You are using an outdated browser. For a faster, safer browsing experience, upgrade for free today.
Anuncios
Bracara Augusta - Vivendo a cidade mais antiga de Portugal
198 Respostas
31453 Visualizações
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
Somos Braga! Equipa Principal
  • *****
  • 1058
  Re: Bracara Augusta - Vivendo a cidade mais antiga de Portugal
« Responder #80 em: 26 de Março de 2017, 20:28 »
Sou anti violência. Sou a favor do futebol positivo e da tolerância. Defendo que devemos receber BEM todos os adeptos adversários se queremos ser BEM recebidos quando vamos fora.

Mas isto da casa do benfica em braga... não consigo condenar quem fez este vandalismo. Pelo contrário. Quanto mais depressa fechar, melhor. Têm o meu apoio, desde que seja apenas contra bens materiais. É mais forte que eu. É parte irracional e primitiva do meu cérebro a funcionar. Não sei explicar.
« Última modificação: 26 de Março de 2017, 20:31 por Somos Braga! »
O verdadeiro adepto vê-se nas derrotas!
abesbilico
abesbilico Equipa Principal
  • *****
  • 1032
  • ORGULHO BRACARENSE ANTI-LAMPIÃO SEMPRE
  Re: Bracara Augusta - Vivendo a cidade mais antiga de Portugal
« Responder #81 em: 26 de Março de 2017, 22:23 »
Sou anti violência. Sou a favor do futebol positivo e da tolerância. Defendo que devemos receber BEM todos os adeptos adversários se queremos ser BEM recebidos quando vamos fora.

Mas isto da casa do benfica em braga... não consigo condenar quem fez este vandalismo. Pelo contrário. Quanto mais depressa fechar, melhor. Têm o meu apoio, desde que seja apenas contra bens materiais. É mais forte que eu. É parte irracional e primitiva do meu cérebro a funcionar. Não sei explicar.

Vai fechar... estejam todos descansados, é o seu final natural.
COM O BRAGA PARA SEMPRE NO MEU CORAÇÃO, MESMO QUE NUNCA SEJA CAMPEÃO!
magico_scbraga
magico_scbraga Equipa Principal
  • *****
  • 2936
  Re: Bracara Augusta - Vivendo a cidade mais antiga de Portugal
« Responder #82 em: 27 de Março de 2017, 10:49 »
Sou anti violência. Sou a favor do futebol positivo e da tolerância. Defendo que devemos receber BEM todos os adeptos adversários se queremos ser BEM recebidos quando vamos fora.

Mas isto da casa do benfica em braga... não consigo condenar quem fez este vandalismo. Pelo contrário. Quanto mais depressa fechar, melhor. Têm o meu apoio, desde que seja apenas contra bens materiais. É mais forte que eu. É parte irracional e primitiva do meu cérebro a funcionar. Não sei explicar.

Vai fechar... estejam todos descansados, é o seu final natural.

Mais engraçado de tudo isto é constatar que os benfiquistas, hipócritas como sempre, até nem se apercebem de que são, muitas das vezes, eles quem mais contribui para que se gere este clima.

Se já não acharia, em tese, natural que uma cidade como Braga tivesse uma loja destinada a vangloriar as conquistas de um clube de Lisboa (ou do Porto), coisa que me repugna imenso, não acharei, com toda a certeza, tolerável que o seja quando são os adeptos desse clube os que mais contribuem para a propagação do mito de que em Braga manda, ou mandou em outros tempos, um clube de uma freguesia de Lisboa e que, agora, surpreendidos com o poderio do clube da cidade, até já insinuam servilismos para com o Porto (esquecendo, por exemplo, que foi ao Porto que o Braga conquistou os seus dois títulos mais recentes).

Perante isto, não há como condenar o sucedido. Terras de Bouro, Vila Verde e Amares são, eventualmente, destinos mais acolhedores. Receber-vos-ão de braços abertos, irmãos.
Braga - Uma cidade, um clube, uma só paixão.
repost
repost Equipa Principal
  • *****
  • 2339
  Re: Bracara Augusta - Vivendo a cidade mais antiga de Portugal
« Responder #83 em: 27 de Março de 2017, 12:55 »
Sou anti violência. Sou a favor do futebol positivo e da tolerância. Defendo que devemos receber BEM todos os adeptos adversários se queremos ser BEM recebidos quando vamos fora.

Mas isto da casa do benfica em braga... não consigo condenar quem fez este vandalismo. Pelo contrário. Quanto mais depressa fechar, melhor. Têm o meu apoio, desde que seja apenas contra bens materiais. É mais forte que eu. É parte irracional e primitiva do meu cérebro a funcionar. Não sei explicar.

