Quantcast
SCB- Futuro a curto prazo
You are using an outdated browser. For a faster, safer browsing experience, upgrade for free today.
Anuncios M
SCB- Futuro a curto prazo
7 Respostas
1758 Visualizações
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
ric Equipa Principal
  • *****
  • 3328
  SCB- Futuro a curto prazo
« em: 31 de Julho de 2018, 23:49 »
No passado sábado , Braga viveu um grande dia de comunhão entre o clube e a cidade.
Este foi um evento que traduz , de forma clara e objetiva, de que lado está o SCB quando se situa na cidade: ao lado, sempre, da cidade e dos cidadãos.
O clube ganha a cidade e , embora reveja o Braga como um clube de cariz regional, não ficaremos nunca no topo se não ganharmos na nossa relação com a cidade. Daqui partiremos, com regra e - essencialmente - calculismo e cientificamente para a conquista de outros palcos regionais.
Sempre fui a favor deste evento e a prova está neste fórum, onde apresentei a ideia há vários anos. Não quero com isto puxar a brasa á minha sardinha ( o evento sob a batuta do Joel foi maravilhoso) mas reconheço que estava com razão e os factos provam-no.
Por isto, nada é de muita admiração. Não precisamos descobrir a roda para saber fazer. E saber fazer BEM!

Mas tudo isto para enquadrar o que pretendo dizer e que tem a ver com a frase forte proferida por António Salvador:

"Antes do centenário seremos campeões!"

Sou  a favor de objetivos arrojados e que incutem altos graus de responsabilidade e sobretudo comprometimento. A exigência está alta e , sobretudo no desporto, são tantos os imponderáveis ( a bola até vai à trave e não entra…) que é sempre fácil a desculpabilização. Por isso , o arrojo é "ponderado" e envolto sempre num forte nível de atenuantes caso o objetivo não seja cumprido. Mas está o nosso presidente de parabéns ! Aposta forte, inova na linguagem (apesar de já ter falado nisto), pretende arrastar a cidade e a equipa, coloca índices de envolvimento e de suprarendimento ao mais  alto nível. No fundo, é otimista e confiante mas revela também que parece estar ciente de que "estamos quase lá" e que o clube nada deve em termos de estrutura, infraestrutura e profissionalismo aos 3 G. E claro, força a pressão para eles. Mas essa pressão é constante…

Sou no entanto, mais realista do que o nosso Presidente (caramba, como queria ser como ele nesta confiança!!!) e o título no fundo do túnel é para mim muito… ténue.
Vou precisar:
Temos a nosso favor um estádio magnifico.
Temos uma equipa técnica sabedora….            mas ainda algo inexperiente nos altos voos.
Temos uma equipa QB, com capacidade e com soluções…. mas falta-nos um desiquilibrador
Temos uma estrutura magnifica e profissional, ao nível dos melhores….   mas esta não jogo nem marca golos ( apesar de ajudar)
Temos um Presidente jovem, capaz e acutilante…  mas não tem ainda uma capacidade aglutinadora (embora o G15 tenha sido um ótimo tirocínio na liderança)

EStas condições fazem do nosso clube o melhor perseguidor do pódio. Vai com os da frente mas ainda não é um CHRIS Frome. Olha para trás e vê muita gente mas tem uns metros ainda para alcançar o pódio…

No meu entender, e parafraseando Pimenta Machado " precisamos de 100 mil adeptos para ser campeão…"
Dou por mim a pensar que mais cedo ou mais tarde, a margem extra competição até agora existente-  fruto do controlo do sistema- tenderá a ser mais reduzida. Os mais recentes escândalos que envolveram os 3G  vão fazer com que a "honestidade" tenha de imperar no futebol. O Var tende a ser mais objetivo, a arbitragem mais rigidamente escrutinada, os "jeitos" cada vez mais "perigosos", a "fruta" cada vez mais " cara", as justificações cada vez mais estapafúrdias … Por isso penso mesmo que termos um futebol mais justo e equitativo dentro das 4 linhas e mesmo na organização do jogo através das suas envolventes da competência da LIGA e FPF.

