NOTÍCIAS DO ENORME DO DIA 20/02

  • 14 Respostas
  • 883 Visualizações

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

*

Offline Bruno3429

  • *****
  • 10497
  • +0/-0
NOTÍCIAS DO ENORME DO DIA 20/02
« em: 20 de Fevereiro de 2017, 08:25 »
Pormenor de Mitroglou fez a diferença
Joana Russo Belo

Um lance de inspiração de Mitroglou aniquilou a inspiração dos guerreiros do Minho, naquele que terá sido o melhor SC Braga da era de Jorge Simão. Uma equipa atrevida, agressiva, a jogar olhos nos olhos com tricampeão nacional, mas a desperdiçar em termos de eficácia e a ver a analogia usada pelo técnico bracarense na véspera a ter efeitos práticos... de nada valeram os doze remates dos arsenalistas, perante os quatro das águias...no final, a vitória sorriu ao Benfica. Tal como na história da rapariga do bar...

Apesar da boa exibição, a verdade objectiva é que o SC Braga ainda não venceu na segunda volta, somando o quinto jogo sem os três pontos.
Depois de um minuto de silêncio em memória das vítimas do campeonato angolano, as duas equipas entraram fortes em campo, num início de jogo algo confuso, com forte pressão das duas equipas sobre a bola. Equilíbrio foi a nota dominante, com duas equipas claramente à procura da vitória e encaixadas em processos idênticos - em 4x4x2 - o que resultou num jogo intenso, agressivo, competitivo e intensidade dentro das quatro linhas.

Viu-se um SC Braga diferente do que tem sido habitual, menos recuado, a privilegiar um futebol mais vertical e a aproveitar a velocidade de Pedro Santos na ala esquerda para colocar em sentido a defesa das águias. Aliás, Pedro Santos foi o homem mais rematador dos arsenalistas na primeira parte, com uma mão cheia de remates: primeiro, atirou por cima na sequência do canto; depois atirou a rasar o poste às malhas laterais, na sequência de um cruzamento de Goiano; e, aos 26 minutos, após um mau corte de Nélson Semedo rematou de pé esquerdo, à entrada da área, por cima.

A pressão dos guerreiros manteve-se, com a defesa do Benfica a perder muitas bolas e Rui Fonte dispôs de uma boa oportunidade, mas acabou por fazer um passe a Júlio César. A ocasião mais flagrante foi de Battaglia, a desviar de cabeça, após canto de Pedro Santos, com a bola ao ferro da baliza encarnada.

O melhor momento das águias surgiu numa arrancada de Rafa, com Mitroglou a rematar por cima na cara de Marafona.
No segundo tempo, Jorge Simão teve de lançar Artur Jorge, devido a problemas físicos de Ricardo Ferreira, apostando logo de seguida em Cartabia, para reagir à reacção das águias, que assumiram a iniciativa de jogo no reatamento.

A intensidade foi, de resto, a tónica desta partida, num jogo partido e de toada de ataque/resposta. Já com Rodrigo Pinho no ataque bracarense, o SC Braga esteve perto do golo. Contra ataque perigoso, a bola sobrou para Rodrigo Pinho, que rematou rasteiro para defesa atenta de Júlio César.

Quem não marca, arrisca-se a sofrer e um lance de inspiração de Mitroglou fez o resto. Porme

 nor a fazer a diferença, num trabalho notável do grego, que aproveitou uma perda de bola de Assis, fintou Baiano e Pedro Santos, e encontrou espaço dentro da confusão da área para rematar para o golo decisivo.

Jorge Simão: “É com este Braga que vamos sair desta fase muito difícil”

Ainda não foi desta. O SC Braga de Jorge Simão averbou o quinto jogo consecutivo na Liga sem vencer, saindo em branco no duelo com o Benfica, mas com a convicção que a equipa tem condições para “dar a volta” a esta “fase muito difícil”, como salientou o treinador dos minhotos no final do jogo de ontem. “Acho que justificava-se que tivéssemos feito um golo. Este foi o melhor jogo desde que cheguei, mas isso não retira o amargo que foi termos somado zero pontos. Tivemos mais do dobro dos remates, mais do dobro dos cantos, ocasiões claríssimas... a eficácia dita sempre as leis”, lamentou o técnico do SC Braga.

Simão reconheceu o mérito de Mirtogolou no lance decisivo, ao referir-se a um “um jogador talentoso” que “acaba por abater uma exibição personalizada”. Em relação à sua equipa, regista “a demonstração de que é com este SC Braga que vamos sair desta fase muito difícil”, tendo em linha de conta o ciclo de cinco jogos sem vencer para o campeonato.
“A ideia que ficou é que a primeira equipa a marcar um golo iria conseguir segurar a vantagem. A partir daí tivemos mais uma bola num livre lateral do Artur Jorge. Acho que este foi o jogo com o qual me senti mais identificado. Fomos agressivos, pressionantes, acutilantes”, considerou o treinador da equipa bracarense.

Jorge Simão lembrou o facto de jogar “contra o Benfica e um jogo em que temos mais do que o dobro dos remates é demonstrativo da nossa qualidade”, ressalvou.
As atenções estão voltadas por completo para o próximo compromisso, tendo em vista o jogo com o Setúbal, na próxima jornada. Jorge Simão defende que a sua equipa está a evoluir, na sequência de um processo de mudança que implica a aquisição de novos métodos de trabalho. “Com esta demonstração de qualidade a nível comportamental acredito que vamos sair desta situação”, apontou.

Jorge Simão não foge aos problemas e encara o momento “duto”. Na resposta aos jornalistas, salientou que é “muito duro” pelo facto de estar sem ganhar há cinco jogos. “Apesar dos resultados não estarem de acordo com o queríamos, sinto que as ideias estão a ser implementadas e fica a ideia que um processo de mudança é sempre difícil e é natural que ajuda quando os resultados são positivos. Tenho esperança em sair desta situação”, apontou Jorge Simão.

Correio do Minho

*

Offline JotaCC

  • *****
  • 30443
  • +1/-0
  • Allez Braga Allez nos somos a tua voz...
Re: NOTÍCIAS DO ENORME DO DIA 20/02
« Responder #1 em: 20 de Fevereiro de 2017, 10:51 »
Arte de Mitroglou segura liderança

