You are using an outdated browser. For a faster, safer browsing experience, upgrade for free today.
Anuncios M
Cidade Desportiva do SC Braga
1709 Respostas
237575 Visualizações
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
AMartins
AMartins Equipa Principal
  • *****
  • 2473
  Cidade Desportiva do SC Braga
« Responder #1640 em: 11 de Maio de 2020, 17:40 »
são esses Abel Ruiz que dão acima de 10M os anos ao Barcelona e vão mantendo a academia paga para que a seguir venha um Xavi ou Iniesta. Porque se só desse prejuízo já tinha sido morta e enterrada porque nenhuma empresa segura um setor que só dê prejuízo. Agora, novamente. O Barcelona tem uma academia para lhe dar o próximo Messi, Xavi, Iniesta. Não para vender. Nós temos uma academia para ter o próximo Trincão: faz 1 ou 2 anos na A e sai a troco de milhões. Novamente: O Barcelona, que tem receitas ordinárias de Mil Milhões, forma para ter sucesso desportivo. Nós temos que formar para vender.

Nighthawk, pego só nesta parte do teu comentário devido à referência direta à academia.

A questão não passa por não ser um clube formador e vendedor (rentabilizar a academia). Claro que o clube deve formar e tirar dividendos disso, mas o que deve acontecer (e já devia acontecer há muito tempo) é que o Braga além de os vender deve tirar o proveito desportivo necessário desses atletas. Porque não pode estar a contar em vender XX milhões todos os anos.  Tem de ter contas equilibradas caso não venda em determinado período.

Só para dar uma ideia, há data de 2018 a receita bruta dos clubes portugueses proveniente de transferências era de 61% (Inglaterra 23%; Alemanha 20%; Espanha 25%). A França apresentava um valor acima dos 50% (54 para ser exacto) sendo que o valor de receitas agregado em França rondava os 1.7MM, enquanto que em Portugal a receita agregada (440m) estava abaixo da liga Holandesa, Turca, Russa e pouco acima da liga Belga. É preciso uma dose de realidade, se não há receita ordinária elevada não pode existir o vício de projetar orçamentos, porque clubes expostos a um número destes (proveniente das vendas) está sujeito à volatilidade e pode afundar. Os orçamentos do Braga não podem refletir uma postura de desequilíbrio (à escala do Braga) equiparando-se à estratégia dos estarolas que têm associada uma sobrevalorização dos recursos (que possivelmente o covid ajudará a “ajustar”) e um sistema bancário e judicial que os protege.

É aqui que entra a tal frase "futebol é o momento". Discordaste da venda do Neto e da do Trincão? O Neto não deu qualquer rendimento desportivo. O Trincão vai dar menos de 1 época. Alguém nos garante que o Neto valeria o mesmo ou mais dali a 2 anos? Olha o exemplo do Trincão: com o covid todas as transferências vão baixar provavelmente uns 20 a 30%... e se ele se lesiona? e se não "explode" como preconizado?

Havendo alguém que bata com o dinheiro (cláusula ou perto disso) nós temos que vender. Não podemos dar uma de Porto e segurar o Herrera mais 2 anos e depois ele sair a custo 0 ou, no caso de um jovem, desvalorizar. Aliás, vejam o caso do Xadas. Se calhar se o Salvador o tivesse vendido por 5 ou 10M há 3 anos antes de ele se estrear tinha sido melhor... E depois devemos usar esse dinheiro também para reforçar o nosso orçamento (lá está, eu não acho que deva ser 60% a não ser que 60% do que investimos seja na academia). Se não usarmos os 30M para abater passivo, investir na equipa, em infraestruturas ou subir um pouco o orçamento vamos fazer o quê com eles? Deitá-lo fora? Vamos deixar de vender jogadores para não termos receitas extraordinárias?

Há uma coisa que todos concordamos. Os tugas estão demasiado baseados nas receitas de vendas de jogadores, é verdade. Mas isso é assim porque não há receitas ordinárias. Tirando a TV todas as outras são praticamente residuais. Nesse sentido, alguém que aposte forte numa academia estará melhor preparado porque é óbvio que uma boa academia vai fornecer melhores jogadores. Isso é tão óbvio que antes saia daqui tudo para o Sporting e o Porto (olhem o Max do sporting é daqui de Braga...) e agora ficam cá todos. E pode assumir todos os anos receitas com essas vendas pois investiu para tal. Mal era uma empresa investir 20M e não esperar um retorno 4 a 5 vezes acima disso!
Não percebeste aquilo que eu quis dizer a respeito das vendas e da forma como são feitas (e apresentadas) as contas. A academia nada terá que ver com isso se o clube continuar a gastar o que não tem!

Claro que o Braga precisa de vender...mas não pode é esperar que vai vender X e orçamentar as contas de acordo com uma expectativa. Logo não deve ser tido como a base da pirâmide na operação do clube, porque corre o risco da pirâmide ruir num instante. Praticamente todos os clubes do Mundo vão vender se tiverem uma oferta tentadora por um jogador. As exceções são muito poucas e são de clubes que não precisam de receitas extraordinárias...infelizmente o Braga não é um deles (e os eucaliptos tb não por muito que se apregoe por aí...não fosse a corrupção e os bancos e já estavam enterrados).

A venda do Neto (e do Jordão não te esqueças) nada tem a ver com a venda do Trincão. Quer em termos dos “contornos” do negócio quer no impacto dos jogadores no clube. Com o Trincão em campo o clube ganhou um troféu e venceu jogos (possivelmente um 3 lugar tranquilo). O Neto jogou quase 48min na equipa A. Isso seria ótimo se efetivamente tivesse entrado aquele dinheiro no clube. Eu preferia, a correr bem, que o Neto ficasse no Braga e rendesse 8-10M hoje, do que sair nos moldes financeiros em que saiu.

