 acenaram com oportunidades. Schurrle não as deixou fugir, exibiu-se ao nível que se esperava e acabou por se impor na equipa B.

A importância do trabalho, da persistência… e de jogar.


Rodrigo Borges

Rodrigo Borges é mais um dos casos de jogadores da equipa B que aproveitaram bem as oportunidades que os Sub-23 lhes foram dando.

Com concorrência feroz de Anthony, David Carmo ou Bruno Rodrigues, nem sempre conseguiu ter o tempo de jogo que desejava. Mas encontrou-o, claro está, na equipa de José Carvalho Araújo.



Rodrigo Borges participou em sete partidas pelos Sub-23. Recebeu… e deu, terminando a temporada com três golos apontados na Liga Revelação.



Rodrigo Lima

O internacional cabo-verdiano arrancou a temporada na equipa B, onde somou bastantes minutos numa fase inicial. Com o andar da carruagem acabou por perder espaço, refugiando-se nos Sub-23 para voltar a jogar com mais regularidade.



Rodrigo Lima contabilizou 19 encontros e 4 golos na Liga Revelação, em mais uma temporada de balanço muito positivo ao serviço dos Sub-23.
 

Eduardo Ribeiro

Eduardo Ribeiro integrou os trabalhos de pré-temporada nos Sub-23, amadureceu nos Sub-19… e voltou a ser aposta nos Sub-23 numa fase importante da época.



É, juntamente com Hernâni, de quem falaremos a seguir, um dos tais “jovens potenciados num patamar acima”.

Edu realizou 1o partidas e apontou um golo na Liga Revelação. Uma etapa importante na grande temporada que realizou ao serviço dos Sub-19.

 

Hernâni

Se elaborássemos uma lista de destaques da temporada na Cidade Desportiva, o nome de Hernâni faria parte dela. É um diamante a ser lapidado, num processo onde os Sub-23 tiveram – e têm tido – um papel importante.



Iniciou a temporada nos Sub-19, mas rapidamente transitou para o patamar acima… onde de forma igualmente rápida agarrou a titularidade.

Em 14 partidas pelos Sub-23, Hernâni foi titular em 13 delas, contabilizando ainda um golo marcado. Não escondemos, estamos ansiosos por ver a sua evolução nos próximos tempos.

 

Luan

Praticamente indiscutível na equipa B orientada por Rúben Amorim, Luan acabou por perder espaço a dada altura. Novamente os Sub-23 de braços abertos…



Com o seu perfume nos pés e a tranquilidade que lhe é característica, o médio brasileiro deu um precioso contributo na Liga Revelação. E numa fase tão importante da época.

Resultado, cinco encontros aos serviço dos Sub-23. Quando Luan jogou, a equipa de José Carvalho Araújo só não venceu um jogo…


Álvaro Djaló

Um dos jogadores que seguramente se sentirá mais frustrado com a paragem forçada dos campeonatos. Estava em ponto de rebuçado… Com três golos nos últimos dois encontros.


Depois de não se ter conseguido impor na equipa B, Álvaro Djaló encontrou nos Sub-23 o conforto desejado para explanar o seu futebol. Teve, claramente, uma temporada de menos a mais.

Realizou 24 partidas na Liga Revelação e várias exibições de excelente nível, sempre em grande rotação.


Marna

Marna chegou esta temporada a Braga como reforço da equipa B. Perante a concorrência de Gonçalo Gregório e Elias, nunca conseguiu ter as oportunidades que se esperava.


‘Fechava-se’ uma porta… abria-se uma janela chamada Sub-23. Marna somou 16 partidas e 4 golos na Liga Revelação.

E que preciosa ajuda foi… Sempre que Marna marcou, a equipa venceu.

em: www.scbraga.pt

tanta treta tanta treta... ainda para mais da parte do próprio "nosso" SCBraga... ainda no outro dia, mais uma vez o nosso clube, fez uma lista exatamente assim em relação ao ativos do clube emprestados...

