Quantcast
2009/2010...ASSISTÊNCIAS DA PEDREIRA...2021/2022
You are using an outdated browser. For a faster, safer browsing experience, upgrade for free today.
Anuncios M
2009/2010...ASSISTÊNCIAS DA PEDREIRA...2021/2022
291 Respostas
77694 Visualizações
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
Little_Devil
Little_Devil Juniores
  • ***
  • 366
  • Um desejo, um objectivo, BRAGA CAMPEÃO!!!
  Re:As fracas assistências na Pedreira!!!
« Responder #20 em: 02 de Dezembro de 2009, 23:17 »
O grande problema reside no estádio, está algo longe, num local ainda pouco desenvolvido, o próprio estádio é muito frio... a climatização de Braga também não ajuda, por norma Braga é uma cidade fria, ou seja estamos a discutir se vale a pena o braguista assistir do sofá onde está quentinho, onde arranja comida e bebida para acompanhar o jogo com facilidade, ou se o braguista deve assistir ao jogo no estádio, onde de facto vibra mais com o jogo, acompanha melhor os lances não é obrigado a ouvir os juízos dos comentadores mas onde está um frio do c****** que mal se aguenta... só espero que façam a tal bancada que falta ao nosso estádio, talvez assim o estádio deixe de ser tão frio...

Na liga inglesa por exemplo há estádios (e até porque na Inglaterra é um pouco mais frio do que aqui) com aquecimento subterrâneo, não me perguntem como o sistema funciona até porque li numa revista...


Aqui é que se distinguem os verdadeiros Braguistas!!!
Aquiles Equipa Principal
  • *****
  • 1217
  Re:As fracas assistências na Pedreira!!!
« Responder #21 em: 02 de Dezembro de 2009, 23:21 »
Já aqui foram apresentadas diversas sugestões para melhorar as assistências no EMB. Que eu saiba, normalmente caiem em saco roto.

Eu por mim vou sempre que posso.

Quanto aos jogos á segunda-feira, acho extremamente negativo e vou citar apenas um exemplo daquilo que eu acho que o SCBRaga perdeu por exemplo no jogo desta semana.

O Eurosport, que é visto em todo o planeta por centenas de milhões de pessoas, apresenta um programa sobre os golos e destaques das ligas mais importantes, que é apresentado á segunda á noite. Como nós jogamos na segunda á noite, já não pudemos aparecer no programa desta semana, com o destaque de sermos lideres. Este programa é depois repetido em outros horários que permitem que sejam visualisados noutros pontos do globo em horários nobres.
Na minha modesta opinião, seria necessário que a transmissão pague um balurdio para que compense esta perda de destaque planetário que podiamos ter tido e não tivemos.

Por mim, fazia-se um movimento Nacional, para que os jogos á segunda-feira fossem banidos!
Anuncios M
Anuncios M
darkshines
darkshines Equipa Principal
  • *****
  • 2237
  Re:As fracas assistências na Pedreira!!!
« Responder #22 em: 02 de Dezembro de 2009, 23:21 »
Como é possível utilizarem o argumento que o estádio não tem condições?!!! LEMBRAM-SE DO 1º de MAIO ?!!!

Agora uma pessoa está na sua cadeirinha, descansado a ver o jogo e sem apanhar chuva....que melhor querem? Frio? Vestiam-se decentemente e já não apanham frio, ou então puxem pelo mágico que o frio desaparece!
Olho Vivo Equipa Principal
  • *****
  • 10146
  Re:As fracas assistências na Pedreira!!!
« Responder #23 em: 02 de Dezembro de 2009, 23:27 »
O discurso que por aqui campeia é errado e contraproducente. Já se discutiu mil e uma vezes este assunto: o clube só pode crescer se conseguir atrair pessoas que não têm hábito de ir ao estádio. Não é com discursos de que a cidade não merece o clube e quejandos que se ganham novos adeptos. É um discurso que não é útil, que afasta as pessoas em vez de as atrair. O que querem as pessoas afirmar com ele? Que eles, sim, são braguistas dos sete costados? Que nem que chovam paralelos estarão nas bancadas? Isso é merecedor dos maiores elogios, sim senhor, mas acrescenta pouco ao clube, lamento dizê-lo.

