Quantcast
Bracara Augusta - Vivendo a cidade mais antiga de Portugal
You are using an outdated browser. For a faster, safer browsing experience, upgrade for free today.
Anuncios M
Bracara Augusta - Vivendo a cidade mais antiga de Portugal
364 Respostas
83521 Visualizações
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
PAF Equipa Principal
  • *****
  • 5915
  Re: Bracara Augusta - Vivendo a cidade mais antiga de Portugal
« Responder #340 em: 28 de Setembro de 2021, 00:08 »
Acabou por ser um resultado normal. A única coisa estranha foi a sondagem da semana passada que dava 55% ou algo do género à coligação, no fim provavelmente acabou a prejudicar a coligação. Em todo o caso continuam com maioria no executivo e não devem ter qualquer problema na Assembleia municipal.
Este vai ser um mandato fundamental para a cidade, não tanto pela Câmara e pelo seu programa, mas mais pelo que a cidade pode ganhar em projetos fundamentais para o futuro, desde logo Braga 2027 (não vai ser fácil ganhar), nó de Infias (que nem é responsabilidade da Câmara), a circular que liga Rume/Real ao E leclerc (que também não é responsabilidade da Câmara). Sendo que esta última ajudaria a resolver parte do problema de infias, reformular a Central camionagem e na cidade fica a faltar o 1º de maio em termos de edifícios grandes. (se não me falha nenhum)
Mas mais que estes projetos mais mediáticos, importa em minha opinião as pessoas e a captação de investimento, isso é que garante o futuro da cidade e do país.
Legião
Legião Equipa Principal
  • *****
  • 9463
  • Mágico Braga, Amor Eterno
  Re: Bracara Augusta - Vivendo a cidade mais antiga de Portugal
« Responder #341 em: 11 de Fevereiro de 2022, 16:25 »
Artigo sobre Braga no Expresso/SIC Notícias:
https://www.facebook.com/43218682948/posts/10159366982692949/
« Última modificação: 11 de Fevereiro de 2022, 17:47 por Legião »
Bracara Avgvsta - Fidelis et antiqva
Anuncios M
Anuncios M
Legião
Legião Equipa Principal
  • *****
  • 9463
  • Mágico Braga, Amor Eterno
  Re: Bracara Augusta - Vivendo a cidade mais antiga de Portugal
« Responder #342 em: 12 de Março de 2022, 17:40 »
Ponta Delgada, Braga, Aveiro e Évora finalistas a Capital Europeia da Cultura em 2027

Das 12 candidaturas originalmente apresentadas, Coimbra, Faro, Funchal, Guarda, Leiria, Oeiras, Viana do Castelo e Vila Real ficaram de fora.

As cidades de Ponta Delgada, Braga, Aveiro e Évora são finalistas a Capital Europeia da Cultura em 2027, anunciou esta sexta-feira a organização, em Lisboa.

Estas quatro cidades foram escolhidas entre 12 municípios que apresentaram uma candidatura e passam para a fase final do processo de escolha da Capital Europeia da Cultura em 2027.
Foram submetidas candidaturas por Aveiro, Braga, Coimbra, Évora, Faro, Funchal, Guarda, Leiria, Oeiras, Ponta Delgada, Viana do Castelo e Vila Real.

O anúncio das cidades finalistas foi feito esta sexta-feira em conferência de imprensa no Centro Cultural de Belém, em Lisboa, no culminar de uma semana de audiências com as delegações de cada cidade candidata.

As candidaturas foram avaliadas por um júri que integrou representantes do Parlamento Europeu, do Conselho Europeu, da Comissão Europeia, do Comité das Regiões e do Ministério da Cultura de Portugal.

No anúncio das quatro cidades finalistas, a presidente do júri, Beatriz Garcia, nomeada pela Comissão Europeia, afirmou que em todas as candidaturas apresentadas se verificou a existência de "uma dimensão poética e [de] uma verdadeira celebração da língua portuguesa".

Na sessão, a ministra da Cultura, Graça Fonseca, enalteceu o elevado número de cidades candidatas e sublinhou que a vencedora deverá "implementar uma visão estratégica para a Cultura, e que não se circunscreva a curto prazo".