é giro e tal... mas destas listas elaboradas pelo proprio clube, o nosso clube, até estou para ver quem, ou melhor quantos, nos próximos 2 ou 3 anos vão ter oportunidades e fazer parte do plantel, e do 11, da equipa AA...

é que pelo que se tem visto nos ultimos 10 anos NENHUM!!!(tirando a faze final desta temporada agora parada por causa do covid-19)

ou melhor... 1 aqui... outro ali... e a maioria todos queimados... ou para queimar... como tem sido habito... e volto a dizer... nos ultimos 10 anos... ou melhor... desde sempre na historia do SCB... INFELIZMENTE...

porque materia prima... "ovos de qualidade"... o nosso SCB tem... agora aproveitar-los... infelizmente desde sempre nos habituou a não o fazer... tirando 1 ou outro(como disse a aposta nesta temporada interrrompida estava a ser a mais forte de sempre)...

lembro da minha juventude... havia o carvalhal e o fernando pires.... depois apareceu o artur jorge... depois o quim... depois o tiago... depois durante nnn's anos nada... depois lá apareceu o xheka que está em frança agora... depois o pedro neto... o tiago sá (que ainda não sabemos se vai dar jogador)... e está temporada o david carmo e o trinção...

lá me posso ter esquecido de 1 ou outro... mas basicamente a formação do SCBraga nos ultimos 40 anos foi isto que "produziu"

depois vem o proprio clube... sim O NOSSO CLUBE... o MÁGICO SCBRAGA... fazer listas destas... "futuras estrelas"... "grandes promessas da formação"... "o futuro do clube".... SE NÃO LHES DEREM OPORTUNIDADES NOS AA como, infelizmente, sempre aconteceu na istoria do SCB mais vale estarem calados e quietos...

como disse mais acima... e repito... DESTAS LISTAS QUE O SCB ANDA A FAZER/PUBLICITAR (seja dos B, sub23, sub19, sejam emprestados) QUERO VER(voltando a vida do dia a dia ao normal sem coni virus) QUANTOS VÃO FAZER PARTE DO PLANTEL... E DO 11... DA EQUIPA AA... NAS PRÓXIMAS 1, 2 OU 3 TEMPORADAS...(é que se não for em 3 temporadas maximo depois já são "velhos" diga-se a verdade)

fica aqui a minha indignação em relação a esta publicidade enganosa por parte do proprio, o nosso, SCBraga >:( >:( >:( >:( :'( :'( :'( :'( :'( ::) ::) ::) ::)
« Última modificação: 27 de Abril de 2020, 19:51 por (S)oon(C)hampions(B)raga »
Anuncios M
Anuncios M
Somos Braga! Equipa Principal
  • *****
  • 2644
  Re: Notícias, comentários relativos ao Plantel/Jogadores/Staff do SC Braga
« Responder #148 em: 27 de Abril de 2020, 20:31 »
Se não formos nós a gabar os nossos e a dar-lhes força e moral quem raio vai ser??

A crítica a este artigo não faz sentido nenhum.

Aliás, se há coisa em que o Braga tem sido    EXCELENTE durante esta pandemia é nestes artigos e entrevistas. Tem sido feito  um trabalho extraordinário para manter os adeptos ligados ao clube durante este período sem competição.

Enviado do meu VTR-L09 através do Tapatalk

O verdadeiro adepto vê-se nas derrotas!
(S)oon(C)hampion(B)raga
(S)oon(C)hampion(B)raga Equipa Principal
  • *****
  • 8265
  Re: Notícias, comentários relativos ao Plantel/Jogadores/Staff do SC Braga
« Responder #149 em: 27 de Abril de 2020, 21:16 »
Se não formos nós a gabar os nossos e a dar-lhes força e moral quem raio vai ser??

A crítica a este artigo não faz sentido nenhum.

Aliás, se há coisa em que o Braga tem sido    EXCELENTE durante esta pandemia é nestes artigos e entrevistas. Tem sido feito  um trabalho extraordinário para manter os adeptos ligados ao clube durante este período sem competição.