Quando falas de “miúdos” como os das galinhas que entram, jogam e rendem milhões isso não pode ser aplicado ao Braga de forma linear. Até porque eles continuam a gastar o não têm mesmo colocando “miúdos” a jogar. Depois um Ferro, Tavares ou Ruben Dias no Braga não iam ser mais do que carne para canhão. Nem lhes reconheço grande valor, nem os jornalistas iriam enaltecê-los da mesma forma, nem os árbitros portugueses protegê-los (exibições patéticas fez o Ruben Dias na Europa), nem a qualidade dos colegas de equipa é similar para que eles possam fazer menos m*rda em campo e saírem bem vistos. Não é aquele miúdo dos tripeiros que vale cento e não sei quantos milhões (para os avençados jornalistas portugueses)?? À escala quanto valeria o Trincão nos eucaliptos?? O Carmo (campeão europeu) e titular na primeira liga já estava na Juventus nesta altura não?? O Braga não pode antecipar este tipo de vendas com um impacto tão grande nas contas por situações como estas. E não pode fazê-lo porque a realidade é a que sabemos, o universo de adeptos e receitas com base nisso é limitado e enquanto não houver tomates de parar a liga até ver a situação dos direitos televisivos corrigida com uma equiparação de valores o problema vai manter-se...a não ser que o Braga meta no estádio 30mil pagantes em todos os jogos e venda camisolas por esse mundo fora a partir de Setembro. Até lá, sem contas equilibradas a coisa poderá sempre correr muito mal. Foi como disse anteriormente, havendo tanta dependência de vender (não vendendo “miúdos” da academia) estaremos sempre a hipotecar a equipa, porque depois tens de vender titulares e começar tudo de novo.
« Última modificação: 11 de Maio de 2020, 18:35 por AMartins »
rpo.castro
rpo.castro Equipa Principal
  • *****
  • 13012
  Re: Cidade Desportiva do SC Braga
« Responder #1641 em: 11 de Maio de 2020, 18:11 »


Rpo.Castro, tens o mau vício de pegar na opinião de alguém e distorcê-la, exagerá-la e ironizá-la para expô-la como um ridículo, quando não foi isso que a pessoa disse. Não precisas de entrar nesse tipo de jogo quando podes perfeitamente explicar o teu ponto sem recorrer a eles, tal como o PAF faz. É recorrente nas tuas respostas a outros foristas.

Se achas que o contexto inglês onde o último classificado recebe quase 100M euros em receitas certas é comum na Europa e pode ser extrapolado para todos os outros clubes ou se o Barcelona que faz mil milhões em receitas todos os anos, tal como o Real Madrid, não são exceções então não há muito mais a dizer. Achas que o Braga pode usar o mesmo tipo de gestão que o Barcelona quando as receitas de merchandising e bilhetes não paga nem 2 salários de jogadores?

E já agora o Sporting enterrou-se porque tentou fazer aquilo que, pelo que percebo, tu defendes: apostar tudo no produto que vende (jogos de futebol) para conseguir resultados desportivos todos os anos. Comprou o melhor treinador, investiu em grandes jogadores à procura do dinheiro da champions (receita extraordinária) mas também de de um aumento das receitas ordinárias (TV [foi público o quanto se bateu para aumentar este valor devido tentando vender um clube muito mais preparado desportivamente], merchandising, cadeiras, bilhetes). Caiu rotundamente porque o Brian Ruiz falhou um golo de baliza aberta. Isso e porque afinal o investimento que fez não trouxe o retorno nas receitas que previu. É isto que tu defendes? Apostar tudo em bons jogadores para obter sucesso desportivo todos os anos e mandar a academia que só dá prejuízo para as calendas?

O que eu defendo é exatamente o que o Sporting fez entre 1999 e 2003: apostou na academia, tinha na última equipa campeã 3 ou 4 jovens da academia, vendeu-os por milhões, tinha todos os anos 2 ou 3 novos jovens a entrar na equipa A e mesclou isso com boas contratações (jvp, jardel, boloni). o Sporting chegou ao ponto de ter todos os anos jogadores como Quaresma, Ronaldo, H. Viana, Nani, Moutinho, Veloso, Cedric, tudo internacionais A. Caiu quando veio o Godinho fazer o que mais tarde o BC tentou fazer também. o que eu defendo é exatamente o que o Benfica está a fazer: apostou na academia, meteu miúdos da formação a titular em vez de mandar vir o camião anual de argentinos. Semedo, Felix, Sanches, Cancelo, Dias, Ferro, etc. Foi campeão e ganhou milhões em transferências. No limite defendo aquilo que o Porto fez durante 30 anos: com pouco investimento na academia, investiu em jogadores jovens com qualidade e potencial para ter retorno desportivo e mais tarde financeiro.

Novamente, se o futebol português usar apenas as receitas ordinárias não terá qualquer representante na LC. Aliás, quantos clubes austríacos, suíços e checos vês recorrentemente na FG da LC? E quantos passam da FG da LE? Tirando agora o Salzburgo que tem uma torneira infinita de dinheiro.

PAF, não me parece que uma Accenture ou uma PwC tenha um modelo de negócio ruinoso (i.e. consultoras que dependem de contratos e não de venda periódica de produtos). É um modelo de negócio que tem que ser gerido como qualquer outro e que pode ter mais ou menos risco.

Não me parece que a venda de jogadores fundamentado numa academia de qualidade de topo tenha mais risco do que vender jogos de futebol e apostar apenas no sucesso desportivo baseado nas receitas ordinárias. Se uma época correr mal então lá se vão receitas de bilhetes, publicidade, TV, etc. Então em Portugal é mesmo ditada à falência porque não há qualquer outra fonte de receita para além do dinheiro da TV. Quando o senhor da Altice fechar a torneira da única fonte ordinária de receita vai tudo com o galheiro. No Braga os bilhetes e cadeiras vendidos se calhar nem o salário do Wilson pagam.

Os exemplos falhados que ambos relatam não têm um problema de modelo de negócio, tiveram um problema de gestão. É o mesmo que o Salvador no próximo ano aumentar o nosso orçamento para 50M porque este ano fez 30M e achar que para o próximo ano vai fazer mais 20 ou 30M para manter o mesmo orçamento. É óbvio que isto não irá funcionar nunca. Nem defendo que 50% ou 60% do orçamento seja baseado em vendas, a não ser que 50% ou 60% dos custos do clube sejam na academia. Aí sim, tem que ser proporcional. Agora, defendo sim que um clube possa ser uma fábrica de jogadores e que conte no seu plano de crescimento com vendas de jogadores vindas dessa "fábrica" pois investiu forte nisso. O Rpo.Castro ri-se dos Abel Ruiz, mas são esses Abel Ruiz que dão acima de 10M os anos ao Barcelona e vão mantendo a academia paga para que a seguir venha um Xavi ou Iniesta. Porque se só desse prejuízo já tinha sido morta e enterrada porque nenhuma empresa segura um setor que só dê prejuízo. Agora, novamente. O Barcelona tem uma academia para lhe dar o próximo Messi, Xavi, Iniesta. Não para vender. Nós temos uma academia para ter o próximo Trincão: faz 1 ou 2 anos na A e sai a troco de milhões. Novamente: O Barcelona, que tem receitas ordinárias de Mil Milhões, forma para ter sucesso desportivo. Nós temos que formar para vender.

