You are using an outdated browser. For a faster, safer browsing experience, upgrade for free today.
Anuncios M
Força de candidato
0 Respostas
677 Visualizações
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
Gverreiro pt
Gverreiro pt Juniores
  • ***
  • 569
  • É A TUA AMBIÇÃO!
  Força de candidato
« em: 22 de Março de 2010, 18:46 »
Citar
   
Futebol > Nacional > LIGA SAGRES > Braga
Força de candidato
ESTRUTURA MANTEVE-SE SEMPRE SÓLIDA

O que ainda pode surpreender muita gente tem uma explicação lógica, pois nada surge do acaso. Este Sp. Braga aparece nesta fase como a única equipa capaz de poder atrapalhar o Benfica na luta pelo título, mas a força de um candidato sério foi-se mostrando a espaços e mesmo de uma forma invisível para quem não consegue "entrar" no balneário.

Tudo começa aí, nesse local sagrado que Domingos Paciência soube preservar. Conhecedor profundo de uma cultura de vitória que "bebeu" enquanto jogador do FC Porto, o treinador trouxe para Braga uma liderança forte e paradoxalmente sensível aos ataques do exterior.

A cada golpe profundo que o grupo sofreu, a equipa soube sempre responder com grande maturidade, ganhando aos poucos essa inabalável crença de que tudo é possível. Olhado com alguma desconfiança no início, Domingos ditou regras e rotinas e começou por ganhar quem mais lhe interessava: um grupo unido. Claro que nem tudo foram rosas e aquele primeiro rombo na época, com a saída precoce da Liga Europa aos pés dos suecos do Elfsborg, acabou por ser um momento decisivo. Em primeiro lugar, porque António Salvador, conhecido líder impaciente perante desaires fora de tempo, fez questão de reforçar toda a sua confiança na equipa técnica, "dizendo" também aos jogadores que a resposta tinha de ser célere e convincente. E foi mesmo...

Oito jogos depois, incluindo uma visita à Covilhã para a Taça de Portugal, a equipa não sabia sequer o que era empatar e conheceu esse sabor em Vila do Conde. Por esta altura, o Sp. Braga ainda era olhado como aquela boa surpresa de início de época. Com vitórias em Alvalade e na receção ao FC Porto. Grandes vitórias que Domingos aproveitou para "agarrar" ainda mais o grupo. No dia seguinte ao golo de Alan que deixou os dragões por terra, o treinador viu a foto que acompanha esta peça e deu ordens para a mesma ser colocada em lugar de destaque no balneário. Que melhor imagem de força do que a do capitão Vandinho, líder do balneário, complemento do técnico no relvado, símbolo da crença e raça!

Antissismo

A grande realidade é que a cada abalo que sofreu durante toda a época, a estrutura manteve-se sólida. Tremeu mais vezes. Perdeu o capitão. Demorou a recompor-se, mas surge novamente capaz de demonstrar a força de um candidato nunca assumido com toda a frontalidade.

Por aí também se faz esta caminhada dos minhotos. Com discursos bem controlados para o exterior. Com palavras proibidas. Com frases feitas à medida do momento. O Sp. Braga, no seu todo, começou a acreditar que era possível algo de histórico mesmo logo após deixar fugir outras frentes. "Vamos lutar jogo a jogo para mantermos a liderança no campeonato", foi o que se ouviu após as saídas precoces das Taças internas. "Vamos dar tudo para voltarmos a conquistar a liderança", repetiu-se a ideia quando o Benfica pegou nessa luz. E é por aí que tudo se decide. Daqui a cinco dias!
Autor: ANTÓNIO MENDES
Data: Segunda-Feira, 22 Março de 2010 - 4:14

http://www.record.xl.pt/noticia.aspx?id=e34e824a-9f1e-4da2-9c5f-d11fb5aae523&idCanal=00000013-0000-0000-0000-000000000013
 

Anuncios M
Anuncios M