Penso , no entanto, que duas grandes razoes nos separam ainda dos demais ( os do pódio , claro):
- O não termos a capacidade financeira dos demais
- A incapacidade de não fixar os bracarense no clube tornando um bloco coeso clube/cidade

A primeira razão, consubstancia-se na incapacidade dos clubes negociarem devidamente as verbas da publicidade televisiva. As diferenças são abissais e impunha-se, na LIGA, uma posição de força. Mais  uma vez assiste-se a uma posição de "uma no cravo outra na ferradura" com os 3G a imporem a sua força aglutinadora e imporem as benesses habituais aos serviçais dirigentes dos pequenos clubes. Estes mostram-se por vezes fortes mas "abaixam-se" despudoramente quando se trata de discutir as verdadeiras razões de desiquilibrio no futebol português.

A segunda  razão, é que não vejo o crescendo de público a acompanhar o momento desportivo brilhante do clube.
Temos um estadio às moscas e andamos a querer que os putos paguem bilhete.
Temos de mostrar ser um clube diferente, com fair-play e de nível educativo superior e andamos ás turras com o "burro" BdC
Temos um estadio com elevado índice de falta de condições de acessos e nada vejo que se tenha alterado este ano
Temos um nível de captação de publico a raiar o caricato onde o aproveitamento dos espaços, do pré-jogo e do convívio entre sócios é inexistente.
Temos uma captação interessante de sócios nas escolas e não acompanhamos o pós-entrega dos cartões de sócios
Temos jogos a horários pornográficos e , que se saiba, não há qq reação do clube publicamente
Tivemos uns projetos apresentados de melhorias no estadio e tudo não passou do papel
Temos bares terceiro mundistas e nada fazemos para melhorar ( que se saiba)
Temos uma Universidade com saber e competência para saber o porquê do afastamento dos bracarenses e não aproveitamos essa massa critica
Temos uma direção que sacode a água do capote qdo se trata de ver que não estamos a crescer em termos de espetadores argumentando com o esforço feito na equipa e na qualidade do futebol.
temos uma direção que não está consciente de que o futebol se vende como um produto e já não está intimamente ligado a sentimentos bairristas
Temos uma direção que tem de entender que o futebol é APENAS uma modalidade na cidade e que se tem de fazer muito mais do que se fazia para a captação da juventude
Temos de saber pensar que não basta ter o melhor produto para o vender. Temos de saber porque não vende!
E porque temos de saber porque "não vendemos" o nosso clube aos nossos irmãos bracarenses é que me irrita uma certa consciência de tudo feito e que a culpa é " dos bracarenses".
Despedia um diretor comercial de uma empresa minha que ao saber que temos um excelente produto me disses que a falta de vendas´era porque o público não entende a qualidade do mesmo.

Resumindo: podemos ter todo todas as condições melhores do mundo para sermos campeões.
mas falta-nos a alma de uma massa persistente, coesa e numerosa para fazer a diferença . E equilibrar o "tal danoninho" que ainda nos vai separando dos outros.
E a razão tem de ser encontrada olhando para dentro e questionando, colocando muita coisa em causa e em equação.

Porque não precisamos descobrir a roda.
Antes saber fazer com que ande.


é a minha opinião...
OBracarense Juvenis
  • **
  • 131
  Re: SCB- Futuro a curto prazo
« Responder #1 em: 01 de Agosto de 2018, 10:41 »
Grande post RIC. Toca em todos os pontos fulcrais.

Falta um clique, para o nosso clube salta para outro patamar e todos nós poderemos ter uma pequena intervenção, contudo só o clube através de uma serie de medidas poderá fazer como que sejamos cada vez mais.
Neste forum já foram mais que falados os problemas e dadas muitas soluções.
No Sporting Clube de Braga cada vez mais com pessoas capazes, certamente haverá um departamento  que trata de politicas de angariação de sócios, de recuperação de antigos sócios. Contudo este trabalho tem sido pouco visto.

Não basta colocar fotos no facebook e a cada jogo em casa, dizer que somos os melhores adeptos do mundo, porque isso de pouco serve.

