You are using an outdated browser. For a faster, safer browsing experience, upgrade for free today.
NOTICIAS DO ENORME SC BRAGA DO DIA 10/08
8 Respostas
596 Visualizações
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
JotaCC

JotaCC Equipa Principal

  • *****
  • 32320
  • Allez Braga Allez nos somos a tua voz...
  NOTICIAS DO ENORME SC BRAGA DO DIA 10/08
« em: 10 de Agosto de 2018, 09:48 »
Horta deu ânimo que durou pouco
SC BRAGA não foi além de um empate a uma bola em casa do Zorya, deixando a eliminatória completamente em aberto, mas a demonstrar que há ainda muito trabalho para esta equipa bracarense apresentar a sua força na totalidade.
Um empate a uma bola é o resultado do primeiro jogo oficial do Sporting Clube de Braga na deslocação à Ucrânia. Um jogo que prometia dificuldades e que as confirmou, com os bracarenses a colocarem-se na frente do marcador, numa vantagem que mantiveram durante apenas três minutos e sem capacidade para para conseguir chegar a um resultado mais positivo.
Para um jogo de início de temporada, os primeiros 45 minutos deste duelo até decorreram de forma intensa, com os Guerreiros do Minho a demonstrarem já uma boa capacidade física e a conseguirem impor o seu jogo.
O objectivo era tomar conta da partida e foi o que aconteceu, com os bracarenses mais controladores na posse de bola, perante uma formação do Zorya que se mostrava mais expectante e à procura de espaço para lançar contra-ataques muito rápidos e que poderiam levar perigo à baliza bracarense.
Os bracarenses mostravam-se algo ansiosos no início da partida, mas conseguiram, com maiores ou menores dificuldades, anular as tentativas dos ucranianos. No ataque, os Guerreiros do Minho jogavam um futebol directo, com passes longos que procuravam encontrar a defesa do Zorya desatenta, mas não foi uma forma fácil de criar perigo.
Com este estilo de jogo, os arsenalistas conquistaram inúmeros pontapés de canto no primeiro tempo, mas não conseguiram aproveitar qualquer lance de bola parada e o intervalo chegou com o zero a zero a manter-se no marcador.
No segundo tempo o jogo começou de forma mais equilibrada, com o Zorya a pressionar de forma mais intensa e mais na frente de ataque, criando algumas dificuldades na saída dos bracarenses para a ofensiva.?Mesmo assim, aos 69 minutos e depois de já ter acertado na trave da baliza do Zorya, o SC Braga chegou ao golo que já era merecido e que poderia ter dado mais tranquilidade aos bracarenses: cruzamento de Esgaio na direita do ataque e Ricardo Horta, desta vez, fez o que lhe compete e fez festejar os Guerreiros do Minho.
Mas apenas três minutos depois o Zorya chegou ao empate, depois e Sequeira ter falhado um corte dentro da grande área, que deixou a bola nos pés de Karavaev que só teve que escolher o lado para onde rematar e fazer festejar os ucranianos.
E nos momentos que se seguiram a equipa da casa começou a acreditar mais e criou dificuldades ao SC Braga que tremeu com o golo sofrido e passou por algumas situações complicadas até ao final da partida, com sinal mais para o Zorya, mas sem que o marcador sofresse alterações.

CORREIO DO MINHO
JotaCC

JotaCC Equipa Principal

  • *****
  • 32320
  • Allez Braga Allez nos somos a tua voz...
  Re: NOTICIAS DO ENORME SC BRAGA DO DIA 10/08
« Responder #1 em: 10 de Agosto de 2018, 09:52 »
Rebelião de Ricardo Horta só deu para empatar na Ucrânia
Equipa minhota foi demasiado cautelosa e levou uma eternidade para verificar que era melhor do que o rival. Golo fora dá vantagem, mas a eliminatória permanece aberta até ao reencontro na “pedreira”

Criámos ocasiões para fazer mais golos. Estou contente com o desempenho da equipa. Só faltou ter mais calma na decisão. A eliminatória está em aberto”
Abel Ferreira Treinador do Braga “
“Podíamos ter feito mais um ou dois golos. Ficou demonstrada a força da nossa equipa. Fizemos um bom jogo, contra um adversário muito difícil, de bolas longas e diretas”
Ricardo Horta Avançado do Braga