Enviado do meu VTR-L09 através do Tapatalk

é certo que se não formos nós a gabar-mos-nos não vão ser os outros a fazer... mesmo no nosso dia a dia de trabalho... vida social... inflelizmente normalmente é mesmo assim...

e no caso do futebol já se sabe que os 3 eucaliptos em nivel de comunicação social secam tudo...

o que eu estava a falar... o ponto que eu queria chamar atenção... é ao facto de efetivamente haver muita qualidade acima da média na formação do SCB... de haver "muitos ovos para fazer excelentes omoletes" na formação do nosso Braga... e em 40 anos de vida vi se tanto 10... 12 futebolistas que foram formados no SCB terem uma carreira acima da média... e já estou a contar com o Trincão, David Carmo e Pedro Neto...

só isso...
« Última modificação: 27 de Abril de 2020, 21:19 por (S)oon(C)hampions(B)raga »
joaoPC Equipa Principal
  • *****
  • 2400
  Re: Notícias, comentários relativos ao Plantel/Jogadores/Staff do SC Braga
« Responder #150 em: 27 de Abril de 2020, 21:46 »
Se não formos nós a gabar os nossos e a dar-lhes força e moral quem raio vai ser??

A crítica a este artigo não faz sentido nenhum.

Aliás, se há coisa em que o Braga tem sido    EXCELENTE durante esta pandemia é nestes artigos e entrevistas. Tem sido feito  um trabalho extraordinário para manter os adeptos ligados ao clube durante este período sem competição.

Enviado do meu VTR-L09 através do Tapatalk

é certo que se não formos nós a gabar-mos-nos não vão ser os outros a fazer... mesmo no nosso dia a dia de trabalho... vida social... inflelizmente normalmente é mesmo assim...

e no caso do futebol já se sabe que os 3 eucaliptos em nivel de comunicação social secam tudo...

o que eu estava a falar... o ponto que eu queria chamar atenção... é ao facto de efetivamente haver muita qualidade acima da média na formação do SCB... de haver "muitos ovos para fazer excelentes omoletes" na formação do nosso Braga... e em 40 anos de vida vi se tanto 10... 12 futebolistas que foram formados no SCB terem uma carreira acima da média... e já estou a contar com o Trincão, David Carmo e Pedro Neto...

só isso...
Se não foram aproveitados pelo clube mas depois também não tiveram um carreira acima da média, diz mais sobre a falta de qualidade que havia do que sobre a falta de aproveitamento do Braga
Nos últimos anos tem-se investido nas condições da formação e acredito que nos próximos 5 anos se retire frutos desse trabalho

Enviado do meu VTR-L09 através do Tapatalk

Anuncios G
Somos Braga! Equipa Principal
  • *****
  • 2644
  Re: Notícias, comentários relativos ao Plantel/Jogadores/Staff do SC Braga
« Responder #151 em: 27 de Abril de 2020, 21:54 »
Acabei de ler uma entrevista do Deco. Ainda hoje fico espantado pela forma desastrosa como as galinhas não aproveitaram um jogador desta qualidade.

No Braga, com a excepção de alguns brasileiros que apenas conseguiram ser jogadores no seu país natal, não temos tido "Decos".

Na formação idem. Como disse o JoãoPC, não temos tido jogadores desperdiçados pelo Braga a dar cartas por outros clubes. Faltava qualidade. Acredito que estamos no caminho certo.
« Última modificação: 28 de Abril de 2020, 09:29 por Somos Braga! »
O verdadeiro adepto vê-se nas derrotas!
Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 27559
  Re: Notícias, comentários relativos ao Plantel/Jogadores/Staff do SC Braga
« Responder #152 em: 28 de Abril de 2020, 09:29 »
Com o investimento feito na construção da Academia e recursos humanos a nossa formação ganhou vida, diria mesmo que passou a existir e começa agora a dar os seus frutos (já os começou a dar)...demora sempre meia dúzia de anos até sair a "primeira" fornada (já saíram alguns com muita qualidade)...estou certo que há bastante qualidade nos vários escalões de formação, qualidade que irá evoluir e alimentar anualmente a equipa principal com um/dois/três miúdos por época (a formação não é um processo matemático, haverá anos em que talvez nem suba nenhum mas regra geral acontecerá o contrário, desde que a aposta seja estrutural, tal como parece ser, e não em função de determinadas conjunturas).

