You are using an outdated browser. For a faster, safer browsing experience, upgrade for free today.
Anuncios
O “sistema” e a falta de respeito pelo Braga
589 Respostas
78321 Visualizações
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
guerreiro1921 Equipa Principal
  • *****
  • 2621
  Re: O “sistema” e a falta de respeito pelo Braga
« Responder #100 em: 19 de Março de 2017, 23:28 »
Apesar de off-topic, é a realidade que, de certa forma, também nos toca

"José Couceiro dissertou sobre desigualdades no futebol português

José Couceiro, treinador do V. Setúbal, esteve largos minutos no auditório do Estádio do Dragão a falar com os jornalistas, analisando o empate da sua equipa frente ao FC Porto.

Técnico que chegou a passar pelo clube portista, Couceiro dissertou sobre as desigualdades no futebol português. A começar pela cobertura da imprensa.


«Estes jogos são diferentes, um ambiente diferente. Hoje falo nesta sala cheia de jornalistas. Por vezes em Setúbal chego a ter apenas um jornalista na sala de imprensa. Como disse, é um ambiente diferente mas a equipa soube concentrar-se naquilo que é importante, não no adversário, na arbitragem ou no público. Isso é importante para o crescimento da equipa», começou por dizer.

Mais à frente, confrontado com momentos de anti-jogo do V. Setúbal, José Couceiro admitiu que não gosta disso mas voltou a generalizar a questão


«É sempre muito difícil, por muitos positivos que queiramos ser, que os jogadores que estão a ver que há um momento único, que não tentem controlar essas situações. Se me perguntar se gosto ou não: não gosto. Mas não acho que o jogo tenha passado por aí. Se analisarmos o jogo, há um conjunto de situações também por discutir. Nós advogamos um jogo positivo, mas sabíamos que íamos ter problemas. Não podemos pensar que vínhamos jogar ao Dragão e empurrar o FC Porto para a sua área, por exemplo.

«12 minutos de compensação? A análise ao jogo não pode ser feita apenas pelo tempo de compensação. Há outros fatores, como as questões disciplinares. Vou dar-lhe um exemplo: os meus jogadores sentem que os árbitros de Setúbal não arbitram os jogos do Vitória. Tento não fazer das arbitragens um cavalo de batalha, mas o futebol em Portugal é muito desequilibrado», prosseguiu José Couceiro.

Aqui chegados, o treinador da formação sadina foi mais longe e pintou um quadro global, uma análise ao que se passa na Liga portuguesa em contraste – considera Couceiro – com outros campeonatos europeus.

«Defrontámos um adversário que tem, se calhar, 30 vezes o nosso orçamento. Isso não há em mais lado nenhum. Não há em Inglaterra, não há na Alemanha, não há em Espanha, não há em lado nenhum. Há apenas cinco equipas em Portugal que não mudaram de treinador. O último jogo aqui do FC Porto em casa foram 7-0. É uma reflexão muito profunda que precisamos fazer. Há uma desigualdade muito grande que importa encurtar. Já estive do outro lado, sei a pressão que existe nos grandes clubes. Mas, por vezes, não temos grandes alternativas, não temos grandes soluções», rematou José Couceiro."
"
GALEGO
GALEGO Equipa Principal
  • *****
  • 4552
  Re: O “sistema” e a falta de respeito pelo Braga
« Responder #101 em: 20 de Março de 2017, 11:26 »


O Sistema -que inclue os Mass-Media- tem de sempre uma enfermidade crónica, uma falta de respeito pelo Braga...
Mesmo nesta segunda feira, 2 dos 3 jornais desportivos ao serviço do Sistema, destacam na capa o triunfo do Vitorinha e, se nao fosse porque a tabela di que é o Braga quem realmente ocupa o 4º lugar da mesma, até parecería que os do VSC sao os que aí andam...
Isto confronta com a pressao que nas duas semanas últimas fez a Imprensa do Sistema sobre Jorge Simâo... descaradamente. Que si tal, que si qual... só faltou chamarlhe inùtil e imbécil. Repasem os jornais deste último tempo e verifiquem cómo tal situaçao existiu... A pregunta é : os escribas estavam a a atacar só ao Simao, o a promover uma crise situando como alvo ao treinador porque assim conseguíam o que tal vez pretendem, que é ver ao Braga descabalgado fora do 4º lugar?

