Quantcast
Primeira Liga - Nossos adversários
You are using an outdated browser. For a faster, safer browsing experience, upgrade for free today.
Anuncios M
Primeira Liga - Nossos adversários
2721 Respostas
218355 Visualizações
rei de trunfo e 1 Visitante estão a ver este tópico.
Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 17244
  Re: Primeira Liga - Nossos adversários
« Responder #160 em: 25 de Março de 2020, 00:09 »
Bayern Munique e Borussia Dortmund reduzem salários em 20% (a massa salarial dos Bávaros supera os €300M...a título de curiosidade, a  redução de 20%, seria suficiente para pagar três épocas/orçamentos do SCB).
Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 17244
  Re: Primeira Liga - Nossos adversários
« Responder #161 em: 27 de Março de 2020, 11:02 »
"É uma ofensa aos portugueses, ao futebol e a todos", avisa Evangelista

"É uma ofensa aos portugueses, ao futebol e a todos", avisa Evangelista

Líder do sindicato dos jogadores diz que é tempo de "nos livrarmos de alguns clubes e de alguns dirigentes"

Numa altura em que os clubes dos campeonatos profissionais admitem a possibilidade de uma redução dos ordenados dos atletas, o Sindicato dos Jogadores mostra-se disponível para dialogar, mas vai avisando que não podem ser os futebolistas sozinhos a 'pagar' a fatura.

Joaquim Evangelista pede que esta altura de crise seja usada para "ajustamentos" e não só. "Para nos livrarmos de alguns clubes e de alguns dirigentes que estão a mais e que só afetam a imagem e a credibilidade desta indústria".

O líder do sindicato entende também que o tempo poderá agora ser usado para que os clubes tenham de alterar o paradigma e as estratégias.

"Depois da crise nada vai ser como dantes. Vai ter de existir um ajustamento à realidade económica. A responsabilidade é dos clubes, primeiramente, para não terem mais olhos que barriga, não gastarem mais do que aquilo que geram", analisa, lamentando que se coloquem "os jogadores no olho do furacão como se fossem os responsáveis" pela crise económica provocada pela paragem face ao novo coronavírus.

"Não é justa, não é aceitável e é egoista", assinala Joaquim Evangelista, dando o exemplo do Desportivo das Aves.

"O Aves chegou ao ponto de associar o não pagamento de janeiro e fevereiro à crise do coronavírus. Não é legítimo, não é aceitável. É um abuso e é indecente."

Nestas declarações à 'Renascença', Joaquim Evangelista admitiu ainda que os jogadores estão "disponíveis para fazer sacrifícios e partilhar sacrifícios".

"Estamos em contacto com a Liga e entendemos que ainda não há razões para alarme do ponto de vista de deixar de cumprir as obrigações que assumiram na medida em que as receitas foram antecipadas. O impacto ainda não é evidente. É esse trabalho que tem de ser feito nesta altura, um diagnóstico para quantificar os prejuízos. A esmagadora maioria dos clubes tem sido razoável", afirmou Joaquim Evangelista, ele que já tinha dado conta de que os "clubes ainda não têm razões para dizer que não podem pagar salários".

O sindicalista lamenta, contudo, que existam sempre "meia dúzia de clubes, que são sempre os mesmos, que utilizam todos os expedientes e mais alguns para não pagar, recorrem ao PER [processo especial de revitalização] e querem privilégios relativamente aos outros".

"Aqueles que normalmente não cumprem são os primeiros nestas circunstâncias a aproveitar deste problema. É uma ofensa aos portugueses, ao futebol e a todos", admite Evangelista, em entrevista à 'Renascença'.

O líder do Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol (SJPF) pede que no diálogo que deverá ser feito entre todos é preciso pensar na forma como o futebol tem sido conduzido.

