You are using an outdated browser. For a faster, safer browsing experience, upgrade for free today.
Anuncios M
Sondagem: Referendo sobre a venda do Estádio Municipal. Que caminho seguir para o futuro?
103 Respostas
5617 Visualizações
0 Membros e 2 Visitantes estão a ver este tópico.
PEDRØ XVI
PEDRØ XVI Equipa Principal
  • *****
  • 2545
Eu não percebo é a insistência desta gente no valor da renda.
Devem preferir que o Braga abandone o estádio e deixe de pagar a renda bem ou sustente grande parte dos custos de manutenção que este acarreta. Tanto o Braga como o município ficariam a ganhar certamente...
O valor da renda deve ser um valor justo e equilibrado para as 2 partes. Lá por em Braga só haver um clube para jogar no estádio não significa que o Braga tenha que lá jogar de borla por exemplo ou quase como é o caso. (a situação das rendas passou-se também com o Beira Mar, que penso agora ficou resolvido)
Estamos a falar de dinheiro que é de todos de um dos aldos e e estamos a falar de uma empresa que movimenta pelos dias de hoje dezenas de milhões de euros.
É que pela lógica da cidade precisa do Braga para utilizar o estádio se calhar a cidade também precisa da Bosh ou da aptiv e não é por isso que lhe constrói pavilhões e os deixa utilizar gratuitamente. Tem que haver bom senso das 2 partes quando se fazem este tipo de contratos e no caso do estádio não houve desde o início ao fim, foi um desbaratar de más decisões.
Em termos de imagem o Braga provavelmente até já devia ter negociado este contrato, podia pagar mais um pouco (em vez de pagar o preço de um T2 pagava o preço de uma vivenda de luxo), no fim matava um assunto que ao longo dos anos tem-lhe causado danos na imagem e tem servido de arma de arremesso politico e em termos de contas seria um acréscimo de 0,003% nas contas da SAD.

Quanto aos debates se forem feitos com seriedade são benvindos... mas duvido, pois partem inquinados à partida.
Desculpa mas não concordo. O pessoal esquece-se que o Braga paga a renda e grande parte das despesas que o estádio acarreta e que a CMB teria que pagar mesmo que o Braga não utilizasse o estádio, ou seja, a "renda" que para muita gente é de 500€ são na realidade valores muito próximos de 1M€/ano.
A comparação com a Bosch e Aptiv é totalmente descabida visto essas empresas vieram para cá por interesses próprios e não foi o município que lhes pediu por favor, enquanto o estádio foi feito propositadamente para a realização de eventos desportivos (futebol neste caso) e sem o Braga a pagar a renda mais grande parte das despesas a CMB teria ainda um prejuízo muito maior que o que vai acumulando actualmente.

O Braga paga a utilização do que gasta, da mesma forma que tu pagas a água, Luz, gaz, corte relvas, etc de uma casa que alugues.
Só a parte dos serviços e museu que o Braga utiliza no estádio se tivesse que pagar o aluguer desses espaços noutro local da cidade quanto custaria ao clube? (isto é só um exemplo) Certamente bem mais que os 500€ que paga. Como disse acima não me choca ser uma valor razoável, agora para pagar 500€ seria melhor não pagar nada porque o valor em si é ridículo, só serve para chacota. Além de que durante anos foi a Câmara a pagar tudo, só em 2013/14 isso terminou.
Se o Braga não jogasse lá os custos da Câmara não deveriam ser muito diferentes, estaria era abandonado certamente, em vez de relvado terias mato e o resto estaria a deteriorar-se por falta de uso. (quase o que acontece agora...)
A Bosh e Aptiv ninguém lhes pediu por favor? Infelizmente pedem por favor e muito mais que aquilo que imaginas seja em benefícios municipais (taxas municipais por exemplo) seja até nacionais (impostos), por norma para ter estas empresas é feito um verdadeiro regateio por vários países e ganha aquele que oferece mais. Mas são as empresas que fazem o investimento e pagam todos os seus custos, não fica o município com a despesa futura.
Além disso o Braga joga no municipal por interesse próprio, não é por pedido ou favor da Câmara. Ou seja, o interesse é do município em ter o estádio ocupado, mas diga-se é muito mais do Braga que nem sequer tinha onde jogar se não fosse o municipal.Em último caso teria o 1º Maio que nem daria para competições euroepeias.
Braga clarifica gastos com o estádio: "Superam os 750 mil euros por ano"
O PAF tinha acabado de dizer o que vem na notícia, logo no início da resposta dele...