Graça Fonseca apelou ainda a que o projeto cultural da cidade vencedora privilegie "o envolvimento de todos os cidadãos e em especial os grupos sociais sub-representados e em risco de exclusão".

De acordo com o Gabinete de Estratégia, Planeamento e Avaliação Culturais (GEPAC), a cidade escolhida para Capital Europeia da Cultural 2027 será designada entre dezembro deste ano e janeiro de 2023.

Em 2020, o Ministério da Cultura revelou que a verba disponível para a Capital Europeia da Cultura 2027 será de 25 de milhões de euros.

A Capital Europeia da Cultura é uma iniciativa comunitária, que teve início em 1985 e tem como objetivo promover anualmente a dinamização cultural e a qualidade de vida de diferentes cidades da Europa.

No passado, três cidades portuguesas receberam o título de Capital Europeia da Cultura: Lisboa, em 1994, Porto, em 2001, e Guimarães, em 2012.

Em 2027, o título de Capital Europeia da Cultura vai ser partilhado entre uma cidade portuguesa e uma da Letónia.

Este ano, as capitais europeias da Cultura são Novi Sad, na Sérvia, Esch-sur-Alzette, no Luxemburgo, e Kaunas, na Lituânia.

Atenas foi a escolha para a primeira Capital Europeia da Cultura em 1985.

Em https://www.tsf.pt/portugal/cultura/ponta-delgada-braga-aveiro-e-evora-finalistas-a-capital-europeia-da-cultura-em-2027-14672469.html
Bracara Avgvsta - Fidelis et antiqva
RIKYSCB
RIKYSCB Equipa Principal
  • *****
  • 1209
  • BRAGA - CIDADE DAS CONQVISTAS
  Re: Bracara Augusta - Vivendo a cidade mais antiga de Portugal
« Responder #343 em: 16 de Março de 2022, 21:20 »
Depois de ver o vídeo da vinda da família ucraniana para aqui, deu me um orgulho sobre o nosso clube.
Como disse alguem "o futebol é das coisas mais importantes das menos importantes da vida".
Parabéns ao Sc Braga 👏👏👏
Força Braga - Com raça e atitude é meio caminho para ganhar os jogos!!
NightHawk
NightHawk Equipa Principal
  • *****
  • 4637
  Re: Bracara Augusta - Vivendo a cidade mais antiga de Portugal
« Responder #344 em: 09 de Maio de 2022, 14:42 »
Uma opinião se calhar um bocado polémica, mas aqui vai.
A Rampa da Falperra não se está a tornar uma valente seca?
Uma prova que "no meu tempo" acabava sempre pelas 13h ou 14h agora acaba perto das 18h, praticamente com os mesmo número de participantes, porque na maior parte do tempo está tudo parado à espera que reboquem alguém? Ainda ontem um espanhol deu um toquezinho na curva do Papa, nada de mais, e demoraram quase 1h para o tirar de lá. Fui acompanhando a transmissão e estava mais tempo parada à espera de desimpedirem a pista do que carros a correr. Aquilo demorou quase 9 horas para apenas 3 subidas!

Claro que a segurança está acima de tudo e talvez não haja outra forma, mas mesmo na F1 quase todos os GPs aparece o safety car mesmo para carros que ficam fora da pista...

Não sou um "die hard fan" de desportos motorizados mas gosto de ver e fui muitas vezes à Falperra, sei que muita gente não vai só pela competição mas pelo convívio, mas ainda assim, não sei até que ponto estas novas regras não estão a tirar adeptos... (novamente digo, se calhar tem mesmo que ser assim e não há outra solução porque a segurança é inegociável, percebo perfeitamente).