LIGA EUROPA O S.C. Braga nunca tinha ganhado nenhum dos oito jogos anteriores com equipas ucranianas (seis derrotas e dois empates) e ainda não foi ontem que pôde inverter a penosa estatística. Deixou-se neutralizar (1-1) por uma equipa, o F. C. Zorya, que se viu ser-lhe muito inferior, mas que chegará viva à segunda mão da terceira pré-eliminatória da Liga Europa, na próxima quinta-feira, no Estádio Municipal de Braga.
Excesso de reverência e demasiada cautela tática marcaram o jogo na Ucrânia. O Braga demorou toda a primeira parte para perceber que era muito melhor que o F. C. Zorya e só após o intervalo se libertou para o ataque, em busca dos golos.
Ricardo Horta voltou ao relvado com fogo nas botas e liderou a revolta. O avançado jogou, fez jogar e disparou os remates mais perigosos à baliza ucraniana. Fransérgio e Wilson Eduardo também tiveram boas oportunidades, mas estava visto que só Horta podia fazer balançar as redes, mesmo depois de ter disparado ao poste, no que parecia ser uma contrariedade do destino. Não era, porque o 21 da equipa minhota estava mesmo prometido a marcar, como sucedeu no minuto 69, num remate cheio de classe, de primeira e na conclusão de uma bela jogada de Esgaio.
O 1-0 era curto para tanta superioridade, mas foi o que bastou para a equipa de Abel Ferreira tirar o pé da tábua. A fatura foi quase imediata: a equipa minhota encolheu-se, recuou, baixou a intensidade de jogo e pagou com o golo do empate, assinado por Karavaev, com um belo remate, que não deu qualquer hipótese de defesa a Matheus.
O Braga ainda tentou retomar a supremacia no jogo, mas já era tarde para voltar a quebrar o entusiasmo dos ucranianos. Para a semana, na “pedreira”, a equipa minhota terá de ser mais letal se quiser chegar ao “play-off”, último filtro de acesso à fase de grupos da Liga Europa, a disputar, muito previsivelmente, com o Leip-zig (3-1 ao U. Craiova).

JN
JotaCC

JotaCC Equipa Principal

  • *****
  • 32320
  • Allez Braga Allez nos somos a tua voz...
  Re: NOTICIAS DO ENORME SC BRAGA DO DIA 10/08
« Responder #2 em: 10 de Agosto de 2018, 10:31 »
SUPERIORIDADE PARA VALIDAR NA PEDREIRA
O Braga arrancou um precioso empate na Ucrânia, mas mostrou sobretudo argumentos de sobra para seguir em frente na eliminatória

No primeiro jogo oficial da época, o Braga demonstrou ser melhor do que o Zorya e só não resolveu já ontem a eliminatória porque houve desperdício no momento da finalização. Horta continua em alta...