"Podemos discutir se os salários que são pagos fazem sentido ou não. Mas isso não é culpa dos jogadores. Isso é culpa do mercado. Há correções que têm de ser feitas. O futebol tem de dar o exemplo e ajudar quem mais precisa. Vamos ter que mudar de vida e fazer sacrifícios. Os jogadores estão preparados para isso. Os clubes estarão? E os dirigentes? Não aceito que meia dúzia de dirigentes que são incumpridos e que sempre usaram estas habilidades sejam os primeiros a queixar-se."

em: https://bancada.pt/futebol/artigo/e-uma-ofensa-aos-portugueses-ao-futebol-e-a-todos-avisa-evangelista
Anuncios M
Anuncios M
Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 17244
  Re: Primeira Liga - Nossos adversários
« Responder #162 em: 27 de Março de 2020, 11:04 »
"Os clubes ainda não têm razões para dizer que não podem pagar salários"

"Os clubes ainda não têm razões para dizer que não podem pagar salários"

Joaquim Evangelista avisa que tal cenário só poderá ser colocado daqui a dois meses

O presidente do Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol (SJPF) considerou hoje que os clubes portugueses “ainda não têm razões para dizer que não podem pagar salários”, devido à paragem nas competições, motivada pela pandemia da covid-19.

“Os clubes portugueses ainda não têm razões para dizer que não podem pagar salários”, disse Joaquim Evangelista, à agência Lusa, considerando que esse cenário poderá colocar-se caso a atual situação “se mantenha por mais dois meses”.

O presidente do SJPF lembra que os clubes são empresas, e caso “cumpram todos os requisitos” podem beneficiar dos apoios anunciados pelo Governo, depois de ter declarado o estado de emergência.

“Há medidas de apoio, os clubes podem recorrer às mesmas”, disse Joaquim Evangelista, lamentando que clubes como o Desportivo das Aves, com salários em atraso desde o início do ano, se estejam a aproveitar da atual situação de pandemia.

“O comportamento do Desportivo do Aves ofende os portugueses, querem aproveitar-se de situações que nada têm a ver com o problema real”, afirmou.

Evangelista não se mostra favorável a uma eventual redução de salários devido à paragem nas competições: “Os jogadores são trabalhadores como todos nós. Ninguém está disposto a prescindir dos seus direitos”.

Joaquim Evangelista lembra que a Federação Portuguesa de Futebol criou um fundo de emergência para as competições não profissionais, e a que a Liga de clubes e o sindicato criaram “um grupo mais específico para responder a clubes com mais dificuldades”.

Além disso, Joaquim Evangelista referiu que também a Federação Internacional das Associações de Jogadores (FIFPro) “tem procurado, em conjunto com as ligas europeias, que haja um quadro uniformizado”, em relação aos problemas causados pela paragem nas competições, que afeta quase toda a Europa.

Joaquim Evangelista recordou que o próprio sindicato “tem um fundo de garantia salarial” e pede aos jogadores que “estão preocupados com questões de despejos, ou outras situações complicadas” que contactem a estrutura sindical.

Joaquim Evangelista considerou que “nestes tempos difíceis”, o futebol tem “feito a diferença”, com clubes e jogadores a doarem verbas para o combate à pandemia da covid-19, e manifestou o desejo de que a atual situação sirva “para mudar o paradigma”.

"A próxima época terá de ser olhada de outra maneira, o futebol tem oportunidade de se ajustar à realidade económica e mudar de paradigma", disse.

Em Portugal, as competições de futebol, profissional e não profissional, foram suspensas em 12 março por tempo indeterminado, devido à pandemia da covid-19, que já infetou mais de 341 mil pessoas em todo o mundo, das quais mais de 15.100 morreram.

Após a suspensão das competições, Joaquim Evangelista já tinha alertado para a ilegalidade de reduzir ordenados a futebolistas.

em: https://bancada.pt/futebol/portugal/os-clubes-ainda-nao-tem-razoes-para-dizer-que-nao-podem-pagar-salarios
Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 17244
  Re: Primeira Liga - Nossos adversários
« Responder #163 em: 27 de Março de 2020, 11:06 »
Sindicato adverte para ilegalidade de reduzir ordenados a futebolistas

Sindicato adverte para ilegalidade de reduzir ordenados a futebolistas

O organismo mantém "especial preocupação com jogadores e clubes em situação de maior vulnerabilidade"

O Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol (SJPF) advertiu hoje para a ilegalidade de “privar ou reduzir a retribuição” dos futebolistas durante a suspensão das competições provocada pela pandemia de Covid-19.