Eu tenho claro que o Simao cometeu varios erros, derivados daquela entrada no comando técnico do Braga, com a parafernália das palavras grandes e grosas; aquela irrupçao propia de elefante numa cacharrería...Aquilo, durante bastantes semanas derivou em inestabilidade, mais que en reconduçao da equipa... Mas nao foi naquele momento quando falou a Imprensa ao serviço do Sistema... é agora, com o vento ao favor dos empatinhos, quando foi a ele...Valentes artistas!.

É evidente que o Simao nao é dos técnicos que passam a mao pelas costas dos escribas e... sendo assim, nunca va recolher grandes elogios. Mas como ele é o técnico do Braga, entao... pior.
Ao Braga, o Sistema (e por tanto também os escribas do Sistema) nunca lhe vai regalar nada. Isso deveríamos de o ter presente permanentemente. Quando o Braga é capaz do sucesso, eles falam do SCB com a boca pequena, mal disimulando o que em verdade sintem... Obviamente, quando o Braga titubea, nao é capaz e anda nos fracasos, como aconteceu mais de uma vez nesta época... temos o Simao é tal, é qual, nunca ganha fora..., fazem as contas de quando estava em Chaves como argumento para o denegrir quando está no Braga... Mas : querem denegrir ao treinador ou, no fundo, o que perseguem é denegrir ao Braga?.
En fim... a melhor medicina contra esta tropa nao é outra que ganhar e ganhar. Começamos por Restelo, ainda que a exhibiçao foi deficiente; agora ha que tentar uma serie de 2 triunfos : em casa com o Marítimo, fora em Santa María da Feira. Se Deus quizer, aí estaremos... nao quero que me contem os escribas do sistema o que alí acontezca. Quero ver pelos meus propios olhos.
Que o Sistema engane a outros. A mim já fez muito que nao me engana...

Força Braga!
A luta continúa!!
Mais Norte
Mais Norte Equipa Principal
  • *****
  • 2870
  Re: O “sistema” e a falta de respeito pelo Braga
« Responder #102 em: 20 de Março de 2017, 13:16 »
Excelente post GALEGO. Traduziu com clareza linear o que se passa. Este bombardeamento constante da imprensa hostil  ao nosso Clube, sobre a equipa e sobre o treinador, tem sido mais do que evidente. Está para além das críticas justas que devem ser feitas e que são merecidas. O discurso de JS, felizmente, acabou por cair na realidade e espero que assim continue. Isso também ajuda.

É fundamental que sejamos capazes de permanecer unidos e aguardar que a equipa tenha recuperadas fisicamente peças fundamentais como Hassan, Ricardo Ferreira, Battaglia e Wilson Eduardo. Independentemente disso temos que ganhar, ganhar, ganhar. É a resposta.

Não parece haver dúvidas de que após a posição do Clube, bem tomada em minha opinião, em relação às eleições da Liga e após o episódio Rafa nos afastámos de vários pólos do poder. Depois vem a factura. Se já antes era o que era o que dizer agora?

Não podemos é assumir o papel de coitadinhos e de choramingas. Temos é que levantar a cabeça e enfrentar com determinação as batalhas que se avizinham.

Não esperemos "bom futebol". Mas exijamos atitude, futebol positivo, realista e com vitórias. Sem desanimar.


