You are using an outdated browser. For a faster, safer browsing experience, upgrade for free today.
Anuncios M
NOTÍCIAS DO ENORME SC BRAGA DO DIA 15/02
5 Respostas
1300 Visualizações
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
Bruno3429 Equipa Principal
  • *****
  • 12964
  NOTÍCIAS DO ENORME SC BRAGA DO DIA 15/02
« em: 15 de Fevereiro de 2019, 08:19 »
Ágata Pimenta: “Neste tipo de jogos não existem favoritos”
Joana Russo Belo

SC Braga prepara oitavos-de-final da Taça de Portugal com confiança extra pela liderança do campeonato. Guerreiras querem vencer o Sporting.

Um duelo sem favoritos. É desta forma que o SC Braga encara o jogo dos oitavos-de-final da Taça de Portugal, frente ao Sporting, clássico do futebol feminino agendado para sábado, às 16.15 horas, no Estádio 1.º de Maio. As guerreiras do Minho estão em alta pela liderança no campeonato nacional, mas Ágata Pimenta rejeitou favoritismo.
“Neste tipo de jogos não existem favoritos. São sempre jogos equilibrados, como se pode verificar na história de confrontos e que são decididos em pequenos detalhes. No entanto, temos trabalhado muito diariamente para alcançarmos a vitória e darmos mais alegria aos nossos adeptos”, sublinhou a lateral, ontem, antes da sessão matinal de trabalho no Campo da Ponte.

Ágata revelou ainda que não existe no grupo um sentimento de vingança pelas duas finais da Taça de Portugal, nas últimas duas épocas, perdidas para o Sporting: “não, agora o que temos feito é trabalhar diariamente para conseguirmos conquistar o maior número de títulos possíveis por este clube. E é isso que pretendemos fazer jogo após jogo e, neste caso, este é um jogo decisivo e tudo faremos para o vencer”.

Depois da hegemonia das leoas na modalidade nos últimos anos, o SC Braga lidera o campeonato nacional, a três pontos de distância da equipa leonina, liderança que, segundo Ágata, dá motivação extra às guerreiras.
“Sem dúvida. A conquista da Supertaça e a vitória no campeonato na casa do Sporting trouxe--nos mais confiança e convicção para conseguirmos derrotar este grande clube que é o Sporting”, realçou a jogadora bracarense, garantindo que o objectivo passa por seguirem em frente na prova rainha do futebol feminino.

Invicta no campeonato, a equipa arsenalista soma apenas um empate na competição, que permitiu a recente aproximação do Sporting, mas Ágata considera que esse percalço não retirou confiança ao SC Braga.
“Não, sabemos que o campeonato é sempre muito competitivo, independentemente contra quem jogamos. Mas trabalhamos sempre para ganhar todos os jogos e não são estes pequenos deslizes que vão fazer a diferença”, rematou.
Técnico Miguel Santos tem o plantel na máxima força, sendo que a única lesionada é a central canadiana Staub, a contas com uma lombalgia.

Correio do Minho
Bruno3429 Equipa Principal
  • *****
  • 12964
  Re: NOTÍCIAS DO ENORME SC BRAGA DO DIA 15/02
« Responder #1 em: 15 de Fevereiro de 2019, 08:28 »
Mil bilhetes vendidos para Alvalade
Minhotos em mobilização para a visita a Lisboa
 
O Sp. Braga terá uma boa falange de apoio no Estádio de Alvalade, tendo em conta o bom ritmo a que se têm vendido os ingressos disponíveis para o encontro deste domingo à noite. Ao final do dia de ontem estavam vendidos praticamente mil bilhetes, ao preço de dez euros, no dia em que a venda foi alargada aos restantes adeptos bracarenses, depois de uma primeira fase destinada exclusivamente aos associados. Para além deste lote de mil lugares, há outros 500 ingressos disponíveis para os apoiantes arsenalistas, mas ao preço de 20 euros.