Avançado grego decidiu dois jogos na mesma semana

O Benfica venceu em Braga e recuperou a liderança da Liga, perdida provisoriamente para o F. C. Porto, na última sexta-feira. A equipa de Rui Vitória, pressionada precisamente pelo triunfo dos portistas frente ao Tondela, conseguiu ultrapassar um obstáculo de elevada dificuldade, acabando por vencer num misto de mérito e de felicidade.
Acabou por valer ao Benfica um golo de Kostas Mitroglou, apontado a dez minutos do fim, num lance de grande inspiração individual, em que fintou dois adversários, perdeu tempo, mas, depois, ainda teve arte para concluir o lance da melhor forma, batendo o guarda- redes Marafona e fazendo explodir de alegria a enorme falange de apoio benfiquista presente nas bancadas.
Um rasgo de felicidade para os tricampeões nacionais, tal como já sucedera na terça- feira, no jogo da Champions com os alemães do Borussia de Dortmund, com o mesmo resultado e com o mesmo marcador. O Benfica salvaguardou o essencial, num jogo muito disputado e em que estava a liderança em causa, dando mais um passo para o inédito tetracampeonato, sendo que o F. C. Porto se mantém na sua senda, apenas com menos um ponto na perseguição à liderança.
Sem surpresas nos onzes iniciais, os dois treinadores optaram pelo sistema tático 4x4x2 e o jogo teve largos períodos de bom futebol, mesmo dando frequentemente a ideia de que talvez não tivesse golos.
Se, no primeiro tempo, Mitroglou falhou uma excelente oportunidade para marcar ( 29 minutos), num lance bem trabalhado por Rafa, o internacional grego acabaria por se redimir perto do fim, assinando o golo.
O Sporting de Braga, que não entrou muito bem, foi crescendo de produção e teve mesmo a melhor oportunidade de golo do primeiro tempo, num remate ao poste de Battaglia (37 minutos).
No segundo tempo, as oportunidades também escassearam de parte a parte. Na reta final, Rui Vitória lançou Jiménez para apoiar Mitroglou, desviando Rafa para as alas, mas os benfiquistas continuaram a sentir dificuldades para desfazer o nulo e só a referida inspiração de Mitroglou garantiu os três pontos para as águias, naquele que foi o 20.º golo do grego na temporada e 11.º no campeonato. E, sem dúvida, dos mais importantes da época.



“Estamos a viver uma fase dura”

O técnico bracarense defende que a equipa justificava ter marcado. “Fizemos o melhor jogo desde que cheguei, mas não retira o amargo dos zero pontos. Foi o encontro em que me senti mais identificado. Fomos muito pressionantes, acutilantes e tivemos o dobro dos remates e cantos”, destacou o treinador arsenalista.
O responsável não revelou receio de elogiar Mitroglou. “É uma jogada de um talento indiscutível e acaba por abater a exibição personalizada de uma equipa”, destacou. No entendimento de Simão, era “fundamental saber quem marcaria primeiro”. E deu Benfica”. O técnico reconhece que o Braga vive “uma fase dura”. “Não há como escondê-lo. Apesar de os resultados não serem os que queríamos, há um crescimento. Um processo de mudança é sempre doloroso. E mais duro se os resultados não acompanham. Importante é perceber que com esta qualidade, vamos sair daqui”, assegurou.



À margem

Melhor casa da época
Confirmou-se a estimativa dos responsáveis do Braga: o jogo de ontem registou a melhor casa do ano na pedreira, com 24 836 espectadores presentes, batendo o anterior máximo: frente ao V. Guimarães estiveram 20 963 no Municipal.

Almeida e Horta de fora
André Almeida e André Horta, que tinham sido convocados por Rui Vitória para a visita a Braga, foram excluídos das opções do técnico na ficha de jogo. Recorde-se que o treinador do Benfica chamara 20 jogadores para o duelo de ontem com o Braga.

Pedido de casamento
O intervalo do encontro foi aproveitado por um adepto do Braga para pedir a namorada em casamento. O momento, inusitado, foi correspondido com o desejado “sim”, perante o aplauso dos mais de 20 mil adeptos presentes na pedreira.


Vieira e Salvador ajudam órfãos

Dois rapazes órfãos, que perderam os pais numa explosão de gás, em 2015, vão ter uma casa nova antes do Natal, na freguesia de Espinho, no concelho de Braga, terra onde nasceu o presidente dos guerreiros, António Salvador, que se associou à iniciativa da Fundação Benfica. A meio da tarde de ontem os presidentes do Benfica e Braga foram até Espinho para conhecer o projeto e ver os irmãos, Pedro, de 16 anos, e Gino, de 10 anos, colocarem o primeiro tijolo. “É um trauma o que aconteceu, mas o que importa agora é concluir-se a obra. A Fundação Benfica esteve atenta a esta situação”, explicou Luís Filipe Vieira, presidente do Benfica. António Salvador reconheceu “ser um momento muito especial” e salientou que este caso “mostra como o futebol também pode ser solidário”.



Braga goleia e segura liderança

Futebol Feminino

O Braga continua no comando da liga feminina de futebol, mercê da goleada caseira sobre o Futebol Benfica (7-0), na 17.ª jornada. Com os mesmos pontos, está também o Sporting, após o triunfo, fora, sobre o A-dos-Francos, por 5-1.
No Minho, as locais venceram com naturalidade, tendo começado a desenhar a goleada a partir de meio da primeira metade. O técnico visitante ainda tentou segurar o ímpeto das minhotas, mas o Braga foi aumentando a vantagem.

JN

*

Offline JotaCC

  • *****
  • 30443
  • +1/-0
  • Allez Braga Allez nos somos a tua voz...
Re: NOTÍCIAS DO ENORME DO DIA 20/02
« Responder #2 em: 20 de Fevereiro de 2017, 10:53 »
Águia numa semana cheia de sorte e outra vez com Mitroglou
Braga teve uma bola no poste, foi mais forte em muitos momentos, mas sucumbiu a um golo do grego. Benfica volta a ser líder