« Última modificação: 20 de Março de 2017, 13:22 por Mais Norte »
El Che
El Che Equipa Principal
  • *****
  • 1716
  Re: O “sistema” e a falta de respeito pelo Braga
« Responder #103 em: 20 de Março de 2017, 14:02 »
Excelente post O do Galego, realmente quando o Simao estava a dar tiros nos próprios pés a imprensa andou calada pois ele já estava a fazer o serviço por ela, agora que ele entrou nos eixos veem denegrir a imagem dele com comparações estupidas do passado, falar sobre os nossos resultados mais positivos nas primeiras páginas nem ve-los, apenas nos mencionam na primeira página para enaltecer os desígnios do derrotinha!


Enviado do meu iPhone usando o Tapatalk
AMartins
AMartins Equipa Principal
  • *****
  • 1923
  O “sistema” e a falta de respeito pelo Braga
« Responder #104 em: 20 de Março de 2017, 16:35 »
A nossa (clube-sad-treinador) postura relativamente à grande maioria da imprensa que nos visita só pode ser uma! Temos de lhes cair em cima e responsabilizá-los quando assim tem que ser!

Não podemos fazer de conta que nada se passa, não se pode assobiar para o lado só porque os outros o fazem ou deixam de fazer. A nossa identidade enquanto clube (e as pessoas que estão à frente do mesmo são aquelas que o representam) não pode ser continuadamente posta em causa por esses abutres. Seja o JS ou o AS...quer gostemos deles ou não.

O SCB é odiado?
Já sabemos que sim. Lutar por títulos contra os porcos do sistema acarretou isso. E esse ódio não é só popular, é também da imprensa. Se o Braga ganha significa que os outros não ganham e como tal é um mau dia para um parolo qualquer comprar o jornal porque possivelmente a capa será diferente. Infelizmente os jornais nem se importam com a isenção e preferem por qualquer notícia sem fundamento desde que seja de algum dos clubes do costume.

A cobertura jornalística dos últimos tempos tem sido miserável a todos os níveis??
Claro que tem! Basta relembrar o número de notícias "plantadas" em diversos órgãos de informação não desportivos como JN (salvador e negócios) ou Público (salvador e academia etc).

Como nada disto é por acaso e certamente todos sabem o que se passa, como foi decidido que esta seria a guerra a ser "comprada" agora é necessário começar a distribuir alguma paulada para não corrermos o risco de sermos atropelados.
« Última modificação: 20 de Março de 2017, 18:11 por AMartins »
rpo.castro
rpo.castro Equipa Principal
  • *****
  • 11703
  Re: O “sistema” e a falta de respeito pelo Braga
« Responder #105 em: 20 de Março de 2017, 18:19 »
Quantas vezes o Braga nem chamado à capa é (como se nem tivesse jogado) e os espanhois tem este destaque (quando ainda para mais houve o escandalo de o setubal ter impedido o porto de ir para primeiro).

É dor de corno, mas aqui o clube, como refere o AMartins, põe se a jeito.
Se há mitos que perduram e benesses para todos os lados, não foram conseguidos com Gverreiros de Ouro nem jantaradas. Os clubes que mais ostilizam a CS são aqueles que são mais bajulados por ela.
Quem não sente não é filho de boa gente.
sedas Equipa Principal
  • *****
  • 2721
  Re: O “sistema” e a falta de respeito pelo Braga
« Responder #106 em: 20 de Março de 2017, 22:50 »
Isto sim é falta de respeito..

Link Externo

Nunca vi a imprensa pôr tanta pressão sobre um treinador..
Luso
Luso Equipa Principal
  • *****
  • 3335
  Re: O “sistema” e a falta de respeito pelo Braga
« Responder #107 em: 20 de Março de 2017, 23:50 »
Isto sim é falta de respeito..