O treinador doZoryabenz ia-se a cada lance de perigo do Braga, mas a fé de Ricardo Horta acabou com a superstição a meio da segunda parte (69’). Os arsenalistas colocaram-se justamente na frente de uma eliminatória que até podia ter ficado resolvida ontem, não fosse o golo de Karavaev num dos raros momentos de desconcentração da defesa minhota (72’). Mesmo assim, e pelo que se viu em Zaporizhia, a equipa de Abel Ferreira tem tudo para carimbar a passagem na Pedreira.
Antes disso confirmou-se a chamada de apenas dois reforços ao onze do Braga, Claudemir e João Novais, que formaram a dupla de médios, enquanto o treinador do Zorya, que tinha criticado publicamente os seus jogadores pelas últimas exibições, decidiu operar uma verdadeira revolução na equipa: trocou de guarda-redes, mudou os dois laterais e ainda lançou um novo médiodefensivo e outro mais ofensivo para o jogo.
O primeiro remate da partida chegou cedo, aos 29 segundos, por Ricardo Horta, mas a promessa de um ataque feroz à baliza ucraniana ficou adiado por mais algum tempo. A agressividade imposta pelos jogadores do Zorya no momento da recuperação forçava a várias perdas de bola dos arsenalistas, que sentiam por aquela altura dificuldades em controlar o jogo. Depois de ténues ameaças das duas equipas, a primeira grande oportunidade degolo chegou através do pé direito de Karavaev, que, isolado na área, rematou por cima (19’).
As constantes oscilações do ponta de lança Rafael Ratão, que teimava em juntar-se a Khomchenovskiy no lado esquerdo do ataque, criaram um conflito que Goiano e companhia demoraram a resolver. No entanto, a partir da meia hora o Braga cresceu finalmente para a partida; passou a ser mais fiel ao seu estilo, a ter mais bola – a pressão do Zorya também já não era tão intensa... – e as oportunidades acabaram por aparecer com naturalidade, primeiro por Ricardo Horta (35’) e pouco depois por Claudemir (42’).
No arranque da segunda parte acentuou-se de forma bem vincada a superioridade do Braga em todos os momentos do jogo. Instalados no meio campo ofensivo, os arsenalistas multiplicaram os lances de perigo, sempre pelo mesmo protagonista, Ricardo Horta: começou com um tiro de fora da área para defesa difícil do guardião contrário (49’), seguiu-se um remate acrobático falhado por centímetros (52’) e uma bola na barra (57’), antes do merecido golo (69’). Naquele momento parecia que a vitória dificilmente fugiria ao Braga, mas a resposta dos anfitriões foi pronta, como já se contou no início desta crónica. A injeção de adrenalina provocada pelo golo do empate voltou a aumentar o entusiasmo da equipa ucraniana – vive quase exclusivamente da boa vontade dos seus jogadores... –, mas os arsenalistas agarraram-se à sua maior experiência para segurar o empate com golos, um resultado sempre precioso neste tipo de eliminatória.


Opções Substituições adiadas e Ryller a ganhar terreno
Logo no início da segunda parte, Abel Ferreira deu indicação para Ryller, Fábio Martins e Dyego Sousa iniciarem o aquecimento, mas o bom momento da equipa depois do intervalo foi adiando as alterações. Só depois do golo do empate é que Abel se decidiu a mexer, com a entrada de Dyego Sousa para o lugar de Wilson Eduardo. Depois esperou pelo último minuto para lançar Ryller no lugar de João Novais (Fransérgio recuou) e trocar Ricardo Horta por Fábio Martins. Neste caso, a curiosidade esteve mesmo na aposta em Ryller.


FILME DO JOGO

9’ Canto de João Novais para remate de Raúl Silva, na área, por cima.
12’ Novo canto para o Braga, num lance iniciado por Bruno Viana, com Sequeira a cruzar. Novais bate o canto e Svatok cede novo canto, agora para defesa hesitante de Luiz Felipe.
19’ Karavaev ,na cara de Matheus, atira por cima.
35’ Horta é isolado por um lançamento lateral de Claudemir. Luiz Felipe defende.
42’ Canto de Wilson Eduardo sofre um desvio na área e a bola sobra para Claudemir, ao segundo poste, atirar ao lado.
49’ Ricardo Horta atira de fora da área e Luiz Felipe envia para canto, batido por Wilson Eduardo para saída em falso do guardaredes. A bola ainda sobra para o remate de Fransérgio, por cima.
52’ Esgaio cruza para Wilson Eduardo e este coloca a bola no coração da área, onde Horta ensaia um remate acrobático e falha.
57’ Ricardo Horta à trave! O atacante surge ao segundo poste a receber uma bola metida da direita que Wilson Eduardo, na pequena área, deixara passar para o remate do companheiro.
67’ Vernydub corta para canto cruzamento de Sequeira. Wilson Eduardo bate ao primeiro poste, onde Horta desvia para fora.
72’ 1-1 Sequeira cabeceia a cortar um passe longo da direita e a bola sobra para Karavaev empatar.
74’ Matheus, seguro, trava remate de Kochergin.
77’ Ataque a dois tempos do Zorya, com o remate de Kharatin a ser afastado por Bruno Viana e, numa segunda vaga, por Raúl Silva.
90’ Matheus segura um remate rasteiro perigoso de Mykhaylichenko.