Vai fechar... estejam todos descansados, é o seu final natural.

Mais engraçado de tudo isto é constatar que os benfiquistas, hipócritas como sempre, até nem se apercebem de que são, muitas das vezes, eles quem mais contribui para que se gere este clima.

Se já não acharia, em tese, natural que uma cidade como Braga tivesse uma loja destinada a vangloriar as conquistas de um clube de Lisboa (ou do Porto), coisa que me repugna imenso, não acharei, com toda a certeza, tolerável que o seja quando são os adeptos desse clube os que mais contribuem para a propagação do mito de que em Braga manda, ou mandou em outros tempos, um clube de uma freguesia de Lisboa e que, agora, surpreendidos com o poderio do clube da cidade, até já insinuam servilismos para com o Porto (esquecendo, por exemplo, que foi ao Porto que o Braga conquistou os seus dois títulos mais recentes).

Perante isto, não há como condenar o sucedido. Terras de Bouro, Vila Verde e Amares são, eventualmente, destinos mais acolhedores. Receber-vos-ão de braços abertos, irmãos.

O que abriu a loja era o mesmo que tinha a casa na avenida ao abandono. Acho que nem os benfiquistas de Braga lá metiam os pés, já existe um bocado mais de respeito pelo o que é o Braga para a cidade pelo menos nos mais novos.

A esse retardado que estoura milhares para tentar meter esse símbolo na nossa cidade, que continue a acordar com vidros partidos.
guerreiro1921 Equipa Principal
  • *****
  • 2621
  Re: Bracara Augusta - Vivendo a cidade mais antiga de Portugal
« Responder #84 em: 27 de Março de 2017, 16:25 »
Sou anti violência. Sou a favor do futebol positivo e da tolerância. Defendo que devemos receber BEM todos os adeptos adversários se queremos ser BEM recebidos quando vamos fora.

Mas isto da casa do benfica em braga... não consigo condenar quem fez este vandalismo. Pelo contrário. Quanto mais depressa fechar, melhor. Têm o meu apoio, desde que seja apenas contra bens materiais. É mais forte que eu. É parte irracional e primitiva do meu cérebro a funcionar. Não sei explicar.

Vai fechar... estejam todos descansados, é o seu final natural.

Mais engraçado de tudo isto é constatar que os benfiquistas, hipócritas como sempre, até nem se apercebem de que são, muitas das vezes, eles quem mais contribui para que se gere este clima.

Se já não acharia, em tese, natural que uma cidade como Braga tivesse uma loja destinada a vangloriar as conquistas de um clube de Lisboa (ou do Porto), coisa que me repugna imenso, não acharei, com toda a certeza, tolerável que o seja quando são os adeptos desse clube os que mais contribuem para a propagação do mito de que em Braga manda, ou mandou em outros tempos, um clube de uma freguesia de Lisboa e que, agora, surpreendidos com o poderio do clube da cidade, até já insinuam servilismos para com o Porto (esquecendo, por exemplo, que foi ao Porto que o Braga conquistou os seus dois títulos mais recentes).

Perante isto, não há como condenar o sucedido. Terras de Bouro, Vila Verde e Amares são, eventualmente, destinos mais acolhedores. Receber-vos-ão de braços abertos, irmãos.

O que abriu a loja era o mesmo que tinha a casa na avenida ao abandono. Acho que nem os benfiquistas de Braga lá metiam os pés, já existe um bocado mais de respeito pelo o que é o Braga para a cidade pelo menos nos mais novos.

A esse retardado que estoura milhares para tentar meter esse símbolo na nossa cidade, que continue a acordar com vidros partidos.
Mas afinal essa espelunca já abriu ou continua fechada?
rpo.castro
rpo.castro Equipa Principal
  • *****
  • 11734
  Re: Bracara Augusta - Vivendo a cidade mais antiga de Portugal
« Responder #85 em: 27 de Março de 2017, 17:52 »
já mete nojo ler tanto sobre esses mrds aqui no fórum.
Quem não sente não é filho de boa gente.
gvrreiro_96
gvrreiro_96 Juvenis
  • **
  • 182
  • Braga sempre!
  Re: Bracara Augusta - Vivendo a cidade mais antiga de Portugal
« Responder #86 em: 27 de Março de 2017, 18:25 »
Para mim acaba por nem aquecer nem arrefecer. Desde que estivesse sempre vazia. Não era pela existência da tal casa que o número de lampiões iria aumentar aliás.
Muito pior é o núcleo sportinguista de braga, nojento e sem respeito pela própria cidade, quase tendo ódio pelo Braga.
meu Braga Juvenis
  • **
  • 238
  Re: Bracara Augusta - Vivendo a cidade mais antiga de Portugal
« Responder #87 em: 27 de Março de 2017, 18:53 »
Para mim acaba por nem aquecer nem arrefecer. Desde que estivesse sempre vazia. Não era pela existência da tal casa que o número de lampiões iria aumentar aliás.
Muito pior é o núcleo sportinguista de braga, nojento e sem respeito pela própria cidade, quase tendo ódio pelo Braga.

