You are using an outdated browser. For a faster, safer browsing experience, upgrade for free today.
Anuncios M
NOTÍCIAS DO ENORME SC BRAGA DO DIA 17/07
2 Respostas
617 Visualizações
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
Bruno3429 Equipa Principal
  • *****
  • 12964
  NOTÍCIAS DO ENORME SC BRAGA DO DIA 17/07
« em: 17 de Julho de 2019, 15:01 »
Inspiração de André Horta mantém senda de vitórias
Ricardo Anselmo

Guerreiros do Minho continuam 100% vitoriosos na pré-época. Entrada algo apática só corrigida pela cabeça de Palhinha. Na segunda parte Milwall empatou, mas André Horta deu pontapé na apatia.

E ao quarto jogo... a quarta vitória. Segue imparável o SC Braga nesta pré-temporada e desta vez frente a um adversário bem mais exigente do ponto de vista físico. Palhinha começou por dar vantagem, de cabeça, mas os ingleses aproveitaram alguma apatia que a defensiva bracarense apresentou para empatar antes do intervalo. No segundo tempo, com as substituições a qualidade do jogo, que já não era muita, decresceu significativamente. Ainda assim, as entradas de Xadas, Trincão, Paulinho, Murilo e, acima de tudo, André Horta, dera uma outra vivacidade ao jogo ofensivo dos arsenalistas. Precisamente este último, num momento de génio, combinou na perfeição com Murilo e atirou um remate colocado, junto ao poste, que o guardião inglês não conseguiu travar.

A entrada do SC Braga deixou um pouco a desejar e, na primeira dezena de minutos, o Milwall esteve por duas vezes muito perto de abrir o activo. Primeiro foi Bruno Viana a salvar em cima da linha, mas depois Matheus foi enorme e negou o golo a Mahoney com uma grande estirada. Os sinais de alerta tiveram o condão de acordar a equipa, que respondeu por intermédio de Wilson, desta vez para boa defesa do guarda-redes Fielding. O aviso seria transformado depois em golo, após a marcação de um pontapé de canto, com Palhinha a surgir entre os centrais para fazer o 1-0 (18m). No entanto, a apatia era grande entre os defensores bracarenses, o que permitiu a O’Brien, selar a igualdade (36m), também num canto, com a bola perdida no meio da defesa.

Desta vez Sá Pinto não mudou o onze quase por completo ao intervalo mas introduziu de uma assentada cinco peças que viriam a ter um peso signifactivo no desfecho da partida. Paulinho, Murilo, Trincão, Xadas e André Horta deram uma outra dinâmica a um setor atacante pouco activo no primeiro tempo e seria já aos 72 minutos que André Horta viria a garantir o triunfo, numa jogada muito bem delineada e que contou com a maravilhosa combinação com Murilo. Até ao final, Paulinho, isolado, e Lucas, de cabeça, ainda estiveram perto de aumentar a vantagem.

Sequeira: “Estamos num bom caminho”

Enquanto Cajú não chega para concorrer com Sequeira pelo lugar de lateral-esquerdo, o português vai dando contado recado e, ontem, até teve de jogar durante os 90 minutos, depois de no último Sábado essa tarefa ter cabido a Esgaio. Isso, contudo, não é um problema e Sequeira vê com bons olhos a integração de novos jogadores, se vierem para ajudar.
“Ainda não sei de nada [contratação de Cajú], mas se vier é para ajudar a equipa, assim como outros que possam chegar. São todos bem-vindos e vamos acolhê-los o melhor possível”, garantiu.