Tu é que torces e distorces tanto que dás o dito por não dito.
De quereres defender que a venda de um jogador é uma receita corrente, já dizes que não defendo uma academia.
Diz lá onde está isso?

A maioria dos clubes europeus, esmagadora maioria diria, tem um modelo assente em receitas correntes, como acontece no mundo real. E depois há umas empresas que vivem em bolhas especulativas que duram até durar.

Na europa seja com 100 milhões ou 10 milhões o modelo é o mesmo: gastam o que podem, não hipotecam o futuro.
O ultimo classificado de inglaterra recebem 100 de receitas fixas? Claro, tem liga pra isso, tem um modelo onde de forma sustentável pode aplicar o dinheiro e gerar retorno. Se calhar tirando a liga alemã a que melhor trabalha o negócio protegendo-o nomeadamente limitando o TPO e a entrada de jogadores extra comunitários só para citar 2 medidas.

A Áustria e a Suíça não têm clubes na Liga dis Campeões? Se calhar não têm de ter. Se não conseguem ter equipa para isso, nem verba para a equipa, não faz sentido acabar com o clube para ter uma ou duas épocas na champions.

O teu exemplo do sporting é engraçado: não está na situação que está por ter vivido acima das possibilidades, mas por um mero momento de sorte.
Sim tal como um tipo que aposta a casa na roleta.
O problema é precisamente este: achar que todos os anos apostar cegamente na sorte é o caminho certo. Andar todos os anos com défice enorme. O país fez isso durante anos...

Quem não tem dinheiro não tem vicios. É assim na europa ou em qualquer clube em portugal, menos um punhado que se julga acima dos outros.
Quem não sente não é filho de boa gente.
Anuncios M
Anuncios M
NightHawk
NightHawk Equipa Principal
  • *****
  • 3195
  Re: Cidade Desportiva do SC Braga
« Responder #1642 em: 11 de Maio de 2020, 18:51 »
O Bruno de Carvalho fez o que tu defendes: apostou no produto "jogos de futebol", investiu em jogadores e treinadores para aumentar receitas ordinárias e extraordinárias e mandou a academia para as calendas. Não, não foi por um momento de sorte, foi pelo que disse logo a seguir, mas convém-te só pegar nas partes que te convêm. O momento de sorte ia apenas prolongar o mandato dele para continuar a apostar no tal rendimento desportivo, porque sendo campeão mais receitas extraordinárias entravam. Apostou num aumento de receitas (extraordinárias e ordinárias) e manteve o clube com um único "produto" e focou tudo nele: o tal "rendimento desportivo". Nunca pensou noutras fontes de rendimento para a SAD. Deu no que deu. Paradoxalmente, o que tu criticas (usar receitas extraordinárias para aumentar orçamentos) é o que acaba por acontecer quando um clube se foca no que tu defendes: pensar apenas numa única fonte de rendimento - os jogos de futebol.

Pelo que dizes então o Braga jamais iria à FG Liga Europa a não ser um ou outro ano de sorte. Ficava-se por orçamentos de 10M no máximo todos os anos e não saíamos da cepa torta. Ficávamos ali no break-even das receitas ordinárias e pronto. Como em Portugal o mercado de TV não paga mais e como as receitas de bilheteira são residuais ficávamos ali estagnados. São as empresas que agora com o Covid não têm dinheiro para 1 mês de salários. Porque estão sempre ali estagnadas no break-even, não investem noutras fontes de rendimento, focam-se num só produto e ficam a expremê-lo até acabar.

Eu acredito que a Academia pode, e deve, ser um modelo de negócio sustentado de uma SAD. Para mim o principal objetivo da academia é dar retorno financeiro, para vocês não. E muito bem. Concordamos em discordar.
« Última modificação: 11 de Maio de 2020, 19:32 por NightHawk »
NightHawk
NightHawk Equipa Principal
  • *****
  • 3195
  Re: Cidade Desportiva do SC Braga
« Responder #1643 em: 11 de Maio de 2020, 19:31 »
são esses Abel Ruiz que dão acima de 10M os anos ao Barcelona e vão mantendo a academia paga para que a seguir venha um Xavi ou Iniesta. Porque se só desse prejuízo já tinha sido morta e enterrada porque nenhuma empresa segura um setor que só dê prejuízo. Agora, novamente. O Barcelona tem uma academia para lhe dar o próximo Messi, Xavi, Iniesta. Não para vender. Nós temos uma academia para ter o próximo Trincão: faz 1 ou 2 anos na A e sai a troco de milhões. Novamente: O Barcelona, que tem receitas ordinárias de Mil Milhões, forma para ter sucesso desportivo. Nós temos que formar para vender.

Nighthawk, pego só nesta parte do teu comentário devido à referência direta à academia.

A questão não passa por não ser um clube formador e vendedor (rentabilizar a academia). Claro que o clube deve formar e tirar dividendos disso, mas o que deve acontecer (e já devia acontecer há muito tempo) é que o Braga além de os vender deve tirar o proveito desportivo necessário desses atletas. Porque não pode estar a contar em vender XX milhões todos os anos.  Tem de ter contas equilibradas caso não venda em determinado período.

Só para dar uma ideia, há data de 2018 a receita bruta dos clubes portugueses proveniente de transferências era de 61% (Inglaterra 23%; Alemanha 20%; Espanha 25%). A França apresentava um valor acima dos 50% (54 para ser exacto) sendo que o valor de receitas agregado em França rondava os 1.7MM, enquanto que em Portugal a receita agregada (440m) estava abaixo da liga Holandesa, Turca, Russa e pouco acima da liga Belga. É preciso uma dose de realidade, se não há receita ordinária elevada não pode existir o vício de projetar orçamentos, porque clubes expostos a um número destes (proveniente das vendas) está sujeito à volatilidade e pode afundar. Os orçamentos do Braga não podem refletir uma postura de desequilíbrio (à escala do Braga) equiparando-se à estratégia dos estarolas que têm associada uma sobrevalorização dos recursos (que possivelmente o covid ajudará a “ajustar”) e um sistema bancário e judicial que os protege.