Da página 1 O Benfica ganhou em Braga por 1- 0 e voltou a ter muita sorte, tal como aconteceu a meio da semana frente ao Dortmund na Champions. Mitroglou marcou pelo quarto jogo consecutivo e foi ele outra vez a conseguir um golo a dez minutos do fim, num jogo em que o Sp. Braga teve mais remates e melhores oportunidades. Mas a verdade é que os minhotos não ganham há cinco jogos e estão a seis pontos do Sporting.
Em cima, o lance do golo de Mitroglou, a passar por vários adversários e a chutar para o fundo das redes de Marafona. Ao lado, Pizzi num lance com Assis, com quem travou um grande duelo. Em baixo, os jogadores do Benfica a festejarem o golo que valeu os três pontos
Já na época passada a equipa de Rui Vitória foi muito feliz em Braga e arrancou ali para o título. Nesta semana, e depois daquela vitória na Champions, o Benfica voltou a ser uma equipa que pode agradecer aos deuses os três pontos, que podem ser fundamentais nas contas do campeonato.
O golo que decidiu um jogo muito igualado começou com Pizzi a roubar a bola a Assis ( aconteceu muitas vezes o contrário) e o contra- ataque foi ter a Mitroglou, que no meio de três ou quatro adversários lá se virou para um lado e para o outro e conseguiu muito perto da baliza meter a bola pelo buraco da agulha. O Sp. Braga rematou mais do dobro do Benfica ( 13- 6), fez muito menos faltas ( 15- 22) e teve mais cantos ( 7- 3). Mas não chegou.
Rui Vitória trocou de guarda- redes, por castigo de Ederson jogou Júlio César, e apostou em Zivkovic – que estava castigado na Champions – no lugar de Carrillo, no resto foi a mesma equipa que derrotou o Dortmund. Já Jorge Simão também tem tido lesões e outros problemas e apresentou um 4- 4- 2 clássico, como o adversário, com Assis muito diligente a ter de se preocupar com Rafa ( mais móvel do que Mitroglou, como é evidente) e com Pizzi, que voltou a ter dificuldade para pautar o jogo a meio- campo. Mas Assis fixou- se mesmo na marcação a Pizzi, ele que é um jogador baixinho mas resistente, nem sempre rápido mas sempre muito agressivo, com alguma visão e capacidade para ganhar aquelas faltas que às vezes são importantes na zona do meio- campo até para parar o jogo para respirar.
Foi um jogo em que o Benfica começou com as suas linhas mais adiantadas, mas o segundo quarto de hora já foi do Braga, que a certa altura já fazia pressão alta e obrigava os defesas dos campeões a cometer erros que não costumam.
A equipa minhota procurou – e muitas vezes conseguiu – colocar o Benfica naquilo que não gosta, que é ter de defender, não ter muito a bola, como mostraram o FC Porto e o Dortmund. Conseguiu ter a primeira oportunidade e também aquela que esteve mais perto do golo ( Battaglia de cabeça ao poste num canto da direita de Pedro Santos aos 37’). O Benfica também teve as suas, por Mitroglou ou pelas arrancadas de Rafa, que muitas vezes não acabaram porque havia um corte em última instância. O Braga, nesses aspeto, teve várias jogadas em que se a bola passava era o cabo dos trabalhos, mas em que os seus defesas iam conseguindo esses cortes. Um Braga corajoso, a correr riscos, a ir para a frente, a mostrar- se boa equipa, a não merecer perder o jogo. O Benfica não conseguiu dominar, nunca conseguiu sequer controlar o jogo, embora estando sempre dentro dele.
A segunda parte foi menos emocionante, com menos oportunidades, mais jogo a meio- campo, e acabou por marcar o Benfica logo a seguir a Rodrigo Pinho ter estado perto do golo num contra- ataque conduzido por Battaglia. O Braga tinha tido o azar de ficar sem Ricardo Ferreira ( lesionou- se e saiu ao intervalo, entrando Artur Jorge) e teve Rui Fonte em noite menos boa, como Stojilikovic, que acabou por ceder o lugar a Rodrigo Pinho. Fede Cartabia também não trouxe ao jogo nada de novo, enquanto no Benfica as substituições foram mais para gerir o esforço e para dar mais força ao ataque com Jiménez.

DN

*

Offline JotaCC

  • *****
  • 30443
  • +1/-0
  • Allez Braga Allez nos somos a tua voz...
Re: NOTÍCIAS DO ENORME DO DIA 20/02
« Responder #3 em: 20 de Fevereiro de 2017, 10:56 »
Mitroglou desencantou três pontos para o Benfica em Braga
Equipa de Rui Vitória superou teste difícil, garantindo o regresso à liderança do campeonato com um ponto de vantagem sobre o FC Porto, graças a um lance de inspiração do avançado grego

Foram sensivelmente 48 horas afastado da liderança da I Liga, mas o Benfica recuperou o primeiro lugar da classificação ao passar num duro teste em Braga. Numa partida que colocou os nervos “encarnados” à prova, o golo da vitória surgiu já perto do final, num lance de genialidade de Mitroglou — o grego passou por entre dois adversários e desfez o nulo, recolocando o emblema da Luz no topo da tabela, com um ponto de vantagem sobre o FC Porto. Foi o 11.º golo de Mitroglou no campeonato e o 20.º da temporada.
A equipa de Rui Vitória teve de trabalhar para regressar à liderança, num jogo disputado em ritmo elevado e perante um Sporting de Braga que defendeu de forma intensa e nunca desdenhou uma oportunidade para atacar. Os minhotos dispuseram da mais flagrante situação de perigo no primeiro tempo, quando Battaglia acertou no poste da baliza “encarnada”, mas seriam impotentes para travar a inspiração de Mitroglou.
Júlio César voltou a ser titular no campeonato cinco meses depois — a última vez que tinha jogado de início na I Liga fora precisamente na tal recepção ao Sp. Braga —, ocupando o posto do castigado Ederson. A outra novidade nas opções de Rui Vitória foi a entrada de Zivkovic para o lugar que tinha sido ocupado por Carrillo. Mas, frente a um emblema minhoto que atravessava a pior série da temporada no campeonato (quatro encontros consecutivos sem vencer, com dois empates e duas derrotas), o Benfica sentiu dificuldades na primeira parte.
O principal agitador do Sp. Braga era Pedro Santos, mas a pontaria não esteve do lado do futebolista bracarense: atirou ao lado (11’), por cima (26’) e voltou a errar o alvo (40’), mas também esteve na génese da mais flagrante oportunidade de golo dos primeiros 45 minutos. Num canto no lado direito, o extremo colocou na área onde encontrou Battaglia, cujo cabeceamento acertou em cheio no poste da baliza do Benfica (37’), sem que Júlio César esboçasse qualquer reacção.
Os sinais “encarnados” foram tímidos, com o melhor a surgir por Mitroglou, que atirou por cima, em excelente posição, após bom passe de Rafa (29’). O grego já tivera um golo correctamente anulado por fora de jogo e, aos 18’, poderá ter ficado um penálti por assinalar, num toque de Rosic no pé de Salvio.
Para regressar à liderança o Benfica tinha obrigatoriamente de melhorar na segunda parte. E, paulatinamente, os “encarnados” foram-se tornando mais perigosos. Rafa lançou Nélson Semedo, mas, apesar de alguma atrapalhação na defesa bracarense, o perigo passou graças a um corte de Artur Jorge. Pouco depois foi o outro defesa central, Rosic, a fazer outra intercepção importante, ao evitar que a bola chegasse a Mitroglou. O grego pediu penálti por mão de Battaglia aos 69’, mas o árbitro nada assinalou.
O relógio não parava, o 0-0 resistia e com este resultado o Benfica passava de perseguido a perseguidor. Mas Mitroglou determinou que não seria assim: tudo começou numa recuperação de bola de Pizzi, com Jiménez a lançar o avançado grego que passou entre Pedro Santos e Marcelo Goiano, resistiu à pressão de Assis e inaugurou o marcador. Tal como tinha acontecido contra o Borussia Dortmund, o grego resolveu. E o Benfica continua no topo.