Nada disso são iguais, todos eles metem nojo, TODOS, os clubes nacionais só existem para esses parolos, os clubes não são nem nunca serão nacionais, são de uma região e só aí e eventualmente no estrangeiro, por motivos de saudade, é que deve haver casas deste e daquele, repito, EM MAIS LUGAR NENHUM DO MUNDO SE VÊ TAMANHA PAROLADA E FALTA DE CULTURA, FALTA DE IDENTIDADE, eu sou da minha freguesia, da minha cidade, do meu país, o resto é para respeitar e visitar... eu respeito e tenho orgulho nas minhas origens e sei quais são, outros não sabem sequer de que terra são... 
Old School
Old School Equipa Principal
  • *****
  • 9086
  • Mágico Braga, Amor Eterno
  Re: Bracara Augusta - Vivendo a cidade mais antiga de Portugal
« Responder #88 em: 04 de Abril de 2017, 21:07 »
Ranking das melhores cidades do país para investir, viver e trabalhar:

Link Externo

Bracara Avgvsta - Fidelis et antiqva
Old School
Old School Equipa Principal
  • *****
  • 9086
  • Mágico Braga, Amor Eterno
  Re: Bracara Augusta - Vivendo a cidade mais antiga de Portugal
« Responder #89 em: 29 de Abril de 2017, 11:39 »
Para os interessados este fim-de-semana é Open Day no GNRation que celebra 4 anos de existência:


Em Link Externo
« Última modificação: 29 de Abril de 2017, 12:27 por Old School »
Bracara Avgvsta - Fidelis et antiqva
GALEGO
GALEGO Equipa Principal
  • *****
  • 4552
  Re: Bracara Augusta - Vivendo a cidade mais antiga de Portugal
« Responder #90 em: 01 de Maio de 2017, 22:51 »
Hoje, 1 de maio, levei para Braga, no meu carro a 3 familiares. 2 deles levabam 30 anos sem visitar a catedral de Braga. Como o día foi curto, e lhes mostrei o casco histórico, o Bom Jesus, o Sameiro, o estadio do Braga... seriam já as 17,30 quando chegamos á catedral. Tentei entrar rápido com eles, só para ver a correr a catedral... sem fazer visita ás partes anexas, ruinas, pedras, elementos museístico... só a nave central da catedral... mas foi impossível. Agora, pelas tardes, foi referido, ou pagas um bilhete por ver a catedral (nave central) ou aí nao entras nem para rezar uma ave maría...
É lamentável. Uma coisa é cobrar por visitar todo o anexo á catedral (como acontece em Batalha, por exemplo, com o mosteiro, ou em Alcobaça) e outra cobrar por tudo... incluida a igrexa propiamente dita. Se eu desejase rezar esta tarde, na catedral de Braga, nao podía... ou pagava por rezar, ou ía embora. Fui embora... até aí podíamos chegar : aceitar o mercantilismo que Monsenhor Ortiga permite na Sé Catedral de Braga; por aí eu nao passo...
rpo.castro
rpo.castro Equipa Principal
  • *****
  • 11734
  Re: Bracara Augusta - Vivendo a cidade mais antiga de Portugal
« Responder #91 em: 01 de Maio de 2017, 23:08 »
Hoje, 1 de maio, levei para Braga, no meu carro a 3 familiares. 2 deles levabam 30 anos sem visitar a catedral de Braga. Como o día foi curto, e lhes mostrei o casco histórico, o Bom Jesus, o Sameiro, o estadio do Braga... seriam já as 17,30 quando chegamos á catedral. Tentei entrar rápido com eles, só para ver a correr a catedral... sem fazer visita ás partes anexas, ruinas, pedras, elementos museístico... só a nave central da catedral... mas foi impossível. Agora, pelas tardes, foi referido, ou pagas um bilhete por ver a catedral (nave central) ou aí nao entras nem para rezar uma ave maría...
É lamentável. Uma coisa é cobrar por visitar todo o anexo á catedral (como acontece em Batalha, por exemplo, com o mosteiro, ou em Alcobaça) e outra cobrar por tudo... incluida a igrexa propiamente dita. Se eu desejase rezar esta tarde, na catedral de Braga, nao podía... ou pagava por rezar, ou ía embora. Fui embora... até aí podíamos chegar : aceitar o mercantilismo que Monsenhor Ortiga permite na Sé Catedral de Braga; por aí eu nao passo...
Se for para rezar não se paga. Se for para visitar, paga-se (não sei se é 1 ou 2 euros) que servem para a manutenção. Noutros monumentos também se paga.