É aqui que entra a tal frase "futebol é o momento". Discordaste da venda do Neto e da do Trincão? O Neto não deu qualquer rendimento desportivo. O Trincão vai dar menos de 1 época. Alguém nos garante que o Neto valeria o mesmo ou mais dali a 2 anos? Olha o exemplo do Trincão: com o covid todas as transferências vão baixar provavelmente uns 20 a 30%... e se ele se lesiona? e se não "explode" como preconizado?

Havendo alguém que bata com o dinheiro (cláusula ou perto disso) nós temos que vender. Não podemos dar uma de Porto e segurar o Herrera mais 2 anos e depois ele sair a custo 0 ou, no caso de um jovem, desvalorizar. Aliás, vejam o caso do Xadas. Se calhar se o Salvador o tivesse vendido por 5 ou 10M há 3 anos antes de ele se estrear tinha sido melhor... E depois devemos usar esse dinheiro também para reforçar o nosso orçamento (lá está, eu não acho que deva ser 60% a não ser que 60% do que investimos seja na academia). Se não usarmos os 30M para abater passivo, investir na equipa, em infraestruturas ou subir um pouco o orçamento vamos fazer o quê com eles? Deitá-lo fora? Vamos deixar de vender jogadores para não termos receitas extraordinárias?

Há uma coisa que todos concordamos. Os tugas estão demasiado baseados nas receitas de vendas de jogadores, é verdade. Mas isso é assim porque não há receitas ordinárias. Tirando a TV todas as outras são praticamente residuais. Nesse sentido, alguém que aposte forte numa academia estará melhor preparado porque é óbvio que uma boa academia vai fornecer melhores jogadores. Isso é tão óbvio que antes saia daqui tudo para o Sporting e o Porto (olhem o Max do sporting é daqui de Braga...) e agora ficam cá todos. E pode assumir todos os anos receitas com essas vendas pois investiu para tal. Mal era uma empresa investir 20M e não esperar um retorno 4 a 5 vezes acima disso!
Não percebeste aquilo que eu quis dizer a respeito das vendas e da forma como são feitas (e apresentadas) as contas. A academia nada terá que ver com isso se o clube continuar a gastar o que não tem!

Claro que o Braga precisa de vender...mas não pode é esperar que vai vender X e orçamentar as contas de acordo com uma expectativa. Logo não deve ser tido como a base da pirâmide na operação do clube, porque corre o risco da pirâmide ruir num instante. Praticamente todos os clubes do Mundo vão vender se tiverem uma oferta tentadora por um jogador. As exceções são muito poucas e são de clubes que não precisam de receitas extraordinárias...infelizmente o Braga não é um deles (e os eucaliptos tb não por muito que se apregoe por aí...não fosse a corrupção e os bancos e já estavam enterrados).

A venda do Neto (e do Jordão não te esqueças) nada tem a ver com a venda do Trincão. Quer em termos dos “contornos” do negócio quer no impacto dos jogadores no clube. Com o Trincão em campo o clube ganhou um troféu e venceu jogos (possivelmente um 3 lugar tranquilo). O Neto jogou quase 48min na equipa A. Isso seria ótimo se efetivamente tivesse entrado aquele dinheiro no clube. Eu preferia, a correr bem, que o Neto ficasse no Braga e rendesse 8-10M hoje, do que sair nos moldes financeiros em que saiu.

Quando falas de “miúdos” como os das galinhas que entram, jogam e rendem milhões isso não pode ser aplicado ao Braga de forma linear. Até porque eles continuam a gastar o não têm mesmo colocando “miúdos” a jogar. Depois um Ferro, Tavares ou Ruben Dias no Braga não iam ser mais do que carne para canhão. Nem lhes reconheço grande valor, nem os jornalistas iriam enaltecê-los da mesma forma, nem os árbitros portugueses protegê-los (exibições patéticas fez o Ruben Dias na Europa), nem a qualidade dos colegas de equipa é similar para que eles possam fazer menos m*rda em campo e saírem bem vistos. Não é aquele miúdo dos tripeiros que vale cento e não sei quantos milhões (para os avençados jornalistas portugueses)?? À escala quanto valeria o Trincão nos eucaliptos?? O Carmo (campeão europeu) e titular na primeira liga já estava na Juventus nesta altura não?? O Braga não pode antecipar este tipo de vendas com um impacto tão grande nas contas por situações como estas. E não pode fazê-lo porque a realidade é a que sabemos, o universo de adeptos e receitas com base nisso é limitado e enquanto não houver tomates de parar a liga até ver a situação dos direitos televisivos corrigida com uma equiparação de valores o problema vai manter-se...a não ser que o Braga meta no estádio 30mil pagantes em todos os jogos e venda camisolas por esse mundo fora a partir de Setembro. Até lá, sem contas equilibradas a coisa poderá sempre correr muito mal. Foi como disse anteriormente, havendo tanta dependência de vender (não vendendo “miúdos” da academia) estaremos sempre a hipotecar a equipa, porque depois tens de vender titulares e começar tudo de novo.

Repara, não interessa muito se achamos que os jovens do benfica têm qualidade ou não e se os nossos têm qualidade ou não ou se até têm mais qualidade que os deles. Eu até concordo contigo por exemplo. Mas quem manda é o mercado. Se o mercado paga 120 pelo Félix e 40 ou lá quanto foi pelo Sanches, burros seriam eles se não aproveitassem. Da mesma maneira que burros seriamos nós se rejeitássemos 17M por um miúdo que só fez 1 jogo na liga ou 30M por outro que se calhar nem 30 vai fazer. Não percebo as dúvidas quanto ao negócio do Neto. Está tudo nos vários RC da SAD. Se não acreditas neles isso já são outros quinhentos. Até haver uma auditoria ou um caso no MP é o único documento oficial que temos que seguir. Eu como não tenho indícios de nada ilícito não posso rejeitar o documento.