MOMENTO
69’
0-1 HORTA QUE DEU GOLO. O Braga acabou bem a primeira parte, mas entrou ainda melhor na segunda. Faltava o golo, que Ricardo Horta já tinha tido nos pés em mais do que uma ocasião. Aos 69 minutos, e depois de um cruzamento da direita, o extremo acertou na baliza do Zorya, num momento que serviu para colocar o Braga em vantagem na eliminatória.


A Figura
Ricardo Horta: 8
Protagonista a tempo inteiro
Pouco mais de sete meses depois de ter marcado ao Marselha, no fecho da participação do Braga na edição anterior da Liga Europa – 1-0, em casa, a 22 de fevereiro –, voltou a ser protagonista da equipa de Abel Ferreira. O golo na Ucrânia abriu o caminho da esperança dos bracarenses e foi conseguido com um remate potente. Antes do melhor momento, o extremo esteve perto de marcar por duas vezes: no primeiro remate, Luiz Felipe defendeu, no segundo a bola bateu na barra. Continua em grande forma.


Horta e os golos que faltaram
“Podíamos ter marcado mais um ou dois”, lamentou o autor do golo e de uma bola na trave
O empate na Ucrânia soube a pouco a Ricardo Horta, que marcou o golo do Braga poucos minutos depois de ter visto um remate devolvido pela trave. “Podíamos ter marcado mais um ou dois golos, mas o futebol é assim. Ficou demonstrada a força da nossa equipa”, declarou à Sport TV no final de “um bom jogo, contra uma equipa difícil que apostou muito em bolas longas e diretas”. “Foi pena termos sofrido o golo após termos marcado”, insistiu um dos atacantes do Braga que mais incomodaram o guarda-redes Luiz Felipe, animado para a segunda mão desta terceira pré-eliminatória da Liga Europa: “Fica uma boa indicação da nossa equipa e é um resultado que deixa tudo em aberto.”
O médio Claudemir também reconheceu que o Braga ainda tem de “melhorar bastante”, mas destacou o “lado positivo” deste jogo: as “várias oportunidades criadas”. “A equipa jogou muito bem.Queríamos a vitória, tivemos oportunidades, mas foi um resultado positivo e espero que, em casa, consigamos a qualificação”, declarou uma das caras novas do Braga, encantado com o “futebol muito bom” que a equipa quer pôr em campo e “muito feliz” por fazer parte do projeto.


OFICIAL VUKCEVIC À VISTA NO LEVANTE
Vukcevic foi ontem oficializado como reforço do Levante, num negócio em que o clube espanhol pagou 8,5 milhões de euros. O Braga despediu-se do médio através de uma mensagem nas redes sociais: “Mais do que uma força da natureza, mais do que um capitão, um eterno guerreiro que ficará para sempre no coração da Legião! Obrigado por tudo, Vuk”, lê-se na mensagem.


VIDEO ALAN E FONSECA ANIMARAM
Uma video chamada de Alan para Paulo Fonseca, ontem difundida pelo Braga nas redes sociais, animou a contagem decrescente para o jogo. Em pontos diferentes da Ucrânia, o ex-capitão e atual dirigente e o extreinador do Braga, atual campeão da Ucrânia, falaram sobre o Zorya e sobre o clube que os une, com toda a equipa técnica do Shakhtar a torcer pelos guerreiros.


OPÇÃO MARAFONA PERDE ESPAÇO
Abel Ferreira levou 20 jogadores à Ucrânia, três deles guarda-redes, sendo novidade o facto de Marafona não ir para o banco, que foi ocupado por Tiago Sá (na foto). O internacional português perdeu espaço no plantel e ainda poderá ser cedido a outro clube até ao fecho do mercado. Além de Marafona, o treinador ainda deixou de fora das opções finais o médio Eduardo.

