Quantcast
Futebol português em debate
You are using an outdated browser. For a faster, safer browsing experience, upgrade for free today.
Anuncios M
Futebol português em debate
1250 Respostas
148654 Visualizações
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
rpo.castro
rpo.castro Equipa Principal
  • *****
  • 13315
  Re: Futebol português em debate
« Responder #1180 em: 20 de Novembro de 2020, 14:58 »
Diretor de tecnologia da FPF elogia sistema que Rui Pinto terá atacado

"Trabalhamos com um conjunto de parceiros reconhecidos internacionalmente", alega Hugo Freitas
(...)
em: https://bancada.pt/artigos/prolongamento/diretor-de-tecnologia-da-fpf-elogia-sistema-de-email-que-rui-pinto-tera-atacado
Lendo o texto completo, o Hugo Freitas tem razão: pode se investir muito em tecnologia mas se não se alterarem os comportamentos das pessoas, as falhas continuarão (é como o VAR, às vezes segue-se o protocolo outras ignora-se conforme der jeito).
Quem não sente não é filho de boa gente.
Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 11495
  Re: Futebol português em debate
« Responder #1181 em: 02 de Dezembro de 2020, 18:07 »
Covid-19: Pandemia tira 371 milhões de euros ao contributo do desporto para PIB português

Lisboa, 02 dez 2020 (Lusa) - Um estudo da Comissão Europeia (CE) sobre o impacto económico da covid-19 no setor do desporto dos 28 Estados-membros em 2020 aponta, no caso português, para uma redução de 371 milhões de euros do contributo para o PIB nacional.

"Todos os Estados-Membros (com exceção da República Checa) vão ver reduzido em pelo menos 10% o contributo do desporto para o PIB nacional. Para Portugal as previsões apontam para quebras diretas de 371 milhões de euros, correspondentes a 14,9%", segundo o documento, que está disponível no portal de internet do Comité Olímpico de Portugal (COP).

No relatório de Bruxelas, feito em conjunto com os Estados-Membros da União Europeia (UE) com o objetivo de ajudar a mitigar as consequências da pandemia no setor, foram analisados, por um lado, os impactos económicos a curto prazo, e por outro lado as iniciativas e medidas implementadas.

"Os dados recolhidos vieram confirmar que o setor do desporto será severamente afetado durante o ano de 2020, e que os efeitos negativos aumentam quanto mais restritivas forem as medidas impostas", lê-se no estudo.

Os dados deste trabalho foram calculados para o cenário mais próximo do que são as regras de restrições neste momento, e estimam que em 2020, na Europa a 28, há um decréscimo de 15,7%, ou seja, 56.930 milhões de euros, do contributo para o PIB, e de 17% no número de trabalhadores no setor.

O relatório vinca que, dentro da UE, cada país sofre de acordo com a escala da sua economia e do setor desportivo, ficando, neste caso, o impacto em Portugal (14,9%) um pouco abaixo da média comunitária (15,7%).

Também as medidas implementadas foram objeto de análise pela CE, concluindo-se que o apoio financeiro e fiscal foi uma das medidas mais utilizadas em toda a Europa, mas que a sua implementação difere entre os Estados-Membros.

"A curto prazo é sugerido que as organizações desportivas estejam coordenadas para que todas tenham acesso às oportunidades oferecidas a nível nacional e europeu. A longo prazo, a CE pretende criar planos para o setor que sejam transversais a todos os membros", remata o estudo.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.482.240 mortos resultantes de mais de 63,8 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 4.645 pessoas dos 303.846 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

DN // AJO

Lusa/fim

em: https://www.lusa.pt/article/wDObw_sOl7MZWFyWhrgPLzMSZM5iuSI1/covid-19-pandemia-tira-371-milh%C3%B5es-de-euros-ao-contributo-do-desporto-para-pib-portugu%C3%AAs
Anuncios M
Anuncios M
Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 11495
  Re: Futebol português em debate
« Responder #1182 em: 04 de Dezembro de 2020, 12:41 »
"Com medidas responsáveis, os adeptos podem voltar aos estádios"

"Com a aplicação de medidas responsáveis, os adeptos podem voltar e o futebol ganha novo ânimo", escreveu o dirigente, nas redes sociais.