Em comunicado, o sindicato liderado por Joaquim Evangelista “deixa claro que, neste momento de suspensão das competições, se mantém o direito à retribuição dos jogadores, estando estes ao dispor das entidades patronais, disponíveis para cumprir as direções que forem prestadas, o que já acontece com a realização de planos de trabalho físico em casa”.

Face a esta situação, o SJPF adverte que “são ilegítimas medidas unilaterais que visem limitar direitos dos jogadores, nomeadamente privar ou reduzir a retribuição”, recordando que, apesar de afetado, o futebol é um setor com “vias de financiamento em aberto”, nomeadamente “a antecipação de receitas provenientes de direitos televisivos”.

“Dada a incerteza do momento, o SJPF mantém especial preocupação com jogadores e clubes em situação de maior vulnerabilidade económica”, lê-se ainda no mesmo comunicado, rejeitando “soluções unilaterais, limitadoras de direitos fundamentais, apelando à serenidade e ao bom senso”.

O comunicado do SJPF surge no mesmo dia em que o Borussia Mönchengladbach anunciou que os jogadores do clube, equipa técnica e dirigentes vão sofrer um corte no salário enquanto durar a pandemia de Covid-19, por proposta dos próprios futebolistas, sensíveis ao momento que se está a atravessar.

O SJPF diz ainda condenar “todos aqueles que de modo pessoal exploram publicamente o medo e a insegurança dos agentes desportivos e não se inibem de propor soluções sem rigor técnico”.

Para evitar “posições de conflito, desorientação e alarme”, a estrutura sindical propõe a criação de “um espaço de reflexão conjunta e consensualização de posições”, a fim de “se criar um clima de confiança e responsabilidade coletiva”.

Além da preocupação com os futebolistas das competições nacionais, o sindicato elogiou o adiamento para 2021 o campeonato da Europa e da Copa América, considerando-o “uma decisão acertada, corajosa e responsável”.

Ainda ao nível internacional, no âmbito da Federação Internacional das Associações de Futebolistas (FIFPro), o SJPF defende o debate nos grupos de trabalho dedicados aos calendários e aos impactos económicos, para proteger “a estabilidade das relações laborais e os direitos dos jogadores e jogadoras, enquanto trabalhadores”.

em: https://bancada.pt/futebol/portugal/sindicato-adverte-para-ilegalidade-de-reduzir-ordenados-a-futebolistas
Anuncios V
Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 17244
  Re: Primeira Liga - Nossos adversários
« Responder #164 em: 27 de Março de 2020, 11:24 »
FC Porto admite reavaliar salários, Benfica não comenta e Sporting quer esperar

FC Porto admite reavaliar salários, Benfica não comenta e Sporting quer esperar

A questão do pagamento de salários na Liga portuguesa, em consequência da crise económica que poderá surgir após o surto da Covid-19, tem dado que falar, nos últimos dias, com o sindicato dos jogadores a admitir abertura para dialogar com todos. Agora, FC Porto, SC Braga e Sporting tomam uma posição relativamente ao tema, enquanto que o Benfica prefere não deixar comentários, para já.

Na liderança do campeonato, os portistas admitem que este mês as coisas vão acontecer como previsto.

"Os salários deste mês serão pagos normalmente, depois a situação será reavaliada, mediante a evolução desta crise", afirma fonte do FC Porto, em declarações citadas pela 'Tribuna Expresso'.

Quanto ao Benfica, que está na segunda posição no campeonato, fonte encarnada salienta que, neste momento, "seria prematuro ter já uma posição e o clube nada tem a dizer, para já, sobre este assunto".

