You are using an outdated browser. For a faster, safer browsing experience, upgrade for free today.
Anuncios M
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
Robalo
  Re: Ligas Internacionais 2014/15
« Responder #20 em: 03 de Setembro de 2014, 10:13 »


Este Luis Campos ou tem um Curriculum notavel ou uns olhos muito bonitos...é cada tacho!
joao1999
  Re: Ligas Internacionais 2014/15
« Responder #21 em: 03 de Setembro de 2014, 10:28 »


O espanhol Fernando Torres, que foi cedido pelo Chelsea, está plenamente confiante nas suas capacidades para ajudar o Milan e ser tão influente como Van Basten, Weah ou Inzaghi.

«Cada jogador é diferente, mas Van Basten e Weah e Inzaghi definiram uma era. Quero alcançar o mesmo resultado que eles. Sou diferente desses jogadores, mas talvez em alguns anos lá chegue», afirmou Torres.

O avançado espanhol está pronto para começar uma nova etapa da sua carreira, isto após ter jogado nas ligas espanhola e na inglesa:

«Quero aproveitar esta oportunidade. Era o desafio de que precisava. Estou realmente feliz por aqui estar. Não consigo esperar para começar e agora estou a jogar na terceira maior liga da Europa. Quero marcar golos e ajudar este clube a regressar ao topo.»
21:58 - 02-09-2014

ABOLA
Anuncios M
Anuncios M
joao1999
  Re: Ligas Internacionais 2014/15
« Responder #22 em: 03 de Setembro de 2014, 10:32 »
Adeptos exigem reembolso dos bilhetes de época



Os adeptos do Mónaco sentem-se «traídos» pelos dirigentes do clube. As saídas de James Rodrigues (Real Madrid) e Radamel Falcao (Manchester United) deixam poucos motivos para ver a equipa orientada por Leonardo Jardim, por isso, pedem a devolução dos bilhetes de época.

«Com a saída destes dois jogadores e praticamente sem reforços durante a janela de transferências, os sentimentos dos adeptos estão algures entre a raiva, incompreensão e frustração. Os adeptos sentem-se traídos por acreditarem nas promessas do clube e por terem aceitado um aumento significativo nos preços dos bilhetes de época no Stade Louis II»

ABOLA
Duarte
Duarte Equipa Principal
  • *****
  • 3652
  Re: Ligas Internacionais 2014/15
« Responder #23 em: 03 de Setembro de 2014, 15:14 »
Leonardo Jardim foi enganado. Mónaco lutará para nao descer.
O FÓRUM DE BRAGA:
www.forum.bracarae.com
Anuncios V
rpo.castro
rpo.castro Equipa Principal
  • *****
  • 12044
  Re: Ligas Internacionais 2014/15
« Responder #24 em: 03 de Setembro de 2014, 20:45 »
Leonardo Jardim foi enganado. Mónaco lutará para nao descer.
Quem dera as equipas do fundo da tabela ter metade do plantel. Agora que nem pra Champions dará, ai isso não
Quem não sente não é filho de boa gente.
joao1999
  Re: Ligas Internacionais 2014/15
« Responder #25 em: 03 de Setembro de 2014, 21:59 »
Di Maria aniquilou a Alemanha campeã do mundo



 No amigável entre Alemanha e Argentina que fez recordar a final do Mundial'2014, Di Maria desbaratou por completo os campeões, ao marcar um golo e assistir para os outros três.
A Argentina goleou, na noite desta quarta-feira, em Dusseldorf, a Alemanha, por 4-2, numa espécie de "vingança" da derrota (1-0) sofrida na final do recente Mundial do Brasil, num jogo amigável em que o grande protagonista foi Angel Di Maria, que na semana passada se transferiu do Real Madrid para o Manchester United.

Di Maria foi o autor das assistências que colocaram a seleção do seu país a vencer por 3-0, com os golos de Aguero (21'), Lamela (40') e Fede Fernandez (48'), para ele próprio assinar o quarto golo, aos 50 minutos.

A equipa campeã mundial em título conseguiu reduzir a desvantagem para 4-1 aos 52 minutos, por Schurrle, e depois Gotze -- autor do golo da vitória no Mundial do Brasil -- fixou o resultado final aos 78 minutos.

Recorde-se que se na Alemanha faltou Schweinsteiger, na Argentina não esteve Lionel Messi. O benfiquista Enzo Pérez alinhou no onze inicial, tendo sido substituído logo após o intervalo.