Link Externo

Nunca vi a imprensa pôr tanta pressão sobre um treinador..
É mais um caso do famoso "pôs-se a jeito". Se não tivesse tanta cagança se calhar não levava com isto... Temos pena.
JRGR Juniores
  • ***
  • 404
  Re: O “sistema” e a falta de respeito pelo Braga
« Responder #108 em: 21 de Março de 2017, 00:10 »
Mais grave, mais grave... é andarmos a pagar para a RTP e nem no resultado do Braga falaram no noticiário das 20H (sábado). Mas dos lagartos não se esqueceram eles!...Se tivéssemos perdido já falavam!
No "tempo da outra senhora", no futebol, havia mais comportamentos democráticos do que hoje...
guerreiro1921 Equipa Principal
  • *****
  • 2621
  Re: O “sistema” e a falta de respeito pelo Braga
« Responder #109 em: 27 de Março de 2017, 00:09 »
Musica que representa vários problemas do nosso dia a dia enquanto adeptos do futebol

"Pró inferno Futebol moderno"
Link Externo
guerreiro1921 Equipa Principal
  • *****
  • 2621
  Re: O “sistema” e a falta de respeito pelo Braga
« Responder #110 em: 27 de Março de 2017, 00:34 »
E aqui está um excelente texto sobre a podridao do nosso futebol

"Como é possível que este país seja campeão da Europa?

Ainda é o Portugal do cada um por si, que de vez em quando se lembra que é um país.

Portugal é o país finalmente campeão da Europa, e bicampeão mundial e potência na formação. É aquele que deu dimensão a Eusébio, Chalana, Futre, Rui Costa, Figo e Ronaldo. O mesmo Portugal que se quer que continue a gerar génios desproporcionados dentro de fronteiras tão pequenas, e que prove que Saint Denis não foi obra de um remate carregado de fé de um patinho-feio, um herói mais-que-improvável a surgir no meio de uma praga de traças.

É o país de Mourinho. De Leonardo Jardim, Marco Silva, Paulo Sousa, Paulo Fonseca e, reconheça-se, Jorge Jesus, aquele que mais impacto teve no jogo por cá nos últimos anos. Os técnicos portugueses são, como o último já repetiu inúmeras vezes, dos melhores do mundo. Só que, paradoxalmente, bate-se por cá o recorde das chicotadas. São vários os clubes que nomearam para o seu banco um terceiro treinador, que até pode já ter sido despedido de outro lado quase sempre por maus resultados – mas isso não interessa nada!

15 chicotadas, e não há dúvida de que este é o país da chibatada.

Quem não gostaria de ser mosca em reuniões de direção para ouvir as razões que inclinam para decidir por um e não por outro e, talvez – apenas talvez! –, ficássemos todos parvos com tudo isto. Está longe de ser o único, mas imagino que aqueles que despediram Inácio tenham acenado não com a cabeça quando saiu Ranieri. Decisões em cima do joelho, políticas desportivas elaboradas em cima do joelho, e a culpa nunca – nunca! – é de quem toma as decisões mais importantes.

Não surpreende. Falta-nos cultura desportiva. Falta-nos cultura desportiva para gerar melhores dirigentes. Falta-nos gostar do jogo para que o queiramos proteger. As chicotadas são apenas um dos lados do problema.

Este é um país que analisa o ranking da UEFA a pensar na contribuição dos seus clubes, e não nas consequências. Onde se festejam as derrotas dos rivais, mesmo que isso signifique perder uma equipa na Liga dos Campeões daí a dois anos.

Um Portugal em que se olha para a Seleção do ponto de vista do emblema de que se gosta e não da bandeira que se defende, contando jogadores formados dentro de portas nos onzes. Nos golos dos seus, na dependência dos seus. Em que se perseguem os dos outros sem qualquer nexo, em que se vê no insucesso desses novamente o sucesso dos seus. Inacreditável e vergonhoso o que aconteceu com Renato Sanches no passado.

É o país em que uma claque supostamente criada para apoiar a Seleção é escoltada pela polícia para dentro do estádio. Uma claque que, por não se limitar a ser aquilo que deveria ser, criou obviamente confusão. Portugal é, note-se, o país em que é olhado como necessário ter uma claque de apoio quando há mais de dez milhões para fazer jus à equipa de todos nós. Terá sido útil no Euro, admito, apesar do impagável esforço dos emigrantes, mas por cá, e por não ser abrangente, não passa de mais um foco de desestabilização.