Por sua vez, o SC Braga, terceiro posicionado na Liga NOS, refere ao referido jornal que "vai respeitar os contratos e qualquer alteração a isto tem de ser alcançada conjuntamente entre Liga e Sindicato dos Jogadores".

Já o Sporting sustenta que está "a estudar todas as alternativas, mas esse tipo de medidas de ajuste, alinhadas com o mercado, passam por um entendimento coordenado com os outros clubes".

Numa altura em que os clubes dos campeonatos profissionais admitem a possibilidade de uma redução dos ordenados dos atletas, o Sindicato dos Jogadores mostra-se disponível para dialogar, mas vai avisando que não podem ser os futebolistas sozinhos a 'pagar' a fatura.

em: https://bancada.pt/futebol/portugal/salarios-deste-mes-pagos-normalmente-depois-avisa-fc-porto
rpo.castro
rpo.castro Equipa Principal
  • *****
  • 13975
  Re: Primeira Liga - Nossos adversários
« Responder #165 em: 27 de Março de 2020, 12:08 »
FPF deve anunciar cancelamento de todos os campeonatos de formação, sem campeões, subidas ou descidas..
Em Barcelona já há acordo para cortes de salários, não sendo conhecidos os valores.

No mundo da fantasia vive o Joaquim Evangelista e o detentor dos direitos da liga Espanhola:
Jaume Roures, responsável da Mediapro, grupo detentor dos direitos de transmissão da liga espanhola, diz ser impensável que a presente temporada não seja disputada até ao fim. «Há que acabar a época, o futebol não pode perde 7 mil milhões.» «O mais importante é acabar a temporada.»
Quem não sente não é filho de boa gente.
Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 17244
  Re: Primeira Liga - Nossos adversários
« Responder #166 em: 27 de Março de 2020, 12:45 »
Saia um "vírus" direccionado à estupidez desse tipo de dirigestes  que os ilumine ou, não sendo possível, que os torne inaptos para o exercício de funções...
PAF Equipa Principal
  • *****
  • 4803
  Re: Primeira Liga - Nossos adversários
« Responder #167 em: 27 de Março de 2020, 14:41 »
Saia um "vírus" direccionado à estupidez desse tipo de dirigestes  que os ilumine ou, não sendo possível, que os torne inaptos para o exercício de funções...
Percebo-os, estão agarrados ao dinheiro e ainda não caíram na realidade. Compraram ouro e agora o outro transformou-se em lata.
Já deviam estar a pensar na próxima época e como vão fazer face à crise, quanto mais tarde acordarem pior.
Anuncios M
Anuncios M
Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 17244
  Re: Primeira Liga - Nossos adversários
« Responder #168 em: 27 de Março de 2020, 18:44 »
LIGA PROMOVE LEILÕES SOLIDÁRIOS

A Fundação do Futebol – Liga Portugal, juntamente com a plataforma eSolidar, associa-se à luta contra a pandemia do COVID-19 e ao combate diário desenvolvido pelos profissionais de saúde.

Vai ser lançado o projeto STOP COVID-19, criado pelo Movimento Tech4Covid19, e a Fundação do Futebol doou para leilão bolas e camisolas autografadas dos clubes finalistas da Final Four Allianz CUP 2020, no caso SC Braga, Sporting CP, Vitória SC e FC Porto.

Os valores serão revertidos a 100% para esta causa, a qual tem por objetivo a angariação de 100.000€ para a aquisição de equipamentos de proteção (máscaras, luvas, batas).

Para contribuires basta aceder ao seguinte link:
 https://www.esolidar.com/npo/detail/1484-stopcovid-19-tech4covid19/

 


em: www.scbraga.pt
Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 17244
  Re: Primeira Liga - Nossos adversários
« Responder #169 em: 28 de Março de 2020, 13:37 »
                            

UEFA tem três planos para retomar as competições

Ceferin ainda descartou a possibilidade de realizar a final da Liga dos Campeões com portões fechados

         

Apesar de ainda não saber quando é que a temporada de futebol pode ser retomada, o presidente da UEFA, Aleksander Ceferin, garante que tem vários planos que podem ser aplicados perante a atual paralisação devido ao surto do coronavírus.

