Quantcast
Fidelização de sócios em tempos de pandemia
You are using an outdated browser. For a faster, safer browsing experience, upgrade for free today.
Anuncios M
Fidelização de sócios em tempos de pandemia
104 Respostas
10360 Visualizações
0 Membros e 2 Visitantes estão a ver este tópico.
NightHawk
NightHawk Equipa Principal
  • *****
  • 3625
  Re: Fidelização de sócios em tempos de pandemia
« Responder #100 em: 04 de Agosto de 2021, 23:10 »
Assim muito rapidamente (só vi isto agora) não há qualquer compensação para quem cumpriu com o pagamento de quotas e pagou cadeira anual (19/20).

O que me parece mau é não ficar sequer definido como vai ser a questão da cadeira anual 21/22 (após os primeiros 5 jogos) assim como os jogos europeus. Até ver quem beneficiar da amnistia dos 40%, pode muito bem nem meter os pés no estádio devido ao preço dos bilhetes.

É explicado no comunicado, enquanto a DGS não abrir para 100% (e houver alguma certeza que não voltam atrás com a decisão) não haverão lugares anuais e todos os jogos terão bilhetes individualmente. Faz sentido, e todos os clubes estão a fazê-lo, neste momento ninguém sabe quando é que isto abre tudo de vez, se é que vai abrir tão cedo.
AMartins
AMartins Equipa Principal
  • *****
  • 2996
  Fidelização de sócios em tempos de pandemia
« Responder #101 em: 05 de Agosto de 2021, 00:19 »
Assim muito rapidamente (só vi isto agora) não há qualquer compensação para quem cumpriu com o pagamento de quotas e pagou cadeira anual (19/20).

O que me parece mau é não ficar sequer definido como vai ser a questão da cadeira anual 21/22 (após os primeiros 5 jogos) assim como os jogos europeus. Até ver quem beneficiar da amnistia dos 40%, pode muito bem nem meter os pés no estádio devido ao preço dos bilhetes.

É explicado no comunicado, enquanto a DGS não abrir para 100% (e houver alguma certeza que não voltam atrás com a decisão) não haverão lugares anuais e todos os jogos terão bilhetes individualmente. Faz sentido, e todos os clubes estão a fazê-lo, neste momento ninguém sabe quando é que isto abre tudo de vez, se é que vai abrir tão cedo.
Obrigado. Vi aqui a transcrição e passou-me aquele parágrafo. Assim percebo o plano a curto prazo.

No entanto acho que poderia fazer mais sentido “vender” estes 5 jogos (a quem tem de os comprar) em pack...a resposta dos sócios seria melhor, e um preço bem atrativo iria garantir uma melhor assistência. Mas é sempre uma utopia pensar que os órgãos do clube têm cabeça e vontade para estas coisas.
Anuncios M
Anuncios M
Legião
Legião Equipa Principal
  • *****
  • 8924
  • Mágico Braga, Amor Eterno
  Re: Fidelização de sócios em tempos de pandemia
« Responder #102 em: 05 de Agosto de 2021, 18:29 »
INFORMAÇÕES BILHÉTICA 2021/22

SC Braga informa que definiu a bilhética para os jogos no Estádio Municipal de Braga a contar para a Liga Portugal Bwin e para a Allianz Cup, deixando para as próximas semanas o anúncio dos valores referentes aos jogos em casa na Liga Europa. No que diz respeito à Taça de Portugal, e como já é habitual, os preços serão anunciados jogo a jogo.

À semelhança do que acontecia nas épocas anteriores, os sócios sub-18 e os sócios atletas têm entrada gratuita (desde que tenham a quota em dia). No entanto, é obrigatório o levantamento do bilhete nos postos de venda do Clube.



Processo de levantamento/venda de bilhetes para o jogo com o Sporting CP

Os bilhetes para o jogo com o Sporting CP (sábado, dia 14 de agosto, às 20h30), estarão disponíveis a partir de sábado (7 de agosto) nas Lojas Oficiais do Clube (Braga Parque e Liberdade Street Fashion) e, apenas no dia de jogo, nas bilheteiras do Estádio Municipal de Braga (se ainda houver bilhetes disponíveis).

De sábado (7 de agosto) a 4ª feira (11 de agosto)
Levantamento/venda do bilhete exclusivo a sócios detentores de Lugar Anual, com a quota de julho em dia.

De 5ª feira (12 de agosto) a sábado (14 de agosto)
Levantamento/venda do bilhete alargado a todos os sócios com a quota de julho em dia.

Os lugares disponíveis cumprem as normas estabelecidas pela DGS, pelo que não é possível assegurar o lugar habitual ou bilhetes contíguos.
Refira-se que os ingressos serão entregues por ordem de chegada e estão limitados à disponibilidade de lugares existentes.

Regras para o levantamento/aquisição do bilhete:

Apresentação obrigatória do cartão de sócio;
Cada cartão permite a compra de um bilhete;
O ingresso é pessoal e intransmissível, sendo que o mesmo terá a identificação do portador tendo em conta as normas aprovadas pela DGS


Recorde-se que os titulares de bilhetes válidos para este jogo terão de, para além das habituais condições de acesso e permanência em espetáculos desportivos desta natureza, cumprir os requisitos e recomendações emanados pela DGS para entrada no recinto desportivo, nomeadamente:

– Certificado Digital Covid-19 válido (última dose tomada, no mínimo a 31 de julho) que comprove vacinação completa, ou

– Teste PCR com resultado negativo realizado até 72 horas antes do jogo, ou

– Teste antigénio com resultado negativo realizado até 48 horas antes do jogo;

– Temperatura corporal inferior a 38 º C, mediante controlo de temperatura no acesso ao recinto.

