Quantcast
FUTEBOL FEMININO - Época 2020/21
You are using an outdated browser. For a faster, safer browsing experience, upgrade for free today.
Anuncios M
FUTEBOL FEMININO - Época 2020/21
664 Respostas
63774 Visualizações
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
Zusco
Zusco Equipa Principal
  • *****
  • 1723
  • Quem não sente não entende
  Re: FUTEBOL FEMININO - Época 2020/21
« Responder #640 em: 12 de Janeiro de 2021, 22:08 »
Oh Miguel Santos, isto é uma flash interview não é uma conferência mas falou bem.
rasarb
rasarb Juniores
  • ***
  • 648
  • GVERREIRO NA VITORIA E NA DERROTA...
  Re: FUTEBOL FEMININO - Época 2020/21
« Responder #641 em: 12 de Janeiro de 2021, 22:11 »
Oh Miguel Santos, isto é uma flash interview não é uma conferência mas falou bem.
Que lavagem,mas concordo com ele.

Enviado do meu Redmi Note 7 através do Tapatalk

Anuncios M
Anuncios M
Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 11459
  Re: FUTEBOL FEMININO - Época 2020/21
« Responder #642 em: 12 de Janeiro de 2021, 22:14 »


A.COSTA
A.COSTA Equipa Principal
  • *****
  • 12664
  • ALLEZ, ALLEZ, MÁGICO BRAGA ALLEZ
Parabéns, SC Braga.

Parabéns, Miguel Santos.

Parabéns, equipa.

Grandes golos deram brilho a esta conquista.

Conquista importante em ano de centenário.
No S. C. BRAGA só nos baixamos para beijar o símbolo
Anuncios V
PAF Equipa Principal
  • *****
  • 4602
Grande vitória, está de parabéns toda a equipa.
Ganhar ao Slb pelos dias de hoje não é tarefa fácil, provavelmente a derrota da semana passada ajudou a ganhar hoje.
amtbraga
amtbraga Equipa Principal
  • *****
  • 2069
Fantástico resultado hoje e mais uma taça para o museu.
Inteiramente merecido, excelente trabalho de equipa, desde a entrega das jogadoras e treinador.

Parabéns Campeãs.

Força Braga
Orgulho Bracarense
VVCEPHEI
VVCEPHEI Equipa Reservas
  • ****
  • 801
Parabéns guerreiras. Parabéns Miguel Santos. Parabéns Nuno.

Enviado do meu Mi 9T através do Tapatalk

SCB.GUERREIRO Equipa Reservas
  • ****
  • 842
Parabéns SC BRAGA, ESPECIALMENTE todo o departamento do futebol feminino. Foram verdadeiros GVERREIROS E GVERREIROS.
Anuncios M
Anuncios M
tiago1992 Equipa Reservas
  • ****
  • 895
  Re: FUTEBOL FEMININO - Época 2020/21
« Responder #648 em: 13 de Janeiro de 2021, 00:16 »




O intuito dessas fotos é mesmo qual? Dizer que o Salvador não esteve presente?
Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 11459




O intuito dessas fotos é mesmo qual? Dizer que o Salvador não esteve presente?
?
É mesmo o enorme prazer,  satisfação e orgulho que as imagens transmitem.
« Última modificação: 13 de Janeiro de 2021, 10:04 por Lipeste »
Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 11459
bolanarede.pt

SL Benfica 1-3 SC Braga: Festa, festa é em Braga!

A CRÓNICA: SL BENFICA OFF, ANDREIA NORTON


A Taça de Portugal 2019/2020 é do SC Braga! Com todo o mérito e toda a justiça (que a há no futebol), as bracarenses superiorizaram-se de forma clara ao SL Benfica e, com um 3-1 no marcador, levantaram o tão cobiçado troféu, que segue para o Minho. Partida de imensa qualidade, um espetáculo merecedor de assistência e uma promoção excelente para o futebol feminino.