Se o objectivo é os 15mil, temos que trabalhar fortemente todas as semanas para levarmos mais gente ao estádio.
Anuncios M
Anuncios M
D_PAC
D_PAC Equipa Principal
  • *****
  • 1500
  SCB- Futuro a curto prazo
« Responder #2 em: 01 de Agosto de 2018, 11:41 »
Acrescento só a informação que neste momento estamos com 24.000 sócios...
« Última modificação: 01 de Agosto de 2018, 11:43 por D_PAC »
#VãoTerDeContarConnosco
Arsenalista
Arsenalista Equipa Principal
  • *****
  • 2001
  • Uma cidade, Um clube!
  Re: SCB- Futuro a curto prazo
« Responder #3 em: 01 de Agosto de 2018, 12:14 »
Para acrescentar ao que já foi aqui dito, penso que seria importante a criação de um espaço de convívio para os associados do clube, que permitisse por exemplo assistir aos jogos fora pela tv, já que nem toda a gente tem a possibilidade de se deslocar, um espaço temático relacionado com o desporto e o clube, um pouco à imagem de um sports bar.

O clube terá que fazer sempre os seus esforços, e já tem realizado várias iniciativas interessantes como a do passado Sábado, mas os adeptos também terão que fazer a sua parte, "arrastando" consigo mais adeptos para o estádio.


« Última modificação: 01 de Agosto de 2018, 13:05 por Arsenalista »
Bracara Avgvsta Fidelis et antiqva
Anuncios V
JC93
JC93 Juniores
  • ***
  • 619
  Re: SCB- Futuro a curto prazo
« Responder #4 em: 01 de Agosto de 2018, 14:39 »
Mais um excelente post, obrigado Ric por tocares, exatamente nos pontos que são fundamentais.

É inegável que, neste mandato de AS, tem sido feito um esforço para melhorar alguns dos pontos que nunca tinham tido referência até então, como é o caso da relação com os sócios e da sua valorização.
A oposição que AS teve serviu exatamente para isso, para mostrar onde este estava a falhar, e AS muito bem, está a corrigir o que de menos bem estava a ser feito.
 

Ainda assim, temos um longo caminho a percorrer, como tal penso que seja precipitado dizer que até 2021 seremos campeões.
Não é com 10mil pessoas no estádio.
Sou um confesso apreciador de Abel, e como tal, o ano passado fui ouvir uma palestra deste na academia. Abel dizia exatamente isso, não é com 10mil pessoas que se pode lutar pelo título.
Para Abel teríamos que ter, no mínimo 20mil.

Entretanto este ano o nosso treinador lançou o desafio das 15mil pessoas. Porque Abel confia naquilo que controla, e sabe que irá realizar uma boa época.
Mas falta aquele clique junto dos adeptos. E ele sabe que sem esse clique não irá conseguir lutar até ao fim pelo sonho de AS.

A direção do Braga e, nomeadamente AS, ainda não percebeu que tem que se saber vender o produto.
Na última AG foi claramente notória a falta de interesse por trazer mais gente ao estádio. Foi inclusive dito que "não se pode fazer mais do que temos feito".

Estive a analisar, e se formos a números, o nosso preço dos bilhetes de jogo são super baratos. Não conheço ninguém com bilhetes tão baratos como os nossos.
Eu paguei 15 euros pela minha cadeira num dos melhores sítios do estádio (pack familia). Não me lixem, é barato, ponto!
Outro dia com o Celta, todos os sócios tinham entrada livre. Hoje com o Newcastle todos os sócios tem entrada livre.
Aposto que não estar mais de 10 mil pessoas.

Em termos de valores monetários, AS tem razão, nada mais pode ser feito.
Mas falta o resto meus amigos.
Falta saber como valorizar o produto.
Eu não sei como se faz isso, não estudei essa área e não gosto de falar do que não sei.

Foi sugerido a AS na última AG pegar na universidade do Minho e com trabalhos de investigação e dissertações tentar perceber o porquê de isto acontecer em Braga.
Infelizmente, na sua altivez, AS riu-se dessa sugestão.