Pedro Proença elogiava o facto de os adeptos do Arsenal terem voltado ao Estádio Emirates na quinta-feira para o jogo da Liga Europa com o Rapid Viena, ilustrando a sua publicação com uma foto em que se vê os sócios e os futebolistas a aplaudirem-se mutuamente, no final do encontro.

"Os 2.000 espetadores admitidos foram sujeitos a rigorosas medidas de segurança antes de entrarem, como a medição de temperatura antes da entrada, obrigatoriedade do uso de máscara durante o jogo, manutenção da distância de segurança e a colocação de desinfetante para as mãos um pouco por todo o estádio", exemplificou.

Em 7 de outubro, sete meses depois da suspensão do desporto em Portugal devido à covid-19, as seleções de Portugal e Espanha defrontaram-se para um particular no Estádio José Alvalade, em Lisboa, com a presença de 2.500 espetadores.

Dias depois, para a Liga Europa, no mesmo recinto, foram 5.000 os presentes nas bancadas frente à Suécia.

Ainda assim, os jogos de futebol em Portugal continuam a decorrer sem a presença de público.

Portugal contabiliza pelo menos 4.724 mortos associados à covid-19 em 307.618 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS).

em: https://www.noticiasaominuto.com/desporto/1640621/com-medidas-responsaveis-os-adeptos-podem-voltar-aos-estadios
Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 11495
  Re: Futebol português em debate
« Responder #1183 em: 05 de Dezembro de 2020, 09:05 »
« Última modificação: 05 de Dezembro de 2020, 10:33 por Lipeste »
Anuncios V
Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 11495
  Re: Futebol português em debate
« Responder #1184 em: 09 de Dezembro de 2020, 19:47 »
FPF distribui 4,2 milhões de euros de fundo da UEFA pelas I e II Ligas

Fundo de solidariedade é destinado ao desenvolvimento da formação.

(...)
em: https://www.publico.pt/2020/12/09/desporto/noticia/fpf-distribui-42-milhoes-euros-fundo-uefa-i-ii-ligas-1942379
Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 11495
  Re: Futebol português em debate
« Responder #1185 em: 11 de Dezembro de 2020, 17:04 »
Cartão Branco vai passar a ser utilizado em todas as associações do país

Só faltavam AF Porto, AF Vila Real e AF Bragança e agora todas as associações do país têm o cartão branco, que premeia o fair-play. O protocolo foi assinado esta quarta-feira pelas três referidas Associações, na sede da AF Porto, o que significa que o cartão passa a ser utilizado por todos os árbitros em todos os distritos de Portugal.

O evento contou com nomes conhecidos do futebol como José Fontelas Gomes, presidente do Conselho de Arbitragem da FPF, ou Luciano Gonçalves, líder da APAF, que comentou a introdução do cartão nas três associações de futebol.

«É uma medida positiva. Temos duas associações que têm o cartão branco há mais anos, Setúbal e Aveiro, e conseguimos perceber que nas competições jovens existe uma valorização nas coisas positivas muito maior. Existem menos cartões amarelos nos jogos de formação. Houve mais cartões brancos. Se calhar era uma forma de, com isto, fazer com que houvesse mais momentos positivos, que se calhar existem, mas não valorizamos porque nos focamos no negativo. Se tivéssemos o cartão branco, provavelmente aperceber-nos-íamos que existem mais momentos que deveriam ser valorizados», afirmou.

O presidente da APAF, questionado sobre se mostraria o cartão branco neste momento ao futebol português, respondeu: «Não sei bem se haveria alguém que merecesse o cartão branco».

em: https://www.zerozero.pt/news.php?id=306170
redandwhite Iniciados
  • *
  • 24
  Re: Futebol português em debate
« Responder #1186 em: 11 de Dezembro de 2020, 22:35 »
Estava a ver a primeira parte dos lagartos... Este Palhinha é um verdadeiro monstro. Tal como foi cá.
Irracionalmente ou não, era jogador para investir umas boas coroas quando nos foi possível.
RuberAlbus
RuberAlbus Equipa Reservas
  • ****
  • 939
  Re: Futebol português em debate
« Responder #1187 em: 11 de Dezembro de 2020, 23:08 »
Fico contente pelo sucesso dele, pois merece. Pena é ser no clube que é.
Anuncios M
Anuncios M
Satmar
Satmar Equipa Principal
  • *****
  • 2467
  Re: Futebol português em debate
« Responder #1188 em: 12 de Dezembro de 2020, 00:06 »
Fico contente pelo sucesso dele, pois merece. Pena é ser no clube que é.

