Quantcast
Sondagem: Referendo sobre a venda do Estádio Municipal. Que caminho seguir para o futuro?
You are using an outdated browser. For a faster, safer browsing experience, upgrade for free today.
Anuncios M
Sondagem: Referendo sobre a venda do Estádio Municipal. Que caminho seguir para o futuro?
103 Respostas
8622 Visualizações
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
Legião
Legião Equipa Principal
  • *****
  • 8792
  • Mágico Braga, Amor Eterno
A Câmara de Braga vai fazer, já no próximo ano, um referendo local para perguntar aos munícipes se aceitam ou não a venda do estádio Municipal. Um momento histórico para o clube e cidade por tudo o que pode envolver.

Criei este tópico/sondagem para os foristas, se quiserem, votarem e percebermos um pouco as intenções de voto no universo braguista (dentro do possível que a amostra do forum nos permite saber e sabendo que o forum é aberto e há a possibilidade de nem todos os votos serem de braguistas mas só para se ter uma ideia).

Segundo o que veio na imprensa, a ideia da venda é, em traços gerais, permitir um fluxo de verbas para colmatar os custos avultados que o estádio teve/tem e investir na recuperação do 1º de Maio ou outra solução. Foi referido também que o protocolo que permite ao clube o uso do estádio, creio até 2030, será respeitado, sublinhando que, se os bracarenses votarem favoravelmente a venda, o caderno de encargos respeitará esse direito. Sendo que o caderno conterá os usos permitidos na estrutura do estádio, que podem ser outros além dos desportivos.

O clube também já falou da necessidade de se começar, desde já, a promover uma discussão alargada com os sócios a propósito da possível construção de um novo estádio.

Falando de uma forma geral, já foram amplamente debatidos os problemas do estádio quer pelos custos que envolve quer por este ser reconhecido mais como uma obra de arte (com as vantagens ou desvantagens que isso possa ter) do que propriamente como um estádio funcional para ir à bola. Caso o "sim" vença, o que acham que é melhor para nós? Comprarmos nós o Municipal? Se possível, construir um novo no 1º de Maio? Construir um novo em outro sitio mais estratégico? Mesmo que se venda, devemos ficar nele até 2030 aproveitando o protocolo existente? Ou será tempo demais para os adeptos e o clube ficarem reféns dos problemas do estádio e dos problemas que daí advêm?

Já ouvi opiniões que o 1º de Maio, apesar de ser mais central, também não é o ideal ao nível de localização, vias de acesso, estacionamento e outros, concordam? Na eventualidade da venda ir para a frente, e se o caminho fosse outro sem ser o 1º de Maio, alguém se lembra de algum sitio na cidade que pudesse ser uma boa alternativa para construir um estádio para o Braga?

O tempo passa a correr e não tarda está aí o referendo, é bom que o clube e cidade pensem a sério nestas questões e não apenas se o problema nos cair nas mãos e depois resolver em cima do joelho. Não me dirigindo a ninguém mas é também importante que todos os envolvidos olhem para esta questão pondo só em cima da mesa o interesse da cidade e do clube, é uma questão demasiado séria para ser utilizada para eventuais interesses políticos, pessoais ou negociatas. É o futuro do nosso querido clube e querida cidade que esta em causa, estejamos unidos e bem intencionados na procura das melhores soluções.

Será a venda um problema ou uma oportunidade para o clube/cidade? Qual o melhor caminho a seguir relativamente a este assunto? Se assim entenderem, deixem o vosso voto ou as vossas opiniões/sugestões.
« Última modificação: 14 de Novembro de 2019, 10:58 por Old School »
Bracara Avgvsta - Fidelis et antiqva
VERMELHO MAGICO
VERMELHO MAGICO Equipa Principal
  • *****
  • 1027
  • O BRAGA SOMOS NÓS
A CMB que apresente também os custos de manutenção do PEB  e de outros equipamentos da mesma envergadura na cidade para podermos aferir da proporcionalidade dos custos de manutenção (não vamos incluir juros e indemnizações) do municipal.

Talvez depois possa mudar de opinião.