A equipa bracarense entra melhor na partida e precisa apenas de oito minutos para materializar o seu domínio em vantagem no marcador. Após as lisboetas não serem capazes de “sacudir” a pressão na sequência de um canto pela direita, a bola pinga para o pé esquerdo de Hannah Keane, que a estadunidense utiliza para desferir um excelente e indefensável remate.

A resposta benfiquista tarda. Chega apenas aos 19 minutos, por intermédio de Andreia Faria, que conta com – e desperdiça – uma assistência de excelência de Matilde Fidalgo. A lateral-esquerdo coloca a bola com conta, peso e medida na entrada da pequena área, a médio mais recuada do SL Benfica penetra bem a grande área bracarense e alcança a bola, mas atira por cima.

Continua o SL Benfica a procurar criar perigo da mesma forma: cruzamentos pela esquerda a serem correspondidos – sem sucesso – por jogadoras à entrada da pequena área em posição frontal, cada vez mais e melhor vigiadas pelas defesas arsenalistas.

Defender bem é a missão primordial do SC Braga, que ainda assim consegue assustar as águias aos 32 minutos, com um remate de Dolores Silva a encontrar uma das bancadas do Municipal de Aveiro. Podia ter feito melhor a capitã bracarense, a quem havia sido concedido muito espaço pela defensiva benfiquista.

Jogo frio nos quinze minutos finais do primeiro tempo. Marcador inalterado e vantagem mínima – mas importante – das bracarenses na ida para os balneários. Também temporária. Cinco minutos jogados na segunda parte e golo do SL Benfica. Como? Cruzamento pela esquerda, desta feita de Ana Seiça, a encontrar uma jogadora na zona frontal da entrada da pequena área, desta feita Nycole, que iguala o marcador, de cabeça, contando com o auxílio de um resvalar da bola na arsenalista Andreia Norton.

Mal a equipa de Miguel Santos no lance do empate, permitindo que a avançada brasileira das águias chegasse a um cruzamento para uma área bracarense onde se encontravam quatro jogadoras do SC Braga e apenas Nycole do lado benfiquista. Dolores Silva faz jus à braçadeira de capitã e procura redimir a equipa, rematando de meia distância e tentando surpreender Carolina Vilão, que recuperava posição.

Curtos minutos volvidos e novo lance de perigo do SC Braga e de Dolores Silva, que remata à figura de Vilão. A fúria arsenalista não se esgota nos pontapés de Dolores e congrega-se no pé direito de Jermaine, que, aos 63 minutos, volta a colocar o SC Braga na frente do marcador, não com um golo, mas com um golaço.

Ao virar da esquina direita da área benfiquista, a avançada sul-africana desfere um remate arqueado de belíssimo efeito, fazendo a bola sobrevoar a mão esquerda hirta de Carolina Vilão e ir aninhar-se nas redes da baliza à guarda desta. De novo o SC Braga em vantagem, posição em que já se havia sentido confortável durante largos minutos.

Aos 77 minutos, mais confortável se passa a sentir a turma minhota. Grande progressão com bola de Andreia Norton, que liberta para a direita para o cruzamento de Myra Delgadillo, direto para a cabeça de Jermaine, que bisa na partida. Vantagem minhota dilatada e final (praticamente) resolvida.

Último quarto de hora sem veleidades benfiquistas, segurando o SC Braga a vantagem e assegurando a Taça de Portugal 19/20.

A FIGURA

Andreia Norton – Para se ser a figura do jogo sem marcar, tendo alguém bisado, é preciso uma exibição completa e especial. Como a de Andreia Norton nesta final. Esteve em todo o lado e fez de tudo. A sua posição em campo foi indefenível e a sua qualidade em todas as ações – com e sem bola – inefáveis. Equilibrou e desequilibrou, fez avançar, recuar e parar o jogo sempre que este assim exigia. Exibição soberba!

O FORA DE JOGO

Cloé Lacasse:
Em verdadeiro contraste com Norton, a canadiana do SL Benfica foi a jogadora mais apagada desta final. As poucas ações com bola não trouxeram nada de novo ao jogo da sua equipa e sem bola foi, apenas, uma jogadora esforçada. Exibição paupérrima, mesmo sem ter em linha de conta a real qualidade de Cloé Lacasse.