Os sócios têm de decidir o que querem. Se querem ser um clube de "verdadeiros" (detesto esta expressão!), mas um clube de meia dúzia, uma espécie de "elite" com um discurso contra aqueles que não são mas poderiam ser; ou se têm o sonho de congregar à sua volta boa parte dos bracarenses e das gentes que vivem (ou nasceram ou já viveram) à volta de Braga. Se têm este sonho, têm também de se sacrificar por isso. Não estar constantemente a recriminar aqueles que supostamente querem atrair. Não estar constantemente com um discurso de auto-elogio (nós, os "verdadeiros", os "puros").

É que hoje não é fácil atrair mais pessoas aos estádios. As pessoas têm uma gama variada de alternativas de lazer que não existiam há uns anos. Há por outro lado um cada vez maior desenraizamento das pessoas: dificilmente alguém nasce, cresce, estuda, trabalha e vive indefinidamente na mesma terra. Quantos dos que aqui escrevem ou por aqui já passaram foram "obrigados" por circunstâncias da vida a mudar para outros locais onde fazem hoje as suas vidas?

Isto obriga a que o clube tenha de ser extremamente pro-activo na conquista destes adeptos. Os resultados ajudam, mas pelo que atrás foi dito, é curto e só tem efeitos práticos a prazo - pessoalmente, não tenho dúvidas de que se a equipa de futebol mantiver o actual nível, daqui a uns dez anos teremos uma geração de bracarenses completamente doutrinada. Não é fácil trazer estas pessoas ao estádio - mas não porque a maioria seja adepta de outro clube como por vezes se diz. Simplesmente, a maioria das pessoas não são adeptos, no sentido de ter uma relação regular com o clube e que tenham hábito de ir aos estádios. E isto verifica-se em toda a parte - dá-me vontade de rir quando oiço falar em 6 milhões de benfiquistas quando nem sequer há seis milhões de adeptos de futebol em Portugal!

Há que procurar entre os que são meros simpatizantes (mas que ligam pouco à bola e não estão dispostos a grandes esforços para ir ao estádio). Há que ir buscá-los a casa! E para esses, todos os pormenores contam! A distância, o preço, os horários, o conforto, tudo tem de ser considerado para fazer deles a prazo verdadeiros adeptos... Já em tempos dei uma sugestão que mantenho: o Braga deveria considerar uma categoria de sócio exclusiva para as mulheres, a preço simbólico, que desse acesso a todos os jogos excepto três ou quatro durante a temporada (de forma a que seja vantajoso ser sócio "sénior"). Há muitas mulheres que têm simpatia pelo clube mas não vêm ao estádio. E uma mulher no estádio, por norma, significa marido, filhos e outros mais também nas bancadas (sim, porque elas é que verdadeiramente mandam). Seria esta também uma forma de fazer render as campanhas que se fizeram (e, espero, continuem) entre os mais jovens. Há que fazer do jogo uma festa, proporcionando condições de segurança e erradicando focos de violência e procurando criar condições para que vir ao estádio seja aprazível.

O que acho mesmo essencial é que se deixe de lado o discurso de lamúria constante: o clube (e "nós") é que somos bons, a cidade é que não está à altura. Lamento, sou frontalmente contrário a este discurso porque ele é naturalmente imobilista - se a cidade não está à altura, não haverá nada a fazer, certo?