Enviado do meu SM-J510FN através de Tapatalk

Quem não sente não é filho de boa gente.
GALEGO
GALEGO Equipa Principal
  • *****
  • 4552
  Re: Bracara Augusta - Vivendo a cidade mais antiga de Portugal
« Responder #92 em: 01 de Maio de 2017, 23:37 »
Hoje, 1 de maio, levei para Braga, no meu carro a 3 familiares. 2 deles levabam 30 anos sem visitar a catedral de Braga. Como o día foi curto, e lhes mostrei o casco histórico, o Bom Jesus, o Sameiro, o estadio do Braga... seriam já as 17,30 quando chegamos á catedral. Tentei entrar rápido com eles, só para ver a correr a catedral... sem fazer visita ás partes anexas, ruinas, pedras, elementos museístico... só a nave central da catedral... mas foi impossível. Agora, pelas tardes, foi referido, ou pagas um bilhete por ver a catedral (nave central) ou aí nao entras nem para rezar uma ave maría...
É lamentável. Uma coisa é cobrar por visitar todo o anexo á catedral (como acontece em Batalha, por exemplo, com o mosteiro, ou em Alcobaça) e outra cobrar por tudo... incluida a igrexa propiamente dita. Se eu desejase rezar esta tarde, na catedral de Braga, nao podía... ou pagava por rezar, ou ía embora. Fui embora... até aí podíamos chegar : aceitar o mercantilismo que Monsenhor Ortiga permite na Sé Catedral de Braga; por aí eu nao passo...
Se for para rezar não se paga. Se for para visitar, paga-se (não sei se é 1 ou 2 euros) que servem para a manutenção. Noutros monumentos também se paga.

Enviado do meu SM-J510FN através de Tapatalk

Caro RPO : eu insistí. Referí ao indivíduo que impedía a entrada : e se quero entrar para rezar?
--É igual. Para cultos e rezos, pela manhá. Pela tarde para visitas com bilhete... é assim
Foi isso o que o indivíduo me contestou
Ao que eu exclamei :
--Nao conhecía o espíritu mercantilista do monsenhor Ortiga.
--Com que tem que falar é com monsenhor Ortiga disto. Mas sem bilhete, aquí nao entram...
E nao entramos.

Na catedral de Tui tempo atrás, tentaron implantar um sistema parecido. Também em algum outro lugar
de Espanha. Foi tâo impopular a tentativa de cobrar por entrar na Catedral a determinadas horas, que
tiveram que dar marcha atrás e retirar a medida...
« Última modificação: 01 de Maio de 2017, 23:39 por GALEGO »
PAF Equipa Principal
  • *****
  • 4163
  Re: Bracara Augusta - Vivendo a cidade mais antiga de Portugal
« Responder #93 em: 02 de Maio de 2017, 00:13 »
Por acaso até pensei que tinham acabado com os bilhetes, já entrei lá uma dezena de vezes e nunca apanho a bilheteira! Provavelmente maior parte das vezes foi à noite. Mas percebo perfeitamente o euro cobrado. (foi uma polémica que já passou há 2 anos ou quase) se o 1€ se mantém é um preço simbólico, para quem vem de visita diria que é insignificante, embora acredito que muita gente acabe por não entrar, embora outros provavelmente até acabam por ver o tesouro da Sé completo por esse motivo.
Axa
Axa Juniores
  • ***
  • 489
  Re: Bracara Augusta - Vivendo a cidade mais antiga de Portugal
« Responder #94 em: 03 de Maio de 2017, 19:43 »
Hoje, 1 de maio, levei para Braga, no meu carro a 3 familiares. 2 deles levabam 30 anos sem visitar a catedral de Braga. Como o día foi curto, e lhes mostrei o casco histórico, o Bom Jesus, o Sameiro, o estadio do Braga... seriam já as 17,30 quando chegamos á catedral. Tentei entrar rápido com eles, só para ver a correr a catedral... sem fazer visita ás partes anexas, ruinas, pedras, elementos museístico... só a nave central da catedral... mas foi impossível. Agora, pelas tardes, foi referido, ou pagas um bilhete por ver a catedral (nave central) ou aí nao entras nem para rezar uma ave maría...
É lamentável. Uma coisa é cobrar por visitar todo o anexo á catedral (como acontece em Batalha, por exemplo, com o mosteiro, ou em Alcobaça) e outra cobrar por tudo... incluida a igrexa propiamente dita. Se eu desejase rezar esta tarde, na catedral de Braga, nao podía... ou pagava por rezar, ou ía embora. Fui embora... até aí podíamos chegar : aceitar o mercantilismo que Monsenhor Ortiga permite na Sé Catedral de Braga; por aí eu nao passo...