Entretanto, o Sp. Braga esclareceu o problema físico que tem afetado Fábio Martins. O extremo está a contas com uma sobrecarga tendinosa na perna esquerda, sendo carta fora do baralho para o duelo com os leões. Matheus, Lucas e Ricardo Ferreira são os restantes elementos lesionados.

Record
Anuncios M
Anuncios M
Bruno3429 Equipa Principal
  • *****
  • 12964
  Re: NOTÍCIAS DO ENORME SC BRAGA DO DIA 15/02
« Responder #2 em: 15 de Fevereiro de 2019, 08:35 »
Sporting-Sp. Braga: ligações, negócios e pontes que vão definindo o duelo
São várias e começam, claro, no banco dos arsenalistas. Mas há também Esgaio e Wilson Eduardo, jogadores que encontraram no Minho o espaço que lhes faltou em Alvalade. As movimentações entre os dois clubes e o olhar de quem jogou dos dois lados
Berta Rodrigues


O campeonato está em ponto de rebuçado, com FC Porto, Benfica e Sp. Braga em dois pontos, uma luta a três na frente como não se via há muito. Vem aí uma 22ª jornada que tem o líder FC Porto frente ao V. Setúbal, depois da derrota em Roma a meio da semana, o Benfica de visita a um Desp. Aves em recuperação e tem Sporting-Sp. Braga. Muito em jogo para o trio da frente e para um Sporting a sete pontos de distância do rival deste domingo e a nove da liderança, com muito que provar, mais ainda depois da derrota caseira com o Villarreal a meio da semana, e uma montanha para subir. E em Alvalade um desafio que ganhou dimensão e equilíbrio com uma ascensão do Sp. Braga que se faz dos resultados mas também das pontes com Alvalade.

São várias as ligações e começam, claro, no banco. Abel Ferreira fez ele próprio o percurso de Braga para Alvalade, há 13 anos. Primeiro por empréstimo, depois em definitivo. Foi no Sporting que terminou a carreira de jogador e começou a de treinador, foi de lá que saiu para regressar a Braga e já treinador, primeiro na formação e depois na equipa principal. Mas elas estão também no relvado, onde duas das figuras da época do Sp. Braga têm também raízes profundas em Alvalade: Ricardo Esgaio e Wilson Eduardo. E há ainda João Palhinha, que chegou esta época à Pedreira por empréstimo.

A ponte tem funcionado também em sentido contrário. O Sporting tem no atual plantel dois jogadores que chegaram de Braga: Rodrigo Battaglia, de fora nesta altura com uma lesão que o afastará por vários meses, e André Pinto, que chegou igualmente em 2017/18.

Foi nessa época que os dois clubes retomaram uma ligação que este século já envolveu mais de dezena e meia de trocas entre os dois clubes, quando antes disso teve pouca expressão. Desde 2001/02, quando Luís Filipe rumou a Alvalade, mais intensamente entre 2005 e 2011 e com um interregno pelo meio.

O Sp. Braga é desde a chegada de António Salvador à presidência um parceiro privilegiado dos «grandes» nas transferências internas (veja aqui os dados sobre esse fluxo) e tem tirado bom proveito dessa ligação, também com FC Porto e Benfica. Proveito financeiro também, com claros ganhos na relação com o Sporting.


Os dados das transferências neste século entre os dois clubes:

De Braga para o Sporting: 

01/02
Luís Filipe 3.2 milhões

05/06
Wender 1 milhão

João Alves 2 milhões

Abel*

09/10
João Pereira 3 milhões

10/11
Evaldo 3 milhões

11/12
Alberto Rodriguez Livre

17/18
Rodrigo Battaglia 4.2 milhões

André Pinto Livre

*empréstimo passou a definitivo em 2006, num negócio de 750 mil euros

Do Sporting para Braga:

05/06
Wender* Empréstimo

09/10
Tiago Pinto Livre

11/12
Nuno André Coelho Rescisão

15/16
Wilson Eduardo** Rescisão

17/18
Ricardo Esgaio***

Jefferson Empréstimo

18/19 Palhinha Empréstimo

*Empréstimo passou a definitivo em 2007

** Sporting ficou com 45 por cento do passe

*** Envolvido no negócio da transferência de Battaglia

Esgaio e Wilson Eduardo, «a qualidade e a competência estavam lá»

No plano desportivo, Esgaio e Wilson Eduardo são exemplos claros da forma como o Sp. Braga tirou partido de jogadores vindos de Alvalade. Esgaio chegou a Braga no verão de 2017, envolvido precisamente na transferência de Rodrigo Battaglia para Alvalade, tal como Jefferson, que foi por empréstimo e regressou a Alvalade.

