Quantcast
Futebol português em debate
You are using an outdated browser. For a faster, safer browsing experience, upgrade for free today.
Anuncios M
Futebol português em debate
2414 Respostas
347384 Visualizações
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
Somos Braga! Equipa Principal
  • *****
  • 2208
  Re: Futebol português em debate
« Responder #2380 em: 24 de Outubro de 2022, 16:17 »



Como disseram acima não precisamos de mais leis, precisamos que façam cumprir as existentes, principalmente por parte dos clubes e da policia. Até hoje ambos tiveram interesse em que haja caos, vá-se lá saber porquê.


Basta ver a quantidade de criticas feitas ao Varandas pelos próprios sportinguistas (claques, adeptos comuns e mesmo notáveis), para perceber porque nenhum dirigente tem interesse em travar essa guerra.

Tiro o chapéu ao presidente do sporting, mas, acho que se vai queimar e acabar por transpor para a equipa a animosidade que há contra ele.

Enviado do meu SM-A025G através do Tapatalk

Há vídeos de sportinguistas a aplaudir de pé a carga policial sobre as claques.
Esses não vi.

A minha esperança é essa, que haja cada vez mais gente a insurgir-se contra a violência. Atenção, não é contra as claques! É contra a violência e impunidade de alguns elementos das claques.

Já o disse muitas vezes, as claques são em simultâneo o que de mais bonito e de repugnante há no futebol. Se abandonassem a violência e as ações ilegais,  as claques seriam facilmente o terceiro pilar dos grandes ídolos do futebol a par dos jogadores e treinadores. Não entendo como não percebem isso.



Enviado do meu SM-A025G através do Tapatalk

O verdadeiro adepto vê-se nas derrotas!
reg107 Juniores
  • ***
  • 275
  Re: Futebol português em debate
« Responder #2381 em: 24 de Outubro de 2022, 16:33 »





Como disseram acima não precisamos de mais leis, precisamos que façam cumprir as existentes, principalmente por parte dos clubes e da policia. Até hoje ambos tiveram interesse em que haja caos, vá-se lá saber porquê.


Basta ver a quantidade de criticas feitas ao Varandas pelos próprios sportinguistas (claques, adeptos comuns e mesmo notáveis), para perceber porque nenhum dirigente tem interesse em travar essa guerra.

Tiro o chapéu ao presidente do sporting, mas, acho que se vai queimar e acabar por transpor para a equipa a animosidade que há contra ele.



Enviado do meu SM-A025G através do Tapatalk

Cada vez estou convencido que a Polícia é a principal interessada neste clima, enquanto ele existir continuará a ter trabalho extra e a ser requisitada em número superior ao necessário com a devida compensação financeira.

Pessoalmente fico "revoltao" a ver o dinheiro dos contribuintes, o nosso dinheiro, ser gasto em escoltas policiais a outocarros de clubes entre Lisboa Porto e vice versa, bem como em aparatosas caixas de segurança para deslocar adeptos pelas ruas das cidades/localidades até aos estádios onde as suas equipas vão jogar.

Polícia na imediação dos estádios para assegurar alguma ordem pública em caso de desacatos acho  muito bem (sem exageros desnecessários), policia destacada para escoltar autocarros de empresas privadas, SAD, e polícia de choque para escoltar hordas de cidadãos/adeptos, pagos com o dinheiro dos contribuintes e que apenas contribuem para extremar posições, tem que acabar.

Durante muito tempo partilhei a mesma opinião de que a Policia tinha interesse no clima de guerrilha urbana, mas ultimamente vejo alguma mudanças que espero sejam para limpar de vez, a escumalha que anda à solta pelas cidades à boleia de um qq jogo de futebol.
Já começamos a ver grupos de mãos na cabeça e sob escolta na zona da sé após o vsc-slb desta época, o mesmo antes de um jogo de futsal em Lisboa (julgo que um scp-slb). Parece-me haver mudanças, no que ao policiamento diz respeito.
Já relativamente aos clubes, tirando o scp ninguém se mexe para tornar um simples jogo de futebol naquilo que deve ser.