Pois bem, se essa sugestão é cómica pois encontre-se outra! Nós não somos diferentes do resto do país. Aqui, em Braga, as pessoas amam o futebol.
Ainda em Maio, aqui num jogo amigável Portugal teve 20mil pessoas no estádio num dia de semana.

Portanto, faça-se algo!
Se AS quer lutar pelo título tem que ter 20 mil pessoas no estádio todos os jogos!
Isto é um facto.

Outro aspeto também importante e que deve preocupar os sócios é o valor do passivo do clube que não para de aumentar... Mas isso são contas para outro rosário...
« Última modificação: 01 de Agosto de 2018, 14:45 por JC93 »
Orgulhosamente Bracarense!
Pé Ligeiro
Pé Ligeiro Equipa Principal
  • *****
  • 13980
  Re: SCB- Futuro a curto prazo
« Responder #5 em: 01 de Agosto de 2018, 15:04 »
No passado sábado , Braga viveu um grande dia de comunhão entre o clube e a cidade.
Este foi um evento que traduz , de forma clara e objetiva, de que lado está o SCB quando se situa na cidade: ao lado, sempre, da cidade e dos cidadãos.
O clube ganha a cidade e , embora reveja o Braga como um clube de cariz regional, não ficaremos nunca no topo se não ganharmos na nossa relação com a cidade. Daqui partiremos, com regra e - essencialmente - calculismo e cientificamente para a conquista de outros palcos regionais.
Sempre fui a favor deste evento e a prova está neste fórum, onde apresentei a ideia há vários anos. Não quero com isto puxar a brasa á minha sardinha ( o evento sob a batuta do Joel foi maravilhoso) mas reconheço que estava com razão e os factos provam-no.
Por isto, nada é de muita admiração. Não precisamos descobrir a roda para saber fazer. E saber fazer BEM!

Mas tudo isto para enquadrar o que pretendo dizer e que tem a ver com a frase forte proferida por António Salvador:

"Antes do centenário seremos campeões!"

Sou  a favor de objetivos arrojados e que incutem altos graus de responsabilidade e sobretudo comprometimento. A exigência está alta e , sobretudo no desporto, são tantos os imponderáveis ( a bola até vai à trave e não entra…) que é sempre fácil a desculpabilização. Por isso , o arrojo é "ponderado" e envolto sempre num forte nível de atenuantes caso o objetivo não seja cumprido. Mas está o nosso presidente de parabéns ! Aposta forte, inova na linguagem (apesar de já ter falado nisto), pretende arrastar a cidade e a equipa, coloca índices de envolvimento e de suprarendimento ao mais  alto nível. No fundo, é otimista e confiante mas revela também que parece estar ciente de que "estamos quase lá" e que o clube nada deve em termos de estrutura, infraestrutura e profissionalismo aos 3 G. E claro, força a pressão para eles. Mas essa pressão é constante…

Sou no entanto, mais realista do que o nosso Presidente (caramba, como queria ser como ele nesta confiança!!!) e o título no fundo do túnel é para mim muito… ténue.
Vou precisar:
Temos a nosso favor um estádio magnifico.
Temos uma equipa técnica sabedora….            mas ainda algo inexperiente nos altos voos.
Temos uma equipa QB, com capacidade e com soluções…. mas falta-nos um desiquilibrador
Temos uma estrutura magnifica e profissional, ao nível dos melhores….   mas esta não jogo nem marca golos ( apesar de ajudar)
Temos um Presidente jovem, capaz e acutilante…  mas não tem ainda uma capacidade aglutinadora (embora o G15 tenha sido um ótimo tirocínio na liderança)

EStas condições fazem do nosso clube o melhor perseguidor do pódio. Vai com os da frente mas ainda não é um CHRIS Frome. Olha para trás e vê muita gente mas tem uns metros ainda para alcançar o pódio…

No meu entender, e parafraseando Pimenta Machado " precisamos de 100 mil adeptos para ser campeão…"
Dou por mim a pensar que mais cedo ou mais tarde, a margem extra competição até agora existente-  fruto do controlo do sistema- tenderá a ser mais reduzida. Os mais recentes escândalos que envolveram os 3G  vão fazer com que a "honestidade" tenha de imperar no futebol. O Var tende a ser mais objetivo, a arbitragem mais rigidamente escrutinada, os "jeitos" cada vez mais "perigosos", a "fruta" cada vez mais " cara", as justificações cada vez mais estapafúrdias … Por isso penso mesmo que termos um futebol mais justo e equitativo dentro das 4 linhas e mesmo na organização do jogo através das suas envolventes da competência da LIGA e FPF.