COM RAÇA E LEALDADE
DEFENDO OS CLUBES DA MINHA CIDADE
Anuncios M
Anuncios M
Carvalhux
Carvalhux Equipa Principal
  • *****
  • 1688
Uns serão contra outros a favor, mas o fulcral aqui será mesmo o valor da possível venda. É que dar legitimidade para vender e depois ser vendido por tostões, em vez de um negócio ruinoso fazíamos dois. Faz-me lembrar os ingleses e o Brexit, que votaram para sair sem saber bem os termos e o que isso implicava.
O debate podia ser feito nas próximas autárquicas, com os candidatos a apresentarem propostas e a tomarem posição sobre isto, mas são só daqui a 2 anos.
nunobcm Iniciados
  • *
  • 7
E a cidade desportiva, vai junto com o estádio para a nova localização?
Anuncios V
rpo.castro
rpo.castro Equipa Principal
  • *****
  • 13727
Uns serão contra outros a favor, mas o fulcral aqui será mesmo o valor da possível venda. É que dar legitimidade para vender e depois ser vendido por tostões, em vez de um negócio ruinoso fazíamos dois. Faz-me lembrar os ingleses e o Brexit, que votaram para sair sem saber bem os termos e o que isso implicava.
O debate podia ser feito nas próximas autárquicas, com os candidatos a apresentarem propostas e a tomarem posição sobre isto, mas são só daqui a 2 anos.
Se sair por 1€ já se poupa na manutenção.
O dinheiro metido no estádio é dinheiro perdido, nunca vais recuperar.
Vender? se houvesse alguém, mas quem?
Quem não sente não é filho de boa gente.
Banoffe
Banoffe Juniores
  • ***
  • 731
E a cidade desportiva, vai junto com o estádio para a nova localização?
Quantos clubes com dimensão conheces com as academias à porta do estádio? Não é por aí que se vai tomar a decisão.

Em relação ao futuro do estádio, para mim, o problema do estádio não é tanto o sítio (já foi mais, agora nem tanto). Os problemas que o sítio ainda traz podem ser mitigados com um ou dois acessos e mais carreiras de transportes públicos.
O principal problema é o conceito, passo a expor.
É a forma como foi pensado, como se fosse para ver uma ópera em que apenas se pensou no ponto de visão do espectador. Nesse aspeto, o estádio é eficaz. Vê-se bem de quase qualquer sítio. Melhor que atrás das balizas sem dúvida. Mas... O futebol é mais que isso. É também ambiente, é fervor, é gritos , é cânticos e muito mais. Nos moldes atuais, quem for para a bancada superior ver um jogo, parece que está a ver um velório, salvo raras exceções. Uma pessoa sente-se desnecessariamente "afastada" da ação. Estamos longe do relvado e está pouca gente (por norma) nas superiores. Mais valia ir para o café, que o ambiente vibra mais.
Há motivos para os estádios terem 4 bancadas. Além de todos os motivos do parágrafo anterior, construir em altura sai sempre MUITO mais caro. Não há necessidade de termos um estádio mais alto que o de Alvalade quando só temos 55% da lotação do mesmo.
Quatro bancadas permitem "isolar" um pouco melhor o estádio das intempéries. O nosso estádio faz túnel de vento por lhe faltarem dois tampões. Já é numa zona mais fria que a cidade, mas o que torna mesmo mau é a maneira como estamos desprotegidos do clima.
Outro motivo, a segurança. 4 Bancadas permitem separar os grupos de adeptos muito mais facilmente, e não termos de recorrer a caixas de segurança e colocar os visitantes por cima dos nossos. Além do desconforto que isso provoca, aqui neste caso ainda tem o benefício de uma pala enorme que lhes dá uma muleta vocal do piorio. Qualquer grupo de mais de 100 pessoas consegue parecer que está a jogar em casa quando vai para a caixa de segurança, e isso é um problema sério em termos de "marketing" da nossa massa adepta aos demais. Os espanhóis construiram toda uma marca à volta dos adeptos, dá dinheiro e puxa mais gente ao estádio num efeito "bola de neve". Nós temos este handicap gigante.

Se pudéssemos construir um estádio, de forma ponderada, responsável, a pensar na sustentabilidade futura do mesmo, sem manias de grandeza e de novo-riquismo era o ideal. O sítio até poderia ser o mesmo, desde que melhor aproveitado. O estádio novo a ser construido, ou este a ser reabilitado têm de ter o adepto e o consumidor final como ponto fulcral do conceito. O atual EMB teve o objetivo de ganhar prémios, pouco mais.
A arquitetura é para o utilizador, não é para o crítico de arte.

Vender é uma questão mais complexa. Primeiro porque ninguém o vai querer só pelos encargos, segundo porque como já temos todo o investimento na cidade desportiva naquela zona é complicado estar a introduzir terceiros com potenciais interesses nefastos ao clube. A cidade não tem interesse em manter o estádio, mas também não tem interesse em que o Braga saia e aquilo fique ao abandono. É um caso muito complicado em que ninguém está satisfeito neste momento.