Todos sabemos que noutros tempos, grande parte das vagas nos diversos escalões de formação não eram ocupadas em função do potencial dos miúdos, portanto é natural que de lá saíssem poucos com qualidade de primeira.
Somos Braga! Equipa Principal
  • *****
  • 2644
  Re: Notícias, comentários relativos ao Plantel/Jogadores/Staff do SC Braga
« Responder #153 em: 28 de Abril de 2020, 09:48 »
A escolha do treinador da equipa A passou a ser crucial. Um dos requisitos obrigatórios terá que ser a aposta em jogadores da formação.

O equilíbrio entre a aposta na formação e os resultados desportivos da equipa A não é fácil.

Significa que entre um Jorge Jesus e um custódio, o AS será obrigado a escolher o custódio por muito atrativa que fosse a ideia de ter JJ ao comando da nossa equipa? Resposta difícil...

Enviado do meu VTR-L09 através do Tapatalk

O verdadeiro adepto vê-se nas derrotas!
Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 27559
  Re: Notícias, comentários relativos ao Plantel/Jogadores/Staff do SC Braga
« Responder #154 em: 28 de Abril de 2020, 19:26 »
Wilson Eduardo tem "a esperança" que I Liga recomece "o mais cedo possível"

O extremo Wilson Eduardo, do SC Braga, manifestou hoje "a esperança" de que a I Liga de futebol seja retomada "o mais cedo possível" e salientou a importância do regresso aos treinos no relvado.

"Não sabemos ao certo quando recomeça a competição, mas temos a esperança de que seja o mais cedo possível e estamos a trabalhar nesse sentido. O mais importante é recuperar bem, porque vimos de um período de confinamento que é muito diferente do trabalho no campo", afirmou o jogador ao sítio do clube.

O plantel às ordens de Custódio Castro voltou na segunda-feira aos treinos no relvado, ainda de forma individualizada, depois de cerca de um mês e meio de interrupção devido à pandemia de covid-19 e Wilson Eduardo frisou que, "depois de tantos dias em casa, este regresso foi muito positivo, era algo que todo o grupo desejava".

"O SC Braga proporcionou-nos as melhores condições, garantiu-nos máxima segurança e tudo aquilo de que necessitamos, pelo que só estamos preocupados em recuperar a forma o mais rapidamente possível", disse.

O jogador de 29 anos, que cumpre a quinta época nos bracarenses e termina contrato no final da presente temporada, salientou as diferenças entre os treinos em casa e no relvado.

"Por mais que treinemos em casa, nunca é igual. Aqui a carga física é diferente, ontem [segunda-feira] foi puxado, mas é mesmo assim, temos de correr atrás do tempo, sabendo que agora será cansativo, mas que no futuro vai trazer lucros. O foco é regressarmos com a mesma motivação que tínhamos antes para concluir o campeonato", concluiu o internacional angolano.

O SC Braga prossegue, na quarta-feira, com os treinos de forma individualizada, com duas sessões (09:30 e 11:15).

em: https://bancada.pt/futebol/portugal/wilson-eduardo-tem-a-esperanca-que-i-liga-recomece-o-mais-cedo-possivel
Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 27559
  Re: Notícias, comentários relativos ao Plantel/Jogadores/Staff do SC Braga
« Responder #155 em: 28 de Abril de 2020, 19:28 »
«Todo o grupo desejava o regresso»

Depois de cerca de um mês e meio de interrupção devido à pandemia de covid-19, o plantel do SC Braga regressou aos treinos. Wilson Eduardo foi o porta-voz do sentimento geral do grupo.

«Depois de tantos dias em casa, este regresso foi muito positivo, era algo que todo o grupo desejava. O SC Braga proporcionou-nos as melhores condições, garantiu-nos máxima segurança e tudo aquilo de que necessitamos, pelo que só estamos preocupados em recuperar a forma o mais rapidamente possível», disse, citado pelo site do clube.