Quanto ao jogo, o lateral salienta a importâcia da vitória, apenas no sentido de fazer com que a equipa se vá habituando. “É importante incutir esta mentalidade vencedora, contra uma equipa que nos criou dificuldades pelo estilo de jogo que tem. Um futebol directo, a procurar as segundas bolas. Nós, a espaços, conseguimos pôr a nossa qualidade em campo e a vitória é acaba por ser justa, apesar de isso não ser o mais importante neste momentos”, assumiu.
Já em relação às diferenças entre Abel Ferreira e Ricardo Sá Pinto, Sequeira, apesar de reconhecer as diferenças naturais de ambos, evoca um aspecto muito particular e que llhe é inerente: ambição de colocar a equipa a jogar bom futebol.
“São treinadores diferentes, cada um tem o seu cinho pessoal. Apesar de terem coisas em comum, estamo-nos a adaptar às ideias do novo treinador e estamos num bom caminho”, concluiu.
Nesta partida frente aos ingleses, Sequeira cumpriu então os 90 minutos, mas nota para Eduardo, David Carmo e pedro Amador, que não foram utilizados por Sá Pinto.

Correio do Minho
Bruno3429 Equipa Principal
  • *****
  • 12964
  Re: NOTÍCIAS DO ENORME SC BRAGA DO DIA 17/07
« Responder #1 em: 17 de Julho de 2019, 23:12 »
FUTEBOL“TEMOS UM GRUPO MUITO FORTE”
 
Quatro jogos… quatro vitórias. Resultados que para Claudemir provam que a equipa está “no caminho certo”, sendo igualmente sinónimo da qualidade que reveste o grupo. O médio foi o porta-voz na manhã desta quarta-feira no Algarve e, frisando o respeito e boa competitividade entre todos, falou ainda da adaptação às ideias trazidas por Sá Pinto.

Claudemir: “Temos um grupo muito forte" 4

Raiz mantém-se:

“O grupo manteve a base, chegaram alguns jogadores que com certeza vão-nos ajudar e estamos a acolhê-los no grupo da melhor forma possível. Eles estão a corresponder às expectativas”.

Sá Pinto trouxe novas ideias:

“As ideias mudaram um pouco mas somos jogadores profissionais, já estamos habituados a jogar em outros sistemas diferentes. Esta pré-época está a servir muito para entendermos essa filosofia e temos vindo a trabalhar junto com o mister e com todo o plantel para adaptar-nos a ela o mais rápido possível”.

Claudemir: “Temos um grupo muito forte

Grupo dá garantias de qualidade:

“Temos um grupo muito forte. Sabemos que o treinador vai procurar utilizar quem estiver na melhor forma por isso é uma competição saudável, onde existe respeito um pelo outro. Quanto a quem vai jogar, vamos deixar isso para o treinador decidir”.

Análise ao encontro com o Millwall FC:

“O mister transmitiu-nos antes do jogo que era uma equipa fisicamente muito forte, com características que poderemos encontrar na Liga Europa. No início de temporada é normal sentirmos algumas dificuldades mas acho que estamos a melhorar a cada dia. Agora é pensar nos próximos jogos de preparação”.

Bom registo:

“Independentemente de ser amigável ou não queremos ganhar. Isso ajuda a equipa a ter confiança, mostra que estamos no caminho certo e estas vitórias são sempre importantes”.

PAULINHO É REFORÇO DA EQUIPA B
 
Velocidade, tecnicismo e vertigem. Eis mais três qualidades que o ataque do SC Braga B acaba de colecionar. Um dos grandes destaques do Campeonato de Portugal 2018/2019, Paulinho é mais um reforço para a Legião às ordens de Rui Santos.

O extremo brasileiro, de 22 anos, chega proveniente do Sporting de Espinho, onde na temporada passada somou 7 golos em 40 encontros realizados. Antes de rumar ao emblema vareiro, representou a AD Sanjoanense.

Paulinho já trabalha com a formação secundária do SC Braga e já participou, inclusive, no particular com os ingleses do Fulham FC. Com uma velocidade estonteante e um pé esquerdo imprevisível, foi um dos homens em evidência no conjunto bracarense.

PAULINHO APRESENTA-SE À LEGIÃO
 
Seguro de si e da qualidade que levou o SC Braga a contratá-lo, Paulinho acredita que vai ser feliz.

