You are using an outdated browser. For a faster, safer browsing experience, upgrade for free today.
Anuncios
Chievo vs Liberec
1 Respostas
759 Visualizações
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
Equipa Reservas
  • ****
  • 774
  Chievo vs Liberec
« em: 26 de Outubro de 2006, 22:42 »
O SCB nos últimos anos tem vindo a consolidar um estatuto no futebol português.
No passado recente oscilou o bom com o mau. No passado recente, o SCB lutou pela qualificação para a Taça UEFA numa época, e na época seguinte, lutava pela manutenção no 1º escalão do futebol nacional.
Tal irregularidade no Campeonato Nacional deveu-se essencialmente a graves problemas financeiros que desde longa data assolam o SCB e que impediram as direcções de planearem e construírem um plantel que desse garantias de estabilidade e consequente consolidação de um estatuto.
Nos dias de hoje, é um pouco diferente. Não que haja algum mecenas a exemplo do Abramovich. Não porque as direcções anteriores não tivessem vontade de consolidar o SCB nos lugares cimeiros. Não porque a actual Direcção tenha o dom de Midas... É um pouco diferente porque há uma conjunção de factores que, a par da boa vontade financeira da SAD, resultaram numa gestão melhor que gestões de direcções anteriores.
A crise económica que permitiu o acesso a melhores jogadores; a globalização que permitiu negócios com o “mundo”; um maior rigor na gestão do plantel, gestão financeira que juntamente com um rol de premissas... permitiram que o SCB conseguisse anos de sucesso desportivo sem o agravamento substancial da condição financeira.
A conquista em 3 anos sucessivos de um lugar que dê acesso à Taça UEFA afigura-se  fácil quando comparado com as exigências futuras.
O mais difícil,  ou seja, a consolidação e mais importante a afirmação do SCB como equipa de topo nos anos e décadas vindouras é  o próximo desafio. É preciso continuar a subir de patamar para alcançarmos o cume. Este objectivo pode significar um salto enorme numa etapa de crescimento que se deseja sustentado. Deseja-se sustentado, forte, seguro, e para isso não podemos pensar que as condições e circunstâncias que norteiam e envolvem o SCB são suficientes para conseguirmos tal desiderato. É preciso mais... e tudo passa pelo aumento da capacidade de fazer mais dinheiro. No passado as direcções falharam porque não conseguiram realizar dinheiro e será assim no futuro se a SAD não dar ênfase a este necessidade. A primeira condição passa sempre pelas pessoas, ie, pelas direcções. O problema não é necessariamente o dinheiro mas sim as pessoas que, pelas mais diversas razões, não são capazes de gerir racionalmente os recursos ou são incapazes de gerar ou aumentar os recursos necessários ao normal funcionamento do clube.
É necessário pois analisar e identificar os problemas do clube mas, mais importante, delinear um rumo, ou seja objectivos estratégicos. Este sim o busílis da questão e na minha opinião o calcanhar de Aquiles do SCB. É importante que as decisões e actos de gestão, assentes no rigor e numa planificação e execução eficaz, seja acima de tudo coerente e vise alcançar o objectivo principal. Não importa actos isolados ou iniciativas isoladas, se estes não estiverem inseridos num  contexto global, que tenham seguimento e mais importante, sejam coerentes com outros actos de gestão. Por exemplo: incentivos aos jovens das nossas escolas e simultaneamente preços de ingressos para jovens iguais aos adultos. É pois importante clarificar o que se pretende. Não importa incentivar ao crescimento dos associados quando as contrariedades são mais que muitas, desde o horário dos jogos até ao relacionamento com o associado. Não basta abrir novas lojas se elas não tem os produtos necessários. 
Há áreas que importa reorganizar e, definitivamente, o SCB deve compreender que para crescer e aspirar lutar pelo título nacional, constantemente, a exemplo dos 3”grandes”, não o pode fazer nos moldes actuais. Gostaria de dar ênfase a este pensamento: O que o SCB pode fazer com pouco mais de 20 mil sócios( quantos são pagantes?).
Se nada for feito neste sentido, não descarto a possibilidade do futuro do SCB ficar comprometido, ou pelo menos, na melhor das hipóteses, recuar ao passado.
     É importante então uma política de gestão assente no rigor,  e como disse anteriormente um projecto sustentado e coerente. Se o SCB quer ser um clube maior, deve definir o que é preciso para o ser.  Neste sentido, o objectivo estratégico do SCB deve ser o aumento da dimensão humana do clube. Deve o SCB orientar as decisões e actos de gestão neste sentido, e simultaneamente incrementar e dinamizar outras áreas

É importante então definir o que queremos e não andar ao sabor do vento, senão vejamos: O SCB disputou recentemente um jogo de primordial importância, como foi o jogo a contar para a Taça Uefa contra o Chievo. A meta traçada pela equipa técnica estava definida: passar à fase de grupos. Apesar da primordial importância do jogo e o apoio dos braguistas ser fundamental, a  SAD fixou o preço dos bilhetes para associados em 15 euros e o horário do jogo coincidia com o horário laboral.

No próximo jogo, contra o Liberec, num jogo também importante, a SAD decidiu que afinal era preciso apoio e fixou o preço nos 5 euros e o horário, tal como o preço, é igualmente explêndido.
Só posso dar os parabéns à SAD por esta iniciativa... ms pedia também um pouco de coerência, e por favor, pedia que estas últimas iniciativas se repetissem até que o objectivo final seja alcançado.
Força Gverreiros
Manuel Pereira Equipa Principal
  • *****
  • 1848
  Re: Chievo vs Liberec
« Responder #1 em: 26 de Outubro de 2006, 23:04 »
Muito bem!
Precisa-se de facto de uma política pressistente de cativar novos adptos para o S C Braga e não vamos pedir isso aos braguistas porque esses já estão conquistados. Não vamos conseguir tranformar em massa bracarenses benfiquistas, sportinguistas de Lisaboa, ou portistas em braguistas. Vamos conquistar bracarenses e outros minhotos que ainda não têm clube dedenido em braguistas.
A política de preços da SAD para os dois próximos jogos vai nesse sentido mais para dar frutos palpáveis tem que ser continuada e com publicidade mais agressiva.

Saudações braguistas.