De resto concordo com tudo, como é que é possível ser normal, a quantidade de recursos que são afetos a um simples jogo de futebol. É caso para perguntar se houver um caso grave que nada tenha a ver com futebol à hora de um jogo, por exemplo em Braga, terá a Policia efetivos suficientes para mobilizar?

Anuncios M
Anuncios M
JR1287 Equipa Principal
  • *****
  • 3121
  Re: Futebol português em debate
« Responder #2382 em: 24 de Outubro de 2022, 16:35 »



Como disseram acima não precisamos de mais leis, precisamos que façam cumprir as existentes, principalmente por parte dos clubes e da policia. Até hoje ambos tiveram interesse em que haja caos, vá-se lá saber porquê.


Basta ver a quantidade de criticas feitas ao Varandas pelos próprios sportinguistas (claques, adeptos comuns e mesmo notáveis), para perceber porque nenhum dirigente tem interesse em travar essa guerra.

Tiro o chapéu ao presidente do sporting, mas, acho que se vai queimar e acabar por transpor para a equipa a animosidade que há contra ele.

Enviado do meu SM-A025G através do Tapatalk

Há vídeos de sportinguistas a aplaudir de pé a carga policial sobre as claques.
Esses não vi.

A minha esperança é essa, que haja cada vez mais gente a insurgir-se contra a violência. Atenção, não é contra as claques! É contra a violência e impunidade de alguns elementos das claques.

Já o disse muitas vezes, as claques são em simultâneo o que de mais bonito e de repugnante há no futebol. Se abandonassem a violência e as ações ilegais,  as claques seriam facilmente o terceiro pilar dos grandes ídolos do futebol a par dos jogadores e treinadores. Não entendo como não percebem isso.



Enviado do meu SM-A025G através do Tapatalk
Porque não lhes interessa! Não falo propriamente das claques do Braga, mas há muitas claques que vivem da ilicitude 
Pedro Bala
Pedro Bala Equipa Principal
  • *****
  • 1937
  Re: Futebol português em debate
« Responder #2383 em: 24 de Outubro de 2022, 16:55 »



Como disseram acima não precisamos de mais leis, precisamos que façam cumprir as existentes, principalmente por parte dos clubes e da policia. Até hoje ambos tiveram interesse em que haja caos, vá-se lá saber porquê.


Basta ver a quantidade de criticas feitas ao Varandas pelos próprios sportinguistas (claques, adeptos comuns e mesmo notáveis), para perceber porque nenhum dirigente tem interesse em travar essa guerra.

Tiro o chapéu ao presidente do sporting, mas, acho que se vai queimar e acabar por transpor para a equipa a animosidade que há contra ele.

Enviado do meu SM-A025G através do Tapatalk

Há vídeos de sportinguistas a aplaudir de pé a carga policial sobre as claques.
Esses não vi.

https://twitter.com/tomsbd29/status/1583948044089036801?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Etweetembed%7Ctwterm%5E1583948044089036801%7Ctwgr%5E7333aa7e0e58a266e102d987e7043d40180d1aec%7Ctwcon%5Es1_&ref_url=https%3A%2F%2Fwww.redditmedia.com%2Fmediaembed%2Fybdecb%3Fresponsive%3Dtrueis_nightmode%3Dfalse

Mas também estamos a falar do Sporting. É o clube que mais facilmente se canibaliza em Portugal (e ainda bem para nós).
Pé Ligeiro
Pé Ligeiro Equipa Principal
  • *****
  • 14625
  Re: Futebol português em debate
« Responder #2384 em: 24 de Outubro de 2022, 20:49 »



Como disseram acima não precisamos de mais leis, precisamos que façam cumprir as existentes, principalmente por parte dos clubes e da policia. Até hoje ambos tiveram interesse em que haja caos, vá-se lá saber porquê.


Basta ver a quantidade de criticas feitas ao Varandas pelos próprios sportinguistas (claques, adeptos comuns e mesmo notáveis), para perceber porque nenhum dirigente tem interesse em travar essa guerra.

Tiro o chapéu ao presidente do sporting, mas, acho que se vai queimar e acabar por transpor para a equipa a animosidade que há contra ele.

Enviado do meu SM-A025G através do Tapatalk

Há vídeos de sportinguistas a aplaudir de pé a carga policial sobre as claques.
Esses não vi.