"Neste momento dramático, o mais importante é a saúde das pessoas e sair dessa crise. É claro que a interrupção do futebol simboliza que a Europa e o mundo pararam. Não sabemos quando essa pandemia terminará, mas temos um plano A, B e até C. Estamos em contato com as ligas, com os clubes, há um grupo de trabalho. Temos que esperar, como qualquer outro setor.", disse em entrevista ao jornal italiano La Repubblica.

O organismo que comanda o futebol europeu tem várias opções, mas o dirigente explicou que não pode existir um plano final, uma vez que a pandemia segue evoluindo e descartou a possibilidade da final da Liga dos Campeões ser realizada com portões fechados.

A temporada pode recomeçar em meados de maio, em junho ou no final de junho. Existe até uma proposta para terminar a temporada no início da próxima, que começaria mais tarde. Agora, sem saber quando a pandemia vai terminar, não podemos ter um plano final", explicou.

"Vamos ver quais são as melhores soluções para as diferentes ligas e clubes. É difícil imaginar todos os jogos de portões fechados, mas agora nem sabemos se vamos retomar, com ou sem espectadores. Se não houver outras alternativas, ainda seria melhor concluir o campeonato. Posso dizer que não penso nas finais da Liga dos Campeões de portões fechados", completou.

Vale lembrar que a UEFA decidiu adiar a Euro 2020 para 2021 e tem a Liga dos Campeões e a Liga Europa suspensas por tempo indeterminado.

em: https://pt.besoccer.com/noticia/presidente-da-uefa-diz-que-tem-tres-planos-para-retomar-as-competicoes-de-futebol-814118
Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 17244
  Re: Primeira Liga - Nossos adversários
« Responder #170 em: 30 de Março de 2020, 01:05 »
Enquanto alguns dos maiores clubes europeus já revevam em baixa os  salários dos seus jogadores, muitos outros estão a negociar no mesmo sentido e mais ainda, com a devida prudência nada dizem, AS vem publicamente dizer que no SC Braga tudo se manterá na mesma?

Vivemos um tempo extraordinário que requer medidas extraordinárias e as de AS, SAD do SCB, vão no sentido de manter tudo na mesma como se nada estivesse a acontecer? Com a Liga suspensa, receitas em dúvida e a maior recessão pós segunda grande guerra já em marcha AS compromete-se publicamente a manter na íntegra a massa salarial dos jogadores? Será que há petróleo na Pedreira ou será apenas  imprudência, para não lhe chamar irresponsabilidade ou pior ainda estupidez de um Presidente que, muito provavelmente, em breve, irá ter que dizer e fazer precisamente o contrário daquilo com que se comprometeu...
Anuncios G
Guerreiro03 Equipa Principal
  • *****
  • 1049
  Re: Primeira Liga - Nossos adversários
« Responder #171 em: 30 de Março de 2020, 02:59 »
Ou então não. Não sabemos.