E acho que provavelmente alguns milhares que ainda iam descer para a pedreira ficaram lá retidos porque aquilo acabou já quase em cima do início do jogo do Braga.
« Última modificação: 09 de Maio de 2022, 14:44 por NightHawk »
rpo.castro
rpo.castro Equipa Principal
  • *****
  • 16336
  Re: Bracara Augusta - Vivendo a cidade mais antiga de Portugal
« Responder #345 em: 09 de Maio de 2022, 15:21 »
Uma opinião se calhar um bocado polémica, mas aqui vai.
A Rampa da Falperra não se está a tornar uma valente seca?
Uma prova que "no meu tempo" acabava sempre pelas 13h ou 14h agora acaba perto das 18h, praticamente com os mesmo número de participantes, porque na maior parte do tempo está tudo parado à espera que reboquem alguém? Ainda ontem um espanhol deu um toquezinho na curva do Papa, nada de mais, e demoraram quase 1h para o tirar de lá. Fui acompanhando a transmissão e estava mais tempo parada à espera de desimpedirem a pista do que carros a correr. Aquilo demorou quase 9 horas para apenas 3 subidas!

Claro que a segurança está acima de tudo e talvez não haja outra forma, mas mesmo na F1 quase todos os GPs aparece o safety car mesmo para carros que ficam fora da pista...

Não sou um "die hard fan" de desportos motorizados mas gosto de ver e fui muitas vezes à Falperra, sei que muita gente não vai só pela competição mas pelo convívio, mas ainda assim, não sei até que ponto estas novas regras não estão a tirar adeptos... (novamente digo, se calhar tem mesmo que ser assim e não há outra solução porque a segurança é inegociável, percebo perfeitamente).

E acho que provavelmente alguns milhares que ainda iam descer para a pedreira ficaram lá retidos porque aquilo acabou já quase em cima do início do jogo do Braga.
Acho que foi novidade este ano (o ano passado não conta porque era o Masters e a provar era muito mais curta só com 2000 e pouco metros) de os pilotos para o Campeonato Europeu fazerem todas as subidas oficiais no domingo em vez de 1 no sábado e 2 no domingo como era habitual e como fizeram os pilotos nacionais (a primeira da manhã para os pilotos nacionais foi de treino).
Os participantes desde 2016 são os mesmos (estão no limite) só que agora acaba por haver mais categoriazinhas da treta (nalgumas parecem iguais) e isso também atrasa as coisas.
Quanto aos acidentes, se o gajo não consegue sair por meios próprios nada a fazer senão esperar. Vai se fazer o quê? Abrir o rail e enviar o gajo serra abaixo? Ontem no GP de Miami de F1, que têm gruas por tudo quanto é sitio, perderam-se qualquer coisa como 10 (se não mais) voltas quando o carro do Lando Norris estava mesmo junto a uma saída.
A segurança aumentou é verdade, mas não vejo no caso da rampa a diferença que possa fazer para se "tornar seca". Iria se correr com o gajo ali parado?
Acho que a única coisa que mudou é que antigamente só via a rampa quem lá estava ou quando muito a transmissão da RTP que dava só os principais pilotos, que à partida batem menos. Com o streaming estás o dia todo a ver os gajos todos. E se não estiveres no monte rodeado de gente, com as mãos ocupadas de uma loura ou de uns bolinhos de bacalhau, é capaz de ser chato (até porque um gajo no youtube tem já por hábito dar duplo clique para avançar as partes chatas).

Por isso não acho que a rampa que esteja a mudar, nem acho que tenha margem para mudar (para o bem e para o mal). Como em tudo, os espectadores é que estão a mudar. Obviamente que a tendência dos desportos é cair nos fans hardcore, daí que tentem mudar formatos, arranjar Drive to Survive's e afins para trazer novos públicos e se nos queixemos que o EMB tem menos gente.

Sobre a segurança também é uma questão de não retorno. É impensável não melhorar. Quando acontecem acidentes como os que vitimaram Jules Bianchi, Antoine Hubert, como os que aconteciam prova sim, prova sim na sequência Eau Rouge-Radillon em Spa, é impossível continuar como se nada fosse. Talvez em provas regionais (Ilha de Mann), não nas categorias de topo.
Quem não sente não é filho de boa gente.
NightHawk
NightHawk Equipa Principal
  • *****
  • 4637
  Re: Bracara Augusta - Vivendo a cidade mais antiga de Portugal
« Responder #346 em: 09 de Maio de 2022, 15:37 »
Certo, por isso que eu disse "se calhar tem mesmo que ser assim e não há outra solução porque a segurança é inegociável, percebo perfeitamente".