A minha esperança é essa, que haja cada vez mais gente a insurgir-se contra a violência. Atenção, não é contra as claques! É contra a violência e impunidade de alguns elementos das claques.

Já o disse muitas vezes, as claques são em simultâneo o que de mais bonito e de repugnante há no futebol. Se abandonassem a violência e as ações ilegais,  as claques seriam facilmente o terceiro pilar dos grandes ídolos do futebol a par dos jogadores e treinadores. Não entendo como não percebem isso.



Enviado do meu SM-A025G através do Tapatalk

Tenho a mesma opinião sobre as claques. Se fizessem a limpeza necessária de elementos que não deviam lá estar, seriam fantásticas.
BRAGA SEMPRE MAIS!
GverreirodoMinho
GverreirodoMinho Equipa Principal
  • *****
  • 2888
  Re: Futebol português em debate
« Responder #2385 em: 24 de Outubro de 2022, 21:07 »



Como disseram acima não precisamos de mais leis, precisamos que façam cumprir as existentes, principalmente por parte dos clubes e da policia. Até hoje ambos tiveram interesse em que haja caos, vá-se lá saber porquê.


Basta ver a quantidade de criticas feitas ao Varandas pelos próprios sportinguistas (claques, adeptos comuns e mesmo notáveis), para perceber porque nenhum dirigente tem interesse em travar essa guerra.

Tiro o chapéu ao presidente do sporting, mas, acho que se vai queimar e acabar por transpor para a equipa a animosidade que há contra ele.

Enviado do meu SM-A025G através do Tapatalk

Há vídeos de sportinguistas a aplaudir de pé a carga policial sobre as claques.
Esses não vi.

A minha esperança é essa, que haja cada vez mais gente a insurgir-se contra a violência. Atenção, não é contra as claques! É contra a violência e impunidade de alguns elementos das claques.

Já o disse muitas vezes, as claques são em simultâneo o que de mais bonito e de repugnante há no futebol. Se abandonassem a violência e as ações ilegais,  as claques seriam facilmente o terceiro pilar dos grandes ídolos do futebol a par dos jogadores e treinadores. Não entendo como não percebem isso.



Enviado do meu SM-A025G através do Tapatalk

Tenho a mesma opinião sobre as claques. Se fizessem a limpeza necessária de elementos que não deviam lá estar, seriam fantásticas.
Mas que limpeza? Como é que tiras o macaco dos Super Dragões, ou o Malaba da Juve Leo?

Eles (e todos como eles) são as claques. Os mesmos que agridem são os mesmos que cantam, metam isso na cabeça. Não dá para tirar os grunhos e deixar os que fazem a festa, porque são os mesmos.

Enviado do meu MI 8 Lite através do Tapatalk

Sócio 2669.
Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 24281
  Re: Futebol português em debate
« Responder #2386 em: 29 de Outubro de 2022, 08:56 »


Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 24281
  Re: Futebol português em debate
« Responder #2387 em: 29 de Outubro de 2022, 09:19 »

Anuncios M
Anuncios M
Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 24281
  Re: Futebol português em debate
« Responder #2388 em: 05 de Novembro de 2022, 09:05 »
Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 24281
  Re: Futebol português em debate
« Responder #2389 em: 06 de Novembro de 2022, 09:45 »
.
rpo.castro
rpo.castro Equipa Principal
  • *****
  • 15225
  Re: Futebol português em debate
« Responder #2390 em: 11 de Novembro de 2022, 17:10 »
Pontos da cimeira de presidentes da Liga:

Taça da Liga passa a ser apenas final 4 entre 4 primeiros da liga.

Meias finais taça de Portugal a uma só mão

Fora de hipótese reduzir clubes nos 2 escalões principais
Quem não sente não é filho de boa gente.
Anuncios G
db1921 Iniciados
  • *
  • 91
  Re: Futebol português em debate
« Responder #2391 em: 11 de Novembro de 2022, 17:20 »
Pontos da cimeira de presidentes da Liga:

Taça da Liga passa a ser apenas final 4 entre 4 primeiros da liga.