Enviado do meu SM-J610FN através do Tapatalk
Se calhar convém ler a noticia toda...
O Braga não gasta só na electricidade, água, gás...
rpo.castro
rpo.castro Equipa Principal
  • *****
  • 12061
Eu não percebo é a insistência desta gente no valor da renda.
Devem preferir que o Braga abandone o estádio e deixe de pagar a renda bem ou sustente grande parte dos custos de manutenção que este acarreta. Tanto o Braga como o município ficariam a ganhar certamente...
O valor da renda deve ser um valor justo e equilibrado para as 2 partes. Lá por em Braga só haver um clube para jogar no estádio não significa que o Braga tenha que lá jogar de borla por exemplo ou quase como é o caso. (a situação das rendas passou-se também com o Beira Mar, que penso agora ficou resolvido)
Estamos a falar de dinheiro que é de todos de um dos aldos e e estamos a falar de uma empresa que movimenta pelos dias de hoje dezenas de milhões de euros.
É que pela lógica da cidade precisa do Braga para utilizar o estádio se calhar a cidade também precisa da Bosh ou da aptiv e não é por isso que lhe constrói pavilhões e os deixa utilizar gratuitamente. Tem que haver bom senso das 2 partes quando se fazem este tipo de contratos e no caso do estádio não houve desde o início ao fim, foi um desbaratar de más decisões.
Em termos de imagem o Braga provavelmente até já devia ter negociado este contrato, podia pagar mais um pouco (em vez de pagar o preço de um T2 pagava o preço de uma vivenda de luxo), no fim matava um assunto que ao longo dos anos tem-lhe causado danos na imagem e tem servido de arma de arremesso politico e em termos de contas seria um acréscimo de 0,003% nas contas da SAD.

Quanto aos debates se forem feitos com seriedade são benvindos... mas duvido, pois partem inquinados à partida.
Desculpa mas não concordo. O pessoal esquece-se que o Braga paga a renda e grande parte das despesas que o estádio acarreta e que a CMB teria que pagar mesmo que o Braga não utilizasse o estádio, ou seja, a "renda" que para muita gente é de 500€ são na realidade valores muito próximos de 1M€/ano.
A comparação com a Bosch e Aptiv é totalmente descabida visto essas empresas vieram para cá por interesses próprios e não foi o município que lhes pediu por favor, enquanto o estádio foi feito propositadamente para a realização de eventos desportivos (futebol neste caso) e sem o Braga a pagar a renda mais grande parte das despesas a CMB teria ainda um prejuízo muito maior que o que vai acumulando actualmente.

O Braga paga a utilização do que gasta, da mesma forma que tu pagas a água, Luz, gaz, corte relvas, etc de uma casa que alugues.
Só a parte dos serviços e museu que o Braga utiliza no estádio se tivesse que pagar o aluguer desses espaços noutro local da cidade quanto custaria ao clube? (isto é só um exemplo) Certamente bem mais que os 500€ que paga. Como disse acima não me choca ser uma valor razoável, agora para pagar 500€ seria melhor não pagar nada porque o valor em si é ridículo, só serve para chacota. Além de que durante anos foi a Câmara a pagar tudo, só em 2013/14 isso terminou.
Se o Braga não jogasse lá os custos da Câmara não deveriam ser muito diferentes, estaria era abandonado certamente, em vez de relvado terias mato e o resto estaria a deteriorar-se por falta de uso. (quase o que acontece agora...)
A Bosh e Aptiv ninguém lhes pediu por favor? Infelizmente pedem por favor e muito mais que aquilo que imaginas seja em benefícios municipais (taxas municipais por exemplo) seja até nacionais (impostos), por norma para ter estas empresas é feito um verdadeiro regateio por vários países e ganha aquele que oferece mais. Mas são as empresas que fazem o investimento e pagam todos os seus custos, não fica o município com a despesa futura.
Além disso o Braga joga no municipal por interesse próprio, não é por pedido ou favor da Câmara. Ou seja, o interesse é do município em ter o estádio ocupado, mas diga-se é muito mais do Braga que nem sequer tinha onde jogar se não fosse o municipal.Em último caso teria o 1º Maio que nem daria para competições euroepeias.
Braga clarifica gastos com o estádio: "Superam os 750 mil euros por ano"
O PAF tinha acabado de dizer o que vem na notícia, logo no início da resposta dele...

Enviado do meu SM-J610FN através do Tapatalk
Se calhar convém ler a noticia toda...
O Braga não gasta só na electricidade, água, gás...
Não, gasta também nos camarotes e zonas corporate. Ah e na organização de jogos (que roubo, deveria ser a Câmara). E passou a fazer do relvado (outro roubo).

Aluga um T3 e diz que só pagas o preço de 1 T0 porque vais pagar água luz e gas, e ainda vais ter de fazer obras para receber convidados vip e tens festas para organizar que te custam balbúrdio. E o senhorio ainda tem sorte por fazeres o favor.


Não sei como se defende que pagar 500€ por mês à CMB pelo uso de um estadio (mesmo que fosse um velho) não é um absurdo.
Aliás quanto cobra o clube à SAD por esse aluguer?

Enviado do meu SM-J610FN através do Tapatalk

Quem não sente não é filho de boa gente.
Anuncios M
Anuncios M
asdf Iniciados
  • *
  • 44
Um novo contrato de 5 a 10 k por mês de utilização, na minha opinião seria o mais indicado.
Somos Braga! Equipa Principal
  • *****
  • 1132
Um novo contrato de 5 a 10 k por mês de utilização, na minha opinião seria o mais indicado.
A SAD paga ao clube 12,5 k por mês pelo uso do estádio. O valor é depois usado nas  modalidades.

Enviado do meu VTR-L09 através do Tapatalk

O verdadeiro adepto vê-se nas derrotas!
 

Anuncios M
Anuncios M