Escrevi isto em tom de ironia numa rede social, mas será um pouco o que se passa: Portugal não sente verdadeiramente a sua seleção porque não há no dia seguinte nenhum apoiante do adversário com quem gozar. Ninguém para irritar, rebaixar, seja no trabalho, na escola ou no café. Apesar da Aldeia Global, ainda não chegámos a esse ponto.

Portugal é o país em que se queixam de que só se olha para os grandes e, à excepção de um ou outro, os restantes estádios estão vazios. Joga-se a maior parte das vezes à porta fechada, excepto quando os visitantes dos maiores os enchem.

Não é só um problema financeiro. O futebol não bebe a sua força das cidades, porque se gosta pouco de desporto, pouco de futebol. Gosta-se de ganhar no futebol, porque é a modalidade mais importante, e isso não é para todos.

É o país em que se fala da falta de competitividade, e ninguém tenta resolver o problema. A Liga quer ser competitiva, mas os grandes querem continuar  grandes, maiores do que os outros. Logo, negociar por igual os direitos televisivos não é uma opção. Para mal dos pequenos, e da tal competitividade.

A projeção da Liga é medíocre. Os clubes fecharam os treinos; os jogadores não falam, não contam a sua história, são ocos, aparecem-nos à frente sem conteúdo. A afinidade que criam com os adeptos é cada vez menor. Os clubes têm medo do impacto do que pode dizer um jogador, mas depois cometem erros atrás de erros no que comunicam institucionalmente.

O produto-futebol não é protegido. A justiça é lenta e má, vive-se um clima de impunidade, que começa a um nível básico como as queixinhas.

Portugal é esse país de queixinhas à beira mar plantado.

Há queixinhas de uma ponta à outra do futebol português. Em todos os cantos, mas sobretudo nos mais repisados, de onde saem as vozes dos grandes. Não é de hoje, é desde que somos gente.

Queixam-se de tudo e de mais alguma coisa. Muitas vezes uns dos outros, quando não é disso é dos árbitros. Dos seus, quando dá jeito, e os dos outros. Já quando são favorecidos não se gosta de falar deles. São os maiores, até que chega a altura em que têm de dar um murro na mesa porque quem não se sente não é filho de boa gente. E são todos, mas todos, iguais.

A queixa pode evoluir para algo mais profundo, e vêem a luz conceitos antigos como a verdade desportiva ou a preocupação pelo futuro do futebol português. Protesta-se por tudo e por nada, antecipam-se protestos, ameaçam-se protestos, protesta-se que os outros protestam. Não param nos árbitros, nada os trava. Vão mais acima, atiram-se aos tribunais desportivos. Depois, aos civis. Se não os ouvem, se não se lhes encontra razão no que defendem, há que meter o Governo nisso. O país que pare, se for preciso.

Chega o clássico e o ruído aumenta. Torna-se ensurdecedor. Um cenário digno de Twilight Zone.

Temos todos de reaprender a gostar do jogo, incluindo, claro, nós jornalistas. Quando isso acontecer teremos, acredito, melhores dirigentes, que se preocuparão em ter um melhor produto, uma liga mais competitiva, mais adeptos nos estádios e provavelmente melhores jogadores. Os portugueses evoluirão com melhores estrangeiros e teremos ainda uma Seleção mais forte.

Mas ainda parece tudo demasiado longe.

Portugal é, ainda, o país do cada um por si, que de vez em quando se lembra que é um país. Já conseguiu ser campeão da Europa, falta merecê-lo fora de campo."