Meias finais taça de Portugal a uma só mão

Fora de hipótese reduzir clubes nos 2 escalões principais
Para isso mais vale acabar com a taça da liga.
JR1287 Equipa Principal
  • *****
  • 3121
  Re: Futebol português em debate
« Responder #2392 em: 12 de Novembro de 2022, 00:50 »
Pontos da cimeira de presidentes da Liga:

Taça da Liga passa a ser apenas final 4 entre 4 primeiros da liga.

Meias finais taça de Portugal a uma só mão

Fora de hipótese reduzir clubes nos 2 escalões principais
Para isso mais vale acabar com a taça da liga.
Mas isso não convém porque a única ocasião que a taça da liga dá lucro é a final-four. Principalmente se nessa fase final participarem os 3 porquinhos. E agora isso fica quase garantido. Isto é o sonho da liga: eliminar as eliminatórias chatas e nada lucrativas, com as equipas pior classificadas da primeira liga e as da segunda liga; acabar com os grupos, em que os 4 primeiros não jogam entre si e às vezes até se baldam, apresentando equipas secundárias; e passar logo para o fillet mignon, ainda por cima com a quase garantia de ter sempre os 3 porquinhos. O que obviamente também é magnífico para os tais 3. Não percebo é como é que os restantes 30 vão na conversa, mas enfim...
rpo.castro
rpo.castro Equipa Principal
  • *****
  • 15225
  Re: Futebol português em debate
« Responder #2393 em: 12 de Novembro de 2022, 07:44 »
Pontos da cimeira de presidentes da Liga:

Taça da Liga passa a ser apenas final 4 entre 4 primeiros da liga.

Meias finais taça de Portugal a uma só mão

Fora de hipótese reduzir clubes nos 2 escalões principais
Para isso mais vale acabar com a taça da liga.
Mas isso não convém porque a única ocasião que a taça da liga dá lucro é a final-four. Principalmente se nessa fase final participarem os 3 porquinhos. E agora isso fica quase garantido. Isto é o sonho da liga: eliminar as eliminatórias chatas e nada lucrativas, com as equipas pior classificadas da primeira liga e as da segunda liga; acabar com os grupos, em que os 4 primeiros não jogam entre si e às vezes até se baldam, apresentando equipas secundárias; e passar logo para o fillet mignon, ainda por cima com a quase garantia de ter sempre os 3 porquinhos. O que obviamente também é magnífico para os tais 3. Não percebo é como é que os restantes 30 vão na conversa, mas enfim...
Os clubes portugueses seja por saberem o meio em que vivem seja por não dar para mais, cagam literalmente para as taças por isso poucos lhes importa se acabarem.

O moreirense veio com 9 suplentes, o estoril acho que também rodou muito a equipa. A mensagem é clara: isto não é para nós,  o que interessa é o campeonato.
Quem não sente não é filho de boa gente.
RuberAlbus
RuberAlbus Equipa Principal
  • *****
  • 2835
  Re: Futebol português em debate
« Responder #2394 em: 12 de Novembro de 2022, 12:36 »
Para os outros clubes aceitarem é porque também vai "chover" para o lado deles. Isso e que a competição em cima não desperta o mínimo de interesse à esmagadora maioria dos clubes que nela participam.
rpo.castro
rpo.castro Equipa Principal
  • *****
  • 15225
  Re: Futebol português em debate
« Responder #2395 em: 04 de Dezembro de 2022, 16:34 »
O Vilafranquense está em 5º na II Liga (o que para efeitos de subida equivale a um 4º lugar devido à equipa B à sua frente) no entanto os donos da SAD já estão decididos em deixar o clube e levarem a licença desportiva (que garante a participação na II Liga ou eventualmente até para a I) para outras paragens. Fala se no Espinho (distrital de Aveiro) como nova paragens destes "investidores".
Ao UDV está no horizonte: receber 190 mil euros pelos 10% restantes e se quiserem que um clube com o nome UDV volte a competir, refundar a partir do 0.
Futebol moderno.
Quem não sente não é filho de boa gente.
(S)oon(C)hampion(B)raga
(S)oon(C)hampion(B)raga Equipa Principal
  • *****
  • 7582
  Re: Futebol português em debate
« Responder #2396 em: 21 de Dezembro de 2022, 06:23 »
https-://youtu.be/Jk2FFrKKb1o
Pedro Bala
Pedro Bala Equipa Principal
  • *****
  • 1937
  Re: Futebol português em debate
« Responder #2397 em: 21 de Dezembro de 2022, 09:22 »
Mas esses gajos não desistem?
(S)oon(C)hampion(B)raga
(S)oon(C)hampion(B)raga Equipa Principal
  • *****
  • 7582
  Re: Futebol português em debate
« Responder #2398 em: 21 de Dezembro de 2022, 22:32 »
