O jogador português terminava uma ligação de 12 anos ao Sporting, onde nunca conseguiu ser aposta consistente. Em seis épocas como sénior Esgaio fez 44 jogos pela equipa principal, que alternou com passagens prolongadas pela equipa B e um empréstimo à Académica pelo meio. Em época em meia em Braga leva mais de 70 jogos e é uma das referências da equipa.

Wilson Eduardo tem também uma ligação ao Sporting de 11 anos passada em vários empréstimos e com pouco espaço em Alvalade: 24 jogos ao todo pela equipa principal até sair em definitivo para Braga, no fim do mercado de verão de 2015. Não contava para Jorge Jesus, que tinha chegado nessa época, estava a treinar à parte e rescindiu com o Sporting. Nas três épocas e meia que leva na Pedreira fez mais de uma centena de jogos e leva 32 golos marcados. Esta está a ser a sua época mais produtiva, com 10 golos marcados até agora, em 28 jogos.

Em Braga, Esgaio e Wilson Eduardo encontraram a estabilidade e a continuidade que não tiveram em Alvalade. A análise é de João Alves, um dos jogadores que fez o percurso inverso. «No Sporting não tiveram muitas oportunidades, mas a qualidade e a competência estavam lá. O Sp. Braga aproveitou isso, deu-lhes todas as condições para continuarem a desenvolver o seu futebol, numa equipa onde têm oportunidade de jogar mais. É bom para os atletas, que se valorizam, e para o clube.»

O Sp. Braga tem sabido aproveitar também a experiência de jogadores que passaram por clubes grandes e chegam com outra capacidade de resposta à pressão. Ter a vivência de um clube grande ajuda igualmente na afirmação, acredita João Alves. «Já estão habituados a um patamar superior, à exigência de um clube grande», nota o antigo médio nesta conversa com o Maisfutebol.

O contrário, acrescenta, é mais complicado. E dá o seu exemplo, ele que chegou ao Sporting depois de se ter afirmado em Braga, chegou à seleção, onde foi utilizado por Scolari em três jogos, mas não se afirmou em Alvalade. «A pressão talvez possa afetar um pouco. Não só de querer mostrar o nosso valor, mas também a pressão mediática. Senti um pouco isso. Talvez se me tivesse alheado um pouco disso tivesse tido outro desempenho. Num clube grande não se espera, não se pode dar tempo ao jogador para se afirmar», admite: «Talvez me deixasse levar um pouco pela pressão. Não só do jogo, também da crítica. Não lidava bem com isso, afetava-me um pouco. Agora é diferente, já há pessoas que podem ajudar nisso, se tivesse tido ajuda talvez tivesse sido diferente.»

João Alves, Abel e a «confusão» Wender

João Alves chegou ao Sporting em 2005, numa época em que a ponte Braga-Alvalade teve muito movimento. No arranque da temporada, além do médio português o Sporting contratou o brasileiro Wender. E em janeiro chegou Abel, por empréstimo. Em simultâneo o próprio Wender fazia o percurso inverso, depois de não ter conseguido afirmar-se na primeira metade de uma época marcada pela mudança de treinador, com Paulo Bento a assumir o lugar de José Peseiro em outubro.

Esse empréstimo de Wender, que acabou por ficar em definitivo em Braga e hoje treina o Sp. Braga B, teve sabor bem amargo para os «leões». Logo a 7 de janeiro houve Sp. Braga-Sporting, para a 17ª jornada da Liga. E os minhotos venceram por 3-2 com… bis de Wender. A vitória permitiu ao Sp. Braga ultrapassar o Sporting, quando estava em jogo o quarto lugar.