Link Externo

Gallaeci
Gallaeci Juniores
  • ***
  • 620
  Re: O “sistema” e a falta de respeito pelo Braga
« Responder #111 em: 27 de Março de 2017, 01:31 »
Este Luís Mateus é um hipócrita.
Este Luís Mateus é o mesmo  que durante todo o ano participa em programas televisivos só dão importância a três clubes, que todas as semanas têm programas em que se fala quase única e exclusivamente desses três clubes, é mais um dos que publicam mentiras atrás de mentiras sem se quer procurarem a verdade (ignoram-na muita das vezes para defender os seus interesses).
Farta de gente hipócrita já ando eu à muito. Andamos no "olha para o que eu digo e não para o que eu faço".
Achava piada que estes mesmos que escreveram isto dessem o exemplo e lutassem para mudar as coisas...tá quieto, bem espero sentado.

Ridículo.
« Última modificação: 27 de Março de 2017, 01:34 por Gallaeci »
AMartins
AMartins Equipa Principal
  • *****
  • 1923
  O “sistema” e a falta de respeito pelo Braga
« Responder #112 em: 27 de Março de 2017, 02:03 »
Este Luís Mateus é um hipócrita.
Este Luís Mateus é o mesmo  que durante todo o ano participa em programas televisivos só dão importância a três clubes, que todas as semanas têm programas em que se fala quase única e exclusivamente desses três clubes, é mais um dos que publicam mentiras atrás de mentiras sem se quer procurarem a verdade (ignoram-na muita das vezes para defender os seus interesses).
Farta de gente hipócrita já ando eu à muito. Andamos no "olha para o que eu digo e não para o que eu faço".
Achava piada que estes mesmos que escreveram isto dessem o exemplo e lutassem para mudar as coisas...tá quieto, bem espero sentado.

Ridículo.

Esse artolas é o mesmo que atribui (de forma directa) ao SCB em particular, e a outros em geral, as culpas de um lugar perdido na champions, com o artigo intitulado "Sem Europa e a perder equipas em março, também pelo que
Sporting e Sp. Braga não fizeram"

Link Externo

Ora vamos lá ver...se calhar deveria era dizer que mesmo tendo o SCB feito uma época aquém do esperado na UEFA, é graças ao SCB que os chulos têm andado a disputar a champions (principalmente o 3o classificado dos últimos anos). Se não fosse o SCB dos últimos oito/dez anos na UEFA, nos últimos 5 continuávamos a ter 2 equipas na champions...

Se calhar devia mencionar que mesmo com uma época aquém das expectativas, o SCB continua a ser o 3o clube português no ranking europeu de clubes.

E já agora, se calhar devia era dizer que mesmo tendo conquistado o direito de regularmente brilhar por esta Europa do futebol (basta ver o banho de pontos com que contribuímos com a prestação do ano ano passado para as nossas contas...enquanto alguns andaram a fazer figuras tristes...e já não falo de clubes que não passam eliminatórias em Agosto à décadas!) a nível interno basicamente não nos "deixam" disputar a champions! É a mais pura verdade. Não interessa aos estarolas que este monopólio seja dividido por mais ninguém! Aqueles que querem continuar a ganhar cá dentro de qualquer forma, depois lá fora (na champions) são do mais reles/fraco que há. Porquê? Porque lá é preciso jogar FUTEBOL!

Este artolas que escreveu este artigo é mais um...apenas mais um...
« Última modificação: 27 de Março de 2017, 02:08 por AMartins »
guerreiro1921 Equipa Principal
  • *****
  • 2621
  Re: O “sistema” e a falta de respeito pelo Braga
« Responder #113 em: 27 de Março de 2017, 10:06 »
Independentemente do autor, de quem tembem nao gosto, importa dar relevancia à realidade que este texto retrata.
Old School
Old School Equipa Principal
  • *****
  • 9070
  • Mágico Braga, Amor Eterno
  Re: O “sistema” e a falta de respeito pelo Braga
« Responder #114 em: 01 de Abril de 2017, 09:56 »
Vídeo do golo anulado ontem ao Nacional frente aos espanhóis:

Link Externo


Mais um jogo em que são beneficiados, contem desde a primeira jornada em quantos vão, penso que ainda conseguem ser mais beneficiados que os estarolas. A continuar assim no final do campeonato ficaram à nossa frente e depois vai tudo malhar na equipa, treinador e tudo que mexer. Acorda Braga. A falta de respeito que estes senhores têm por nós têm a mais por eles, e isso vai nos custar muitos dissabores se não fizermos nada.
« Última modificação: 01 de Abril de 2017, 10:49 por Old School »
Bracara Avgvsta - Fidelis et antiqva
Gallaeci
Gallaeci Juniores
  • ***
  • 620
  Re: O “sistema” e a falta de respeito pelo Braga
« Responder #115 em: 01 de Abril de 2017, 12:21 »
Vídeo do golo anulado ontem ao Nacional frente aos espanhóis:

Link Externo


Mais um jogo em que são beneficiados, contem desde a primeira jornada em quantos vão, penso que ainda conseguem ser mais beneficiados que os estarolas. A continuar assim no final do campeonato ficaram à nossa frente e depois vai tudo malhar na equipa, treinador e tudo que mexer. Acorda Braga. A falta de respeito que estes senhores têm por nós têm a mais por eles, e isso vai nos custar muitos dissabores se não fizermos nada.
Reparem no pormenor de como o sr. árbitro quando a bola entre aponta para o meio campo em sinal de que golo foi realmente limpo e passado nem um segundo apercebe-se que era o golo do empate e anula a jogada.
E não me digam que foi o fiscal de linha que o avisou porque não é em menos de um segundo que se constrói um frase perceptível no meio daquele barulho todo.
« Última modificação: 01 de Abril de 2017, 12:24 por Gallaeci »
Viriato
Viriato Juniores
  • ***
  • 436
  Re: O “sistema” e a falta de respeito pelo Braga
« Responder #116 em: 01 de Abril de 2017, 15:20 »
Esse jogo devia ter sido hoje, dia 1 de Abril
Viriato
Viriato Juniores
  • ***
  • 436
  Re: O “sistema” e a falta de respeito pelo Braga
« Responder #117 em: 09 de Abril de 2017, 11:52 »

Sem reclamação por Gamboa

João Gamboa foi agredido por Edson Farias após o apito final do jogo no Marcolino de Castro e Carlos Xistra optou por admoestar os dois jogadores. Apesar do erro do árbitro, a SAD arsenalista não vai apresentar qualquer reclamação junto do CD da FPF para limpar o cartão amarelo de Gamboa por sentir que essa intervenção não iria ter qualquer efeito prático.

RECORD


Digam-me que isto não é verdade...
GUERREIROS Juvenis
  • **
  • 121
  Re: O “sistema” e a falta de respeito pelo Braga
« Responder #118 em: 09 de Abril de 2017, 18:43 »
E na luta pelo quarto lugar quem sofre é o Tondela,penalti escandaloso a favor do Tondela não assinalado,incrivel, e nós que continuemos caladinhos.
 
Parece que é aquele menino da macron a apitar
Link Externo
« Última modificação: 09 de Abril de 2017, 18:46 por GUERREIROS »
MeZut#
MeZut# Equipa Principal
  • *****
  • 3179
  • Nós só queremos ver o Braga Campeão!
  Re: O “sistema” e a falta de respeito pelo Braga
« Responder #119 em: 09 de Abril de 2017, 19:00 »
E na luta pelo quarto lugar quem sofre é o Tondela,penalti escandaloso a favor do Tondela não assinalado,incrivel, e nós que continuemos caladinhos.
 
Parece que é aquele menino da macron a apitar
Link Externo

Devemos estar ambos a ver mal, eles jogam muito e têm tido mérito em todos os jogos..  ::)

Isto começa a ser demais!!
Não pedimos que ganhem sempre, mas que joguem sempre para ganhar! S.C.BRAGA!