O JOGO
JotaCC

JotaCC Equipa Principal

  • *****
  • 32320
  • Allez Braga Allez nos somos a tua voz...
  Re: NOTICIAS DO ENORME SC BRAGA DO DIA 10/08
« Responder #3 em: 10 de Agosto de 2018, 12:17 »
“Várias ocasiões para fazer golos”
Extremo assumiu o nervosismo que limitou discernimento da manobra ofensiva

RICARDO HORTA CONVICTO NO APURAMENTO

Ricardo Horta reconheceu o nervosismo que influenciou o rendimento do Sp. Braga na Ucrânia, mas mostrou-se satisfeito com a envolvência que o coletivo patenteou, e está confiante em selar o apuramento no tira-teimas a disputar dentro de uma semana na Cidade dos Arcebispos.


“Tivemos muitas ocasiões para marcar, e depois de termos conseguido fazer golo, foi uma pena sofrer o empate”, lamentou-se o extremo, convicto na capacidade do Sp. Braga em superar o Zorya: “Acho que realizámos um bom jogo e deixámos uma boa indicação para aquilo que queremos concretizar na 2ª mão.” Foco no controlo de bola perante um adversário que usou e abusou do futebol direto, mas, acima de tudo, discernimento para concluir da melhor forma toda a produção ofensiva. “A vontade de começar bem proporcionou alguma ansiedade, mas mesmo assim criámos ocasiões suficientes para fazer mais golos”, comentou Ricardo Horta, ciente de que o segredo para evitar o estilo do adversário passa pelo “controlo da posse de bola”: “A eliminatória está em aberto, mas este resultado acaba por ser positivo e, se seguirmos à risca o nosso plano, vamos ultrapassar esta eliminatória.” Na mesma linha de pensamento, o experiente Claudemir garantiu que “a capacidade de resposta na 2ª mão será diferente”. “Mostrámos bom futebol e criámos várias situações de finalização, mas perto do final do jogo acusámos algum desgaste. No próximo encontro a história será outra, porque estaremos mais preparados”, concluiu Claudemir.


Saída de Vukcevic oficializada
Ponto final nas cinco épocas de Nikola Vukcevic em Braga, com a SAD minhota a confirmar o acordo oficial com os espanhóis do Levante para a transferência do médio montenegrino. Saída mesmo em cima do arranque da temporada , mas cuja venda vai permitir à administração bracarense encaixar qualquer coisa como 8,5 milhões de euros. Argumentos, ainda assim, mais do que suficientes para os minhotos endereçarem as maiores felicidades pessoais e profissionais ao médio de 26 anos. Reconhecimento que também levou os arsenalistas a agradecer ainda a forma “exemplar como defendeu e honrou a camisola” do clube. “Mais do que uma força da natureza, mais do que um capitão, um eterno ‘Gverreiro’ que ficará para sempre no coração da Legião! Obrigado por tudo, Vuk”, escreveu o Sp. Braga, na rede social Instagram. Vukcevic chegou a Braga na época de 2013/14 e não demorou a assumir-se como uma pedra importante no corredor central bracarense. Fruto dessa influência, participou num total de 155 jogos, dos quais 124 ao serviço do conjunto principal e os restantes 31 pela equipa B, tendo marcado 9 golos. Ao serviço do SC Braga venceu uma Taça de Portugal (2015/16) e adquiriu o estatuto de titular na seleção de Montenegro.

RECORD
JotaCC

JotaCC Equipa Principal

  • *****
  • 32320
  • Allez Braga Allez nos somos a tua voz...
  Re: NOTICIAS DO ENORME SC BRAGA DO DIA 10/08
« Responder #4 em: 10 de Agosto de 2018, 12:25 »
O TÍPICO BOM EMPATE ATÉ PODIA SER VITÓRIA
Arsenalistas com este Zorya bem controlado, mas só conseguiram estar três minutos em vantagem