ANÁLISE TÁTICA – SL BENFICA

O corredor central mostra-se o favorito das benfiquistas no momento de atacar. É sobretudo por aí que as encarnadas de Lisboa tentam progredir no terreno, colocando jogadoras entre linhas nas divisórias dos terços de campo.

Numa primeira e mais recuada instância, Andreia Faria e Pauleta dão linhas de passe entre a linha avançada e a linha média do SC Braga; chegando-lhes o esférico, a tentativa mais recorrente é a de encontrar um elemento mais avançado – muitas vezes, Cloé Lacasse – de costas para a baliza, novamente entre linhas.

Já numa zona avançada do terreno, o SL Benfica tenta então explorar as alas, algo que não faz recorrentemente no primeiro terço do terreno. É precisamente pelo espaço que conquista nas alas que cria mais e maior perigo a equipa de Filipa Patão, recorrendo sobretudo aos cruzamentos tensos para a zona frontal da pequena área.

No momento de defender, as águias tentam conter os rasgos de ataque rápido das arsenalistas, com relativo sucesso. Nos poucos momentos de defesa em posição, o 4-4-2 era o desenho mais utilizado pelas comandadas de Filipa Patão, com três linhas bem definidas, com Cloé Lacasse e Nycole na primeira linha de defesa.

XI INICIAL E PONTUAÇÕES

Carolina Vilão (5)
Catarina Amado (5)
Carole Costa (5)
Sílvia Rebelo (5)
Matilde Fidalgo (6)
Andreia Faria (6)
Pauleta (6)
Beatriz Cameirão (5)
Ana Vitória (5)
Nycole (6)
Cloé Lacasse (4)

SUPS. UTILIZADAS
Ana Seiça (6)
Kika Nazareth (5)

[b[ANÁLISE TÁTICA – SC BRAGA[/b]

No momento defensivo, as bracarenses optam por um 4-3-1-2, com Hannah Keane a ter a missão de impedir que Andreia Faria e Pauleta encontrem espaço nas costas da primeira linha de pressão das Guerreiras e possam fazer o jogo das águias progredir verticalmente pelo corredor central.

De uma forma muito coordenada, a equipa do SC Braga sobe as linhas de pressão consoante o fluir do esférico, dando muito pouco espaço de manobra à equipa adversária no momento de construção da mesma. Myra e Jermaine primeiro, Hannah Keane depois e uma terceira linha de três – com Dolores Silva no centro a fazer um fantástico papel de pêndulo e dínamo defensivo, ofensivo e de equilíbrio – conseguem, não raras vezes, evitar calafrios para a linha defensiva de quatro jogadoras.

Os ataques posicionais das bracarenses são raros, optando a turma de Miguel Santos por ataques mais rápidos e verticais, procurando a baliza ou, no mínimo, ganhar jardas e subir as linhas, obrigando o SL Benfica a voltar a construir, colocando de imediato o SC Braga uma enorme pressão sobre as águias.

Hannah Keane, tal como a defender, revela-se nos ataques arsenalistas um elemento preponderante, circulando bastante entre setores e corredores, ganhando duelos e segurando bolas, permitindo à sua equipa subir no terreno e ter bola com alguma regularidade.

XI INICIAL E PONTUAÇÕES

Marie Hourihan (6)
Rayane Machado (5)
Nágela Oliveira (6)
Ágata Filipa (6)
Diana Gomes (7)
Regina Pereira (7)
Dolores Silva (8)
Andreia Norton (9)
Jermaine (8)
Hannah Keane (7)
Myra Delgadillo (7)

SUPS. UTILIZADOS
Sofia Silva (6)
Laura Luís (-)
 Teles (-)

em: https://bolanarede.pt/nacional/futebol-feminino-nacional/sl-benfica-1-3-sc-braga-festa-festa-e-em-braga/
« Última modificação: 13 de Janeiro de 2021, 10:03 por Lipeste »
Anuncios G
Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 11459
scbraga.pt

SC Braga vence Taça de Portugal Feminina - Sporting Clube de Braga

O SC Braga venceu a Taça de Portugal Feminina 2019/2020. As Gverreiras foram mais fortes e bateram o SL Benfica por 1-3, com golos de Keane e Jermaine (x2). A equipa de Miguel Santos fez uma exibição a roçar a perfeição e conquista pela primeira vez a “prova rainha”.