* É importante também que ser sócio proporcione facilidades para a prática desportiva ainda que de natureza não competitiva. O acesso dos miúdos à prática do desporto (várias modalidades), o acesso de miúdos e graúdos a recintos de prática desportiva (pistas de manutenção, ginásios, etc.) poderiam constituir um bom chamariz para aquelas pessoas que até possam nem ter grande afinidade com o clube (frequentemente pessoas de outras origens geográficas) mas que tomariam assim um primeiro contacto com o clube.
Little_Devil
Little_Devil Juniores
  • ***
  • 366
  • Um desejo, um objectivo, BRAGA CAMPEÃO!!!
  Re:As fracas assistências na Pedreira!!!
« Responder #24 em: 02 de Dezembro de 2009, 23:47 »
O discurso que por aqui campeia é errado e contraproducente. Já se discutiu mil e uma vezes este assunto: o clube só pode crescer se conseguir atrair pessoas que não têm hábito de ir ao estádio. Não é com discursos de que a cidade não merece o clube e quejandos que se ganham novos adeptos. É um discurso que não é útil, que afasta as pessoas em vez de as atrair. O que querem as pessoas afirmar com ele? Que eles, sim, são braguistas dos sete costados? Que nem que chovam paralelos estarão nas bancadas? Isso é merecedor dos maiores elogios, sim senhor, mas acrescenta pouco ao clube, lamento dizê-lo.

Os sócios têm de decidir o que querem. Se querem ser um clube de "verdadeiros" (detesto esta expressão!), mas um clube de meia dúzia, uma espécie de "elite" com um discurso contra aqueles que não são mas poderiam ser; ou se têm o sonho de congregar à sua volta boa parte dos bracarenses e das gentes que vivem (ou nasceram ou já viveram) à volta de Braga. Se têm este sonho, têm também de se sacrificar por isso. Não estar constantemente a recriminar aqueles que supostamente querem atrair. Não estar constantemente com um discurso de auto-elogio (nós, os "verdadeiros", os "puros").

É que hoje não é fácil atrair mais pessoas aos estádios. As pessoas têm uma gama variada de alternativas de lazer que não existiam há uns anos. Há por outro lado um cada vez maior desenraizamento das pessoas: dificilmente alguém nasce, cresce, estuda, trabalha e vive indefinidamente na mesma terra. Quantos dos que aqui escrevem ou por aqui já passaram foram "obrigados" por circunstâncias da vida a mudar para outros locais onde fazem hoje as suas vidas?

Isto obriga a que o clube tenha de ser extremamente pro-activo na conquista destes adeptos. Os resultados ajudam, mas pelo que atrás foi dito, é curto e só tem efeitos práticos a prazo - pessoalmente, não tenho dúvidas de que se a equipa de futebol mantiver o actual nível, daqui a uns dez anos teremos uma geração de bracarenses completamente doutrinada. Não é fácil trazer estas pessoas ao estádio - mas não porque a maioria seja adepta de outro clube como por vezes se diz. Simplesmente, a maioria das pessoas não são adeptos, no sentido de ter uma relação regular com o clube e que tenham hábito de ir aos estádios. E isto verifica-se em toda a parte - dá-me vontade de rir quando oiço falar em 6 milhões de benfiquistas quando nem sequer há seis milhões de adeptos de futebol em Portugal!

Há que procurar entre os que são meros simpatizantes (mas que ligam pouco à bola e não estão dispostos a grandes esforços para ir ao estádio). Há que ir buscá-los a casa! E para esses, todos os pormenores contam! A distância, o preço, os horários, o conforto, tudo tem de ser considerado para fazer deles a prazo verdadeiros adeptos... Já em tempos dei uma sugestão que mantenho: o Braga deveria considerar uma categoria de sócio exclusiva para as mulheres, a preço simbólico, que desse acesso a todos os jogos excepto três ou quatro durante a temporada (de forma a que seja vantajoso ser sócio "sénior"). Há muitas mulheres que têm simpatia pelo clube mas não vêm ao estádio. E uma mulher no estádio, por norma, significa marido, filhos e outros mais também nas bancadas (sim, porque elas é que verdadeiramente mandam). Seria esta também uma forma de fazer render as campanhas que se fizeram (e, espero, continuem) entre os mais jovens. Há que fazer do jogo uma festa, proporcionando condições de segurança e erradicando focos de violência e procurando criar condições para que vir ao estádio seja aprazível.