PUBLICO

*

Offline JotaCC

  • *****
  • 30443
  • +1/-0
  • Allez Braga Allez nos somos a tua voz...
Re: NOTÍCIAS DO ENORME DO DIA 20/02
« Responder #4 em: 20 de Fevereiro de 2017, 11:16 »
GREGO CHEGOU AO BAR E FEZ A FESTA
A dez minutos do fim, um golo de Mitroglou devolveu o Benfica ao topo da classificação, depois de um jogo dividido que ameaçava empatar os objetivos aos dois. O Braga não ganha há cinco jornadas

O jogo fez-se de equilíbrios, mas o Braga não soube capitalizar as oportunidades que foi desenhando. Sem ter sido brilhante, o Benfica mostrou espírito prático e eficácia. Sofreu mas saiu a salvo da Pedreira
Mitroglou, Carrillo, Fejsa e Nélson Semedo não esconderam a alegria após o golo do primeiro que se revelou determinante


Ironia das ironias, esta é uma história muito parecida com a tal anedota do bar que Jorge Simão contara na véspera: o Braga andou por ali boa parte do jogo entretido a namorar a bola e a ameaçar casamento com o golo nas subidas à baliza de Júlio César, mas, num piscar de olhos, apareceu Pizzi no meio, roubou-a a Assis sem pedir licença, combinou com Jiménez e este convidou Mitroglou a avançar para uma dança na área antes de finalizar o assunto, fazendo a festa. Um golpe que misturou frieza com alguma sorte, é verdade, mas a espelhar também um espírito prático que reconduziu o Benfica à liderança. A viver de rendimentos, os bracarenses somaram o quinto jogo consecutivo sem vencer no campeonato e agora, mais do que planear o tão desejado assalto ao terceiro lugar que dá acesso à Champions, começam a pensar em fechar as portas do quarto.
Resumindo, foi um jogo de equilíbrios e intenso desde muito cedo. Não propriamente um “tiki-taka”, com rasgos de fantasia, mas uma narrativa taco a taco, de estratégia. O Benfica sentia algumas dificuldades a pensar, em consequência da vigilância apertada que Battaglia e Assis impunham ao cérebro Pizzi, mas, ainda assim, dava sinais de perigo sempre que Rafa soltava a criatividade, embalando no espaço vazio que resultava, em parte, dessa atenção barra-asfixia que os dois médios bracarenses dedicavam a Pizzi. Não havia, depois, um complemento à altura desses desequilíbrios pontuais, apesar dos esforços de Mitroglou. Ao Braga, que tinha Rui Fonte a recuar, num papel muito semelhante ao de Rafa, faltava também pontaria nas aproximações à área: Pedro Santos rematou muito e para todo o lado, menos na direção da baliza; Battaglia acertou no poste, na sequência de um canto. Sem golos a dar cor a esse tal equilíbrio de forças registado na primeira parte, sobrava pelo menos uma boa interrogação para o que viria na segunda.
E o que se viu não foi muito diferente, à exceção da velocidade. Obrigado a deixar Ricardo Ferreira no balneário, por lesão, Jorge Simão tentou sem demoras sacudir as coisas com Cartabia. E conseguiu, porque Alan tem inteligência de jogo e boa vontade, claro, mas faltam-lhe pernas – às vezes, os bracarenses mais pareciam ter dois laterais na direita em vez de uma ala completa, porque Alan não esticava a estratégia a todo o comprimento. Essa debilidade foi resolvida, mas a falta de pontaria não; nem com Rodrigo Pinho. Rui Vitória respondeu lançando Carrillo e Jiménez; Rafa desviava-se para o flanco.Com asas novas a substituir os apagados Salvio e Zivkovic, o Benfica cresceu, mesmo que tal não se tenha traduzido num avassalador assalto à baliza de Marafona. Aliás, a melhor oportunidade –antes do golo, evidentemente– até foi do Braga: Battaglia brilhou a roubar uma bola a Eliseu, mas depois estragou tudo nos cálculos para a entregar a Rodrigo Pinho. Quase a papel químico, Pizzi, Jiménez e Mitroglou mostraram logo a seguir como se faz um contragolpe a sério, num dos mais sérios testes à liderança. Teste suado e superado.



FILME DO JOGO

9’ Paulinho lança corrida de Rui Fonte, que aproveita o facto de Eliseu não conseguir anular o lance de cabeça para entrar na área e cruzar. Lindelof corta para canto.
11’ Goiano cruza bem para um remate de primeira de Pedro Santos, já na área, que sai ao lado. Fica o aviso.
17’ Atento, Júlio César afasta a soco um cruzamento perigoso de Pedro Santos.
23’ Remate de Eliseu, de muito longe, apanha boleia numa emenda de Mitroglou, na área, e até dá golo, mas estava assinalado fora de jogo ao grego.
30’ Rapidíssimo, Rafa desequilibra pela direita, de onde tira as medidas para servir a entrada de Mitroglou, no coração da área. O desvio do grego sai alto.
37’ Canto de Pedro Santos para um cabeceamento de Battaglia que bate no poste.
49’ Outro canto de Pedro Santos, agora para um cabeceamento de Stojiljkovic à figura de Júlio César.
51’ Nélson Semedo avança sem travões, dança na área e tenta assistir Mitroglou, mas a defesa bracarense corta. O ressalto sobra para Rafa, que não consegue aproveitar.
77’ Battaglia rouba a bola a Eliseu, corre quase meio campo com a bola controlada, mas demora a soltar para Rodrigo Pinho. Quando o faz, Pinho ainda remata, mas Júlio César agarra.
80’ [0-1] Golo de Mitroglou.
90’+2’ Artur Jorge, de cabeça, tenta alvejar a baliza de Júlio César na sequência de um canto. Sem sucesso.



PEDRO SANTOS FICA SUSPENSO

Pedro Santos viu o quinto amarelo da temporada e, por essa razão, estará impedido de visitar o V. Setúbal na próxima jornada da I Liga. O avançado estava em risco para essa partida, tal como o colega Rui Fonte, mas não evitou a suspensão. No Benfica, Nélson Semedo e Pizzi, também a um cartão do castigo, continuaram sem “cadastro” e podem defrontar o Chaves.



RICARDO FERREIRA SAIU COM QUEIXAS NA COXA ESQUERDA

Titular desde o jogo com o Estoril, Ricardo Ferreira corre o risco de falhar a visita ao V. Setúbal, na próxima jornada. O central do Braga apresentou queixas na coxa esquerda e, por precaução, seria substituído por Artur Jorge ao intervalo, tudo apontando para uma lesão muscular. Hoje será reavaliado, sendo igualmente incerta a disponibilidade do uruguaio Velázquez.



BRAGA TEM O PIOR REGISTO SEM GANHAR DESDE 2014/15

A derrota com o Benfica elevou para cinco o número de jogos consecutivos sem vitórias contabilizados pelo Braga. É o pior registo desde 2014/15, época em que os arsenalistas não festejaram qualquer triunfo durante seis jogos seguidos: três derrotas frente ao V. Guimarães, Marítimo e Sporting e três com Belenenses, Rio Ave (Taça de Portugal) e Paços de Ferreira.