Miguel Santos fez uma alteração face ao onze inicial apresentado na final da Taça da Liga: Hannah Keane entrou para o lugar de Cindy Konig. O SC Braga entrou forte na partida, com a ambição de inaugurar o marcador. Andreia Norton foi a primeira a fazer o gosto ao pé, à passagem do minuto 5. Pouco depois, tal era a pressão arsenalista, o SC Braga chegou mesmo ao golo na fase inicial da partida. À entrada da área do Benfica, Hannah Keane remate forte e colocado, sem hipóteses para a guardiã das lisboetas. Um início perfeito, que deu tranquilidade à equipa orientada por Miguel Santos. O SL Benfica foi em busca da igualdade, mas as Gverreiras mostravam uma boa solidez defensiva, procurando, sempre que possível, sair em contra-ataque.

O 0-1 que se registava ao intervalo premiava a exibição aguerrida das arsenalistas, que mostravam estar preparadas para os perigos que o Benfica podia causar.

Sem alterações para o segundo tempo, as duas equipas vinham das cabines com ambições diferentes: o Braga procurava manter ou dilatar a vantagem, enquanto que o Benfica procurava quebrar a até então forte linha defensiva das Gverreiras. No entanto, Nycole empatou a partida aos 50 minutos, na sequência de um cabeceamento. O SC Braga reagiu bem e Dolores, aos 55′, tentou rematar colocado à baliza de Carolina Vilão, que foi obrigada a aplicar-se para travar os intentos da capitã arsenalista.

Quando o jogo parecia mais dividido e equilibrado, chegou o momento da noite. Jermaine, do meio da rua, soltou uma “bomba” e voltou a colocar o SC Braga na frente do marcador. Um remate indefensável ao canto superior da baliza do Benfica, importantíssimo para o conjunto de Miguel Santos numa fase crucial do encontro.

As Gverreiras reorganizaram-se defensivamente, de modo a travar as investidas de um Benfica ferido, que procurava restabelecer a igualdade. Aos 68 minutos, um contratempo para o Braga: Rayanne saiu lesionada, dando o seu lugar a Sofia Silva. No entanto, as bracarenses continuavam a pressionar em busca de mais um golo e este acabou por aparecer. Ao segundo poste, Jermaine voltou a fazer das suas e dilatou a vantagem do SC Braga na final. 1-3 no marcador aos 77 minutos e a Taça de Portugal estava cada vez mais perto.

O SC Braga justificava a vantagem no marcador e não se deixava vergar perante o caudal ofensivo do Benfica. Uma exibição excelente do SC Braga, com golos cheios de classe e, a cereja no topo do bolo, a conquista da Taça de Portugal Feminina pela primeira vez na história do nosso clube.

em: https://scbraga.pt/sc-braga-vence-taca-de-portugal-feminina/

scbraga.pt

Presidente felicita equipa de Futebol Feminino - Sporting Clube de Braga

É com grande orgulho que felicito a equipa feminina do SC Braga pela conquista da Taça de Portugal. Este título era um dos mais desejados desde a criação desta modalidade. Só uma equipa com muita personalidade, talento e uma determinação acima da média conseguiria conquistar esta competição.

Parabéns às jogadoras, ao treinador, equipa técnica e a todo o staff por ter elevado, uma vez mais, o nome do SC Braga no futebol feminino nacional. Em particular, deixo uma palavra especial ao líder desta equipa, Miguel Santos. Desde a sua chegada, o SC Braga conquistou uma Supertaça, um Campeonato Nacional e, agora, uma Taça de Portugal. Feitos impressionantes e dignos de registo.