O que acho mesmo essencial é que se deixe de lado o discurso de lamúria constante: o clube (e "nós") é que somos bons, a cidade é que não está à altura. Lamento, sou frontalmente contrário a este discurso porque ele é naturalmente imobilista - se a cidade não está à altura, não haverá nada a fazer, certo?

* É importante também que ser sócio proporcione facilidades para a prática desportiva ainda que de natureza não competitiva. O acesso dos miúdos à prática do desporto (várias modalidades), o acesso de miúdos e graúdos a recintos de prática desportiva (pistas de manutenção, ginásios, etc.) poderiam constituir um bom chamariz para aquelas pessoas que até possam nem ter grande afinidade com o clube (frequentemente pessoas de outras origens geográficas) mas que tomariam assim um primeiro contacto com o clube.

   Concordo plenamente. O que acho que os sócios querem é um clube que congregue os bracarenses e as gentes do minho. Mas qualquer bom sócio e adepto não gosta de ouvir que as pessoas não vão pois o estádio é frio, não tem condições, até compreendo mas é o que temos e é nele que temos de estar para  apoiar o nosso Braga.
   Ouvir que a cidade não merece o clube também chateia e ofende na minha opinião qualquer bracarense nascido e criado nesta bela cidade, não aacredito que nesta altura as pessoas que cá vivem não tenham orgulho no clube da cidade de Braga, ouço até as velhotas na rua a falarem do Braga,o sputos a jogarem na rua com as camisolas dos seus idolos braguistas, os velhotes nos barbeiros a discutirem o SC Braga, já muita coisa mudou e caminhamos no bom caminho, o processo será lento, mas conseguiremos chegar lá.
   Nesta altura de crise é muito dificil, as pessoas gastarem dinheiro com as cotas e cadeiras e os bilhetes, a vida está cara e ir ao futebol, aliás ser sócio de um clube , ter cadeira não dá para toda a gente.
 Por isso cabe a nós sócios e ao clube (que tem feito alguma coisa mas tem falhado em muita coisa a nivel do marketing, em vender a imagem do clube somos muito fraquinhos). Melhores dias virão e este ano pode ser o ano 1 nesse aspecto.
« Última modificação: 02 de Dezembro de 2009, 23:56 por Little_Devil »
jacm
jacm Equipa Principal
  • *****
  • 1714
  Re:As fracas assistências na Pedreira!!!
« Responder #25 em: 02 de Dezembro de 2009, 23:50 »
O discurso que por aqui campeia é errado e contraproducente. Já se discutiu mil e uma vezes este assunto: o clube só pode crescer se conseguir atrair pessoas que não têm hábito de ir ao estádio. Não é com discursos de que a cidade não merece o clube e quejandos que se ganham novos adeptos. É um discurso que não é útil, que afasta as pessoas em vez de as atrair. O que querem as pessoas afirmar com ele? Que eles, sim, são braguistas dos sete costados? Que nem que chovam paralelos estarão nas bancadas? Isso é merecedor dos maiores elogios, sim senhor, mas acrescenta pouco ao clube, lamento dizê-lo.

Os sócios têm de decidir o que querem. Se querem ser um clube de "verdadeiros" (detesto esta expressão!), mas um clube de meia dúzia, uma espécie de "elite" com um discurso contra aqueles que não são mas poderiam ser; ou se têm o sonho de congregar à sua volta boa parte dos bracarenses e das gentes que vivem (ou nasceram ou já viveram) à volta de Braga. Se têm este sonho, têm também de se sacrificar por isso. Não estar constantemente a recriminar aqueles que supostamente querem atrair. Não estar constantemente com um discurso de auto-elogio (nós, os "verdadeiros", os "puros").