Enviado do meu Redmi Note 7 através do Tapatalk
« Última modificação: 30 de Março de 2020, 03:04 por Guerreiro03 »
Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 17244
  Re: Primeira Liga - Nossos adversários
« Responder #172 em: 30 de Março de 2020, 08:29 »
Ou então, AS, como comprovado negociador que é, conseguiu junto dos principais patrocinadores, também eles com as receitas drasticamente afectadas, manter os contratos intocáveis, mesmo sem jogos, sem transmissões televisivas,  sem publicidade, sem apostas desportivas, sem bilheteira (esta é irrelevante)...será que AS viu o que mais ninguém vê (gerar receitas sem exposição mediática) e nessa epifania ainda resolveu o milenar problema da quadratura do círculo?
Magicobraga20 Juniores
  • ***
  • 473
  Re: Primeira Liga - Nossos adversários
« Responder #173 em: 30 de Março de 2020, 10:49 »
Ainda não perceberam que dentro da liga portuguesa devemos ser o clube mais estavel a nivel financeiro e que nao paga balurdios de salarios, isto ate pode ser uma forma de nos aproximarmos dos grandes, aqui o salário é os mesmos, porque onde os jogadores costumam ganhar mais dinheiro é nos prêmios dos jogos
PAF Equipa Principal
  • *****
  • 4803
  Re: Primeira Liga - Nossos adversários
« Responder #174 em: 30 de Março de 2020, 11:44 »
Ainda não perceberam que dentro da liga portuguesa devemos ser o clube mais estavel a nivel financeiro e que nao paga balurdios de salarios, isto ate pode ser uma forma de nos aproximarmos dos grandes, aqui o salário é os mesmos, porque onde os jogadores costumam ganhar mais dinheiro é nos prêmios dos jogos
Deduzo que não seja mais estável que uma Juventus e estes cortaram 1/3 dos salários.
O Braga tem um orçamento de 20milhões ou por aí, com sorte a liga vai estar parada 5 meses, é impossivel ao Braga ou a qualquer outro clube manter a 100% os salários sem as respetivas receitas, isto já para nem falar no futuro que é neste momento sombrio, tomara as empresas terem dinheiro para salários, quanto mais para investir em futebol. O futuro é logo aí.
Em todo o caso acredito que as medidas estejam a ser preparadas, seja pelo Braga seja pelos outros clubes. Embora em Portugal parece que é vergonha alguém dizer que passa dificuldades, mesmo nestes tempos difíceis.
AMartins
AMartins Equipa Principal
  • *****
  • 2986
  Primeira Liga - Nossos adversários
« Responder #175 em: 30 de Março de 2020, 12:07 »
Especular é muito bonito mas a realidade é que muito pouca gente tem noção do custo da operação de um clube e de como ela é feita em cada um deles. Há quem seja estável, há quem tenha mais olhos que barriga e há aqueles que estão habituados a “receitas espectaveis” e que de vez em quando sai-lhes o tiro pela culatra.

As perdas maiores serão sempre para os maiores clubes, os que recebem mais da tv, os que vendem mais bilhetes em casa etc...o valor dos planteis e a sua consequente desvalorização é outra história, que vai ter consequências mais lá para a frente e vão suceder para todos.
Uma coisa é certa, até agora ainda não vi notícias comprometendo os com contratos publicitários com nenhum clube, quer “grande” quer “pequeno” (e não creio que haja alguma quebra no momento, no Braga não há de certeza) e com clubes que têm até grande parte do dinheiro adiantado no que respeita aos direitos da tv, aqueles que andam a reclamar deve ser por oportunismo e por efeito da sua má gestão recorrente. Querem o quê afinal?? Clubes a viver da bilheteira de ocasião?? A grande parte do encaixe de bilheteira dos clubes portugueses é feita à cabeça com os lugares anuais! Se há clubes que justificam as dificuldades de forma indireta porque não jogaram com o Benfica e com o Porto em casa, então bem que podem acabar de vez e começar nos distritais.
« Última modificação: 30 de Março de 2020, 12:28 por AMartins »
Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 17244
  Re: Primeira Liga - Nossos adversários
« Responder #176 em: 30 de Março de 2020, 13:13 »
Numa estimativa a tender para o optimista, com a suspenção da I Liga, o SC Braga perde cerca de €1,5M por mês, sem contabilizar a potêncial "desvalorização" dos seus activos no próximo mercado de transferências (os passes dos jogadores, a nível global, vão sofrer uma enorme revisão em baixa).
« Última modificação: 30 de Março de 2020, 20:34 por Lipeste »
PAF Equipa Principal
  • *****
  • 4803
  Re: Primeira Liga - Nossos adversários
« Responder #177 em: 30 de Março de 2020, 13:39 »
Especular é muito bonito mas a realidade é que muito pouca gente tem noção do custo da operação de um clube e de como ela é feita em cada um deles. Há quem seja estável, há quem tenha mais olhos que barriga e há aqueles que estão habituados a “receitas espectaveis” e que de vez em quando sai-lhes o tiro pela culatra.