O regresso aconteceu ainda sem certezas quanto ao retomar da compeição, mas Wilson Eduardo salienta: «Temos a esperança de que seja o mais cedo possível e estamos a trabalhar nesse sentido. O mais importante é recuperar bem, porque vimos de um período de confinamento que é muito diferente do trabalho no campo.»
 

«Por mais que treinemos em casa, nunca é igual. Aqui a carga física é diferente, ontem [segunda-feira] fui puxado mas é mesmo assim, temos de correr atrás do tempo, sabendo que agora será cansativo mas que no futuro vai trazer lucros. O foco é regressarmos com a mesma motivação que tínhamos antes para concluir o campeonato», salientou.

em: https://www.abola.pt/Clubes/2020-04-28/sc-braga-todo-o-grupo-desejava-o-regresso/842014/471
Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 27559
  Re: Notícias, comentários relativos ao Plantel/Jogadores/Staff do SC Braga
« Responder #156 em: 28 de Abril de 2020, 19:32 »
″Temos a esperança de que o campeonato regresse o mais cedo possível″

O capitão do Braga, Wilson Eduardo, admite que o regresso aos treinos está a ser puxado em termos físicos devido ao período de confinamento, mas aponta vantagens para o futuro

No segundo dia após o regresso do Braga aos treinos na Cidade Desportiva, o capitão Wilson Eduardo deu conta da satisfação do plantel com o trabalho realizado no relvado.

"Só estamos preocupados em recuperar a forma o mais rapidamente possível. Não sabemos ao certo quando recomeça a competição, mas temos a esperança de que seja o mais cedo possível e estamos a trabalhar nesse sentido. O mais importante é recuperar bem, porque vimos de um período de confinamento que é muito diferente do trabalho no campo", analisou o avançado.

"Por mais que treinemos em casa, nunca é igual. Aqui a carga física é diferente; ontem foi puxado, mas é mesmo assim, é preciso correr atrás do tempo, sabendo que agora será cansativo e que no futuro vai trazer lucros. O foco é regressarmos com a mesma motivação que tínhamos antes para concluir o campeonato", disse ainda Wilson Eduardo.

em: https://www.ojogo.pt/futebol/1a-liga/braga/noticias/temos-a-esperanca-de-que-o-campeonato-regresse-o-mais-cedo-possivel-12126942.html
Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 27559
  Re: Notícias, comentários relativos ao Plantel/Jogadores/Staff do SC Braga
« Responder #157 em: 28 de Abril de 2020, 19:34 »
Wilson Eduardo e o regresso ao relvado: «Sp. Braga garantiu-nos máxima segurança»

Capitão satisfeito por voltar ao ativo e por uma razão simples: "Por mais que treinemos em casa, nunca é igual"


Wilson Eduardo foi o porta-voz do plantel do Sp. Braga para comentar a regresso aos treinos no relvado.

"Depois de tantos dias em casa este regresso foi muito positivo, era algo que todo o grupo desejava. O Sp. Braga proporcionou-nos as melhores condições, garantiu-nos máxima segurança e tudo aquilo de que necessitamos, pelo que só estamos preocupados em recuperar a forma o mais rapidamente possível", salientou o capitão dos arsenalistas, completando: "Não sabemos ao certo quando recomeça a competição, mas temos a esperança de que seja o mais cedo possível e estamos a trabalhar nesse sentido. O mais importante é recuperar bem, porque vimos de um período de confinamento que é muito diferente do trabalho no campo."

"Por mais que treinemos em casa, nunca é igual. Aqui a carga física é diferente, ontem fui puxado mas é mesmo assim, temos de correr atrás do tempo, sabendo que agora será cansativo mas que no futuro vai trazer lucros. O foco é regressarmos com a mesma motivação que tínhamos antes para concluir o campeonato", disse ainda Wilson Eduardo.

Dois grupos e com diferentes horários: foi assim o regresso do Sp. Braga ao trabalho

1 / 12 Dois grupos e com diferentes horários: foi assim o regresso do Sp. Braga ao trabalho .