Concordo. No entanto, tenho que admitir que Ruben Amorim tem de facto qualquer coisa de diferente. Consegue mexer com uma equipa e isso vê-se. Mas temos que olhar para nós e ver onde se pode melhorar. Palhinha teve uma bela passagem por cá, sempre com enorme profissionalismo. Faz parte da vida. Saber ser grato.
Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 11495
  Re: Futebol português em debate
« Responder #1189 em: 19 de Dezembro de 2020, 10:25 »
Covid-19: Liga de clubes estima perdas até 362 milhões de euros no futebol profissional

Um inquérito conduzido pela Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) junto das sociedades desportivas aponta para um impacto negativo da pandemia de covid-19 que pode atingir os 362 milhões de euros, anunciou hoje a entidade liderada por Pedro Proença.

"Os resultados comprovam que há um forte impacto, tanto a nível de receitas como de gastos, uma vez que, comparativamente à época 2018/19, registaram-se perdas de 100% na bilhética, 80% em quotas associativas, 70% em receitas de merchandising e ainda uma quebra de 15% nas receitas da atividade comercial", realçou em comunicado a Liga de clubes.

O inquérito realizado junto das 34 sociedades desportivas que compõem o quadro do futebol profissional luso visou aferir os impactos reais da pandemia sobre as receitas e gastos do primeiro trimestre da época 2020/21, chegando a números "preocupantes", vincou a Liga.

"Acresce ainda o facto de algumas notícias vindas a público darem conta de que a UEFA poderá fazer ajustes económicos à participação das sociedades desportivas nas competições internacionais, derivado ao facto de o próprio organismo estar a gerir as suas receitas. A estimativa deste inquérito dá conta da possibilidade de perdas a rondar os 31,2 milhões de euros", adiantou o organismo.

Mas o cenário de quebras de receitas não se fica por aqui, tendo em conta que "a possibilidade de os detentores dos direitos televisivos virem a resgatar valores é bem real, por não considerarem estar a ser compensados na totalidade das contrapartidas, ou como consequência de uma qualquer decisão que não permita o normal desenrolar das competições", assinalou a Liga, acrescentando que "este cenário representaria uma perda hipotética de aproximadamente 53,6 milhões de euros".

Segundo a entidade, no somatório de todos os cenários avaliados, as receitas, que se cifravam nos 858,3 milhões de euros, poderão oscilar entre os 581,4 milhões de euros (caso não se mantenham as verbas dos direitos televisivos e comerciais) e os 496 milhões de euros, implicando "perdas significativas" entre 276 milhões de euros a 362 milhões de euros, na indústria do futebol profissional.

A Liga frisou ainda que, em conjunto com este cenário, os gastos globais das sociedades desportivas dispararam consideravelmente, "agravando a preocupação em torno da solvabilidade do setor". Isto porque, no âmbito do atual panorama pandémico, surgiram avultadas despesas em testes para o novo coronavírus, desinfeções das instalações, material de proteção e custos com teletrabalho.

"Face a este cenário, as sociedades desportivas não conseguiram diminuir os gastos na proporção da diminuição das receitas, e têm-se deparado com um enorme desafio de manutenção dos postos de trabalho, com uma redução de apenas 10% nos custos com o pessoal", destacou.