FOI PRECISO MUITO TRABALHO PARA RICARDO HORTA ABRIR O ATIVO E A EQUIPA ACUSOU O BELO GOLO UCRANIANO

O Sp. Braga continua sem ganhar a ucranianos e perdeu ontem uma boa oportunidade para poder acabar com esse registo histórico, mas lá conseguiu aquele típico bom empate nas competições europeias, pois marcou fora e até pode seguir em frente sem continuar a ganhar a uma equipa da Ucrânia se o jogo de volta, já na próxima 5ª feira, terminar 0-0. Obviamente não será para esse empate que a equipa de Abel Ferreira jogará, pois também não é esse o seu ADN e isso ficou bem evidente no jogo de ontem, com os arsenalistas a procurar o golo desde cedo e a controlar muito bem o seu adversário, confirmando, ao mesmo tempo, o que já se sabia: este Zorya não é tarefa fácil, antes confirma-se uma equipa muito agressiva no bom sentido e corajosa no momento ofensivo. Com dois reforços, João Novais e Claudemir, no seu primeiro onze oficial, a maior surpresa do Sp. Braga até foi o posicionamento de Fransérgio, a jogar bem ao lado de Wilson Eduardo. Foi a solução de Abel Ferreira perante a ausência do lesionado Paulinho e com Dyego Sousa no banco. Nos primeiros 20 minutos, o Sp. Braga deu ‘goleada’ no plano estatístico, com 5 cantos acumulados, mas seria do Zorya a grande ocasião quando Karavaev (19’) rematou por cima só com Matheus pela frente. Os minhotos acusaram ligeiramente o toque e só conseguiram responder aos 35’, na sequência de um rápido e longo lançamento da linha lateral de Claudemir, uma arma que se descobriu para a nova época. Mas Ricardo Horta não conseguiu vencer a saída de Luiz Felipe, o guarda-redes brasileiro do Zorya, sendo que o mesmo Horta acertou com estrondo na barra (57’) na sequência de um lance exatamente igual. O Sp. Braga, enfim, cheirava o golo que depois só podia ser Ricardo Horta a confirmar, num belo remate em arco já dentro da área, mas o problema é que aquilo que tanto custou só durou três minutos e a equipa de Abel Ferreira acusou o belo golo do empate de Karavaev, acabando o jogo em dificuldades e a acusar o desgaste.


Abel Ferreira
“Faltou clarividência na hora da decisão”
Abel Ferreira ficou mais satisfeito com o envolvimento dos seus jogadores do que com o empate com golos na Ucrânia, após um jogo em que lamentou a falta de discernimento que limitou a eficácia do seu conjunto. “Estou contente pelo empenho que todos manifestaram durante um jogo no qual, perante as ocasiões que a equipa criou, faltou clarividência na hora da decisão para fazer mais golos”, começou por referir o técnico, sem nunca colocar em causa o apuramento: “Sabemos quais são as dificuldades e a exigência, mas em Braga, com a relvinha bem molhada para circular bem a bola, vamos ter a calma e sensatez suficientes para conseguirmos ultrapassar esta eliminatória.”


Treino hoje na Ucrânia
Abel Ferreira não facilitou na preparação deste intenso início de época e como a equipa tem já jogo domingo à noite, o treinador preferiu que o grupo pernoitasse em Zaporizhia, onde esta manhã ainda há treino. A ideia é que os jogadores tenham o seu ciclo normal de descanso, sendo que a comitiva bracarense só tem chegada prevista ao Porto às 20h20.


Paulo Fonseca passa confiança
O Sp. Braga recebeu uma forte mensagem de apoio de Paulo Fonseca, antigo técnico dos minhotos que trabalha no Shakhtar Donetsk. Em conversa de vídeo com Alan, diretor de relações institucionais do clube, Fonseca disse: “O nosso Sp. Braga tem mais do que condições para passar. O Abel está a fazer um excelente trabalho, é gente boa e merece sucesso.”