O valor cobrado para frequentar este espaço é quase irrisório, comparando com outros monumentos e tendo em linha de conta os montantes necessários à sua manutenção (e neste somando a candidatura à UNESCO).

Quanto a tentar decifrar a religião ou o zelo religioso de cada utente digamos que seria uma prática muito duvidosa ou mesmo ilegal... Há países onde isso é feito, mas não são modelos a seguir.

Creio que as horas em que a frequência é gratuita será durante os horários de culto.
Old School
Old School Equipa Principal
  • *****
  • 9086
  • Mágico Braga, Amor Eterno
  Re: Bracara Augusta - Vivendo a cidade mais antiga de Portugal
« Responder #95 em: 10 de Maio de 2017, 22:53 »
Bracara Avgvsta - Fidelis et antiqva
comandantX
comandantX Equipa Reservas
  • ****
  • 995
  • Se podia viver sem o SC Braga? Não, não podia!!!
  Re: Bracara Augusta - Vivendo a cidade mais antiga de Portugal
« Responder #96 em: 18 de Maio de 2017, 22:24 »
Vão ser colocadas bandeiras do clube em sítios estratégicos durante a prova de Rally amanhã?
Braga - Capital Histórica do Noroeste Peninsular
JoãoPereira Juniores
  • ***
  • 397
  Re: Bracara Augusta - Vivendo a cidade mais antiga de Portugal
« Responder #97 em: 19 de Maio de 2017, 00:33 »
Vão ser colocadas bandeiras do clube em sítios estratégicos durante a prova de Rally amanhã?


Eu vou assistir à prova com a minha camisola do Braga vestida. Façam o mesmo!
Old School
Old School Equipa Principal
  • *****
  • 9086
  • Mágico Braga, Amor Eterno
  Re: Bracara Augusta - Vivendo a cidade mais antiga de Portugal
« Responder #98 em: 20 de Maio de 2017, 20:37 »
Bracara Avgvsta - Fidelis et antiqva
rpo.castro
rpo.castro Equipa Principal
  • *****
  • 11734
  Re: Bracara Augusta - Vivendo a cidade mais antiga de Portugal
« Responder #99 em: 31 de Maio de 2017, 11:39 »
CORRIDAS DE DOMINGO PARA TODA A FAMÍLIA

O Circuito Vasco Sameiro, em Braga, apresenta um programa cheio de corridas e muita animação para um dia passado em família. O Braga – Circuito de Primavera, um evento de competição automóvel, realiza-se no próximo domingo, dia 4 de Junho, e concentra quatro corridas a que se somam os momentos de track day, em que qualquer condutor pode experimentar a adrenalina da condução em pista.

A festa do desporto automóvel faz-se, no domingo, em Braga. O evento inspirado nos tradicionais eventos Ingleses, onde nasceu o movimento club racing, é a oportunidade para uma reunião de apaixonados pelas corridas. Piloto, equipas e o público, com as respectivas famílias, encontram-se para uma jornada repleta de momentos de adrenalina, no programa ideal para se passar em comunhão com a competição.

O evento é organizado pelo Clube Automóvel do Minho e a acção começa logo às 9h00 com as sessões de treinos, livres e cronometrados, que se prolongam pela manhã. Nos intervalos existirá um track day em que o público, por 50 euros, pode entrar em pista com o seu automóvel do dia-a-dia ou mesmo de competição. O programa competitivo continua depois de almoço com quatro corridas na ementa.

O horário concentrado promove o controlo de custos para as equipas e espectáculos praticamente ininterruptos para os muitos espectadores que se esperam no traçado de Braga. São as provas da recém-nomeada Fórmula Ford Portugal, as do CSS Group1 e ainda, incluídas nestas últimas, as do Troféu Mini.

Diogo Ferrão, promotor da Race Ready que organiza as corridas: “Será a segunda jornada de 2017 e a única visita ao circuito de Braga este ano. Certamente que os pilotos locais vão querer aproveitar da melhor forma a oportunidade de correr no circuito onde costumam treinar e poder desfrutar do apoio extra que as equipas sempre têm quando correm em casa”, afirmou.
Quem não sente não é filho de boa gente.