Jorge Simão “O Benfica não foi superior”
Eficácia foi o pormenor determinante para o técnico do Braga

“É com este Braga que vamos sair deste ciclo. Foi o jogo em que me senti identificado com a equipa” “Uma jogada de talento individual acaba por abater uma equipa personalizada”
Jorge Simão
Treinador do Braga


Considera que a sua equipa fez a melhor exibição desde que chegou, salientando que se sentiu, pela primeira vez, mais ligado aos jogadores. O jogo ficou decidido num lance de “talento admirável”

Jorge Simão concordou com Rui Vitória, a propósito do nível da exibição do Braga. “Na verdade, foi o melhor jogo desde que cheguei aqui. Foi um grande Braga que se viu hoje [ontem] que recebeu o Benfica e tem mais do dobro dos remates, cantos, e ocasiões claríssimas de golo. Justificava-se um golo nosso, mas a eficácia dita sempre as leis e uma jogada de talento individual acaba por bater uma equipa personalizada”, analisou o treinador dos arsenalistas, considerando, por isso, “ser muito duro perder” nestas circunstâncias.
“O momento é difícilem termos de resultados”, mas Jorge Simão diz “ser este Braga” que pretende para os próximos desafios e “sair desta fase muito difícil”. “Na minha ótica, foi o jogo em em que me senti mais identificado com a equipa e em que me senti mais ligado aos jogadores. Fomos pressionantes, agressivos, acutilantes, com combinações ofensivas e bolas de golo, o que mostra a qualidade de jogo que fizemos, mas não retira o amargo dos zero pontos.”
O ciclo sem vitórias não belisca a confiança do treinador do Braga, pois “não há como escondê-lo: vivemos uma fase dura. Sentimos muito o momento que estamos a viver. M assinto que há um amadurecimento das ideias que pretendemos implementar, numa mudança que é sempre difícil. É como tirar uma pele e vestir outra. Se tivermos bons resultados é mais fácil, se não é mais duro”. Mas o tal “sabor amargo” acentuou-se pelo facto de o Braga “ter sido superior ao adversário”. “A ideia que ficou é que a primeira equipa a marcar um golo iria conseguir segurara vantagem. A partir daí, tivemos mais uma bola num livre lateral do Artur Jorge”, completa.
O golo de Mitroglou marcou Jorge Simão. “Vi tudo muito rápido, mas é um lance de um talento admirável.”


O JOGO

*

Offline JotaCC

  • *****
  • 30443
  • +1/-0
  • Allez Braga Allez nos somos a tua voz...
Re: NOTÍCIAS DO ENORME DO DIA 20/02
« Responder #5 em: 20 de Fevereiro de 2017, 11:23 »
FEMININOS CANDIDATAS JÁ PENSAM EM ALVALADE

O Braga goleou, ontem, o Futebol Benfica, por 7-0, e mantém-se na liderança do campeonato, em igualdade pontual com o Sporting, que também conseguiu um triunfo por números expressivos (5-1) frente ao Ados-Francos. Na próxima jornada, arsenalistas e sportinguistas defrontam-se em Alvalade. Ontem, as bracarenses começaram a desenhar a goleada a meio da primeira parte. O técnico visitante ainda tentou segurar o ímpeto das minhotas, mas o Braga foi aumentando a vantagem.

O JOGO


*

Offline JotaCC

  • *****
  • 30443
  • +1/-0
  • Allez Braga Allez nos somos a tua voz...
Re: NOTÍCIAS DO ENORME DO DIA 20/02
« Responder #6 em: 20 de Fevereiro de 2017, 11:25 »
BENFICA E SP. BRAGA AJUDAM A CONSTRUIR CASA

Os presidentes do Benfica e Sp. Braga, Luís Filipe Vieira e António Salvador, estiveram ontem em Espinho, Braga, onde apresentaram o projeto de construção da casa de dois irmãos menores que perderam os pais numa explosão em 2015. A obra, que é apoiada pelos dois clubes, tem ainda o contributo do município de Braga. A casa deverá estar pronta até ao final do ano.

CM

*

Offline JotaCC

  • *****
  • 30443
  • +1/-0
  • Allez Braga Allez nos somos a tua voz...
Re: NOTÍCIAS DO ENORME DO DIA 20/02
« Responder #7 em: 20 de Fevereiro de 2017, 11:31 »
Sem arte a construir nem calma a gerir
Poveiros perdem ao fim de dez jogos, deixando escapar uma grande oportunidade para entrar na luta pela subida de divisão

“Estamos vocacionados para as transições e não tivemos paciência”
João Eusébio
Treinador do Varzim
“Fomos sempre organizados e com a bola tivemos critério”
Abel Ferreira
Treinador do Braga B


Numa partida dividida, na qual nenhuma das equipas mereci amais do que o empate, o Braga B soube aproveitar o que o jogo foi dando e venceu com um golo perto do fim, apontado por Xadas, num lance de contra-ataque.
Quando não se pode ganhar, deve-se pelo menos não perder. Esta máxima, que tão bem encaixa na competitiva II Liga, deveria ter sido seguida pelo Varzim, contando que um empate até seria interessante do ponto de vista classificativo. Comum a equipa cansada pelo acumular de jogos, frente a um Braga B bem organizado defensivamente e que, em alguns momentos, tentou fazer mossa, sem êxito, nas saída rápidas para o ataque, o técnico João Eusébio não encontrou fórmula para a fase de construção e o futebol direto foi quase sempre a solução encontrada.
Depois de uma primeira parte com pouca emoção nas áreas, os poveiros vieram com outra vontade dos balneários, faltando-lhes, porém, criatividade e capacidade física para fazera diferença. Um cabeceamento de Rui Costa à barra, na sequência de um livre, foi o melhor que o Varzim conseguiu, enquanto a equipa de Abel Ferreira apenas ameaçou de meia distância. O empate parecia estar destinado, até que Xadas inventou um lance individual e gelou os adeptos poveiros. Delmiro, por duas vezes, ainda tentou o empate.

O JOGO

*

Offline JotaCC

  • *****
  • 30443
  • +1/-0
  • Allez Braga Allez nos somos a tua voz...
Re: NOTÍCIAS DO ENORME DO DIA 20/02
« Responder #8 em: 20 de Fevereiro de 2017, 11:50 »
JORGE SIMÃO
“Fomos superiores ao Benfica”

Foi a eficácia, ou a falta dela, que ditou o resultado final?
– Acho que se justificava que tivéssemos feito um golo. Este foi o melhor jogo desde que cheguei, mas isso não retira o amargo que foi termos somado zero pontos. A eficácia dita sempre as leis. O talento do jogador venceu a coesão de uma equipa. Fomos superiores ao Benfica. Tivemos claras oportunidades de golo... Fizemos 12 remates contra três, tivemos mais do dobro dos cantos.

– Continua a acreditar que pode chegar aos 65 pontos?
– A equipa está a subir de rendimento. É este Sp. Braga que eu quero ver até ao final do campeonato, em termos comportamentais. Os resultados têm sido maus, mas o crescimento da equipa é notório. A minha ambição redobra-se ao ver a equipa jogar assim. Fomos agressivos, pressionantes, acutilantes... Individualmente também vemos os jogadores mais soltos e mais alegres. Vamos sair desta fase muito difícil.


RUI FONTE
“Rematámos mais”

O avançado do Sp. Braga, Rui Fonte, considera que a equipa minhota realizou “um grande jogo” e lamenta o resultado. “Fizemos uma grande partida. Contrariámos sempre o jogo do Benfica. Tivemos saídas muito boas para criar perigo. Rematámos mais. Depois na segunda parte a ideia é que quem chegasse primeiro ao golo teria mais facilidade em vencer”, afirmou o jogador, de 26 anos que ainda deixou uma garantia: “Tentámos o empate mas não deu.”
Sem marcar há sete jogos, o avançado reconhece que atravessa um momento complicado. “É difícil quando não é que se marca, mas não baixo a cabeça. Confio nas minhas capacidades e vou voltar a marcar”, assinala. 