Aos nossos adeptos, deixo uma garantia: continuaremos a apostar forte no futebol feminino e vamos continuar a lutar por mais conquistas!

A partir de hoje, podemos orgulhosamente dizer que o nosso Clube já venceu a Prova Rainha no masculino e no feminino. Tenho a firme convicção de que todos os bracarenses têm a máxima admiração e respeito por este grupo de campeãs.

A todas elas, os meus sentidos parabéns!

O presidente,
António Salvador

em: https://scbraga.pt/presidente-felicita-equipa-de-futebol-feminino/
Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 11459
bancada.pt

"Uma conquista destas fica sempre na história do clube", diz Miguel Santos
(...)
em: https://bancada.pt/artigos/portugal/uma-conquista-destas-fica-sempre-na-historia-do-clube-diz-miguel-santos
Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 11459
bancada.pt

"Este título era um dos mais desejados", salienta António Salvador

em: https://bancada.pt/artigos/portugal/este-titulo-era-um-dos-mais-desejados-salienta-antonio-salvador
Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 11459
pressnet.pt

SC Braga conquista Taça de Portugal feminina

Título inédito na história do clube depois do campeonato agora Taça de Portugal


O SC Braga entrou hoje para o palmarés da Taça de Portugal feminina de futebol, ao vencer categoricamente o Benfica por 3-1, na final da edição 2019/2020, disputada no Estádio Municipal de Aveiro.

Seis dias depois de, no mesmo palco, ter perdido face às ‘encarnadas’ por 3-0 na final da Taça da Liga, o treinador Miguel Santos mudou de sistema e introduziu a única novidade nos ‘onzes’, com Hannah Keane a acabar por ser decisiva.

A norte-americana inaugurou o marcador, aos oito minutos, e esteve nas jogadas dos dois golos da outra grande figura do encontro, a sul-africana Jermaine Seoposenwe (64 e 77), no último com a assistência.

Pelas ‘encarnadas’, que não conseguiram impor o seu jogo, como na Taça da Liga, o golo pertenceu à brasileira Nicole Raysla, que ainda restabeleceu a igualdade, aos 50 minutos.

Em relação ao encontro de quarta-feira, no mesmo palco, a treinadora do Benfica, Filipa Patão, manteve o ‘onze’, enquanto Miguel Santos só mudou uma ‘peça’ na equipa tipo do Sporting de Braga, colocando Hannah Keane no lugar de Cindi Konig.

As bracarenses, que também alteraram o esquema tático, de ‘3-4-3’ para ‘4-3-3’, entraram melhor, com Andreia Norton muito ativa, e marcaram logo aos oito minutos, num ‘tiro’ de pé esquerdo de Hannah Keane, após um ressalto, na insistência, após um canto.

O Benfica não pareceu afetado pelo golo e assumiu o comando, com Cloé Lacasse a fazer a primeira ameaça, aos 16 minutos, e Andreia Faria a falhar ‘escandalosamente’ o empate, aos 19, na pequena área, servida ‘principescamente’ por Matilde Fidalgo.

As ‘encarnadas’ foram, porém, perdendo ‘gás’ e, até ao intervalo, o Sporting de Braga, mesmo sempre mais defensivo, esteve duas vezes perto do segundo, primeiro por Dolores Silva, aos 33 minutos, e depois por Rayanne, aos 45+4.

O conjunto bracarense falhou o segundo a fechar a primeira parte e, a abrir a segunda, aos 50 minutos, o Benfica restabeleceu a igualdade, por intermédio de Nicole Raysla, que se intrometeu entre as centrais contrárias e marcou de cabeça, após grande centro da esquerda de Ana Seiça.

Como o Benfica antes, também o Sporting de Braga respondeu bem ao golo e começou a criar sucessivas ocasiões para voltar ao comando: Dolores Silva, aos 59 minutos, e Myra Delgadillo, aos 60, falharam, mas não Jermaine, que faturou com grande remate de fora da área, aos 64.