As perdas maiores serão sempre para os maiores clubes, os que recebem mais da tv, os que vendem mais bilhetes em casa etc...o valor dos planteis e a sua consequente desvalorização é outra história, que vai ter consequências mais lá para a frente e vão suceder para todos.
Uma coisa é certa, até agora ainda não vi notícias comprometendo os com contratos publicitários com nenhum clube, quer “grande” quer “pequeno” (e não creio que haja alguma quebra no momento, no Braga não há de certeza) e com clubes que têm até grande parte do dinheiro adiantado no que respeita aos direitos da tv, aqueles que andam a reclamar deve ser por oportunismo e por efeito da sua má gestão recorrente. Querem o quê afinal?? Clubes a viver da bilheteira de ocasião?? A grande parte do encaixe de bilheteira dos clubes portugueses é feita à cabeça com os lugares anuais! Se há clubes que justificam as dificuldades de forma indireta porque não jogaram com o Benfica e com o Porto em casa, então bem que podem acabar de vez e começar nos distritais.
Os clubes vivem de tudo,a bilheteira é apenas uma parte. O Braga se ficar 5 meses sem jogar perde o valor que o Lipeste já citou acima ou perto disso. Obviamente as TVs não pagam e os patrocinadores também não vão pagar ou acham que as empresas são a santa casa? Este mês que terminou é o menor dos problemas dos clubes, isto está no início. O não teres visto nada sobre contratos quebrados diz muito pouco, não viste ninguém a falar que quebrou contratos com o Barcelona, no entanto cortaram até 70% dos salários de todas as modalidades profissionais, repito 70%!! Não estamos a brincar quando se corta salários nesta grandeza de valores.
Os jogos com Slb e Porto podem ser importantes pela parte da TV, não sei se são quantificados à unidade ou num bolo global, só por aí se entende. Mas o problema será sempre global.
Em Portugal está tudo estranhamente calado, mas os problemas estão a bater à porta de todos sem excepção, incluindo o Braga.
Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 17244
  Re: Primeira Liga - Nossos adversários
« Responder #178 em: 30 de Março de 2020, 13:48 »
Se a revisão dos contratos publicitários e de TV ainda não foram anunciados, colocados à discussão com os clubes, talvez seja porque ainda não foi decidido não realizar as 10 jornadas que faltam e dar a I Liga por terminada, se assim vier a ser, tal como o PAF também eu não tenho qualquer dúvida que irão aplicar a correspondente tesourada, seja de que forma for, agora ou mais tarde...julgam que os nossos patrocinadores e quem nos comprou  os direitos de transmissão relativos a 17 jogos por época vão pagar por algo a que não tiveram direito? (também eles a braços com enorme redução das suas próprias receitas). Não são mecenas, são empresas que pagaram X€ por 17 jogos e como é natural não estarão disponíveis para continuar a pagar X por 12 jogos.
rpo.castro
rpo.castro Equipa Principal
  • *****
  • 13975
  Re: Primeira Liga - Nossos adversários
« Responder #179 em: 30 de Março de 2020, 14:04 »
Um clube tem um orçamento consoante as receitas que consegue gerar, grosso modo.
Se as receitas param, como consegue um clube manter o mesmo nivel de despesa? Um mês qualquer empresa saudavel consegue, agora meses?

E o custo de pessoal é só a enorme fatia.

As notícias sobre o estrangeiro dizem que as transmissões são pagas em trancheseo que se tem anunciado é o não pagamento das próximas tranches.

Acho mt lindo falar se num clube diferente (é o mito de cá), em retomar campeonato e em transferências no verao, mas tb sonho com o Euromilhões e nunca me sai

Enviado do meu SM-J610FN através do Tapatalk

Quem não sente não é filho de boa gente.
 

Anuncios M
Anuncios M