Abel, que tinha acabado de chegar, ficou no banco nesse jogo. João Alves foi titular e saiu ao intervalo, quando o Sp. Braga já vencia por 2-0, para dar lugar a Carlos Martins. Na segunda parte Liedson ainda igualou para os «leões», mas depois Wender marcou o 3-2 e consumou o choque para os sportinguistas. «O Wender tinha acabado de ser emprestado, depois do jogo os adeptos questionavam porque é que não se tinha posto uma cláusula que o impedisse de defrontar o Sporting. Lembro-me dessa confusão», recorda João Alves.

Eram outros tempos. O Sporting acabaria por recuperar e por assegurar o segundo lugar e a presença direta na Liga dos Campeões pela primeira vez em seis anos. O Sp. Braga então de Jesualdo Ferreira acabou em quarto.

Desde então cresceu. «Já na altura o Sp. Braga começava a ser uma equipa difícil para os grandes em casa. Desde aí foi sempre a subir», nota João Alves.

Abel, o histórico com o Sporting e o treinador que «pode ser um caso sério»

O Sp. Braga continua a perder no confronto direto com os grandes (link) e ainda esta temporada sofreu uma derrota das antigas na Luz. Mas com o Sporting, se a vantagem histórica ainda é dos «leões», o fosso tem vindo a diminuir.

O Sporting só venceu um dos últimos cinco confrontos para a Liga com os minhotos, foram de resto três vitórias do Sp. Braga – a última das quais na primeira volta do atual campeonato. Há ainda o empate de há duas semanas na meia-final da Taça da Liga, ganha nas grandes penalidades pelo Sporting.

A última vitória do Sporting em casa sobre o Sp. Braga foi há três anos, depois disso houve uma vitória do Sp. Braga e um empate, numa história que tem Abel Ferreira no centro. A estreia do treinador do Sp. Braga, como interino na transição entre Jorge Simão e José Peseiro, foi precisamente com triunfo em Alvalade, em dezembro de 2016. Na época passada o duelo em casa do Sporting terminou com empate a dois golos.

Abel tem encarnado a ambição do Sp. Braga e, no duelo com o Sporting, está na frente. No confronto direto e pela vantagem com que chega a Alvalade neste domingo. Nada que surpreenda João Alves, que foi companheiro de equipa do atual treinador arsenalista nos dois clubes. «O Abel a mim não me está a surpreender em nada. Conheço-o há muito tempo, conheço a personalidade do Abel. Sempre disse que ele ia dar um bom treinador», diz: «Tem perfil de liderança, confiança em si próprio. Sabia que quando um clube lhe desse uma oportunidade ele não ia defraudar. Pode ser um caso sério não só a nível nacional mas mundial. Além da competência é uma pessoa correta e sabe pôr as equipas a jogar. Tem os jogadores do lado dele e isso é sempre importante.»

O que falta ao Sp. Braga e os «problemas» que atrasam o Sporting

A questão em torno do Sp. Braga é há muito a mesma. O que falta para chegar ao patamar dos «grandes»? «Está a ter um crescimento sustentado e isso é o mais importante», observa João Alves: «Faltam talvez os títulos. Já ganhou a Taça de Portugal, a Taça da Liga, mas falta-lhe ser campeão nacional. E ter continuidade. O Boavista não teve, por exemplo, mas vejo o Braga com condições para ter essa continuidade.»

Com o Sp. Braga a dois pontos do título, João Alves acredita que é possível acontecer já esta época. «Tudo pode acontecer. Estão a dois pontos, já não faltam assim tantos jogos, o FC Porto e o Benfica podem perder pontos», diz. Bem mais difícil, defende por outro lado, para o Sporting: «O Sporting tem tido todos os problemas internos, que afetam o plantel. Com tudo o que aconteceu a ideia que fica é que não se preparou bem a época. Ainda está a recuperar, não vejo o Sporting a caminhar tão cedo para a estabilidade. Leva o seu tempo para assumir novas ideias. Não acredito que o Sporting consiga chegar lá, penso que vai ser uma luta a três.»