As ‘encarnadas’, hoje de negro, ainda poderiam ter chegado ao empate, quando Cloé Lacasse desaproveitou um centro de Nycole, aos 74 minutos, mas foi o conjunto de Miguel Santos a marcar o terceiro, aos 77, no ‘bis’ de Jermaine, de cabeça, após centro da direita de Hannah Keane.

Na parte final, o Benfica, mais no desespero, ainda tentou reentrar na discussão da final, mas, com mais espaço para jogar, foi o conjunto bracarense que esteve mais perto do quarto.

Miguel Santos, era um treinador feliz com esta conquista, na flash interview do Canal 11 referiu que o SC Braga fica na historia “era isto que queríamos e demos uma lição de vida”
Miguel Santos treinado SC Braga

Ficha de jogo

Jogo no Estádio Municipal de Aveiro.

Benfica – Sporting de Braga, 1-3.

Ao intervalo: 0-1.

Marcadoras:

0-1, Hannah Keane, 08 minutos.

1-1, Nicole Raysla, 50.

1-2, Jermaine, 64.

1-3, Jermaine, 77.

Equipas:

– Benfica:
Carolina Vilão, Catarina Amado (Ana Seiça, 43), Sílvia Rebelo, Carole Costa, Matilde Fidalgo (Joline Amani, 68), Pauleta, Beatriz Cameirão, Andreia Faria (Francisca Nazareth, 61), Ana Vitória, Cloé Lacasse e Nicole Raysla.

(Suplentes: Dani Neuhaus, Ana Seiça, Joline Amani, Mariana Alberto, Christy Ucheibe, Francisca Nazareth e Amélia Silva).

Treinadora: Filipa Patão.

– Sporting de Braga: Marie Hourihan, Rayanne (Sofia Silva, 69), Nágela Oliveira, Diana Gomes, Jermaine, Dolores Silva, Regina Pereira (Laura Luís, 82), Ágata Filipa, Andreia Norton, Myra Delgadillo e Hannah Keane (Ana Teles, 90).

(Suplentes: Bárbara Marques, Sofia Silva, Laura Luís, Ana Teles, Érica Costa, Barbosinha e Cindy Konig).

Treinador: Miguel Santos.

Árbitra: Sandra Bastos (AF Aveiro).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Rayanne (38).

Assistência: Jogo realizado à porta fechada devido à pandemia de covid-19.

em:
https://pressnet.pt/2021/01/12/sc-braga-conquista-taca-de-portugal-feminina/
Pé Ligeiro
Pé Ligeiro Equipa Principal
  • *****
  • 13569
Muitos parabéns às nossas Guerreiras!
BRAGA SEMPRE MAIS!
NightHawk
NightHawk Equipa Principal
  • *****
  • 3286
Parabéns às nossas meninas por esta conquista fantástica! Fizemos um grande jogo!

Por vezes tenho criticado o treinador por algumas escolhas mas ontem esteve impecável com a estratégia que definiu. O 4-4-2 losango com a Hannah no apoio às 2 avançadas fez a diferença. Para mim é a melhor posição onde ela pode jogar e depois com 1 avançada rápida como a Jermaine e outra mais de apoio tivemos tudo para jogar em transição. A Norton foi de longe a melhor em campo, que jogão que fez! Também a Dolores fez um jogo muito bom.

Parabéns a todas e a todos os envolvidos nesta conquista. Mostramos que mesmo com um orçamento abaixo temos qualidade e com inteligência podemos ganhar a Benfica e Sporting. Há muito que merecíamos esta taça. Depois de 2 finais injustamente perdidas, uma vitória muito saborosa!
Luís Duarte
Luís Duarte Equipa Principal
  • *****
  • 3213
Mais um golaço  8)
07/09/2007 - 07/09/2017
10 anos de SuperBraga
Luís Duarte
Luís Duarte Equipa Principal
  • *****
  • 3213
E vai outro  ;D
07/09/2007 - 07/09/2017
10 anos de SuperBraga
 

Anuncios M
Anuncios M