Na hora de se dar a conhecer ao universo bracarense, define-se como um jogador veloz, personalizado e versátil. Com experiência acumulada no Campeonato de Portugal, promete ter um papel importante na equipa liderada por Rui Santos.

Sem mais demoras, Paulinho à sua disposição…

A confirmação

“Fiquei muito feliz quando recebi a notícia. A adaptação está a ser muito fácil, em virtude dos quatro anos que passei em Portugal. Estou feliz por encontrar um grupo tão bom como este e tenho a certeza que tudo vai dar certo”

Evolução como uma certeza

“Fazer parte de um clube destes é fantástico. Sei que vou evoluir muito a todos os níveis. Aqui trabalha-se com muita qualidade e vou dar tudo para fazer as coisas bem”.

Auto definição

“Sou um jogador com personalidade. Que gosta de ter bola e ir para cima dos adversários”

Versatilidade

“Sinto-me bem a jogar a extremo, mas também posso atuar como falso nove. Considero-me um jogador versátil”.

Objetivos elevados

“Os meus objetivos passam por ganhar jogos, trabalhar bem e fazer parte das opções do treinador. Queremos a subida, num campeonato que conheço bem e que sei que é muito difícil. Estou aqui para ajudar e sei que vamos ser felizes”.

Experiência acumulada no Campeonato de Portugal

“Acredito que pode ser útil. Vou para o terceiro neste campeonato e sou conhecedor das dificuldades. Com o trabalho que estamos a desenvolver e com as ideias que o treinador nos está a passar, acredito que vamos conseguir os objetivos”.

‘BÊS’ EMPATAM NO TESTE INGLÊS
 
O SC Braga B realizou, esta quarta-feira, o segundo teste da pré-temporada. Os comandado de Rui Santos empataram (1-1) com os Sub-23 do Fulham FC, num encontro realizado em Fão e inserido no estágio de preparação que se iniciou na segunda-feira.

Num duelo intenso e bastante físico, Rui Santos voltou a testar as peças à sua disposição, numa prestação com algumas oscilações. O técnico bracarense escalou o seguinte onze inicial: Rogério, Fabiano, Zé Pedro, Rodrigo Borges, Fábio Vianna, Makouta, Rodrigo, Kiki Paulinho, Denisson e Elias.

Ao longo do encontro foram lançados os seguintes jogadores: Velho, Bruno Carvalho, Xico, Villagrán, Bruno Rodrigues, Namora, Álvaro Djálo, Marna, Afonso Caetano, David Veiga, Schurrle, Willian, Gonçalo Gregório e André Ribeiro.

O SC Braga B volta a ser testado na próxima sexta-feira, defrontando os Sub-23 do Rio Ave FC no Complexo Desportivo de Fão.

CUSTÓDIO ASSUME COMANDO DOS SUB-17
 
Custódio é o novo treinador dos Sub-17 do SC Braga. Com a transição de Pedro Pires para a estrutura técnica do escalão B, onde o ex-jogador exerceu as funções de adjunto durante duas épocas, Custódio prepara-se assim para a primeira experiência a solo ao comando de uma equipa, desafio que abraça aos 36 anos e depois da inegável marca deixada nas quatro temporadas e meia ao serviço dos Gverreiros do Minho.

Na longa carreira acumulou um total de 447 jogos e 28 golos, bagagem que pretende agora transmitir aos jovens jogadores. O conhecimento da casa e da mística prometem ser uma mais-valia, até porque para Custódio o objetivo passa por um grupo que jogue à “SC Braga”: coragem, raça e ambição são os valores imprescindíveis.