Penso , no entanto, que duas grandes razoes nos separam ainda dos demais ( os do pódio , claro):
- O não termos a capacidade financeira dos demais
- A incapacidade de não fixar os bracarense no clube tornando um bloco coeso clube/cidade

A primeira razão, consubstancia-se na incapacidade dos clubes negociarem devidamente as verbas da publicidade televisiva. As diferenças são abissais e impunha-se, na LIGA, uma posição de força. Mais  uma vez assiste-se a uma posição de "uma no cravo outra na ferradura" com os 3G a imporem a sua força aglutinadora e imporem as benesses habituais aos serviçais dirigentes dos pequenos clubes. Estes mostram-se por vezes fortes mas "abaixam-se" despudoramente quando se trata de discutir as verdadeiras razões de desiquilibrio no futebol português.

A segunda  razão, é que não vejo o crescendo de público a acompanhar o momento desportivo brilhante do clube.
Temos um estadio às moscas e andamos a querer que os putos paguem bilhete.
Temos de mostrar ser um clube diferente, com fair-play e de nível educativo superior e andamos ás turras com o "burro" BdC
Temos um estadio com elevado índice de falta de condições de acessos e nada vejo que se tenha alterado este ano
Temos um nível de captação de publico a raiar o caricato onde o aproveitamento dos espaços, do pré-jogo e do convívio entre sócios é inexistente.
Temos uma captação interessante de sócios nas escolas e não acompanhamos o pós-entrega dos cartões de sócios
Temos jogos a horários pornográficos e , que se saiba, não há qq reação do clube publicamente
Tivemos uns projetos apresentados de melhorias no estadio e tudo não passou do papel
Temos bares terceiro mundistas e nada fazemos para melhorar ( que se saiba)
Temos uma Universidade com saber e competência para saber o porquê do afastamento dos bracarenses e não aproveitamos essa massa critica
Temos uma direção que sacode a água do capote qdo se trata de ver que não estamos a crescer em termos de espetadores argumentando com o esforço feito na equipa e na qualidade do futebol.
temos uma direção que não está consciente de que o futebol se vende como um produto e já não está intimamente ligado a sentimentos bairristas
Temos uma direção que tem de entender que o futebol é APENAS uma modalidade na cidade e que se tem de fazer muito mais do que se fazia para a captação da juventude
Temos de saber pensar que não basta ter o melhor produto para o vender. Temos de saber porque não vende!
E porque temos de saber porque "não vendemos" o nosso clube aos nossos irmãos bracarenses é que me irrita uma certa consciência de tudo feito e que a culpa é " dos bracarenses".
Despedia um diretor comercial de uma empresa minha que ao saber que temos um excelente produto me disses que a falta de vendas´era porque o público não entende a qualidade do mesmo.

Resumindo: podemos ter todo todas as condições melhores do mundo para sermos campeões.
mas falta-nos a alma de uma massa persistente, coesa e numerosa para fazer a diferença . E equilibrar o "tal danoninho" que ainda nos vai separando dos outros.
E a razão tem de ser encontrada olhando para dentro e questionando, colocando muita coisa em causa e em equação.

Porque não precisamos descobrir a roda.
Antes saber fazer com que ande.


é a minha opinião...
Excelente diagnóstico, com o qual concordo totalmente!
Com a capacidade que o nosso amigo ric tem para fazer diagnósticos, se não tivesse ido para engenharia, teria ido para Medicina. Este desígnio veio a ser concretizado pela sua descendência.
Neste diagnóstico excelentemente elaborado, está tudo aquilo que é necessário fazer para podermos crescer de forma sustentada e podermos lutar realisticamente por objectivos mais ambiciosos.