Maisfutebol
Bruno3429 Equipa Principal
  • *****
  • 12964
  Re: NOTÍCIAS DO ENORME SC BRAGA DO DIA 15/02
« Responder #3 em: 15 de Fevereiro de 2019, 08:37 »
«4x4x3»: a maior surpresa do mercado de inverno
Um olhar sobre a janela de janeiro
Nuno Travassos

«4x4x3» é um espaço de análise técnico-tática do jornalista Nuno Travassos. Siga-o no Twitter.

O Sp. Braga foi, entre os candidatos ao título, aquele que mais surpreendeu no mercado de inverno. Não por algum nome sonante que tenha chegado à «Pedreira», antes por não ter chegado ninguém.

É verdade que os «arsenalistas» abriram e fecharam a janela de transferências a seis pontos do líder FC Porto, mas o que se passou entretanto, em menos de quinze dias, mostra que havia legitimidade para continuar a sonhar com o tal título que António Salvador quer festejar antes do centenário.

O Benfica também não recrutou ninguém, optando por libertar alguns reforços que não o chegaram a ser, substituindo-os por jovens da equipa B, mas a perspetiva bracarense é especial.

Poucas vezes o emblema minhoto dependeu apenas de si para conquistar um título inédito, e se esse contexto é fruto de um projeto sólido e coerente, talvez esta nova oportunidade justificasse uma valorização diferente do mercado de inverno.

Até porque seria sempre uma atuação cirúrgica, para uma ou outra posição, e que não implicasse qualquer manobra financeira de risco.

Nada disto significa que o grupo à disposição de Abel não tenha qualidade suficiente para lutar pelo título, e é por isso que este texto começa precisamente por validar essa candidatura.

É perfeitamente natural que o técnico tenha preferido destacar a permanência das principais figuras da equipa, ainda que também isso motive a surpresa em torno do balanço de mercado.

As contas à valorização do plantel ficam para mais tarde, e a realidade é que este Sp. Braga já vai aprendendo a vencer mesmo nos dias em que não consegue convencer.

Continua a correr por fora, é certo, mas isso até pode dar jeito, sobretudo se FC Porto e Benfica andarem demasiado distraídos um com o outro.

Maisfutebol
Anuncios V
Bruno3429 Equipa Principal
  • *****
  • 12964
  Re: NOTÍCIAS DO ENORME SC BRAGA DO DIA 15/02
« Responder #4 em: 15 de Fevereiro de 2019, 14:29 »
Ágata Filipa: “Estes jogos são decididos em pequenos detalhes”

Já é um clássico… Gverreiras e Leoas voltam a defrontar-se na Taça de Portugal Feminina. Contudo, esta é a primeira vez na história que se encontram antes da final da prova rainha. No lançamento do terceiro desafio da época frente ao Sporting CP, Ágata Filipa afirmou que não existem favoritos neste duelo tal o equilíbrio que é provado no histórico de confrontos entre as duas equipas. A lateral esquerda do SC Braga sublinhou que o conjunto arsenalista tem trabalhado muito diariamente para alcançar a vitória e dar mais uma alegria aos adeptos do clube bracarense.

Um jogo em que não há favorito: “Neste tipo de jogos não existem favoritos. São sempre jogos equilibrados, como se pode verificar na história de confrontos e que são decididos em pequenos detalhes. No entanto, temos trabalhado muito diariamente para alcançarmos a vitória e darmos mais uma alegria aos nossos adeptos”

Foco em conquistar títulos para o SC Braga: “O que temos feito é trabalhar diariamente para conseguirmos conquistar o maior número de títulos possíveis por este clube. E é isso que pretendemos fazer jogo após jogo e, neste caso, este é um jogo decisivo e tudo faremos para o vencer”

Conquista sobre as Leoas trouxe confiança: “Sem dúvida. A conquista da Supertaça e a vitória no campeonato na casa do Sporting trouxe-nos mais confiança e convicção para conseguirmos derrotar este grande clube que é o Sporting”.