« Última modificação: 22 de Outubro de 2019, 15:56 por Cidade Eterna »
Viriato
Viriato Juniores
  • ***
  • 541
E as obras na alameda como ficam? Vamos gastar dinheiro para depois deitar abaixo ou ir para um amigo? A não ser que estejam a fazer a tramóia do clube comprar o estádio pinhões, porque se for o meu voto é contra.
Cão Vadio
Cão Vadio Equipa Reservas
  • ****
  • 925
Referendo para o ano? Está previsto em que mês? É que se for para Nov. ou Dez. nem vale a pena estarmos a perder tempo para já.
Por tudo o que já foi dito e demonstrado aqui no fórum, este estádio parece que nunca vai ser uma oportunidade para o SCB ( e nós sócios incluídos).
Por isso, sim, neste momento eu votaria a favor da venda daquele autêntico mausoléu. É inadequado para a modalidade e tudo o que a envolve, frio, escuro, inacessível (pelo menos para os mais incapacitados), coberto mas não parece, etç...tem uma coisa que eu gosto, a Natureza em todo o seu esplendor  :D Mas como aquilo devia ter como destino final um estádio de futebol e não uma selva, a verdura não vem nada a propósito. Só a relva!
Anuncios M
Anuncios M
VERMELHO MAGICO
VERMELHO MAGICO Equipa Principal
  • *****
  • 1027
  • O BRAGA SOMOS NÓS
Esperemos que o possivel negócio do estádio não seja outro igual ao das acções do Braga.

Aí já não se importou de perder 800 mil em papel. É um negócio "sportingado" ao contrário. Explico. Os lagartos beneficiaram e muito com a tal desvalorização das VMOCS. Aqui a CMB, e nós por arrasto, vendeu por 200 mil (não sabemos tudo) o que tinha custado 1 milhão.

COM RAÇA E LEALDADE
DEFENDO OS CLUBES DA MINHA CIDADE
rpo.castro
rpo.castro Equipa Principal
  • *****
  • 13727
Esperemos que o possivel negócio do estádio não seja outro igual ao das acções do Braga.

Aí já não se importou de perder 800 mil em papel. É um negócio "sportingado" ao contrário. Explico. Os lagartos beneficiaram e muito com a tal desvalorização das VMOCS. Aqui a CMB, e nós por arrasto, vendeu por 200 mil (não sabemos tudo) o que tinha custado 1 milhão.
Ou se calhar alguém gastou 1 milhão quando nunca o deveria ter feito, e agora a CMB recuperou 200k de um investimento ruinoso.

Enviado do meu SM-J610FN através do Tapatalk

Quem não sente não é filho de boa gente.
asdf Iniciados
  • *
  • 45
Alguem me tira uma duvida? Mesmo que o estadio seja vendido o Braga terá sempre o direito de jogar nele até 2030 certo?
Anuncios G
NightHawk
NightHawk Equipa Principal
  • *****
  • 3481
Como munícipe, para mim é óbvio que a acontecer o milagre de haver um comprador para o estádio, este deve ser vendido na hora.

Continuo a chamar-lhe milagre porque não consigo perceber como é que algum privado tem coragem de pegar naquilo, até a custo 0 pagando os atuais encargos e dívidas, quanto mais dar dinheiro. É que ter um plano de negócios bem feito para aquilo ser rentável é muito complicado e a acontecer é a muito longo prazo. Só se for para lavar dinheiro...

Mas a acontecer tal venda, a única coisa que faltaria para fechar este capítulo era mandar para a cadeia quem num ato de gestão danosa claríssimo transformou um orçamento inicial de cerca de 40M para um estádio funcional (infelizmente já não consigo encontrar imagens do projeto inicial, mas era tão, mas tão bonito, simples, funcional e... barato! 4 bancadas pequenas para os mesmos 30mil lugares, coberturas arredondadas vermelhas) numa megalomania ruinosa de 190 milhões de euros. Foi um autêntico roubo ao munícipe contribuinte. Uma obra de arte sim, um ex-libris arquitectónico, sim, mas a um custo incomportável e feito tão à pressa que questões simples de funcionalidade e usabilidade foram esquecidos ou cortados para que o rombo não fosse ainda maior.