RECORD
JotaCC

JotaCC Equipa Principal

  • *****
  • 32320
  • Allez Braga Allez nos somos a tua voz...
  Re: NOTICIAS DO ENORME SC BRAGA DO DIA 10/08
« Responder #5 em: 10 de Agosto de 2018, 12:28 »
Erro defensivo impede Sp. Braga de sair da Ucrânia com o triunfo
A equipa minhota marcou primeiro, permitiu o empate mas parte na frente para a segunda mão
Ainda não foi desta que o Sp. Braga venceu uma equipa ucraniana, mas oportunidades não faltaram. Os bracarenses não foram além de um empate (1-1) com o Zorya no encontro da primeira mão da terceira pré- eliminatória da Liga Europa. Ricardo Horta inaugurou o marcador na segunda parte (69’, e nesta altura teria sido possível dizer que a pedra dura furou após tanto tempo a ser batida, mas os ucranianos responderam três minutos depois, com Karavaev a repor a igualdade. Os bracarenses dominaram a maioria do encontro, mas o Zorya soube manter a organização e resistir às investidas adversárias. A equipa minhota volta a casa a saber que tem a eliminatória em aberto.
O Sp. Braga começou melhor, com um par de oportunidades logo no primeiro minuto. A equipa portuguesa esteve quase sempre em cima do encontro contra um adversário que já fez três jogos para a I Liga ucraniana nesta época. Wilson Eduardo, Ricardo Horta e Fransérgio eram os elementos em maior destaque no ataque, em constantes trocas de posição, e estiveram sempre com os olhos postos na baliza de Luiz Felipe. A estratégia só não teve melhor resultado, porque não aparecia o essencial: o golo. Horta esteve muito perto. O extremo dominou bem a bola e virou-se para a baliza, mas o guarda-redes adversário apareceu rapidamente à frente para defender o remate.
A melhor oportunidade, nesse período, até pertenceu ao Zorya, que conduziu o seu ataque pelos flancos, como Abel Ferreira tinha avisado na antevisão. Depois da confusão na área do Sp. Braga, Karavaev teve (quase) tudo para fazer o golo, mas rematou por cima. Os anfitriões não marcaram, mas suspiraram depois de terem visto o árbitro deixar passar a entrada dura de Lednev sobre Caludemir que era merecedora de um segundo amarelo (38’).
Depois de regressar do balneário, Ricardo Horta, de fora da área, rematou forte e Felipe defendeu para canto. Pouco depois, o jogador falhou um pontapé de bicicleta depois de ver Wilson Eduardo fazer uma boa assistência dentro da grande área, perto da linha de fundo.
O Sp. Braga começou a segunda parte em cima do adversário, mas continuava a ser perdulário. Horta voltou a evidenciar-se ao minuto 57 com um remate que bateu no poste. O extremo português foi o que esteve mais perto do golo e, finalmente, conseguiria o objectivo 12 minutos depois. Ricardo Esgaio centrou para a área, Wilson Eduardo disputou a bola que acabou nos pés de Horta e depois no fundo das redes.
A festa minhota só durou três minutos, porque Nuno Sequeira aliviou mal de cabeça e Karavaev empatou o jogo. Na linha do que foi procurando fazer ao longo de todo o encontro, o Zorya aproveitou um erro da equipa portuguesa para chegar ao golo. E o cenário podia ter sido ainda mais adverso para os minhotos se Mykhaylichenko tivesse concluído da melhor forma um lance em que serpentou por entre a defensiva portuguesa.
A segunda mão joga-se no dia 16, no Estádio Municipal de Braga, onde a equipa da casa tem tudo para seguir para o play- off. A começar por um empate com golos alcançado fora de portas.

PUBLICO
JotaCC

JotaCC Equipa Principal

  • *****
  • 32320
  • Allez Braga Allez nos somos a tua voz...
  Re: NOTICIAS DO ENORME SC BRAGA DO DIA 10/08
« Responder #6 em: 10 de Agosto de 2018, 12:37 »
VIA ABERTA PARA MINHOTOS
GOLO R Horta deu vantagem ao Sp. Braga, que durou apenas três minutos