Ainda assim aquela situação do espanhol Fombona para mim foi completamente ridícula. Um "toquezinho de nada de lado", num sítio com uma abertura logo ali (curva do Papa) e demoraram quase 1h para recomeçar! Imagino se tivesse sido um acidente do tamanho do do Norris na F1 cancelavam a corrida então porque iam estar ali 3h para o tirar de lá.

Estar ali 9h seguidas para 3 subidas pareceu-me um exagero quando não houve um único acidente grave (e ainda bem). Mas lá está, é a opinião de um fã ocasional que não tem muito conhecimento de causa. Mas como eu poderão haver outros que acabam por perder interesse na prova.

(S)oon(C)hampion(B)raga
(S)oon(C)hampion(B)raga Equipa Principal
  • *****
  • 8265
  Re: Bracara Augusta - Vivendo a cidade mais antiga de Portugal
« Responder #347 em: 09 de Maio de 2022, 16:11 »
Certo, por isso que eu disse "se calhar tem mesmo que ser assim e não há outra solução porque a segurança é inegociável, percebo perfeitamente".

Ainda assim aquela situação do espanhol Fombona para mim foi completamente ridícula. Um "toquezinho de nada de lado", num sítio com uma abertura logo ali (curva do Papa) e demoraram quase 1h para recomeçar! Imagino se tivesse sido um acidente do tamanho do do Norris na F1 cancelavam a corrida então porque iam estar ali 3h para o tirar de lá.

Estar ali 9h seguidas para 3 subidas pareceu-me um exagero quando não houve um único acidente grave (e ainda bem). Mas lá está, é a opinião de um fã ocasional que não tem muito conhecimento de causa. Mas como eu poderão haver outros que acabam por perder interesse na prova.

e não sei se soubeste a "novidade"... grande parte do troço para ir para lá para "aquele lugar" ver era a pagar bilhete!!!!  ;D ;D ;D ;D ;D

quanto a desportos motorizados... que não ligo puto... só deixo as seguintes questões:

então o petróleo não é limitado???? então o petróleo não está quase a acabar no planeta terra???? ou é tudo interesses para vender ao preço que querem e enriquecer????
Anuncios M
Anuncios M
tiago1992 Equipa Principal
  • *****
  • 1911
  Re: Bracara Augusta - Vivendo a cidade mais antiga de Portugal
« Responder #348 em: 09 de Maio de 2022, 16:23 »
Uma opinião se calhar um bocado polémica, mas aqui vai.
A Rampa da Falperra não se está a tornar uma valente seca?
Uma prova que "no meu tempo" acabava sempre pelas 13h ou 14h agora acaba perto das 18h, praticamente com os mesmo número de participantes, porque na maior parte do tempo está tudo parado à espera que reboquem alguém? Ainda ontem um espanhol deu um toquezinho na curva do Papa, nada de mais, e demoraram quase 1h para o tirar de lá. Fui acompanhando a transmissão e estava mais tempo parada à espera de desimpedirem a pista do que carros a correr. Aquilo demorou quase 9 horas para apenas 3 subidas!

Claro que a segurança está acima de tudo e talvez não haja outra forma, mas mesmo na F1 quase todos os GPs aparece o safety car mesmo para carros que ficam fora da pista...

Não sou um "die hard fan" de desportos motorizados mas gosto de ver e fui muitas vezes à Falperra, sei que muita gente não vai só pela competição mas pelo convívio, mas ainda assim, não sei até que ponto estas novas regras não estão a tirar adeptos... (novamente digo, se calhar tem mesmo que ser assim e não há outra solução porque a segurança é inegociável, percebo perfeitamente).

E acho que provavelmente alguns milhares que ainda iam descer para a pedreira ficaram lá retidos porque aquilo acabou já quase em cima do início do jogo do Braga.