A acontecer a venda, sinceramente o que o clube deveria fazer é reunir com o comprador e perceber quais são as suas ideias. Sendo um privado terá forçosamente que querer dar rentabilidade àquilo, e só o conseguirá com os jogos do Braga e outros eventos. Daí que acho que até pode ser uma oportunidade, já que alguém pegaria naquilo, para reformular o estádio dotando-o de tudo o que precisa: acessos pedonais, estacionamento, mais elevadores, bares de jeito e que rendam bom dinheiro ao dono do estádio, lojas, acessos cobertos, etc. Sim, a juntar ao que pagaria pelo estádio este privado teria provavelmente que gastar lá mais uns 10M ou 20M para tornar aquilo decente para se tornar acessível e funcional.

Isso da obra de arte é muito bonito mas ninguém vai para ali olhar paras aquilo como se fosse a Mona Lisa. Aquilo é um estádio e um estádio tem que ter eventos e em Portugal não há assim tantos eventos que levem a alguém que se calhar está disposto a gastar 80M ou 90M (alegadamente) a comprar aquilo a retirar dividendos (nem a longo prazo). Pelo que a única solução seria ter os jogos do Braga bem organizados, com os bares e lojas a gerarem dinheiro, a juntar aos tais eventos. Basicamente, tudo o que a CMB deveria ter feito nestes 16 anos e nunca fez.

Não acredito que alguém compre aquilo sem ser para o Braga lá jogar. Não faz sentido. A não ser que seja, lá está, para lavar dinheiro à grande.

Sobre o 1º de Maio, provavelmente é saudosismo, mas acho que quem acha que ali é uma grande solução está enganado. Eu lembro-me muito bem de ir lá ver os jogos nos anos 90 e tinha grande parte dos mesmos problemas: falta de uma circular rodoviária para escoar trânsito e até dividir adeptos, trânsito caótico, falta de estacionamento, problemas de segurança com os adeptos adversários (eu lembro-me bem de ver os adeptos do guimarães a subirem o picoto a correr a fugir dos Red...).

Mesmo aproveitando espaço do campo da ponte e do pavilhão, o 1º de Maio tem pouco espaço envolvente para se criar acessibilidades. A juntar a isso, a fachada do estádio teria que ser respeitada, o que dificulta muito a reconfiguração do estádio. Não faz sentido um estádio com pista de atletismo pois cortaria o ambiente, mas para manter a estrutura dificilmente se conseguiria aproveitar o espaço para bancadas, a não ser afundar o relvado uns bons metros. Por outro lado era menos um ponto desportivo para a cidade e para o clube, que ficaria sem pista de atletismo. Onde treinaria o atletismo do Braga?

Por paradoxo que seja, a localização do atual EMB é muito boa. O problema foi a forma como o construíram. para se fazer uma obra de arte encrustou-se à pedreira, tirando a possibilidade de se ter uma circular, de ter uma clara divisão de adeptos, ter 4 bancadas para baixar a altura do estádio (e facilitar acessos). Se se tivesse feito o projeto original no mesmo sítio mas onde está a rotunda e ter a pedreira como ponto para estacionamentos, lojas, etc, teria sido muito melhor...
anti-lampioes
anti-lampioes Equipa Principal
  • *****
  • 1135
Este referendo é ridículo de um presidente que só quer protagonismo faz-me lembrar o ex-presidente do clube dele, tapar o sol com a peneira das promessas eleitorais que não foram feitas porque não eram para fazer eram só promessas! Mais ridículo se torna quanto o Braga tem contrato de aluguer até 2030 ou 35 ao certo não sei, até la de certeza que não arranja comprador e se arranjar será por um valor ridículo. Temos um presidente da câmara incompetente que não sabe o que fazer ao estádio nem á cidade é deixa a batata quente na mão dos eleitores até lá vamos tendo umas festas para alegrar o povo.
« Última modificação: 22 de Outubro de 2019, 22:36 por anti-lampioes »
PAF Equipa Principal
  • *****
  • 4720
Sem pensar muito a resposta é óbvia. Sim à venda.
Mas as incógnitas são muitas, desde logo o que fazer ao estádio e o que fazer a seguir.
Alguém quer o estádio? Sendo sincero acho que não, nem dado. Aquilo não serve para nada, repito, nada, é um zero absoluto. Concertos? Quantos há em Portugal em estádios por ano? em média 1? Lojas, comércio etc? tem ali ao lado o Nova arcada que se vê grego para sobreviver. É uma zona que tendo agora alguma construção perto está longe de ser uma zona de qualquer tipo de centralidade que justifique investimentos, quanto mais de milhões. Investir para o Braga jogar lá? Mas quanto é que o Braga iria pagar depois? Que rentabilidade dará o Braga? E que rentabilidade daria qualquer outra atividade? Poderia ser um museu? (ou algo deste género) Talvez, mas e a rentabilidade?
E no fim quanto custará manter o estádio no futuro? (hoje em dia ainda é residual, segundo a câmara penso que nem chega a 200mil, claro fora os custos que o Braga paga) Acho que o problema da Câmara não é imediato, é a médio e longo prazo. No imediato e até 2023 (penso eu, não fui confirmar no documento) fica terminado o pagamento total do estádio e aqui penso que não tem outra solução.
Em 2030 terá 26 anos, não é muito, mas parecerá um estádio de 1930 ou pior com cobertura, não serve nem de perto nem de longe uma equipa de topo europeu, nem sequer uma mediana como nós.
Mandar abaixo, para construir alguma coisa, também não vejo que seja solução, até porque demolir também teria uns custos interessantes.
No fim os problemas são 2, que futuro como estádio e que futuro como estádio para o Braga. Num e noutro caso não vejo grande futuro.
O Braga comprar seria uma asneira.