É que hoje não é fácil atrair mais pessoas aos estádios. As pessoas têm uma gama variada de alternativas de lazer que não existiam há uns anos. Há por outro lado um cada vez maior desenraizamento das pessoas: dificilmente alguém nasce, cresce, estuda, trabalha e vive indefinidamente na mesma terra. Quantos dos que aqui escrevem ou por aqui já passaram foram "obrigados" por circunstâncias da vida a mudar para outros locais onde fazem hoje as suas vidas?

Isto obriga a que o clube tenha de ser extremamente pro-activo na conquista destes adeptos. Os resultados ajudam, mas pelo que atrás foi dito, é curto e só tem efeitos práticos a prazo - pessoalmente, não tenho dúvidas de que se a equipa de futebol mantiver o actual nível, daqui a uns dez anos teremos uma geração de bracarenses completamente doutrinada. Não é fácil trazer estas pessoas ao estádio - mas não porque a maioria seja adepta de outro clube como por vezes se diz. Simplesmente, a maioria das pessoas não são adeptos, no sentido de ter uma relação regular com o clube e que tenham hábito de ir aos estádios. E isto verifica-se em toda a parte - dá-me vontade de rir quando oiço falar em 6 milhões de benfiquistas quando nem sequer há seis milhões de adeptos de futebol em Portugal!

Há que procurar entre os que são meros simpatizantes (mas que ligam pouco à bola e não estão dispostos a grandes esforços para ir ao estádio). Há que ir buscá-los a casa! E para esses, todos os pormenores contam! A distância, o preço, os horários, o conforto, tudo tem de ser considerado para fazer deles a prazo verdadeiros adeptos... Já em tempos dei uma sugestão que mantenho: o Braga deveria considerar uma categoria de sócio exclusiva para as mulheres, a preço simbólico, que desse acesso a todos os jogos excepto três ou quatro durante a temporada (de forma a que seja vantajoso ser sócio "sénior"). Há muitas mulheres que têm simpatia pelo clube mas não vêm ao estádio. E uma mulher no estádio, por norma, significa marido, filhos e outros mais também nas bancadas (sim, porque elas é que verdadeiramente mandam). Seria esta também uma forma de fazer render as campanhas que se fizeram (e, espero, continuem) entre os mais jovens. Há que fazer do jogo uma festa, proporcionando condições de segurança e erradicando focos de violência e procurando criar condições para que vir ao estádio seja aprazível.

O que acho mesmo essencial é que se deixe de lado o discurso de lamúria constante: o clube (e "nós") é que somos bons, a cidade é que não está à altura. Lamento, sou frontalmente contrário a este discurso porque ele é naturalmente imobilista - se a cidade não está à altura, não haverá nada a fazer, certo?

* É importante também que ser sócio proporcione facilidades para a prática desportiva ainda que de natureza não competitiva. O acesso dos miúdos à prática do desporto (várias modalidades), o acesso de miúdos e graúdos a recintos de prática desportiva (pistas de manutenção, ginásios, etc.) poderiam constituir um bom chamariz para aquelas pessoas que até possam nem ter grande afinidade com o clube (frequentemente pessoas de outras origens geográficas) mas que tomariam assim um primeiro contacto com o clube.
Concordo essa ideia de que a cidade não merece o clube que tem é completamente descabida. Há que arranjar novas maneira de atrair mais gente ao estádio.
POR UM BRAGA CAMPEÃO
darkshines
darkshines Equipa Principal
  • *****
  • 2237
  Re:As fracas assistências na Pedreira!!!
« Responder #26 em: 02 de Dezembro de 2009, 23:57 »
se toda a gente levar mais um amigo que não costuma ir, já é uma grande ajuda!

cá em casa todos temos cadeiras ( os 5). Ultimamente os meus pais não tem podido ir por motivos pessoais e pela hora do jogo de segunda. O que tenho feito é levar a minha namorada por exemplo, para "preencher" o lugar x)  Segunda levei um amigo que não costuma ir. Comprou bilhete a 1 euro ou 2 já não sei por ser sub-21. Sempre que ele foi ver o braga , o mágico nunca tinha ganho. Finalmente quebrou-se o malapata!