Paulo: “O grupo está mais moralizado”

Contrariar as estatísticas e conseguir aquilo que ainda ninguém conseguiu esta época: vencer ao FC Porto. De fácil leitura mas de alta exigência, assim se resume o objetivo dos Sub-15 do SC Braga para a deslocação deste sábado ao Olival, onde o defesa-central Paulo promete um SC Braga confiante depois do triunfo da última jornada e igualmente “competente” e “agressivo” de modo a atingir os três pontos.

Aplicar a proeza: “É um jogo que reserva vários motivos de interesse, até porque vamos encontrar um adversário que ainda não perdeu qualquer ponto esta época… Somos uma das apenas duas equipas que conseguiu marcar esta época ao FC Porto e agora queremos ser a primeira a ganhar. Iremos encontrar dificuldades num terreno difícil, mas prometemos um SC Braga forte, competente e agressivo para conseguir sair com os três pontos”.

O caminho para vencer: “Acima de tudo, defender bem. É fundamental sermos coesos defensivamente e aproveitar, depois, os contra-ataques da melhor forma. Precisamos também de ser eficazes, acredito que será esse o elemento-chave neste jogo”.

Esperança renovada: “O triunfo da última jornada foi sem dúvida muito importante. O grupo está mais moralizado e sobretudo mais confiante, foi um bom resultado sobre o rival e que nos dá força para este encontro. Queremos alcançar um objetivo que não é fácil de concretizar, tal como esperávamos, mas se continuarmos a trabalhar desta forma tenho a certeza que vamos chegar à fase final”.

SC Braga
Bruno3429 Equipa Principal
  • *****
  • 12964
  Re: NOTÍCIAS DO ENORME SC BRAGA DO DIA 15/02
« Responder #5 em: 15 de Fevereiro de 2019, 14:31 »
WILSON EDUARDO É O 'JOKER' DE ABEL PARA ALVALADE
Redação

Suplente frente ao Chaves e do Aves, Wilson Eduardo poderá ser a grande surpresa no onze dos guerreiros para a deslocação a Alvalade, no domingo. Naquele que será mais um teste de fogo à candidatura dos minhotos ao título, Abel Ferreira não deverá proceder a muitas alterações, sendo que a entrada do futebolista recém-chamado à seleção angolana poderá mesmo ser a carta na manga do técnico para abater os verde e brancos.

O treinador dos arsenalistas tem optado por utilizar Wilson Eduardo no flanco direito, mas desta vez o seu lugar será na frente do ataque, onde formará dupla com o goleador-mor da equipa, Dyego Sousa, conferindo assim uma maior mobilidade ao setor ofensivo. O natural sacrificado será Paulinho, ponta de lança que até ficou em branco na última ronda diante dos transmontanos.
Wilson Eduardo, que completou a formação como jogador no Sporting, está a atravessar uma das melhores temporadas de sempre, somando dez golos e cinco assistências nos 28 encontros já disputados: o recorde de tiros certeiros está apenas a um de distância, uma vez que o avançado marcou 11 pela Académica na época 2012/2013.

Com contrato até junho de 2020, o subcapitão dos guerreiros deverá reaparecer no onze e constituir assim o joker de Abel Ferreira para tentar aumentar para dez os pontos de distância entre as duas equipas.

FÁBIO MARTINS JUNTA-SE AOS LESIONADOS
Redação

O departamento médico dos guerreiros informou ontem que Fábio Martins sofreu uma sobrecarga tendinosa que o impossibilitará de ser opção para defrontar o Sporting. O extremo deverá também falhar a receção ao Belenenses, duelo agendado para o próximo dia 22.

Apesar do interesse de vários clubes, Fábio Martins continuou em Braga após o fecho do mercado, mas esta lesão vem complicar ainda mais a vida a um dos futebolistas mais tecnicistas do plantel bracarense. De baixa, por lesão, continuam igualmente Matheus, Ricardo Ferreira e Lucas Cunha.

A Bola
 

Anuncios M
Anuncios M