OJOGO


DI MAGIA vai fazer muita falta ao Real... ::)
Robalo
  Re: Ligas Internacionais 2014/15
« Responder #26 em: 04 de Setembro de 2014, 10:27 »
Radamel Falcão falha nos exames médicos e poderá não ser emprestado ao Manchester United
Robalo
  Re: Ligas Internacionais 2014/15
« Responder #27 em: 04 de Setembro de 2014, 11:55 »
Anuncios M
Anuncios M
joao1999
  Re: Ligas Internacionais 2014/15
« Responder #28 em: 04 de Setembro de 2014, 13:12 »
Portugal nem nos 20 primeiros.... :'(
Suiça em 20????Pensava que a Liga Grega tinha melhor assistencia!?
« Última modificação: 04 de Setembro de 2014, 13:14 por joao99 »
Pedro A.
  Re: Ligas Internacionais 2014/15
« Responder #29 em: 04 de Setembro de 2014, 13:23 »

só para se ver a diferença: alemanha e inglaterra metem 1ªs e 2ªs ligas no top 20...
joao1999
  Re: Ligas Internacionais 2014/15
« Responder #30 em: 04 de Setembro de 2014, 13:33 »
Na 2º liga Inglesa nesta mesma epóca na 1º Jornada o Derby County vs Rotherham United, levou ao estádio 30.105 espectadores...;)




Anuncios G
rvx Equipa Principal
  • *****
  • 2130
  Re: Ligas Internacionais 2014/15
« Responder #31 em: 04 de Setembro de 2014, 13:45 »
Não podem fazer comparações directas. Muitos clubes da 2ª liga alemã são de cidades bem maiores do que Braga. Olhando para essa lista, a única surpresa é a inclusão de Suíça e Bélgica, países com populações semelhantes à nossa. Contudo, aqui temos de considerar o factor económico. Não tenho grandes dúvidas de que a média portuguesa, há 30 anos, era bem superior.

O grande problema de Portugal não está na média, mas sim na distribuição de adeptos pelos vários clubes, que é totalmente desproporcional. Os 3 grandes representam 50/60% da população em termos de áreas metropolitanas, mas o número de adeptos desses clubes deve ultrapassar os 90%. Também, não deixa de ser verdade que 18 clubes na Liga é um número desadequado para a nossa realidade. Idealmente, haveria um número menor, digamos 12, de equipas a representar diferentes regiões. Assim, o Braga (ou outro clube) representaria a região do distrito de Braga, que possui perto de um milhão de habitantes. Nestas circunstâncias, seria fácil ter assistências da ordem dos 20/30 mil adeptos se houvesse fidelidade dos adeptos dos três principais clubes (Gil, Braga e Vitória) ao clube representativo. O problema é que, devido à má distribuição, uma boa parte desses adeptos acabariam por preterir um grande.
joao1999
  Re: Ligas Internacionais 2014/15
« Responder #32 em: 04 de Setembro de 2014, 14:22 »


Aston Villa com uma calendário apertadíssimo. ;)
joao1999
  Re: Ligas Internacionais 2014/15
« Responder #33 em: 06 de Setembro de 2014, 11:30 »
Ronaldinho assina contrato de 2 anos com os mexicanos do Queretaro
Redação


Ronaldinho vai jogar no futebol mexicano. O jogador de 34 anos assinou um contrato de duas temporadas com o Queretaro, equipa da primeira divisão.

O jogador confirmou no twitter a nova etapa: «Agora é oficial! Camiseta 49!! Meu número da sorte!! Espero repetir e viver as mesmas alegrias!! Escolhi o México pelo carinho que sempre recebi aqui. Muito motivado para representar o Club_Queretaro.»

ABOLA



Para mim será sempre um dos melhores!! R10
joao1999
  Re: Ligas Internacionais 2014/15
« Responder #34 em: 07 de Setembro de 2014, 11:21 »
Quem sabe não esquece, Henry que golão

http://www.miragens.abola.pt/media.aspx?id=20758
dioogo Equipa Principal
  • *****
  • 1620
  • SCB esta é a tua legião...
  Re: Ligas Internacionais 2014/15
« Responder #35 em: 07 de Setembro de 2014, 12:39 »
Não podem fazer comparações directas. Muitos clubes da 2ª liga alemã são de cidades bem maiores do que Braga. Olhando para essa lista, a única surpresa é a inclusão de Suíça e Bélgica, países com populações semelhantes à nossa. Contudo, aqui temos de considerar o factor económico. Não tenho grandes dúvidas de que a média portuguesa, há 30 anos, era bem superior.