Como surgiu a oportunidade:

“Isto é fruto do trabalho que temos vindo a desenvolver junto da formação. Recebi o convite para abraçar este projeto e trabalhar nos Sub-17 e aceitei porque é um grande desafio, é aquilo que eu queria, é a minha paixão. O trabalho de campo, o tentar passar valores, passar o que fui aprendendo ao longo do tempo… Hoje temos uma Formação de referência em Portugal, somos dos melhores do país, com um crescimento que tem sido sustentado e que de ano para ano está mais forte. Isso também está refletido na equipa principal, onde temos cada vez mais jogadores da formação, e cabe-nos a nós agora dar seguimento a esse trabalho e tentarmos formar cada vez mais e melhores jogadores. Não só melhores jogadores, mas também melhores homens, e penso que é essa a nossa missão”.

De adjunto a treinador principal:

“É diferente. Como adjunto, e porque é assim o caminho a ser percorrido, damos uma ajuda mas não lideramos o processo. Nos Sub-17, como principal, vou liderar o processo. Dá trabalho mas penso que estou preparado para isso”.

Cada vez mais ex-atletas a assumir o cargo:

“Acho que é muito importante. É importante que num clube como o SC Braga, que tem tido um crescimento muito grande, um crescimento sustentado, exista essa mística. Pessoas, ex-atletas que representaram o clube, que deram tudo por clube, mas que ao mesmo tempo não é só por isso que serão treinadores ou não. É porque também lhes é reconhecido outros valores, é reconhecido o conhecimento do jogo, é reconhecida a dedicação, a paixão pelo jogo e penso que é por isso que cá estamos e que essa aposta é feita em nós”.

Como será o Custódio treinador:

“Muito exigente. Penso que trabalhar na formação, neste caso nos Sub-17, em que a distância para se ser profissional é pouquíssima, obriga-nos a ser exigentes. Os jogadores têm de saber como faz no profissional, o caminho é tão curto que é preciso mesmo ser exigente, e eu sou-o muito. Mas ao mesmo tempo sou paciente, tenho o objetivo de lhes ensinar o jogo, de lhes poder passar os valores que são importantes. Depois, há uma coisa que carrego comigo e que acredito desde sempre: melhores homens serão sempre melhores jogadores”.

Imagem a apresentar:

“Eu quero que a equipa de Sub-17 jogue à SC Braga, que jogue com coragem, com ambição e com bola, porque acredito muito que o jogo é jogado com a bola e não a correr atrás dela. Quero que sejam a imagem do SC Braga, que sejam Gverreiros e que se desafiem”.

Quatro objetivos:

“O que eu disse à minha equipa técnica é que tenho quatro objetivos para este ano e que definem também o que quero para o meu futuro: em primeiro lugar, que os Sub-17 cresçam como homens e como jogadores; que ganhem, porque num clube como o SC Braga não existe outro objetivo que não seja ganhar todos os jogos; que a minha equipa técnica evolua também e, depois sim, vem um objetivo individual, que é crescer como treinador, dar passos seguros naquilo que eu quero e treinar a um bom nível”.

SAMUEL NO EMPATE FRENTE À ESPANHA
 
Na segunda jornada do Campeonato da Europa, a Seleção Nacional Sub-19 empatou a uma bola frente à Espanha e entre os contributos dados esteve o de Samuel Costa. Suplente não utilizado no arranque da prova, o atleta arsenalista foi esta terça-feira lançado por Filipe Ramos aos 76 minutos, estreando-se assim no prestigiado palco de Erevan (Arménia).

Depois do triunfo diante da Itália, a Equipa das Quinas voltou a não desiludir e coloca bem encaminhada a passagem para as meias-finais da competição. Com duas partes de domínio distinto, fica o registo do tento apontado pelo espanhol Miranda, aos 41 minutos, e do golo – correção, golaço – de Fábio Vieira no recomeço (49′), resultado que mantém as duas equipas empatadas na classificação.

Na última partida da fase de grupos, Portugal tem encontro marcado para este sábado, pelas 18h, com a anfitriã Arménia.