Por António Mendes

em: https://www.record.pt/futebol/futebol-nacional/liga-nos/sp--braga/detalhe/wilson-eduardo-e-o-regresso-ao-relvado-sp-braga-garantiu-nos-maxima-seguranca?ref=Sp.%20Braga_DestaquesPrincipais
Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 27559
  Re: Notícias, comentários relativos ao Plantel/Jogadores/Staff do SC Braga
« Responder #158 em: 28 de Abril de 2020, 19:36 »
"WILSON: TODO O GRUPO DESEJAVA ESTE REGRESSO"


O regresso do SC Braga aos treinos foi um facto muito saudado pelos jogadores. Essa ideia ressalta das declarações do capitão Wilson Eduardo, que na manhã desta terça-feira falou sobre os objetivos para os primeiros dias de trabalho na Cidade Desportiva e projetou ambições para a retoma da Liga NOS.

“Depois de tantos dias em casa este regresso foi muito positivo, era algo que todo o grupo desejava”, resumiu em declarações ao canal SCB Next, salientando a realidade que o plantel encontrou: “O SC Braga proporcionou-nos as melhores condições, garantiu-nos máxima segurança e tudo aquilo de que necessitamos, pelo que só estamos preocupados em recuperar a forma o mais rapidamente possível. Não sabemos ao certo quando recomeça a competição, mas temos a esperança de que seja o mais cedo possível e estamos a trabalhar nesse sentido. O mais importante é recuperar bem, porque vimos de um período de confinamento que é muito diferente do trabalho no campo.”

A transição é o grande desafio do momento. “Por mais que treinemos em casa, nunca é igual. Aqui a carga física é diferente, ontem fui puxado mas é mesmo assim, temos de correr atrás do tempo, sabendo que agora será cansativo mas que no futuro vai trazer lucros. O foco é regressarmos com a mesma motivação que tínhamos antes para concluir o campeonato”, registou, valorizando também a dimensão social, ainda condicionada, mas recordando que os jogadores nunca perderam o contacto durante o período de isolamento.

O SC Braga prossegue com os treinos de forma individualizada, estando agendadas mais duas sessões (9h30 e 11h15) para esta quarta-feira.

em: www.scbraga.pt
Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 27559
  Re: Notícias, comentários relativos ao Plantel/Jogadores/Staff do SC Braga
« Responder #159 em: 30 de Abril de 2020, 17:13 »
″O Braga está a crescer muito e quer ser um grande de Portugal″

O avançado espanhol esteve a responder a questões dos adeptos no Instagram do jornal Marca e deu a conhecer o clube minhoto

Opinião sobre o Braga:

"Sinto-me muito bem em Braga. A cidade foi uma surpresa para mim, super tranquila e acolhedora. Estou feliz com a decisão que tomei. O Braga está a crescer muito, está em contínuo crescimento e quer ser um grande de Portugal. Com trabalho podemos conseguir grandes coisas. Sair do Barcelona foi uma decisão importante e estou feliz com a opção que tomei".

Opção por Portugal:

"Vir para a Liga portuguesa, uma das melhores, que está a crescer e tem jogadores de grande nível, não foi um passo atrás. Braga está a lutar pelas posições cimeiras, disputa normalmente as
competições europeias e foi um grande passo para mim".

Regresso aos treinos:

"Estive três ou quatro semanas sozinho em casa. Os meus pais não puderam vir e estive tranquilo. Vamos voltar à normalidade; agora, depois dos treinos em casa, já estamos a treinar com
bola, individualmente, com circuitos, sprints e finalização. A ideia em Portugal é voltar a haver campeonato".

Perspetivas no campeonato:

"Os dois primeiros lugares estão longe e é complicado chegar lá. O nosso objetivo é manter o terceiro lugar, numa luta com várias equipas".

em: https://www.ojogo.pt/futebol/1a-liga/braga/noticias/o-braga-esta-a-crescer-muito-e-quer-ser-um-grande-de-portugal-12138687.html
 

Anuncios M