Eu também não sou fã e não percebo mesmo nada, tanto é que nunca fui ver nenhuma vez mesmo tendo amigos que vão para lá acampar os dias todos. Mas esses meus amigos que gostam daquilo vieram de lá a dizer precisamente isso que tu dizes. E sim houve muita gente que lá foi que depois acabou por não ir ao estádio, sendo que a demora não foi o único motivo mas que contribuiu e muito.
PAF Equipa Principal
  • *****
  • 5915
  Re: Bracara Augusta - Vivendo a cidade mais antiga de Portugal
« Responder #349 em: 10 de Maio de 2022, 00:17 »
Penso que no domingo por norma antigamente havia 2 subidas e acabava já bem depois da 1h da tarde. Mas lembro-me de mais que uma vez de acabar às 3 ou 4 da tarde, incluindo até tenho breves memórias de o Braga estar a jogar e os carros a correr e se ouvir o barulho, isto nos anos 90.
Obviamente a segurança hoje em dia é o mais importante da prova, sem segurança, não há público nem patrocinadores. as mortes que se verificaram nos anos 90 e penso que já em 2000, não podem acontecer nos dias de hoje numa prova destas. Um carro bate, podem perfeitamente perder 2 horas a mudar o rail, isso é o mais importante.
Claro que para quem vê na net torna-se chato, mas é o que é. è um pouco como os jogos que acabam 0-0, com as equipas a dar sono.

E no fim a rampa acaba por ser os copos e o convívio (o que o futebol não é hoje), se fosse pelos carros, não ia lá 10% das pessoas, vale a pena pelos 20 primeiros se tanto, o resto é para encher programa.

Legião
Legião Equipa Principal
  • *****
  • 9463
  • Mágico Braga, Amor Eterno
  Re: Bracara Augusta - Vivendo a cidade mais antiga de Portugal
« Responder #350 em: 09 de Agosto de 2022, 10:32 »
O Hospital de Braga anunciou que o Serviço de Urgência de Ginecologia e Obstetrícia se encontra "totalmente reestabelecido" e "sem qualquer previsão de encerramento num futuro próximo":

https://visao.sapo.pt/visaosaude/2022-08-08-urgencia-de-obstetricia-de-braga-nao-deve-voltar-a-fechar-num-futuro-proximo/
Bracara Avgvsta - Fidelis et antiqva
Anuncios G
Legião
Legião Equipa Principal
  • *****
  • 9463
  • Mágico Braga, Amor Eterno
  Re: Bracara Augusta - Vivendo a cidade mais antiga de Portugal
« Responder #351 em: 17 de Agosto de 2022, 10:11 »
Jornal britânico aponta Braga como uma das melhores cidades da Europa longe das capitais

O jornal Metro UK elaborou uma lista de cidades europeias longe das capitais que devem ser visitadas e Braga é uma das quatro sugestões.

“Gosta de lugares históricos? A cidade mais antiga de Portugal guarda em si uma catedral do século XII [a Sé], dois conjuntos de ruínas romanas, praças do século XVII e até umas escadas extravagantes de estilo barroco que nos leva ao Santuário do Bom Jesus do Monte”, descreve o jornal.

O Metro UK destaca ainda a proximidade das praias, os restaurantes baratos, o Mercado Municipal e as frigideiras.

Além de Braga, são destacadas Gouda, na Holanda, Lausanne, na Suíça, e Nantes, em França.

Em https://ominho.pt/jornal-britanico-aponta-braga-como-uma-das-melhores-cidades-da-europa-longe-das-capitais/?fbclid=IwAR2fo0-VUMIICpP1xJTeQP71w0nXjAt8hC9rruLkXDF0r1GlBfDMYxE5kU4
Bracara Avgvsta - Fidelis et antiqva
Legião
Legião Equipa Principal
  • *****
  • 9463
  • Mágico Braga, Amor Eterno
  Re: Bracara Augusta - Vivendo a cidade mais antiga de Portugal
« Responder #352 em: 02 de Setembro de 2022, 15:35 »
A quem der jeito, download do programa da Noite Branca com horário dos espectáculos/exposições e localização dos mesmos:

https://noitebrancabraga.com/wp-content/uploads/2022/09/programa-website.pdf
Bracara Avgvsta - Fidelis et antiqva
rpo.castro
rpo.castro Equipa Principal
  • *****
  • 16336
  Re: Bracara Augusta - Vivendo a cidade mais antiga de Portugal
« Responder #353 em: 10 de Dezembro de 2022, 09:54 »
Ate amanhã Aldeia de Natal em Santa Lucrécia
Quem não sente não é filho de boa gente.
Zav
Zav Equipa Principal
  • *****
  • 3390
  • SEMPRE S.C. BRAGA!
  Re: Bracara Augusta - Vivendo a cidade mais antiga de Portugal
« Responder #355 em: 16 de Dezembro de 2022, 12:47 »
Para celebrar o Natal, em Braga, e apresentar-lhe o delicioso Bolo-Rei confecionado pelas pastelarias de Braga, a Associação Empresarial de Braga, com o apoio do Município de Braga, convida-o a participar em mais uma edição do Bolo Rei Gigante, amanhã, dia 17 de dezembro, pelas 17h00, junto ao Mercado de Natal.