Por fim, na análise dos resultados operacionais, é verificado que, com os pressupostos utilizados, o setor poderá de forma cumulativa vir a perder entre 136,4 milhões de euros a 221,2 milhões de euros, "valores que poderão ser dramáticos" para algumas sociedades desportivas e poderão implicar vários anos de recuperação para o futebol profissional, frisou a LPFP.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.662.792 mortos resultantes de mais de 74,8 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 5.977 pessoas dos 366.952 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

DN // AJO
Lusa

em: https://www.lusa.pt/article/g8pHOVl2Snz15O4kRy4l8zMSZM5iuSI1/covid-19-liga-de-clubes-estima-perdas-at%C3%A9-362-milh%C3%B5es-de-euros-no-futebol-profissional
Rondo
Rondo Equipa Reservas
  • ****
  • 851
  Re: Futebol português em debate
« Responder #1190 em: 19 de Dezembro de 2020, 22:23 »
Em Alvalade, arbitragem condizente com o aspeto do estádio... um circo.
"100% de respeito e 0% de medo"
Anuncios G
AMartins
AMartins Equipa Principal
  • *****
  • 2724
  Re: Futebol português em debate
« Responder #1191 em: 19 de Dezembro de 2020, 22:26 »
Em Alvalade, arbitragem condizente com o aspeto do estádio... um circo.
Na imagem (única) que foi mostrada com o ângulo por trás da baliza é visível o toque do GR na bola.
Layne Staley
Layne Staley Equipa Principal
  • *****
  • 4385
  Re: Futebol português em debate
« Responder #1192 em: 19 de Dezembro de 2020, 22:26 »
Mudou a regra, já não é o guarda redes que não pode ser incomodado na pequena área mas sim o avançado.

Aqui está a diferença, nos tivemos de suar para ganhar ao farense, estes tiveram a ajuda do costume.
Sérgio Gonçalves
Sérgio Gonçalves Equipa Principal
  • *****
  • 3267
  Re: Futebol português em debate
« Responder #1193 em: 19 de Dezembro de 2020, 22:26 »
Em Alvalade, arbitragem condizente com o aspeto do estádio... um circo.
É um penalti que mostra a facilidade com alguns são empurrados para cima. Não me parece escandaloso mas duvido que fosse marcado ao contrário.

Enviado do meu ANE-LX1 através do Tapatalk

Sócio nº 2014
SEMPRESCB
SEMPRESCB Equipa Principal
  • *****
  • 3853
  Re: Futebol português em debate
« Responder #1194 em: 19 de Dezembro de 2020, 22:26 »
A pressão nojenta e a choradeira a dar a mama do costume, uma vergonha esta palhaçada! Como dizia o outro alguém tem de ajudar a pagar o RA e já que não é o boneco do Matheus Nunes é o artista do apito.
Viriato
Viriato Juniores
  • ***
  • 530
  Re: Futebol português em debate
« Responder #1195 em: 19 de Dezembro de 2020, 22:32 »
Vale tudo
Guerreiro03 Equipa Reservas
  • ****
  • 941
  Re: Futebol português em debate
« Responder #1196 em: 19 de Dezembro de 2020, 22:37 »
Pênalti ridículo

Enviado do meu Redmi Note 7 através do Tapatalk

amtbraga
amtbraga Equipa Principal
  • *****
  • 2069
  Futebol português em debate
« Responder #1197 em: 19 de Dezembro de 2020, 22:41 »
Este ano estão a fazer de tudo para fazerem do sporting campeão. Desde expulsão perdoada ao Coates por uma agressão clara, o Palhinha faz o que quer e mesmo com amarelo continua a fazer faltas que em qq outro campo daria para segundo amarelo. Mais um final de jogo triste, mas enfim, há que acabar com a seca, seja de que maneira for.
O penálti, se fosse connosco, não seria marcado, a não ser que fosse contra. Toca na bola e está na pequena área, do que percebo, não há falta nem motivo para penálti...
« Última modificação: 19 de Dezembro de 2020, 23:08 por amtbraga »
Orgulho Bracarense
joaoPC Juniores
  • ***
  • 262
  Re: Futebol português em debate
« Responder #1198 em: 19 de Dezembro de 2020, 22:54 »
Sou o único a achar que mesmo estando dentro da pequena área o guarda redes não pode atropelar e dar um soco no adversário?

P.s. O coates devia ter sido expulso
Magicobraga
Magicobraga Equipa Principal
  • *****
  • 7165
  • Saci Colorado
  Re: Futebol português em debate
« Responder #1199 em: 19 de Dezembro de 2020, 22:55 »
 

Anuncios M
Anuncios M