O grande problema de Portugal não está na média, mas sim na distribuição de adeptos pelos vários clubes, que é totalmente desproporcional. Os 3 grandes representam 50/60% da população em termos de áreas metropolitanas, mas o número de adeptos desses clubes deve ultrapassar os 90%. Também, não deixa de ser verdade que 18 clubes na Liga é um número desadequado para a nossa realidade. Idealmente, haveria um número menor, digamos 12, de equipas a representar diferentes regiões. Assim, o Braga (ou outro clube) representaria a região do distrito de Braga, que possui perto de um milhão de habitantes. Nestas circunstâncias, seria fácil ter assistências da ordem dos 20/30 mil adeptos se houvesse fidelidade dos adeptos dos três principais clubes (Gil, Braga e Vitória) ao clube representativo. O problema é que, devido à má distribuição, uma boa parte desses adeptos acabariam por preterir um grande.

Chama-se a isso falta de mentalidade. Em Portugal nao se apoia o clube da terra, apoia-se o que tem mais titulos. E nao podemos comparar o factor economico, porque se em portugal se ganha menos, tambem o custo de vida é mais baixo, la ganham mais mas o custo de vida ( em paris uma casa com 30m quadrados pagas 700€, que é metade do ordenado minimo) tambem é mais caro. Por isso digo que é uma questao de mentalidade.  Em portugal podes por os bilhetes para o jogo de borla e os estadios nao enchem na mesma, nos outros paises pagam ( nao sei o custo medio dos bilhetes) e os estadios enchem.
"Perderemos batalhas, mas jamais perderemos a guerra"
Sif
Sif Equipa Principal
  • *****
  • 2083
  • avatar: fred-h.deviantart.com
  Re: Ligas Internacionais 2014/15
« Responder #36 em: 07 de Setembro de 2014, 12:56 »
Não podem fazer comparações directas. Muitos clubes da 2ª liga alemã são de cidades bem maiores do que Braga. Olhando para essa lista, a única surpresa é a inclusão de Suíça e Bélgica, países com populações semelhantes à nossa. Contudo, aqui temos de considerar o factor económico. Não tenho grandes dúvidas de que a média portuguesa, há 30 anos, era bem superior.

O grande problema de Portugal não está na média, mas sim na distribuição de adeptos pelos vários clubes, que é totalmente desproporcional. Os 3 grandes representam 50/60% da população em termos de áreas metropolitanas, mas o número de adeptos desses clubes deve ultrapassar os 90%. Também, não deixa de ser verdade que 18 clubes na Liga é um número desadequado para a nossa realidade. Idealmente, haveria um número menor, digamos 12, de equipas a representar diferentes regiões. Assim, o Braga (ou outro clube) representaria a região do distrito de Braga, que possui perto de um milhão de habitantes. Nestas circunstâncias, seria fácil ter assistências da ordem dos 20/30 mil adeptos se houvesse fidelidade dos adeptos dos três principais clubes (Gil, Braga e Vitória) ao clube representativo. O problema é que, devido à má distribuição, uma boa parte desses adeptos acabariam por preterir um grande.

Chama-se a isso falta de mentalidade. Em Portugal nao se apoia o clube da terra, apoia-se o que tem mais titulos. E nao podemos comparar o factor economico, porque se em portugal se ganha menos, tambem o custo de vida é mais baixo, la ganham mais mas o custo de vida ( em paris uma casa com 30m quadrados pagas 700€, que é metade do ordenado minimo) tambem é mais caro. Por isso digo que é uma questao de mentalidade.  Em portugal podes por os bilhetes para o jogo de borla e os estadios nao enchem na mesma, nos outros paises pagam ( nao sei o custo medio dos bilhetes) e os estadios enchem.

tenho ideia de que na Alemanha os preços dos bilhetes são bastante baixos
rvx Equipa Principal
  • *****
  • 2130
  Re: Ligas Internacionais 2014/15
« Responder #37 em: 07 de Setembro de 2014, 12:59 »
Não podem fazer comparações directas. Muitos clubes da 2ª liga alemã são de cidades bem maiores do que Braga. Olhando para essa lista, a única surpresa é a inclusão de Suíça e Bélgica, países com populações semelhantes à nossa. Contudo, aqui temos de considerar o factor económico. Não tenho grandes dúvidas de que a média portuguesa, há 30 anos, era bem superior.