Além destas condições é obrigatório o uso permanente da máscara de proteção e a manutenção do distanciamento físico

Em https://scbraga.pt/informacoes-bilhetica-2021-22/
« Última modificação: 05 de Agosto de 2021, 18:42 por Legião »
Bracara Avgvsta - Fidelis et antiqva
guerreiro1921 Equipa Principal
  • *****
  • 2582
  Re: Fidelização de sócios em tempos de pandemia
« Responder #103 em: 05 de Agosto de 2021, 22:56 »
Sai mais uma machadada na Fidelização de Sócios.

Depois de termos atravessado uma pandemia, depois de termos perdido milhares de sócios e depois do fiasco que foi a bilhética da Supertaça, eis que o clube decide aumentar o valor que o comum adepto tem que desembolsar para ver os 17 jogos em casa:

Para comparação:

Em 2019/2020, um adepto que tenha comprado uma cadeira na Central Nascente desembolsou 37,50 euros.
Com os preços dos bilhetes praticados este ano, o mesmo adepto, para ir ver os jogos todos, terá que desembolsar 80 euros (14x4)+(3x8).
Assumindo que o adepto que comprou cadeira este ano e usufrui da oferta dos 5 primeiros jogos da época, o valor total que terá que desembolsar será de 56 euros (80-8-4x4).

O mesmo acontece, por exemplo, para um pack duplo na central poente, Quando antes pagavam 122,50, agora terão de pagar 228 euros. Com a oferta dos 5 jogos, ficará por 160 euros.

Na lateral nascente, uma mulher pagava 17,50 euros e agora pagará 70 euros. Com a oferta, ficará por 49 euros.


Por favor, corrijam-me se estiver errado - e espero sinceramente estar - mas, a confirmarem-se estes valores, não se augura nada de bom para as bancadas do Estádio.

Ver que após uma pandemia o clube decide aumentar os preços dos bilhetes, a única vontade que dá é mandar tudo às favas e desligar do futebol.
Anuncios V
Hugo_89
Hugo_89 Iniciados
  • *
  • 98
  Re: Fidelização de sócios em tempos de pandemia
« Responder #104 em: 05 de Agosto de 2021, 23:54 »
Sai mais uma machadada na Fidelização de Sócios.

Depois de termos atravessado uma pandemia, depois de termos perdido milhares de sócios e depois do fiasco que foi a bilhética da Supertaça, eis que o clube decide aumentar o valor que o comum adepto tem que desembolsar para ver os 17 jogos em casa:

Para comparação:

Em 2019/2020, um adepto que tenha comprado uma cadeira na Central Nascente desembolsou 37,50 euros.
Com os preços dos bilhetes praticados este ano, o mesmo adepto, para ir ver os jogos todos, terá que desembolsar 80 euros (14x4)+(3x8).
Assumindo que o adepto que comprou cadeira este ano e usufrui da oferta dos 5 primeiros jogos da época, o valor total que terá que desembolsar será de 56 euros (80-8-4x4).

O mesmo acontece, por exemplo, para um pack duplo na central poente, Quando antes pagavam 122,50, agora terão de pagar 228 euros. Com a oferta dos 5 jogos, ficará por 160 euros.

Na lateral nascente, uma mulher pagava 17,50 euros e agora pagará 70 euros. Com a oferta, ficará por 49 euros.


Por favor, corrijam-me se estiver errado - e espero sinceramente estar - mas, a confirmarem-se estes valores, não se augura nada de bom para as bancadas do Estádio.

Ver que após uma pandemia o clube decide aumentar os preços dos bilhetes, a única vontade que dá é mandar tudo às favas e desligar do futebol.

Como sempre tive cadeira anual, não tenho bem presentes os preços praticados nas épocas anteriores, mas parece-me que se mantêm mais ou menos os mesmos, sendo que, naturalmente, o preço da cadeira anual é inferior à soma dos bilhetes para a totalidade dos jogos.

Neste caso, a diferença está na impossibilidade de se comprar a cadeira anual, o que nos obriga, para já, a comprar bilhetes para cada jogo (após a oferta). No entanto, penso que existe ainda a hipótese de vir a ser vendida uma cadeira "anual" a partir do momento em que a lotação permitida no estádio volte aos 100% (penso que isso foi referido num dos comunicados). Num cenário ideal, a partir de Outubro os estádios voltarão à lotação máxima, o que deverá permitir a venda desse lugar "anual" para o que resta da época. Mas ainda não há garantias de que isso venha mesmo a acontecer.

Ou seja, se tivermos que comprar bilhetes para todos os jogos, vamos acabar a pagar mais. Se houver a venda de lugar anual em breve (Outubro/Novembro), há aí a hipótese de se corrigir esta questão com o valor do lugar anual (que terá que ser mais baixo, dado haver menos jogos).

Tudo dependerá de quando a lotação dos estádios voltará aos 100%.
 

Anuncios M
Anuncios M