BRAGA SEMPRE MAIS!
Pé Ligeiro
Pé Ligeiro Equipa Principal
  • *****
  • 13980
  Re: SCB- Futuro a curto prazo
« Responder #6 em: 08 de Agosto de 2018, 20:30 »
Seria bom que todos os Braguistas parassem um pouco para pensar que clube queremos para o futuro...
BRAGA SEMPRE MAIS!
(S)oon(C)hampion(B)raga
(S)oon(C)hampion(B)raga Equipa Principal
  • *****
  • 6291
  Re: SCB- Futuro a curto prazo
« Responder #7 em: 14 de Outubro de 2021, 22:12 »
No passado sábado , Braga viveu um grande dia de comunhão entre o clube e a cidade.
Este foi um evento que traduz , de forma clara e objetiva, de que lado está o SCB quando se situa na cidade: ao lado, sempre, da cidade e dos cidadãos.
O clube ganha a cidade e , embora reveja o Braga como um clube de cariz regional, não ficaremos nunca no topo se não ganharmos na nossa relação com a cidade. Daqui partiremos, com regra e - essencialmente - calculismo e cientificamente para a conquista de outros palcos regionais.
Sempre fui a favor deste evento e a prova está neste fórum, onde apresentei a ideia há vários anos. Não quero com isto puxar a brasa á minha sardinha ( o evento sob a batuta do Joel foi maravilhoso) mas reconheço que estava com razão e os factos provam-no.
Por isto, nada é de muita admiração. Não precisamos descobrir a roda para saber fazer. E saber fazer BEM!

Mas tudo isto para enquadrar o que pretendo dizer e que tem a ver com a frase forte proferida por António Salvador:

"Antes do centenário seremos campeões!"

Sou  a favor de objetivos arrojados e que incutem altos graus de responsabilidade e sobretudo comprometimento. A exigência está alta e , sobretudo no desporto, são tantos os imponderáveis ( a bola até vai à trave e não entra…) que é sempre fácil a desculpabilização. Por isso , o arrojo é "ponderado" e envolto sempre num forte nível de atenuantes caso o objetivo não seja cumprido. Mas está o nosso presidente de parabéns ! Aposta forte, inova na linguagem (apesar de já ter falado nisto), pretende arrastar a cidade e a equipa, coloca índices de envolvimento e de suprarendimento ao mais  alto nível. No fundo, é otimista e confiante mas revela também que parece estar ciente de que "estamos quase lá" e que o clube nada deve em termos de estrutura, infraestrutura e profissionalismo aos 3 G. E claro, força a pressão para eles. Mas essa pressão é constante…

Sou no entanto, mais realista do que o nosso Presidente (caramba, como queria ser como ele nesta confiança!!!) e o título no fundo do túnel é para mim muito… ténue.
Vou precisar:
Temos a nosso favor um estádio magnifico.
Temos uma equipa técnica sabedora….            mas ainda algo inexperiente nos altos voos.
Temos uma equipa QB, com capacidade e com soluções…. mas falta-nos um desiquilibrador
Temos uma estrutura magnifica e profissional, ao nível dos melhores….   mas esta não jogo nem marca golos ( apesar de ajudar)
Temos um Presidente jovem, capaz e acutilante…  mas não tem ainda uma capacidade aglutinadora (embora o G15 tenha sido um ótimo tirocínio na liderança)

EStas condições fazem do nosso clube o melhor perseguidor do pódio. Vai com os da frente mas ainda não é um CHRIS Frome. Olha para trás e vê muita gente mas tem uns metros ainda para alcançar o pódio…

No meu entender, e parafraseando Pimenta Machado " precisamos de 100 mil adeptos para ser campeão…"
Dou por mim a pensar que mais cedo ou mais tarde, a margem extra competição até agora existente-  fruto do controlo do sistema- tenderá a ser mais reduzida. Os mais recentes escândalos que envolveram os 3G  vão fazer com que a "honestidade" tenha de imperar no futebol. O Var tende a ser mais objetivo, a arbitragem mais rigidamente escrutinada, os "jeitos" cada vez mais "perigosos", a "fruta" cada vez mais " cara", as justificações cada vez mais estapafúrdias … Por isso penso mesmo que termos um futebol mais justo e equitativo dentro das 4 linhas e mesmo na organização do jogo através das suas envolventes da competência da LIGA e FPF.