Ricardo Ferreira saiu lesionado

CHOCOU COM MITROGLOU LOGO AOS 7 MINUTOS

O Sp. Braga teve uma enorme contrariedade no intervalo da partida de ontem. Ricardo Ferreira apresentou uma queixa física e acabou por ficar no balneário, entrando para o seu lugar Artur Jorge, jovem promovido definitivamente da equipa B no momento do afastamento de André Pinto. Com Velázquez ainda lesionado, Rosic perfila-se para ser o patrão do eixo defensivo, caso Ricardo Ferreira não recupere a tempo de defrontar o V. Setúbal. Recorde-se que Bruno Wilson também tem sido chamado com regularidade por Jorge Simão. Logo ao minuto 7 do jogo de ontem, Ricardo Ferreira saiu bastante queixoso de um lance com Mitroglou. O grego apercebeu-se e deu-lhe uma palavra de conforto.



Vieira e Salvador solidários

JUNTOS VÃO CONSTRUIR UMA CASA

Antes do jogo, presidentes de Sp. Braga e Benfica participaram numa ação solidária na freguesia de Espinho, na apresentação do projeto da obra de construção da nova casa dos irmãos Pedro e Gino Oliveira, de 10 e 16 anos. Os jovens perderam os pais numa explosão de gás em 2015, e agora cumpriram um sonho com a ajuda de António Salvador e Luís Filipe Vieira. “O futebol tem coisas muito positivas e ser solidário é uma delas. Mais importante do que as palavras é fazermos as coisas”, disse Luís Filipe Vieira, assegurando que o clube continuará solidário: “Contem com o Benfica. A Fundação Benfica esteve atenta e é um orgulho muito grande.” Salvador também ficou tocado com o momento. “Senti muito o que aconteceu a estas crianças. O futebol mostra hoje que também pode ajudar e ser solidário.”
Mais tarde, Vieira e Salvador assistiram juntos ao jogo, ao lado de Pedro Proença, líder da Liga.


RECORD

*

Offline Bruno3429

  • *****
  • 10497
  • +0/-0
Re: NOTÍCIAS DO ENORME DO DIA 20/02
« Responder #9 em: 20 de Fevereiro de 2017, 11:57 »
Desfecho injusto para exibição tremenda

Foi rigorosa, tremenda, quase perfeita – o que lhe quiser chamar – a exibição do SC Braga na noite deste domingo diante do SL Benfica. Os Gverreiros do Minho dominaram, criaram e produziram oportunidades mais do que suficientes para vencer, mas um golo de Mitroglou – no primeiro remate dos encarnados à baliza – decidiu o encontro a favor do atual líder do campeonato.

Como foi dito, o SC Braga realizou um jogo muito consistente e regular ao longo dos 90 minutos. Contudo, foi sobretudo no primeiro tempo que a equipa liderada por Jorge Simão exponenciou mais o seu futebol de qualidade, produzindo diversas situações para inaugurar o marcador. Pedro Santos, por exemplo, teve nos pés diversas situações para alvejar a baliza à guarda de Júlio César. Mas o grande destaque vai para a gigantesca oportunidade de golo de Battaglia, onde o argentino atirou ao ferro e começou a dar mostras de que a sorte não estava mesmo com os bracarenses. À exceção de uma corajosa saída aos pés de Mitroglou, Marafona foi um autêntico espectador da partida.

No segundo tempo o SL Benfica – obrigado a vencer para recuperar a liderança – subiu linhas e pressionou mais a defensiva bracarense. Contudo, a equipa de Jorge Simão manteve a mesma coesão, clarividência e acutilância evidenciadas no primeiro tempo. Nesta etapa complementar o SC Braga voltou a ter as situações mais perigosas para inaugurar o marcador. Contudo, a maior eficácia dos encarnados viria a resolver a partida a seu favor. A dez minutos do final, no primeiro remate do SL Benfica à baliza de Marafona, Mitroglou apontou o tento solitário do encontro, num castigo duríssimo – tremendamente injusto mesmo – para os Gverreiros do Minho.

Ficha de Jogo

Onze inicial: Marafona, Paulinho, Ricardo Ferreira (Artur Jorge, 45’), Rosic, Marcelo Goiano, Assis, Battaglia, Pedro Santos, Alan, Stojiljkovic, Rui Fonte

Suplentes: Matheus, Artur Jorge, Djavan, Gamboa, Cartabia, Ricardo Horta, Rodrigo Pinho

Golos: Mitroglou (80’)


Jorge Simão: “Fomos melhores”

Após o encontro contra o Benfica, Jorge Simão deixou, na flash interview a na sala de Imprensa, as ideias-chave sobre o desfecho. “Acho que justificava-se que tivéssemos feito um golo. Este foi o melhor jogo desde que cheguei, mas isso não retira o amargo que foi termos somado zero pontos”, notou, apontando factos. “Tivemos mais do dobro dos remates, dos cantos, ocasiões claríssimas… Mas no futebol a eficácia dita sempre as leis”, atalhou, cortando para o golo de Mitroglou: “Uma jogada de um jogador talentoso acaba por abater uma exibição personalizada. Fica a demonstração de que é com este SC Braga que vamos sair desta fase muito difícil.” Na opinião de Jorge Simão, “fomos melhores do que o Benfica, mas não vencemos e isso é que conta”, resumiu.

Comunicado da SC Braga, SAD

O Estádio Municipal de Braga recebeu, ontem, o jogo cabeça de cartaz da 22ª jornada da Liga NOS. Um evento que, tal como se previa, mobilizou em massa os adeptos de ambos os clubes, constituindo uma excelente oportunidade para a promoção do nosso futebol, do nosso campeonato e da paixão de quem o vive e sente.

São jogos como o que ontem tivemos, intensamente disputados, taco a taco, num estádio cheio, que acrescentam valor à competição e podem cimentar a nossa Liga no topo do futebol europeu, favorecendo também a imagem em torno da mesma e os valores que lhe estão associados.

As equipas em confronto estiveram à altura das exigências e das responsabilidades.

Infelizmente, porém, a imagem que resulta da organização do encontro sai desfocada pela gravidade dos acontecimentos ocorridos antes e depois do jogo e que o Sporting Clube de Braga tem de imputar, muito diretamente, à tremenda incapacidade revelada pelos dispositivos policiais no controlo dos espaços e das operações.

A operação policial montada para o jogo de ontem cometeu um erro crasso e imperdoável: foi reativa e não preventiva. Não esteve à altura dos desafios que um evento desta natureza levanta, o que levou a que negligenciasse o controlo e a monitorização dos espaços circundantes ao Estádio Municipal de Braga, agindo tardiamente e a despropósito, abusando da força quando já não podia mediá-la.

O Sporting Clube de Braga lamenta ter de chegar, pela enésima vez, a esta conclusão: a de que a Polícia de Segurança Pública, tão zelosa nos dispositivos que exige para o interior do estádio e que tanto oneram os clubes, se revele tão negligente na proteção do espaço público, esse sim da sua exclusiva responsabilidade e que, no caso concreto dos jogos de futebol, em tanto contribui para o clima que rodeia o espectáculo desportivo.