https-://youtu.be/Jk2FFrKKb1o
(S)oon(C)hampion(B)raga
(S)oon(C)hampion(B)raga Equipa Principal
  • *****
  • 7582
  Re: Futebol português em debate
« Responder #2399 em: 27 de Dezembro de 2022, 22:26 »
Batido recorde de adeptos banidos, mais de um terço são do Sporting
Relatório sobre violência associada ao desporto revela 335 pessoas impedidas de entrar em estádios


Na época 2021/2022 foram banidos dos estádios portugueses 335 adeptos, o que representa o «valor mais elevado de sempre numa só época desportiva», de acordo com um relatório sobre violência associada ao desporto (RAViD), divulgado pela Lusa.

«A entrada em vigor de 335 interdições de acesso a recinto desportivo constitui um aumento de 109,4 por cento comparativamente à época 2020/21, em que se registaram 160 medidas de interdição entradas em vigor», lê-se no documento.

O documento, que reúne informação proveniente das forças de segurança e das autoridades judiciárias e administrativas, dá conta de que as 335 medidas de interdição se concentraram em adeptos de cinco clubes (76,2%), sendo que os do Sporting representam mais de um terço dos casos.

No período em análise, foram 138 os adeptos dos leões banidos, seguido de Benfica (49), FC Porto (44), Sp. Braga (13) e Vitória de Guimarães (13).

A maioria dos motivos para a interdição esteve relacionada com posse ou uso de artefactos pirotécnicos (25), incitamento à violência, racismo, xenofobia (48) e agressões (17).

Quanto à distribuição etária, 29,9 por cento dos adeptos têm entre 16 e 20 anos, seguindo-se dos 21 aos 25 anos, com 29 por cento.

O relatório refere igualmente que 86,5 por cento dos adeptos são membros de Grupos Organizados de Adeptos (GOA) e 64,9 por cento das sanções acessórias de interdição de acesso a recintos desportivos entradas em vigor reportam-se a períodos entre oito e 12 meses.

A maioria das situações reporta-se ao futebol (97,3 por cento) e, em particular, Liga, na qual se contabilizam 59,6 por cento do total de interdições aplicadas nesta modalidade.

No total, foram registados 4.135 incidentes na época passada, 3.815 dos quais no futebol e 320 em outras modalidades, que resultaram em 843 suspeitos identificados e 135 detenções.

Dos 3.815 incidentes registados na última época desportiva no futebol, 38,7 por cento reportam-se a eventos da Liga (1.477 incidentes registados), seguindo-se a Liga 3, com 17,2 por cento (652), e a II Liga, com 11,2 por cento (427). No Campeonato de Portugal e as competições europeias tiveram 328 e 317 ocorrências, respetivamente.

O RAVid, feito pelo Ponto Nacional de Informações sobre Desporto (PNID), sediado na Polícia de Segurança Pública (PSP), e pela Autoridade para a Prevenção e Combate à Violência no Desporto (APCVD), destaca que se trata “do número mais elevado de sempre de medidas de interdição entradas em vigor numa só época desportiva em Portugal, o que reforça a tendência crescente de aplicação destas medidas».

@ https://maisfutebol.iol.pt/sporting/benfica/batido-recorde-de-adeptos-banidos-mais-de-um-terco-sao-do-sporting

os "tais" que dão mau nome ao futebol... os tais que dão mau nome ao "espetáculo" e afastam os cidadãos de bem dos estádios de futebol... 🤷🙄
https-://youtu.be/Jk2FFrKKb1o
 

Anuncios M
Anuncios M