Podemos achar que os valores lá para baixo foram todos fruto de bolha e são exagerados, mas imagina que eram só 20M cada. Não é, mesmo assim, um modelo de negócio válido por parte deles? Quantos jogadores já vendeu o Benfica desde que tem a academia? Assim como o Sporting tinha um modelo de negócio válido enquanto apostou tudo na academia (não só fez encaixes altos vendendo vários jogadores ao longo de uma década, provavelmente acima de um grande encaixe por ano, como ganhou o seu último campeonato, várias taças e presenças na LC)? O problema do Sporting foi quando acharam que aquilo não era suficiente e tinham que voltar a ter rendimento desportivo (vulgo campeões nacionais) no imediato.

O impacto do Trincão nas contas do Braga é similar ao impacto do Felix nas do benfica por exemplo. O nosso problema é mesmo esse: é muito grande a diferença de valores entre nós e os 2 grandes. Mas até nisso quem manda é o mercado...
Anuncios V
AMartins
AMartins Equipa Principal
  • *****
  • 2473
  Re: Cidade Desportiva do SC Braga
« Responder #1644 em: 11 de Maio de 2020, 21:32 »
são esses Abel Ruiz que dão acima de 10M os anos ao Barcelona e vão mantendo a academia paga para que a seguir venha um Xavi ou Iniesta. Porque se só desse prejuízo já tinha sido morta e enterrada porque nenhuma empresa segura um setor que só dê prejuízo. Agora, novamente. O Barcelona tem uma academia para lhe dar o próximo Messi, Xavi, Iniesta. Não para vender. Nós temos uma academia para ter o próximo Trincão: faz 1 ou 2 anos na A e sai a troco de milhões. Novamente: O Barcelona, que tem receitas ordinárias de Mil Milhões, forma para ter sucesso desportivo. Nós temos que formar para vender.

Nighthawk, pego só nesta parte do teu comentário devido à referência direta à academia.

A questão não passa por não ser um clube formador e vendedor (rentabilizar a academia). Claro que o clube deve formar e tirar dividendos disso, mas o que deve acontecer (e já devia acontecer há muito tempo) é que o Braga além de os vender deve tirar o proveito desportivo necessário desses atletas. Porque não pode estar a contar em vender XX milhões todos os anos.  Tem de ter contas equilibradas caso não venda em determinado período.

Só para dar uma ideia, há data de 2018 a receita bruta dos clubes portugueses proveniente de transferências era de 61% (Inglaterra 23%; Alemanha 20%; Espanha 25%). A França apresentava um valor acima dos 50% (54 para ser exacto) sendo que o valor de receitas agregado em França rondava os 1.7MM, enquanto que em Portugal a receita agregada (440m) estava abaixo da liga Holandesa, Turca, Russa e pouco acima da liga Belga. É preciso uma dose de realidade, se não há receita ordinária elevada não pode existir o vício de projetar orçamentos, porque clubes expostos a um número destes (proveniente das vendas) está sujeito à volatilidade e pode afundar. Os orçamentos do Braga não podem refletir uma postura de desequilíbrio (à escala do Braga) equiparando-se à estratégia dos estarolas que têm associada uma sobrevalorização dos recursos (que possivelmente o covid ajudará a “ajustar”) e um sistema bancário e judicial que os protege.

É aqui que entra a tal frase "futebol é o momento". Discordaste da venda do Neto e da do Trincão? O Neto não deu qualquer rendimento desportivo. O Trincão vai dar menos de 1 época. Alguém nos garante que o Neto valeria o mesmo ou mais dali a 2 anos? Olha o exemplo do Trincão: com o covid todas as transferências vão baixar provavelmente uns 20 a 30%... e se ele se lesiona? e se não "explode" como preconizado?

Havendo alguém que bata com o dinheiro (cláusula ou perto disso) nós temos que vender. Não podemos dar uma de Porto e segurar o Herrera mais 2 anos e depois ele sair a custo 0 ou, no caso de um jovem, desvalorizar. Aliás, vejam o caso do Xadas. Se calhar se o Salvador o tivesse vendido por 5 ou 10M há 3 anos antes de ele se estrear tinha sido melhor... E depois devemos usar esse dinheiro também para reforçar o nosso orçamento (lá está, eu não acho que deva ser 60% a não ser que 60% do que investimos seja na academia). Se não usarmos os 30M para abater passivo, investir na equipa, em infraestruturas ou subir um pouco o orçamento vamos fazer o quê com eles? Deitá-lo fora? Vamos deixar de vender jogadores para não termos receitas extraordinárias?

Há uma coisa que todos concordamos. Os tugas estão demasiado baseados nas receitas de vendas de jogadores, é verdade. Mas isso é assim porque não há receitas ordinárias. Tirando a TV todas as outras são praticamente residuais. Nesse sentido, alguém que aposte forte numa academia estará melhor preparado porque é óbvio que uma boa academia vai fornecer melhores jogadores. Isso é tão óbvio que antes saia daqui tudo para o Sporting e o Porto (olhem o Max do sporting é daqui de Braga...) e agora ficam cá todos. E pode assumir todos os anos receitas com essas vendas pois investiu para tal. Mal era uma empresa investir 20M e não esperar um retorno 4 a 5 vezes acima disso!
Não percebeste aquilo que eu quis dizer a respeito das vendas e da forma como são feitas (e apresentadas) as contas. A academia nada terá que ver com isso se o clube continuar a gastar o que não tem!

Claro que o Braga precisa de vender...mas não pode é esperar que vai vender X e orçamentar as contas de acordo com uma expectativa. Logo não deve ser tido como a base da pirâmide na operação do clube, porque corre o risco da pirâmide ruir num instante. Praticamente todos os clubes do Mundo vão vender se tiverem uma oferta tentadora por um jogador. As exceções são muito poucas e são de clubes que não precisam de receitas extraordinárias...infelizmente o Braga não é um deles (e os eucaliptos tb não por muito que se apregoe por aí...não fosse a corrupção e os bancos e já estavam enterrados).

A venda do Neto (e do Jordão não te esqueças) nada tem a ver com a venda do Trincão. Quer em termos dos “contornos” do negócio quer no impacto dos jogadores no clube. Com o Trincão em campo o clube ganhou um troféu e venceu jogos (possivelmente um 3 lugar tranquilo). O Neto jogou quase 48min na equipa A. Isso seria ótimo se efetivamente tivesse entrado aquele dinheiro no clube. Eu preferia, a correr bem, que o Neto ficasse no Braga e rendesse 8-10M hoje, do que sair nos moldes financeiros em que saiu.