O Sporting Clube de Braga reconhece às forças policiais a missão de conter os excessos dos adeptos, mas questiona as estratégias delineadas e que privilegiam o controlo pela força e não pela presença. O dispositivo policial não teve a capacidade de mediar os conflitos, restando-lhe carregar indiscriminadamente sobre a multidão, e em particular sobre os nossos adeptos, gerando o pânico e transformando um momento de celebração entre amigos e família num episódio lamentável e que afasta público dos estádios.

O Sporting Clube de Braga não deixará nunca de fazer a defesa dos seus adeptos, que ontem deram mais uma grande demonstração do seu fervor e do seu amor pelo clube. O Sporting Clube de Braga não tolerará abusos gratuitos da força nem que em torno dos seus jogos se gere um clima de pânico e de terror. O Sporting Clube de Braga reconhece a função das forças policiais e a sua dificuldade, mas exige que os espaços em redor do seu estádio e dos estádios onde joguem as suas equipas sejam espaços onde impere a ordem e não o caos.

A Administração da SC Braga, SAD


Arranque com desaire em Alcochete

O SC Braga não conseguiu pontuar na primeira jornada da fase final do campeonato nacional de Sub-19. Os Gverreiros do Minho perderam, esta domingo, frente ao Sporting CP por 1-3. A equipa da casa entrou a vencer inaugurando o marcador aos 10 minutos por intermédio de Pedro Marques. Aos 24’, o Sporting CP chegou ao segundo através de Rafael Barbosa.  Na segunda parte, aos 76’, Bruno Moreira aumentou a vantagem para a formação leonina. O SC Braga conseguiu reduzir o marcador perto do final da partida por intermédio de Midana.

Na próxima jornada o SC Braga recebe o FC Porto no próximo sábado, pelas 15 horas, no campo da ponte.

Gverreiros garantem triunfo sobre o Anadia FC

Os sub-17 do SC Braga venceram, este domingo, o Anadia FC por duas bolas a uma, num encontro referente à 10ª jornada da fase final do campeonato nacional. Os Gverreiros do Minho entraram determinados a vencer o encontro. Aos 12 minutos, Neto abriu o ativo a favor dos arsenalistas. Outros tantos minutos depois, a equipa visitante chegou ao empate. Aos 31’, Samuel recolocou o SC Braga a vencer e antes do apito final, de realçar a grande penalidade defendida por Bruno garantindo os três pontos para a equipa minhota.

Na próxima jornada o SC Braga desloca-se ao terreno do Rio Ave FC.

SCBraga

*

Offline JotaCC

  • *****
  • 30443
  • +1/-0
  • Allez Braga Allez nos somos a tua voz...
Re: NOTÍCIAS DO ENORME DO DIA 20/02
« Responder #10 em: 20 de Fevereiro de 2017, 11:59 »
Alan apadrinhou Pizzi e Rafa

 Veterano no Braga, Alan acabou ontem por ser uma espécie de ‘padrinho’ para Pizzi e Rafa, dois agora jogadores encarnados com quem partilhou balneário com o emblema dos minhotos ao peito. No final do jogo, o dianteiro bracarense esteve à conversa com a dupla encarnada e foi com um tom quase paternalista que acabou por receber depois a camisola do 21 benfiquista. Apesar de ter perdido o jogo, o experiente brasileiro mostrou ‘fair play’.


Pedro Santos falha V. Setúbal

Os arsenalistas precisam, urgentemente, de inverter a sequência de maus resultados, mas os problemas de Jorge Simão continuam. Ainda ontem, o treinador viu Pedro Santos completar uma série de cartões amarelos e, por essa razão, vai falhar a deslocação ao terreno do V. Setúbal, na próxima jornada do campeonato. Com Wilson Eduardo ainda lesionado, Fede Cartabia ou até mesmo Ricardo Horta são as opções mais fortes para ocupar o corredor esquerdo.


Rafa aplaudido no regresso

No regresso a Braga, clube que representou durante três temporadas, Rafa foi aplaudido por alguns adeptos minhotos, que, com isso, reconheceram a importância do extremo durante o tempo que passou no clube.
Foi um dia especial para o camisola 27 do Benfica, que, refira-se, aproveitou a paragem para o intervalo para oferecer a camisola ao fisioterapeuta do Sp. Braga. Francisco Miranda recebeu a camisola e... um beijo na cabeça.

RECORD

*

Offline Pé Ligeiro

  • *****
  • 11892
  • +2/-1
Re: NOTÍCIAS DO ENORME DO DIA 20/02
« Responder #11 em: 20 de Fevereiro de 2017, 19:29 »
Xadas renovou até 2022

O SC Braga anunciou esta segunda-feira a renovação com internacional sub-20 Xadas, que passa a estar ligado ao clube até junho de 2022. O esquerdino de 19 anos soma 25 jogos oficiais na equipa B pela qual apontou nove golos.

Está no SC Braga desde a época 2014/15, e marcou presença Europeu de Sub-19, no ano passado. Em janeiro passado recebeu com o prémio de Gverreiro de Ouro para Jovem Atleta do Ano na Gala Legião de Ouro.

ABOLA
BRAGA SEMPRE MAIS!

*

Offline Bruno3429

  • *****
  • 10497
  • +0/-0
Re: NOTÍCIAS DO ENORME DO DIA 20/02
« Responder #12 em: 20 de Fevereiro de 2017, 21:04 »
Sporting CP x SC Braga

Sporting CP e SC Braga disputam, já no próximo sábado, aquele que é um dos jogos mais esperados da temporada do futebol feminino. Com os mesmos pontos na tabela da Liga Allianz, pertencendo às Gverreiras a vantagem por força da diferença entre golos marcados e sofridos, as equipas que têm dominado a época vão medir forças em Alvalade, a partir das 14h45.

Um jogo de crucial importância e para o qual o SC Braga convoca os seus adeptos, que podem ser um elemento importantíssimo para o sucesso da equipa orientada por João Marques. Os bilhetes para o encontro são gratuitos, podendo ser levantados nas lojas do SC Braga no Liberdade Street Fashion e no BragaParque, bem como nas bilheteiras do Estádio Municipal.

Quem pretender garantir deslocação nos serviços disponibilizados pelo clube pode também fazê-lo, tendo a viagem de ida e volta o custo unitário de 15 euros.

Vamos apoiar a nossa equipa feminina rumo ao título nacional!

Quarteto de Gverreiras na Seleção Nacional

As Gverreiras do Minho Rute Costa, Melissa Antunes, Sílvia Rebelo e Vanessa Marques foram convocadas para a Seleção Nacional A que irá disputar o torneio Algarve Cup 2017, entre os dias 1 e 6 de março. Neste lote de convocadas pelo selecionador Francisco Neto, o destaque recai sobre o regresso de Melissa Antunes aos planos da seleção nacional. Portugal irá defrontar as seleções da Rússia, Dinamarca e Canadá neste torneio. O primeiro embate será frente à seleção russa no dia 1 de março, pelas 15 horas, no Estádio de Lagos.