Vão ser cerca de 150 metros de comprimento de bolo-rei que vão ser, uma vez mais, confecionados pelas pastelarias de Braga e oferecidos à população. A degustação é acompanhada de favaítos, oferecidos pela Adega de Favaios.

São quase quatro dezenas de pastelarias de Braga que apresentam as suas especialidades, promovendo um momento de confraternização entre os bracarenses e os comerciantes e apelando à preferência pelo comércio tradicional.

Esta edição contará com a presença do plantel do SCBraga que irá premiar os consumidores com bolas e t-shirts autografadas.
Legião
Legião Equipa Principal
  • *****
  • 9463
  • Mágico Braga, Amor Eterno
  Re: Bracara Augusta - Vivendo a cidade mais antiga de Portugal
« Responder #356 em: 18 de Dezembro de 2022, 12:47 »
Câmara de Braga vai atribuir 200 euros por cada nascimento ou adoção no concelho

A Câmara explica que o apoio financeiro de 200 euros será atribuído às crianças nascidas entre 1 de janeiro e 31 de dezembro de 2023, cujos agregados familiares tenham residência fiscal em Braga.

O incentivo será também concedido a crianças com idade igual ou inferior a 6 anos que sejam adotadas durante o próximo ano

A Câmara de Braga vai atribuir um apoio de 200 euros por cada nascimento ou adoção, numa medida que visa contribuir para salvaguardar o futuro geracional da população do concelho e para a fixação de residentes, foi esta terça-feira anunciado.

Em comunicado, a Câmara explica que o apoio financeiro de 200 euros será atribuído às crianças nascidas entre 1 de janeiro e 31 de dezembro de 2023, cujos agregados familiares tenham residência fiscal em Braga, no mínimo há um ano antes da data de nascimento.

O incentivo será também concedido a crianças com idade igual ou inferior a 6 anos que sejam adotadas durante o próximo ano.

De acordo com o regulamento do programa “Braga Mais Família”, o apoio será atribuído numa prestação única, por cada nascimento ou adoção, “mediante comprovativo de despesas efetuadas em bens e serviços considerados indispensáveis ao desenvolvimento saudável da criança”.

O presidente da Câmara de Braga, Ricardo Rio, refere que a autarquia “tem vindo a assumir um papel importante e relevante nesta área, através da implementação de diversas medidas de apoios às famílias”.

“Ainda assim, urge adotar medidas concretas que contribuam para salvaguardar o futuro geracional da população do concelho e para a fixação de residentes”, refere.

Este apoio será atribuído a um dos progenitores, casados ou que vivam em união de facto, com quem a criança resida, ou ao progenitor que tiver a sua guarda ou ainda a qualquer pessoa singular a quem, por decisão judicial ou administrativa, a criança esteja confiada e com quem a mesma resida, nomeadamente por adoção.

O pedido de apoio terá de ser efetuado mediante o preenchimento de um formulário que deverá ser entregue no Balcão Único ou remetido por correio ou via eletrónica.

O programa vai ser votado na próxima reunião do executivo e entrará em vigor após publicação em Diário da República.

Em https://observador.pt/2022/12/13/camara-de-braga-vai-atribuir-200-euros-por-cada-nascimento-ou-adocao-no-concelho/
« Última modificação: 18 de Dezembro de 2022, 12:51 por Legião »
Bracara Avgvsta - Fidelis et antiqva
(S)oon(C)hampion(B)raga
(S)oon(C)hampion(B)raga Equipa Principal
  • *****
  • 8265
  Re: Bracara Augusta - Vivendo a cidade mais antiga de Portugal
« Responder #357 em: 18 de Dezembro de 2022, 19:23 »
Câmara de Braga vai atribuir 200 euros por cada nascimento ou adoção no concelho

A Câmara explica que o apoio financeiro de 200 euros será atribuído às crianças nascidas entre 1 de janeiro e 31 de dezembro de 2023, cujos agregados familiares tenham residência fiscal em Braga.