Penso , no entanto, que duas grandes razoes nos separam ainda dos demais ( os do pódio , claro):
- O não termos a capacidade financeira dos demais
- A incapacidade de não fixar os bracarense no clube tornando um bloco coeso clube/cidade

A primeira razão, consubstancia-se na incapacidade dos clubes negociarem devidamente as verbas da publicidade televisiva. As diferenças são abissais e impunha-se, na LIGA, uma posição de força. Mais  uma vez assiste-se a uma posição de "uma no cravo outra na ferradura" com os 3G a imporem a sua força aglutinadora e imporem as benesses habituais aos serviçais dirigentes dos pequenos clubes. Estes mostram-se por vezes fortes mas "abaixam-se" despudoramente quando se trata de discutir as verdadeiras razões de desiquilibrio no futebol português.

A segunda  razão, é que não vejo o crescendo de público a acompanhar o momento desportivo brilhante do clube.
Temos um estadio às moscas e andamos a querer que os putos paguem bilhete.
Temos de mostrar ser um clube diferente, com fair-play e de nível educativo superior e andamos ás turras com o "burro" BdC
Temos um estadio com elevado índice de falta de condições de acessos e nada vejo que se tenha alterado este ano
Temos um nível de captação de publico a raiar o caricato onde o aproveitamento dos espaços, do pré-jogo e do convívio entre sócios é inexistente.
Temos uma captação interessante de sócios nas escolas e não acompanhamos o pós-entrega dos cartões de sócios
Temos jogos a horários pornográficos e , que se saiba, não há qq reação do clube publicamente
Tivemos uns projetos apresentados de melhorias no estadio e tudo não passou do papel
Temos bares terceiro mundistas e nada fazemos para melhorar ( que se saiba)
Temos uma Universidade com saber e competência para saber o porquê do afastamento dos bracarenses e não aproveitamos essa massa critica
Temos uma direção que sacode a água do capote qdo se trata de ver que não estamos a crescer em termos de espetadores argumentando com o esforço feito na equipa e na qualidade do futebol.
temos uma direção que não está consciente de que o futebol se vende como um produto e já não está intimamente ligado a sentimentos bairristas
Temos uma direção que tem de entender que o futebol é APENAS uma modalidade na cidade e que se tem de fazer muito mais do que se fazia para a captação da juventude
Temos de saber pensar que não basta ter o melhor produto para o vender. Temos de saber porque não vende!
E porque temos de saber porque "não vendemos" o nosso clube aos nossos irmãos bracarenses é que me irrita uma certa consciência de tudo feito e que a culpa é " dos bracarenses".
Despedia um diretor comercial de uma empresa minha que ao saber que temos um excelente produto me disses que a falta de vendas´era porque o público não entende a qualidade do mesmo.

Resumindo: podemos ter todo todas as condições melhores do mundo para sermos campeões.
mas falta-nos a alma de uma massa persistente, coesa e numerosa para fazer a diferença . E equilibrar o "tal danoninho" que ainda nos vai separando dos outros.
E a razão tem de ser encontrada olhando para dentro e questionando, colocando muita coisa em causa e em equação.

Porque não precisamos descobrir a roda.
Antes saber fazer com que ande.


é a minha opinião...

segundo esta sondagem temos... em portugal... pelo menos 150 mil...

https://www.superbraga.com/forum/index.php/topic,28863.0.html

claro que ai falta os numeros da emigração portuguesa pelo mundo... e ai acredito que temos pelo menos mais 150 mil entre emigrantes e luso-descendentes!!!

por isso essa "teoria" dos adeptos do pimenta marado não cola cá em Braga...
one of the guys some users love to hate here in the forum
 

Anuncios M
Anuncios M