Quando falas de “miúdos” como os das galinhas que entram, jogam e rendem milhões isso não pode ser aplicado ao Braga de forma linear. Até porque eles continuam a gastar o não têm mesmo colocando “miúdos” a jogar. Depois um Ferro, Tavares ou Ruben Dias no Braga não iam ser mais do que carne para canhão. Nem lhes reconheço grande valor, nem os jornalistas iriam enaltecê-los da mesma forma, nem os árbitros portugueses protegê-los (exibições patéticas fez o Ruben Dias na Europa), nem a qualidade dos colegas de equipa é similar para que eles possam fazer menos m*rda em campo e saírem bem vistos. Não é aquele miúdo dos tripeiros que vale cento e não sei quantos milhões (para os avençados jornalistas portugueses)?? À escala quanto valeria o Trincão nos eucaliptos?? O Carmo (campeão europeu) e titular na primeira liga já estava na Juventus nesta altura não?? O Braga não pode antecipar este tipo de vendas com um impacto tão grande nas contas por situações como estas. E não pode fazê-lo porque a realidade é a que sabemos, o universo de adeptos e receitas com base nisso é limitado e enquanto não houver tomates de parar a liga até ver a situação dos direitos televisivos corrigida com uma equiparação de valores o problema vai manter-se...a não ser que o Braga meta no estádio 30mil pagantes em todos os jogos e venda camisolas por esse mundo fora a partir de Setembro. Até lá, sem contas equilibradas a coisa poderá sempre correr muito mal. Foi como disse anteriormente, havendo tanta dependência de vender (não vendendo “miúdos” da academia) estaremos sempre a hipotecar a equipa, porque depois tens de vender titulares e começar tudo de novo.

Repara, não interessa muito se achamos que os jovens do benfica têm qualidade ou não e se os nossos têm qualidade ou não ou se até têm mais qualidade que os deles. Eu até concordo contigo por exemplo. Mas quem manda é o mercado. Se o mercado paga 120 pelo Félix e 40 ou lá quanto foi pelo Sanches, burros seriam eles se não aproveitassem. Da mesma maneira que burros seriamos nós se rejeitássemos 17M por um miúdo que só fez 1 jogo na liga ou 30M por outro que se calhar nem 30 vai fazer. Não percebo as dúvidas quanto ao negócio do Neto. Está tudo nos vários RC da SAD. Se não acreditas neles isso já são outros quinhentos. Até haver uma auditoria ou um caso no MP é o único documento oficial que temos que seguir. Eu como não tenho indícios de nada ilícito não posso rejeitar o documento.

Podemos achar que os valores lá para baixo foram todos fruto de bolha e são exagerados, mas imagina que eram só 20M cada. Não é, mesmo assim, um modelo de negócio válido por parte deles? Quantos jogadores já vendeu o Benfica desde que tem a academia? Assim como o Sporting tinha um modelo de negócio válido enquanto apostou tudo na academia (não só fez encaixes altos vendendo vários jogadores ao longo de uma década, provavelmente acima de um grande encaixe por ano, como ganhou o seu último campeonato, várias taças e presenças na LC)? O problema do Sporting foi quando acharam que aquilo não era suficiente e tinham que voltar a ter rendimento desportivo (vulgo campeões nacionais) no imediato.

O impacto do Trincão nas contas do Braga é similar ao impacto do Felix nas do benfica por exemplo. O nosso problema é mesmo esse: é muito grande a diferença de valores entre nós e os 2 grandes. Mas até nisso quem manda é o mercado...

Não é uma questão de acharmos que os jovens do benfica têm qualidade, é de perceber que os nossos jovens não têm o mesmo tipo de publicidade nem o mesmo valor de mercado associado, mesmo sendo melhores. E estás enganado, o impacto do Trincão nas nossas contas não é o mesmo que o do Félix nas contas do Benfica. E por isso mesmo, não se pode estar a “contar” com vendas deste calibre de forma recorrente para projetar orçamentos! O assunto nem era este, mas ok...

Em primeiro lugar o Braga não tem a mesma proporção e variabilidade de receitas (basta incluir os direitos de tv aqui) e depois é obvio que o valor do Félix é recebido em cartão família...ele até pode dar "entrada" mas tem de sair. Da mesma forma como para nós foi o valor do Neto e do Jordão. É um valor que permitiu ao Braga “negociar” com crédito basicamente. Coisa que o Benfica faz recorrentemente (Conti; Jovic; Cadiz; Schettine (quase); RDT; Jimenez etc...para não falar de aqueles que envolveram apenas comissões). Por isso é que o Benfica depois foi buscar o Vinícius por exemplo e nós tivemos capacidade de ir resgatar o Danilo...havia saldo para “gastar”. No que respeita ao sporting e à “sede de ganhar”, o que chamas de modelo de negócio válido foi na verdade uma mão cheia de corrupção e sacos azuis, ainda há dinheiro de bancos emprestado a fundo perdido e proteção judicial (como com os outros 2) coisas com as quais não podemos nem devemos contar.

Tu fazes muitas perguntas neste post, mas não questionas o porquê das contas enviesadas dos clubes portugueses só terem um sentido...a do abismo. Quantas compras sem sentido já vimos o Braga fazer nos ultimos tempos também? Quantas comissões a “voar”? Acreditar nas contas?...já me deixam dúvidas há algum tempo a esta parte...
100%SCB Equipa Principal
  • *****
  • 6112
  • Quando o erro for só erro o SC Braga será campeão!
  Re: Cidade Desportiva do SC Braga
« Responder #1645 em: 11 de Maio de 2020, 21:37 »
O que é facto é que se pegarmos num miúdo qualquer (com uma qualidade "apenas razoável") e o metermos a fazer meia duzia de jogos, sai por 3/4/5 milhões. Quanto mais nome começar a ter a "Academia Braga" maior será o valor.
Basta olhar para o Boavista: pegou num puto completamente banal que fez 1500 minutos e saiu por 3 milhões. Estamos a falar do Boavista que raramente vende um jogador por um valor alto...