SC Braga
Anuncios M
Anuncios M
Bruno3429 Equipa Principal
  • *****
  • 12964
  Re: NOTÍCIAS DO ENORME SC BRAGA DO DIA 17/07
« Responder #2 em: 17 de Julho de 2019, 23:16 »
PAOK PENSA EM FRANSÉRGIO
Redação

Falhada a contratação de João Palhinha, o PAOK, agora treinado por Abel Ferreira, pensa noutro bracarense para o meio-campo. Fransérgio é um dos nomes referenciados pelos gregos, além de Nikola Vukcevic, atualmente no Levante e que também trabalhou com Abel. A preferência do campeão helénico é, no entanto, o brasileiro, que custou ao SC Braga 1,2 milhões de euros quando chegou do Marítimo.

O emblema insular ficou com 25 por cento dos direitos económicos do futebolista, à semelhança do que aconteceu na transferência de Dyego Sousa. O SC Braga não irá, contudo, facilitar eventual saída de Fransérgio, que tem vínculo válido com os guerreiros até junho de 2022. 

HASSAN JÁ CHEGOU
Redação

O Egito teve uma participação dececionante na Taça Africana das Nações, o que permitiu a Hassan voltar mais cedo da competição organizada pelo seu país.

Depois de gozar um breve período de férias, o ponta de lança juntou-se, na terça-feira passada, ao plantel arsenalista no Algarve

«IMPUSEMOS O NOSSO JOGO, QUE É UMA IDEIA PARA SER REPETIDA EM TODOS OS JOGOS»

Redação
Sequeira foi uma das figuras do SC Braga na última época e promete ter bastante tempo de competição também sob o comando de Sá Pinto. O lateral-esquerdo foi o único futebolista dos guerreiros a alinhar os 90 minutos do jogo com o Millwall, onde os bracarenses venceram por 2-1.

«Foi um teste diferente do habitual, pois o Millwall é uma equipa que jogou de forma direta, à espera de segundas bolas», comentou Sequeira, no final da partida, ao novo canal de televisão do SC Braga.

O defensor analisou, ainda, que a equipa bracarense «se bateu bem e que a vitória foi justa».

«Impusemos o nosso jogo, que é uma ideia para ser repetida em todos os desafios. Por vezes tornou-se difícil, mas o resultado foi positivo», elogiou o jogador, sublinhando que a partida se cumpriu num contexto de «carga física elevada», como é normal nesta fase de preparação.

«Trabalhar sobre uma vitória é sempre melhor e possibilita incutir mentalidade vencedora desde início», rematou Sequeira, que deverá contar em breve com a concorrência de Caju, do Santos (Brasil).

CUSTÓDIO NOVO TREINADOR DOS SUB-17
Redação

O SC Braga confirmou Custódio como novo treinador da equipa de sub-17, sucedendo a Pedro Pires que passou para a estrutura técnica da equipa B.

«Recebi o convite para abraçar este projeto e trabalhar nos sub-17 e aceitei porque é um grande desafio, é aquilo que eu queria, é a minha paixão. O trabalho de campo, o tentar passar valores, passar o que fui aprendendo ao longo do tempo», disse o antigo jogador do clube que, depois de trabalhar como adjunto, assume aos 36 anos a primeira experiência como treinador principal:

- É diferente. Como adjunto, e porque é assim o caminho a ser percorrido, damos uma ajuda, mas não lideramos o processo. Nos Sub-17, como principal, vou liderar o processo. Dá trabalho, mas penso que estou preparado para isso.

«Hoje temos uma formação de referência em Portugal, somos dos melhores do País, com um crescimento que tem sido sustentado e que de ano para ano está mais forte. Isso também está refletido na equipa principal, onde temos cada vez mais jogadores da formação, e cabe-nos a nós agora dar seguimento a esse trabalho e tentarmos formar cada vez mais e melhores jogadores. Não só melhores jogadores, mas também melhores homens, e penso que é essa a nossa missão», rematou.

A Bola
 

Anuncios M
Anuncios M