Eis a lista completa de convocadas:

Boston Breakers – Amanda da Costa
BV Cloppenburg – Carole Costa
CF Benfica – Matilde Fidalgo
Estoril Praia – Filipa Rodrigues
FC Neunkirch – Mónica Mendes
Grindavik FC – Carolina Mendes
Levante UD – Raquel Infante
Linköpings FC – Cláudia Neto
Santos FC – Suzane Pires
SC Braga – Sílvia Rebelo, Mélissa Antunes, Rute Costa, Vanessa Marques
Sporting CP – Patríia Morais, Ana Borges, Tatiana Pinto, Fátima Pinto, Diana Silva
TSV Bayer 04 Leverkusen – Ana Leite
USJ Jena – Dolores Silva, Laura Luís
Valadares Gaia – Neide Simões, Diana Gomes


Ana Rita Oliveira na Seleção Sub-19

Ana Rita Oliveira, guarda-redes da equipa feminina do SC Braga, foi chamada à Seleção Nacional Sub-19, que irá disputar dois particulares com a seleção da Finlândia, nos dias 28 de fevereiro e 2 de março. O primeiro embate da seleção nacional será no dia 28 de fevereiro, pelas 16 horas, no Estádio Municipal 25 de Abril, em Castro Verde. O segundo particular terá lugar no dia 2 de março, pelas 12 horas, no Complexo Desportivo Fernando Mamede, em Beja. A guardiã consta, assim, na lista de 20 jogadoras chamadas por Susana Covas. A atleta tem sido presença habitual na armada lusa.


Xadas renovou até 2021/22

O SC Braga anuncia a renovação de contrato com o jogador Xadas, que passa a estar ligado aos Gverreiros do Minho até ao final da temporada 2021/22.

Internacional sub-20 por Portugal, o esquerdino de 19 anos tem sido um dos grandes destaques da equipa B na temporada em curso, somando já 25 jogos oficiais na Ledman Liga Pro, com um total de 9 golos apontados.

No clube desde 2014/15, esteve no UEFA Euro Sub-19 do ano passado e foi premiado, já em janeiro de 2017, com o Gverreiro de Ouro para Jovem Atleta do Ano na Gala Legião de Ouro.

SCBraga

*

Offline Bruno3429

  • *****
  • 10497
  • +0/-0
Re: NOTÍCIAS DO ENORME DO DIA 20/02
« Responder #13 em: 20 de Fevereiro de 2017, 21:05 »
David Alcaide (SC Braga) vence 24.º World Pool Masters

O espanhol David Alcaide Bermudez, da equipa de Pool do SC Braga, venceu o 24.º Masters Mundial de Gibraltar, que juntou os 16 melhores do planeta nesta variante do bilhar e terminou na noite de domingo no território, e conquistou o chorudo prémio de 20 mil dólares (18.830 euros) da vitória, de entre os 80 mil dólares (75.321 euros) de prémio total distribuídos no torneio, transmitido em direto para mais de 20 países do globo.

Alcaide, de 38 anos, natural de Málaga mas que reside em Madrid, bateu na final da prova, disputada na disciplina de Bola 9 - meter as bolas pela ordem numerada, primeiro a 1, depois a 2… e assim sucessivamente até à 9, ou embolsar esta com o auxílio da branca ou de outra a que jogar, em carambola -, o escocês Jayson Shaw, na negra, por 8-7.

Nas meias-finais, o atleta da seção de bilhar do SC Braga, que jogou pela primeira vez com 5 anos e aos 12 já era vice-campeão espanhol absoluto, deixara pelo caminho outro monstro dos panos azuis, o austríaco Albin Ouschan (8-6).

Mas nomes como o alemão Ralf Souquet (8-3) ou o norte-americano Shane Van Boening (8-3) também ficaram pelo caminho às mãos de David Alcaide Bermudez, que recebeu o troféu na noite de domingo das mãos do ministro dos Desportos de Gibraltar, Steven Linares. E chorou.

O seu compatriota e companheiro de equipa no SC Braga, Francisco Sanchez Ruiz, também integrou o quadro e classificou-se num nono lugar final, numa prova em que vencia o primeiro a ganhar 8 parciais (de 8-0 a possíveis 8-7).

«Esta vitória é dedicada aos meus filhos. Obrigado pela honra de me convidarem a participar neste prestigiado torneio e a todos os que acreditam em mim. Espero voltar em 2018 para defender o meu título», disse David Alcaide na ocasião.

«Não joguei o meu melhor na final, falhei duas ou três bolas fáceis. Mas há sempre muita pressão. Consegui lidar com ela e tive alguma sorte. Venci os dois melhores jogadores do Mundo, Shane e Jayson. A última bola 6 que embolsei, com um jump (salto), foi a minha melhor tacada. É incrível: ainda não sei como, mas fi-la», concluiu.

O finlandês Mika Immonen, Cheng Yu-Hsuan (Taiwan), Naoyuki Oi (Japão), o polaco Wojciech Szewczyk, Alex Pagulayan (Filipinas) e o gibraltino Stephen Webber foram outras das estrelas do Pool e da disciplina de Bola 9 presentes no torneio, a par do holandês Niels Feijen, de Mark Gray (Inglaterra) e de Chang Jung Lin (Taiwan).

Algumas destas estrelas do taco, como a dupla espanhola dos bracarenses, o finlandês Mika Immonen, o holandês Niels Feijen, o austríaco Albin Ouschan e o alemão Ralf Souquet, o escocês Jayson Shaw, o britânico Mark Gray ou o polaco Wojciech Szewczyk vão estar no Campeonato da Europa de Pool, que a Federação Portuguesa de Bilhar e a European Pool and Billiards Association (EPBF) organizam de 18 a 28 de março no Palace Hotel dos Salgados, em Albufeira, no Algarve.

A Bola

*

Offline Bruno3429

  • *****
  • 10497
  • +0/-0
Re: NOTÍCIAS DO ENORME DO DIA 20/02
« Responder #14 em: 20 de Fevereiro de 2017, 21:08 »
PSP de Braga garante que «segurança foi garantida»
Polícia não alimenta polémica com o Sp. Braga

A Polícia de Segurança Pública (PSP) garantiu que «a segurança do espetáculo» foi garantida apesar dos incidentes entre adeptos antes do Sp. Braga-Benfica, este domingo.

Depois de os bracarenses terem responsabilizado a PSP pelos acontecimentos de violência em torno do jogo, a força policial explicou a sua ação.

«PSP, logo que deles [confrontos] tomou conhecimento, enviou para o local uma equipa de 'spotters' e uma equipa de intervenção rápida, tendo sido possível fazer cessar os confrontos e repor a normalidade, sem necessidade de intervenção de ordem pública», afirma.

Em jeito de balanço registou-se um ferido, adepto do Sp. Braga, que teve necessidade de receber tratamento hospitalar, além de danos em viaturas, mas não houve qualquer queixa.

«A segurança do espetáculo desportivo foi garantida, sem que tenha ocorrido qualquer outro incidente de relevo», salienta ainda a PSP.

Maisfutebol

 

Sitemap 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21