Só com isto estaria 1 ano (talvez 1 ano e meio) da academia paga...
FORÇA BRAGA
rpo.castro
rpo.castro Equipa Principal
  • *****
  • 13012
  Re: Cidade Desportiva do SC Braga
« Responder #1646 em: 11 de Maio de 2020, 23:07 »
O Bruno de Carvalho fez o que tu defendes: apostou no produto "jogos de futebol", investiu em jogadores e treinadores para aumentar receitas ordinárias e extraordinárias e mandou a academia para as calendas. Não, não foi por um momento de sorte, foi pelo que disse logo a seguir, mas convém-te só pegar nas partes que te convêm. O momento de sorte ia apenas prolongar o mandato dele para continuar a apostar no tal rendimento desportivo, porque sendo campeão mais receitas extraordinárias entravam. Apostou num aumento de receitas (extraordinárias e ordinárias) e manteve o clube com um único "produto" e focou tudo nele: o tal "rendimento desportivo". Nunca pensou noutras fontes de rendimento para a SAD. Deu no que deu. Paradoxalmente, o que tu criticas (usar receitas extraordinárias para aumentar orçamentos) é o que acaba por acontecer quando um clube se foca no que tu defendes: pensar apenas numa única fonte de rendimento - os jogos de futebol.

Pelo que dizes então o Braga jamais iria à FG Liga Europa a não ser um ou outro ano de sorte. Ficava-se por orçamentos de 10M no máximo todos os anos e não saíamos da cepa torta. Ficávamos ali no break-even das receitas ordinárias e pronto. Como em Portugal o mercado de TV não paga mais e como as receitas de bilheteira são residuais ficávamos ali estagnados. São as empresas que agora com o Covid não têm dinheiro para 1 mês de salários. Porque estão sempre ali estagnadas no break-even, não investem noutras fontes de rendimento, focam-se num só produto e ficam a expremê-lo até acabar.

Eu acredito que a Academia pode, e deve, ser um modelo de negócio sustentado de uma SAD. Para mim o principal objetivo da academia é dar retorno financeiro, para vocês não. E muito bem. Concordamos em discordar.
Continuas com o teu autismo?
Segue sozinho
Quem não sente não é filho de boa gente.
Enorme1921
Enorme1921 Juvenis
  • **
  • 215
  Re: Cidade Desportiva do SC Braga
« Responder #1647 em: 11 de Maio de 2020, 23:18 »
O que é facto é que se pegarmos num miúdo qualquer (com uma qualidade "apenas razoável") e o metermos a fazer meia duzia de jogos, sai por 3/4/5 milhões. Quanto mais nome começar a ter a "Academia Braga" maior será o valor.
Basta olhar para o Boavista: pegou num puto completamente banal que fez 1500 minutos e saiu por 3 milhões. Estamos a falar do Boavista que raramente vende um jogador por um valor alto...

Só com isto estaria 1 ano (talvez 1 ano e meio) da academia paga...

Era um pouco isto que vinha cá acrescentar. Não tenham dúvida que a nossa academia está a começar a ficar muito bem cotada. Como já referiram antes, muitos miúdos, e pais de miúdos, já consideram o Braga como um clube muito aliciante para dar os primeiros passos. Isto prende-se também com o sucesso desportivo que temos tido ao longo dos anos (da mesma maneira que é socialmente expectável os três do costume se fixarem no pódio, já nos é expectável ficar nos primeiros quatro lugares, já ganhámos um certo estatuto no futebol português), mas sobretudo com as condições que oferecemos, quer a nível de infra-estruturas, quer a nível de organização. O facto de termos vendido o Trincão ao Barcelona também é muito importante, pois dá-nos um certo selo de garantia de qualidade, e coloca-nos no mapa, dando-nos muita mais visibilidade a nível internacional. Eu sou da opinião que a academia foi um excelente investimento. E, mesmo que não saia um "Trincão" todos os anos, vão saindo outros jogadores que vão rendendo 1 ou 2M aqui, 4 ou 5M ali e que, juntos, vão mais que justificar o investimento. A escola do Benfica está muito bem cotada, e mesmo jogadores que não são propriamente um "Félix", vão sendo vendidos por valores a rondar os 10 a 15M, sem grande esforço. Temos de ter em consideração que não usufruímos do estatuto deles, para almejar a valores desses, mas a ordem de raciocínio é a mesma, vamos ter sempre algumas vendas de jogadores a valores mais baixos, mas que vão render uma boa maquia quando somados. Além disso, estaremos também a poupar em contratações. Em vez de investirmos milhões em jovens promessas, criámos as nossas próprias. Claro que continuaremos a gastar dinheiro em jogadores, e mesmo em jovens promessas, mas será cada vez menos. Este ano, a título de exemplo, já tínhamos a rodar na equipa um Carmo e um Trincão. Da mesma maneira que o Sporting há uns anos tinha na equipa muitos jovens da sua formação, ou da mesma forma que o Benfica este ano jogava, por exemplo, com uma dupla de centrais vinda da formação, sendo que lançou muitos outros miúdos em vários jogos, o Braga, com a academia, também terá cada vez mais e melhores jovens talentos para lançar. E quantos mais lançarmos, mais cotados estaremos para transferências internacionais, e mais miúdos vão escolher o Braga na hora de escolher um clube para iniciar a formação, uma autêntica bola de neve positiva.
Anuncios M
Anuncios M
paulo
paulo Iniciados
  • *
  • 63
  Re: Cidade Desportiva do SC Braga
« Responder #1648 em: 20 de Maio de 2020, 17:38 »
Alguém sabe quando se inicia a segunda  fase da academia? Esta previsto para este mês  mas nao li mais mada neste sentido.
Guerreiro03 Equipa Reservas
  • ****
  • 917
  Re: Cidade Desportiva do SC Braga
« Responder #1649 em: 21 de Maio de 2020, 00:27 »
Alguém sabe quando se inicia a segunda  fase da academia? Esta previsto para este mês  mas nao li mais mada neste sentido.
Devem estar á espera dos trâmites burocráticos e provavelmente também daqueles projetos de especialidade