O incentivo será também concedido a crianças com idade igual ou inferior a 6 anos que sejam adotadas durante o próximo ano

A Câmara de Braga vai atribuir um apoio de 200 euros por cada nascimento ou adoção, numa medida que visa contribuir para salvaguardar o futuro geracional da população do concelho e para a fixação de residentes, foi esta terça-feira anunciado.

Em comunicado, a Câmara explica que o apoio financeiro de 200 euros será atribuído às crianças nascidas entre 1 de janeiro e 31 de dezembro de 2023, cujos agregados familiares tenham residência fiscal em Braga, no mínimo há um ano antes da data de nascimento.

O incentivo será também concedido a crianças com idade igual ou inferior a 6 anos que sejam adotadas durante o próximo ano.

De acordo com o regulamento do programa “Braga Mais Família”, o apoio será atribuído numa prestação única, por cada nascimento ou adoção, “mediante comprovativo de despesas efetuadas em bens e serviços considerados indispensáveis ao desenvolvimento saudável da criança”.

O presidente da Câmara de Braga, Ricardo Rio, refere que a autarquia “tem vindo a assumir um papel importante e relevante nesta área, através da implementação de diversas medidas de apoios às famílias”.

“Ainda assim, urge adotar medidas concretas que contribuam para salvaguardar o futuro geracional da população do concelho e para a fixação de residentes”, refere.

Este apoio será atribuído a um dos progenitores, casados ou que vivam em união de facto, com quem a criança resida, ou ao progenitor que tiver a sua guarda ou ainda a qualquer pessoa singular a quem, por decisão judicial ou administrativa, a criança esteja confiada e com quem a mesma resida, nomeadamente por adoção.

O pedido de apoio terá de ser efetuado mediante o preenchimento de um formulário que deverá ser entregue no Balcão Único ou remetido por correio ou via eletrónica.

O programa vai ser votado na próxima reunião do executivo e entrará em vigor após publicação em Diário da República.

Em https://observador.pt/2022/12/13/camara-de-braga-vai-atribuir-200-euros-por-cada-nascimento-ou-adocao-no-concelho/

ccccccccccccccccccccccccrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrlllllllllllllllllllllllllhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu 200€???

vou já fazer 7 dúzias deles!!!!  ;D
(S)oon(C)hampion(B)raga
(S)oon(C)hampion(B)raga Equipa Principal
  • *****
  • 8265
  Re: Bracara Augusta - Vivendo a cidade mais antiga de Portugal
« Responder #358 em: 03 de Janeiro de 2023, 00:24 »
Câmara de Braga vai atribuir 200 euros por cada nascimento ou adoção no concelho

A Câmara explica que o apoio financeiro de 200 euros será atribuído às crianças nascidas entre 1 de janeiro e 31 de dezembro de 2023, cujos agregados familiares tenham residência fiscal em Braga.

O incentivo será também concedido a crianças com idade igual ou inferior a 6 anos que sejam adotadas durante o próximo ano

A Câmara de Braga vai atribuir um apoio de 200 euros por cada nascimento ou adoção, numa medida que visa contribuir para salvaguardar o futuro geracional da população do concelho e para a fixação de residentes, foi esta terça-feira anunciado.

Em comunicado, a Câmara explica que o apoio financeiro de 200 euros será atribuído às crianças nascidas entre 1 de janeiro e 31 de dezembro de 2023, cujos agregados familiares tenham residência fiscal em Braga, no mínimo há um ano antes da data de nascimento.

O incentivo será também concedido a crianças com idade igual ou inferior a 6 anos que sejam adotadas durante o próximo ano.

De acordo com o regulamento do programa “Braga Mais Família”, o apoio será atribuído numa prestação única, por cada nascimento ou adoção, “mediante comprovativo de despesas efetuadas em bens e serviços considerados indispensáveis ao desenvolvimento saudável da criança”.