O 1º de maio é solução? Na teoria é, na prática, tenho algumas ideias mas nem sei se corretas, uma vez que a prática é sempre bem mais complexa que a teoria. Tem o problema da pista já referido, mas com cadeiras e camarotes e afins a lotação desceria drasticamente pelo que afundar o estádio não seria problema, seria mesmo necessário até.
A envolvente? Teria que desaparecer o campo e o pavilhão, sendo que do lado oposto não dá para fazer nada.
Tem acessos razoáveis? Para mim não é pior que o municipal, pelo contrário, ali seria muito mais fácil dividir o trânsito que no municipal e em termos de estacionamento nem há comparação possível.
Depois temos os custos e quem os vai pagar. A Câmara não faz sentido, o Braga duvido que tenha dinheiro.
No fim resta uma conclusão, a construção do municipal trouxe problemas a duplicar ou triplicar e vão-se prolongar por várias décadas.
Guerreiro03 Equipa Reservas
  • ****
  • 999
Nem sei muito bom o que pensar sobre o assunto, mas a primeira coisa que me vem à cabeça é que foi uma decisão absolutamente ruinosa e inqualificável a de construir o estádio  com este projeto. Caso se tivesse optado pelo projeto inicial estaríamos muito melhor servidos . Tenho pena de não conseguir encontrar imagens desse mesmo projeto. Seria interessante , alguém conseguir arranjar. Quanto ao futuro , a opção mais óbvia seria o 1 de Maio , preferencialmente antes do final do prazo do contrato de arrendamento porque o estado atual da relação com o estádio e as consequências que traz para a interação sócios/público - clube traz consequências nefastas que só tendem a agravar-se com o tempo. Esta é provavelmente uma das questões mais importantes para o futuro do clube e merece uma discussão seria e alargada

Enviado do meu Redmi Note 7 através do Tapatalk

filipescb Juniores
  • ***
  • 691
Resumindo, toda a gente percebe agora que a construção daquele estádio foi um erro, mas só 10 anos depois começamos a ter noção disso e agora não há nada a fazer porque já está feito, e como já está feito também não há outra solução para a Câmara mesmo a nivel financeiro, de logística e para a ajuda da manutenção do mesmo, que o SC Braga lá continue, porque ninguém e repito ninguém compraria aquele estádio sem ser o SCB, e este alarido todo sempre foi o município a pressionar o Braga a comprar o estádio, mas a Câmara já percebeu que o clube e sad não vão por esse caminho, e por uma forma de coerência a Câmara mantém a ideia do referendo mesmo sabendo que a realização do mesmo é completamente inútil.
VERMELHO MAGICO
VERMELHO MAGICO Equipa Principal
  • *****
  • 1027
  • O BRAGA SOMOS NÓS
Este referendo é ridículo de um presidente que só quer protagonismo faz-me lembrar o ex-presidente do clube dele, tapar o sol com a peneira das promessas eleitorais que não foram feitas porque não eram para fazer eram só promessas! Mais ridículo se torna quanto o Braga tem contrato de aluguer até 2030 ou 35 ao certo não sei, até la de certeza que não arranja comprador e se arranjar será por um valor ridículo. Temos um presidente da câmara incompetente que não sabe o que fazer ao estádio nem á cidade é deixa a batata quente na mão dos eleitores até lá vamos tendo umas festas para alegrar o povo.