JOGO DA SEGUNDA MÃO REALIZA-SE NA PRÓXIMA 5ª FEIRA, EM BRAGA

Ainda não foi desta que o Sp. Braga venceu uma equipa ucraniana, mas no jogo de ontem à noite, em Zaporizhzhya, conseguiu um empate (1-1) frente ao Zorya, o que lhe dá ligeira vantagem nesta 3ª pré-eliminatória da Liga Europa, sendo que a seguir ainda tem um play-off antes da fase de grupos
O Sp. Braga até marcou primeiro, por Ricardo Horta, ao minuto 69, mas a festa durou pouco porque, três minutos depois, de pé esquerdo, Karavaev restabeleceu a igualdade.
Após o golo, a equipa ucraniana cresceu e dominou a partida até ao final. Mas até aos três minutos decisivos, foi o Sp. Braga quem esteve por cima, falhando algumas oportunidades de golo, com destaque para um remate de Ricardo Horta à barra.
Este foi o primeiro jogo oficial da equipa arsenalista, enquanto a turma ucraniana já conta com Fransérgio e Svatok, em ação no jogo de ontem três desafios jogados na Liga local, o que lhe permitiu maior capacidade física nos últimos vinte minutos da partida.
Tratou-se de um jogo bem disputado, a um ritmo elevado, atendendo à fase da época e no qual o Zorya se bateu bem.
O jogo da 2ª mão está marcado para a próxima 5ª feira, em Braga. O Leipzig venceu por 3-1 o Craiova e uma destas equipas defronta o Sp. Braga, caso os minhotos acedam ao play-off.

CM
JotaCC

JotaCC Equipa Principal

  • *****
  • 32320
  • Allez Braga Allez nos somos a tua voz...
  Re: NOTICIAS DO ENORME SC BRAGA DO DIA 10/08
« Responder #7 em: 10 de Agosto de 2018, 12:41 »
Sp. Braga empata frente aos ucranianos do Zorya
O Sporting de Braga iniciou ontem a temporada com um empate 1-1 na visita aos ucranianos do Zorya, em jogo da primeira mão da terceira préeliminatória da Liga Europa de futebol.
Ricardo Horta foi o `Guerreiro do Minho' responsável por colocar os bracarenses na frente do marcador, feito que só aconteceu já na segunda parte do encontro. Foi aos 69 minutos. No entanto, a festa da equipa portuguesa durou pouco tempo, pois Oleksandr Karavaev repôs a igualdade, aos 72, resultado que se veio a verificar até ao final da partida. O jogo da segunda mão está marcado para a próxima quinta-feira, às 20h30, desta feita no Estádio Municipal de Braga.
O vencedor da eliminatória avança para o `play-off ' de acesso à fase de grupos da Liga Europa, no qual vai defrontar os alemães do Leipzig ou os romenos do Universitatea Craiova.

DN MADEIRA
JotaCC

JotaCC Equipa Principal

  • *****
  • 32320
  • Allez Braga Allez nos somos a tua voz...
  Re: NOTICIAS DO ENORME SC BRAGA DO DIA 10/08
« Responder #8 em: 10 de Agosto de 2018, 12:44 »
Carlos Machado
É tempo do Braga mostrar o peito
Colocando o binómio qualidade de trabalho/rendimento à frente da ainda visível indefinição do plantel do plantel, o FC Porto parte à frente na corrida pelo título, que este ano deverá ter no Braga um candidato efetivo, esperando-se a assunção plena de um novo player e o abandono definitivo do comodismo. Deixar a luta para os grandes e tentar chateá-los se correr bem, mas sempre com grande alergia à pressão, terá de ser uma página virada. E o plantel dá para isso. É óbvio que o Benfica continuará a ser o mais furioso concorrente do FC Porto e quem não levar o Sporting a sério poderá arrepender-se amargamente, mas é mesmo chegado o tempo de uma luta a quatro. Os sistemas de Benfica e Sporting transformarão Jonas (se ficar) e Bas Dost nos principais goleadores, já que o FC Porto tem uma forma diferente de encarar o jogo, ficando menos exposto à inspiração do avançado de referência. Mas há expectativas para além dos avançados. Apontar um potencial jogador-revelação quando alguns nem se estrearam por cá é complicado. Se não tiver problemas de adaptação e repetir o que se lhe viu no Brasil, Éder Militão poderá até estar por cá de passagem para outra dimensão financeira. Também Gedson dará nas vistas se continuar a ter espaço numa liga de dificuldade elevada e que fará muita gente andar com o coração nas mãos. Quanto a subidas, Vítor Oliveira continuará a partir à frente. Está no Paços de Ferreira!

O JOGO