O grande problema de Portugal não está na média, mas sim na distribuição de adeptos pelos vários clubes, que é totalmente desproporcional. Os 3 grandes representam 50/60% da população em termos de áreas metropolitanas, mas o número de adeptos desses clubes deve ultrapassar os 90%. Também, não deixa de ser verdade que 18 clubes na Liga é um número desadequado para a nossa realidade. Idealmente, haveria um número menor, digamos 12, de equipas a representar diferentes regiões. Assim, o Braga (ou outro clube) representaria a região do distrito de Braga, que possui perto de um milhão de habitantes. Nestas circunstâncias, seria fácil ter assistências da ordem dos 20/30 mil adeptos se houvesse fidelidade dos adeptos dos três principais clubes (Gil, Braga e Vitória) ao clube representativo. O problema é que, devido à má distribuição, uma boa parte desses adeptos acabariam por preterir um grande.

Chama-se a isso falta de mentalidade. Em Portugal nao se apoia o clube da terra, apoia-se o que tem mais titulos. E nao podemos comparar o factor economico, porque se em portugal se ganha menos, tambem o custo de vida é mais baixo, la ganham mais mas o custo de vida ( em paris uma casa com 30m quadrados pagas 700€, que é metade do ordenado minimo) tambem é mais caro. Por isso digo que é uma questao de mentalidade.  Em portugal podes por os bilhetes para o jogo de borla e os estadios nao enchem na mesma, nos outros paises pagam ( nao sei o custo medio dos bilhetes) e os estadios enchem.

O custo de vida é mais caro, mas não proporcionalmente. Não podemos ignorar o factor económico.
joao1999
  Re: Ligas Internacionais 2014/15
« Responder #38 em: 07 de Setembro de 2014, 13:30 »
dioogo Equipa Principal
  • *****
  • 1620
  • SCB esta é a tua legião...
  Re: Ligas Internacionais 2014/15
« Responder #39 em: 07 de Setembro de 2014, 15:27 »
Não podem fazer comparações directas. Muitos clubes da 2ª liga alemã são de cidades bem maiores do que Braga. Olhando para essa lista, a única surpresa é a inclusão de Suíça e Bélgica, países com populações semelhantes à nossa. Contudo, aqui temos de considerar o factor económico. Não tenho grandes dúvidas de que a média portuguesa, há 30 anos, era bem superior.

O grande problema de Portugal não está na média, mas sim na distribuição de adeptos pelos vários clubes, que é totalmente desproporcional. Os 3 grandes representam 50/60% da população em termos de áreas metropolitanas, mas o número de adeptos desses clubes deve ultrapassar os 90%. Também, não deixa de ser verdade que 18 clubes na Liga é um número desadequado para a nossa realidade. Idealmente, haveria um número menor, digamos 12, de equipas a representar diferentes regiões. Assim, o Braga (ou outro clube) representaria a região do distrito de Braga, que possui perto de um milhão de habitantes. Nestas circunstâncias, seria fácil ter assistências da ordem dos 20/30 mil adeptos se houvesse fidelidade dos adeptos dos três principais clubes (Gil, Braga e Vitória) ao clube representativo. O problema é que, devido à má distribuição, uma boa parte desses adeptos acabariam por preterir um grande.

Chama-se a isso falta de mentalidade. Em Portugal nao se apoia o clube da terra, apoia-se o que tem mais titulos. E nao podemos comparar o factor economico, porque se em portugal se ganha menos, tambem o custo de vida é mais baixo, la ganham mais mas o custo de vida ( em paris uma casa com 30m quadrados pagas 700€, que é metade do ordenado minimo) tambem é mais caro. Por isso digo que é uma questao de mentalidade.  Em portugal podes por os bilhetes para o jogo de borla e os estadios nao enchem na mesma, nos outros paises pagam ( nao sei o custo medio dos bilhetes) e os estadios enchem.

O custo de vida é mais caro, mas não proporcionalmente. Não podemos ignorar o factor económico.

Claro que nao podemos ignorar o factor economico, mas o problema nao esta ai. E por isso eu digo que em Portugal podem por os bilhetes de borla e os estadios nao enchem. Por ai chegamos à conclusao que nao é pelo factor economico que existe esta diferença em relaçao aos outros paises, mas sim a mentalidade do povo portugues em relaçao à maioria dos paises europeus ( e do mundo ).
"Perderemos batalhas, mas jamais perderemos a guerra"
 

Anuncios M
Anuncios M