Isto.

Nem mais.

Onde é que já se viu um referendo para uma barbaridade destas?
COM RAÇA E LEALDADE
DEFENDO OS CLUBES DA MINHA CIDADE
Kwanza99
Kwanza99 Juniores
  • ***
  • 731
  • Os Kwanzas do Dyego
Acontecendo a venda. Existem alguns cenários que me parecem prender o clube a este mamarracho por mais uns valentes anos:
- o clube não tem dinheiro para construir um estádio novo sem o apoio da CMB;
- a CMB certamente que depois do referendo/venda não estará na disposição de apoiar a construção de um qualquer outro estádio, pelo menos até 2030 e mesmo depois disso não sei não;
- o novo proprietário terá capacidade/sensibilidade para a monitorização/manutenção das estruturas do estádio?

Eu juro que não consigo entender a malta que vem para aqui misturar custos de outras infraestruturas com os custos do EMB. O EMB deixava de ser uma obra menos ruinosa caso o fórum ou o parque da rodovia tivessem menos custos? Que comparações ridículas.
Pensem nisto, vocês assumiam agora um cargo superior na empresa onde trabalham. O vosso antecessor tinha tomado medidas que comprometeram o investimento da empresa no departamento que vocês agora "chefiam". Quê, iam assumir as culpas? Não iam fazer nada? Iam deixar de tentar levar as coisas para a frente, fazendo investimentos menores noutras vertentes?
Não brinquem com isto. O EMB é uma obra que empatou a cidade e o clube a um nível estrondoso. Assumam isso, não tem mal nenhum.
Que raio têm as outras obras a ver? Bem ou mal foram feitas e não é por isso que o EMB deixa de ser a maior vergonha de investimento que aconteceu na nossa cidade e arrisco-me a dizer no país!

O problema deste estádio neste momento tem um nome, Souto Moura. Enquanto ninguém meter este paspalho no lugar e enquanto a justiça continuar a atribuir-lhe razão isto não muda. Ou acham que os 20M que se gastariam na construção de um novo estádio não iam chegar para resolver os problemas do EMB? Eu creio que sim, mas até posso estar errado.

Conclusão. Sou a favor da venda, não tenho dúvidas que é esse o caminho. Resta saber as intenções de quem o compra e se vai conseguir desbloquear os entraves colocados pelo pseudo-arquiteto, que tem sido o principal culpado pela desvalorização e desinvestimento no EMB.
Zauuu ⚔️🔴⚪️
Bracarense
Bracarense Equipa Principal
  • *****
  • 1789


O problema deste estádio neste momento tem um nome, Souto Moura. Enquanto ninguém meter este paspalho no lugar e enquanto a justiça continuar a atribuir-lhe razão isto não muda.

E porque deixaria a justiça de lhe dar razão? A culpa do negócio é dele? Que se saiba, não foi ele que foi obrigar a CMB a propor-lhe o negócio e a assinar o contrato.
Goste-se ou não da obra, o menos culpado é ele.
É engraçado como no meio destas notícias todas ao longo dos anos lê-se muitas vezes o nome do Clube e o nome do atual Presidente da Câmara mas raramente se houve falar no Presidente da Câmara da época...

Kwanza99
Kwanza99 Juniores
  • ***
  • 731
  • Os Kwanzas do Dyego


O problema deste estádio neste momento tem um nome, Souto Moura. Enquanto ninguém meter este paspalho no lugar e enquanto a justiça continuar a atribuir-lhe razão isto não muda.

E porque deixaria a justiça de lhe dar razão? A culpa do negócio é dele? Que se saiba, não foi ele que foi obrigar a CMB a propor-lhe o negócio e a assinar o contrato.
Goste-se ou não da obra, o menos culpado é ele.
É engraçado como no meio destas notícias todas ao longo dos anos lê-se muitas vezes o nome do Clube e o nome do atual Presidente da Câmara mas raramente se houve falar no Presidente da Câmara da época...

Obviamente que é ainda mais culpado quem lhe deu o aval. Mas, depois de já ter ganho a visibilidade que ganhou, não pode libertar o estádio das amarras que ele impõe? O estádio de estádio tem muito pouco e até podiam ser melhorados muitos aspetos se não fosse a intransigência desse artista.
E tens toda a razão, MM ir preso era pouco!
Zauuu ⚔️🔴⚪️
 

Anuncios M
Anuncios M