Enviado do meu Redmi Note 7 através do Tapatalk

Sif
Sif Equipa Principal
  • *****
  • 2148
  • avatar: fred-h.deviantart.com
  Re: Cidade Desportiva do SC Braga
« Responder #1650 em: 21 de Maio de 2020, 15:12 »
Moisés é o novo treinador dos sub-19. Artur Jorge passa a treinar os sub-23. Alguém sabe o que aconteceu com o (antigo) treinador dos sub-23?
Anuncios G
100%SCB Equipa Principal
  • *****
  • 6112
  • Quando o erro for só erro o SC Braga será campeão!
  Re: Cidade Desportiva do SC Braga
« Responder #1651 em: 21 de Maio de 2020, 15:23 »
Vai sair
FORÇA BRAGA
andromeda123 Juniores
  • ***
  • 446
  Re: Cidade Desportiva do SC Braga
« Responder #1652 em: 21 de Maio de 2020, 16:11 »
Alguém para onde vai?
Satmar
Satmar Equipa Principal
  • *****
  • 2430
  Re: Cidade Desportiva do SC Braga
« Responder #1653 em: 21 de Maio de 2020, 18:06 »
Alguém para onde vai?
Muito provavelmente deve abraçar um novo projeto no Campeonato de Portugal, pois era essa a sua aspiração. O ingresso de Moisés não deixa de ser uma grande surpresa. Um homem que marcou uma fase da nossa equipa, muito forte fisicamente e que jogava pelo símbolo com garra. Quanto à sua valia como treinador, não faço a mínima ideia. Não será fácil tomar as rédeas deste projeto, pois os sub 19 são um campeonato muito importante e competitivo.
A ver vamos.
Força Guerreiros!!!
frg1983 Juniores
  • ***
  • 625
  • Braga a minha eterna devoção. Fidelis Bracara.
  Re: Cidade Desportiva do SC Braga
« Responder #1654 em: 21 de Maio de 2020, 22:46 »
Alguém sabe quando se inicia a segunda  fase da academia? Esta previsto para este mês  mas nao li mais mada neste sentido.
Devem estar á espera dos trâmites burocráticos e provavelmente também daqueles projetos de especialidade

Enviado do meu Redmi Note 7 através do Tapatalk

Outravez a história das especialidades! Lolol ;)

Os adiamentos já são costumes deste projecto.. mas por acaso tive de passar por lá está semana e dá para perceber que já houve limpeza em toda a zona do Pavilhão!

Cumprimentos!
porbragapelobraga.blogspot.com ..visitem.. Saudações Braguistas
Duarte
Duarte Equipa Principal
  • *****
  • 3627
  Re: Cidade Desportiva do SC Braga
« Responder #1655 em: 21 de Maio de 2020, 22:46 »
O Moisés será um novo Wender ou um novo Custódio?
O FÓRUM DE BRAGA:
www.forum.bracarae.com
tiago1992 Equipa Reservas
  • ****
  • 863
  Re: Cidade Desportiva do SC Braga
« Responder #1656 em: 21 de Maio de 2020, 22:47 »
O Moisés será um novo Wender ou um novo Custódio?

Um novo Amorim  ;D ;D ;D
Guerreiro03 Equipa Reservas
  • ****
  • 917
  Re: Cidade Desportiva do SC Braga
« Responder #1657 em: 21 de Maio de 2020, 23:06 »
Alguém sabe quando se inicia a segunda  fase da academia? Esta previsto para este mês  mas nao li mais mada neste sentido.
Devem estar á espera dos trâmites burocráticos e provavelmente também daqueles projetos de especialidade

Enviado do meu Redmi Note 7 através do Tapatalk

Outravez a história das especialidades! Lolol ;)

Os adiamentos já são costumes deste projecto.. mas por acaso tive de passar por lá está semana e dá para perceber que já houve limpeza em toda a zona do Pavilhão!

Cumprimentos!
São muitas especialidades , tens que entender. 
Isto já é uma pessoa a tentar encontrar uma justificação com o mínimo de lógica. Se é que um atraso tão grande tem lógica.
Uma pessoa já não consegue entender tanto atraso .
Enviado do meu Redmi Note 7 através do Tapatalk
« Última modificação: 21 de Maio de 2020, 23:23 por Guerreiro03 »
Rondo
Rondo Equipa Reservas
  • ****
  • 758
  Re: Cidade Desportiva do SC Braga
« Responder #1658 em: 21 de Maio de 2020, 23:30 »
Alguém sabe quando se inicia a segunda  fase da academia? Esta previsto para este mês  mas nao li mais mada neste sentido.
Devem estar á espera dos trâmites burocráticos e provavelmente também daqueles projetos de especialidade

Enviado do meu Redmi Note 7 através do Tapatalk

Outravez a história das especialidades! Lolol ;)

Os adiamentos já são costumes deste projecto.. mas por acaso tive de passar por lá está semana e dá para perceber que já houve limpeza em toda a zona do Pavilhão!

Cumprimentos!
São muitas especialidades , tens que entender. 
Isto já é uma pessoa a tentar encontrar uma justificação com o mínimo de lógica. Se é que um atraso tão grande tem lógica.
Uma pessoa já não consegue entender tanto atraso .
Enviado do meu Redmi Note 7 através do Tapatalk

Citar a mensagem que diz que está a decorrer a obra, a dizer que é difícil de justificar a ausência da obra. Parabéns.
˜”*°•.1921.•°*”˜
Guerreiro03 Equipa Reservas
  • ****
  • 917
  Re: Cidade Desportiva do SC Braga
« Responder #1659 em: 21 de Maio de 2020, 23:55 »
Alguém sabe quando se inicia a segunda  fase da academia? Esta previsto para este mês  mas nao li mais mada neste sentido.
Devem estar á espera dos trâmites burocráticos e provavelmente também daqueles projetos de especialidade

Enviado do meu Redmi Note 7 através do Tapatalk

Outravez a história das especialidades! Lolol ;)

Os adiamentos já são costumes deste projecto.. mas por acaso tive de passar por lá está semana e dá para perceber que já houve limpeza em toda a zona do Pavilhão!

Cumprimentos!
São muitas especialidades , tens que entender. 
Isto já é uma pessoa a tentar encontrar uma justificação com o mínimo de lógica. Se é que um atraso tão grande tem lógica.
Uma pessoa já não consegue entender tanto atraso .
Enviado do meu Redmi Note 7 através do Tapatalk

Citar a mensagem que diz que está a decorrer a obra, a dizer que é difícil de justificar a ausência da obra. Parabéns.
A limpeza ainda não é a obra mesmo a sério
São preparativos

Enviado do meu Redmi Note 7 através do Tapatalk
« Última modificação: 22 de Maio de 2020, 00:04 por Guerreiro03 »
 

Anuncios M
Anuncios M