O presidente da Câmara de Braga, Ricardo Rio, refere que a autarquia “tem vindo a assumir um papel importante e relevante nesta área, através da implementação de diversas medidas de apoios às famílias”.

“Ainda assim, urge adotar medidas concretas que contribuam para salvaguardar o futuro geracional da população do concelho e para a fixação de residentes”, refere.

Este apoio será atribuído a um dos progenitores, casados ou que vivam em união de facto, com quem a criança resida, ou ao progenitor que tiver a sua guarda ou ainda a qualquer pessoa singular a quem, por decisão judicial ou administrativa, a criança esteja confiada e com quem a mesma resida, nomeadamente por adoção.

O pedido de apoio terá de ser efetuado mediante o preenchimento de um formulário que deverá ser entregue no Balcão Único ou remetido por correio ou via eletrónica.

O programa vai ser votado na próxima reunião do executivo e entrará em vigor após publicação em Diário da República.

Em https://observador.pt/2022/12/13/camara-de-braga-vai-atribuir-200-euros-por-cada-nascimento-ou-adocao-no-concelho/



já são 300 pilas por bébé a r a lho!!!!!!!!! 💪💪💪💪💪💪💪

não sei é, depois das 300 pilas irem ao ar, que vai pagar os próximos (pelo menos) 18 anos... 🤷‍♂️🙄
(S)oon(C)hampion(B)raga
(S)oon(C)hampion(B)raga Equipa Principal
  • *****
  • 8265
  Re: Bracara Augusta - Vivendo a cidade mais antiga de Portugal
« Responder #359 em: 04 de Janeiro de 2023, 12:26 »
Câmara de Braga vai atribuir 200 euros por cada nascimento ou adoção no concelho

A Câmara explica que o apoio financeiro de 200 euros será atribuído às crianças nascidas entre 1 de janeiro e 31 de dezembro de 2023, cujos agregados familiares tenham residência fiscal em Braga.

O incentivo será também concedido a crianças com idade igual ou inferior a 6 anos que sejam adotadas durante o próximo ano

A Câmara de Braga vai atribuir um apoio de 200 euros por cada nascimento ou adoção, numa medida que visa contribuir para salvaguardar o futuro geracional da população do concelho e para a fixação de residentes, foi esta terça-feira anunciado.

Em comunicado, a Câmara explica que o apoio financeiro de 200 euros será atribuído às crianças nascidas entre 1 de janeiro e 31 de dezembro de 2023, cujos agregados familiares tenham residência fiscal em Braga, no mínimo há um ano antes da data de nascimento.

O incentivo será também concedido a crianças com idade igual ou inferior a 6 anos que sejam adotadas durante o próximo ano.

De acordo com o regulamento do programa “Braga Mais Família”, o apoio será atribuído numa prestação única, por cada nascimento ou adoção, “mediante comprovativo de despesas efetuadas em bens e serviços considerados indispensáveis ao desenvolvimento saudável da criança”.

O presidente da Câmara de Braga, Ricardo Rio, refere que a autarquia “tem vindo a assumir um papel importante e relevante nesta área, através da implementação de diversas medidas de apoios às famílias”.

“Ainda assim, urge adotar medidas concretas que contribuam para salvaguardar o futuro geracional da população do concelho e para a fixação de residentes”, refere.

Este apoio será atribuído a um dos progenitores, casados ou que vivam em união de facto, com quem a criança resida, ou ao progenitor que tiver a sua guarda ou ainda a qualquer pessoa singular a quem, por decisão judicial ou administrativa, a criança esteja confiada e com quem a mesma resida, nomeadamente por adoção.

O pedido de apoio terá de ser efetuado mediante o preenchimento de um formulário que deverá ser entregue no Balcão Único ou remetido por correio ou via eletrónica.

O programa vai ser votado na próxima reunião do executivo e entrará em vigor após publicação em Diário da República.

Em https://observador.pt/2022/12/13/camara-de-braga-vai-atribuir-200-euros-por-cada-nascimento-ou-adocao-no-concelho/



aqui em Braga dão 200 "paus" 😂😂😂😂😂

é melhor rir para não chorar... 🙄🤷‍♂️
 

Anuncios M