Anabela Equipa Principal
  • *****
  • 4774
  Re:As fracas assistências na Pedreira!!!
« Responder #27 em: 03 de Dezembro de 2009, 00:09 »
Há que procurar entre os que são meros simpatizantes (mas que ligam pouco à bola e não estão dispostos a grandes esforços para ir ao estádio). Há que ir buscá-los a casa! E para esses, todos os pormenores contam! A distância, o preço, os horários, o conforto, tudo tem de ser considerado para fazer deles a prazo verdadeiros adeptos...

Na generalidade concordo contigo.
Mas, neste pequeno parágrafo dizes muito. Quem não gosta da bola e do SCBraga arranja sempre mil e uma desculpas: ou porque é à noite, ou porque está frio, ou porque estava um sol desgraçado, ou porque não têm meios de transporte.
Só posso falar por 2 pessoas que conheço: ambas davam todo o tipo de desculpas para não irem ver o SCBraga. Mas quando cá vem um clube que eu cá sei, o frio, a chuva, o sol, o transporte, etc, já não interessa e lá estão eles. E como esses há aos montes.

Porque é que quando o SCBraga "abre as portas" o estádio enche quase sempre?

É verdade, outra coisa que me lembrei agora. Fala-se mal do estádio, mal dos acessos, mal das horas do jogo e dos preços dos bilhetes. O facto é que o estádio encheu no jogo Portugal-albânia (essa grande selecção), a uma 4a feira à noite.
« Última modificação: 03 de Dezembro de 2009, 00:26 por Anabela »
Anuncios M
Anuncios M
Legião
Legião Equipa Principal
  • *****
  • 9448
  • Mágico Braga, Amor Eterno
  Re:As fracas assistências na Pedreira!!!
« Responder #28 em: 03 de Dezembro de 2009, 00:31 »
O discurso que por aqui campeia é errado e contraproducente. Já se discutiu mil e uma vezes este assunto: o clube só pode crescer se conseguir atrair pessoas que não têm hábito de ir ao estádio. Não é com discursos de que a cidade não merece o clube e quejandos que se ganham novos adeptos. É um discurso que não é útil, que afasta as pessoas em vez de as atrair. O que querem as pessoas afirmar com ele? Que eles, sim, são braguistas dos sete costados? Que nem que chovam paralelos estarão nas bancadas? Isso é merecedor dos maiores elogios, sim senhor, mas acrescenta pouco ao clube, lamento dizê-lo.

Os sócios têm de decidir o que querem. Se querem ser um clube de "verdadeiros" (detesto esta expressão!), mas um clube de meia dúzia, uma espécie de "elite" com um discurso contra aqueles que não são mas poderiam ser; ou se têm o sonho de congregar à sua volta boa parte dos bracarenses e das gentes que vivem (ou nasceram ou já viveram) à volta de Braga. Se têm este sonho, têm também de se sacrificar por isso. Não estar constantemente a recriminar aqueles que supostamente querem atrair. Não estar constantemente com um discurso de auto-elogio (nós, os "verdadeiros", os "puros").

É que hoje não é fácil atrair mais pessoas aos estádios. As pessoas têm uma gama variada de alternativas de lazer que não existiam há uns anos. Há por outro lado um cada vez maior desenraizamento das pessoas: dificilmente alguém nasce, cresce, estuda, trabalha e vive indefinidamente na mesma terra. Quantos dos que aqui escrevem ou por aqui já passaram foram "obrigados" por circunstâncias da vida a mudar para outros locais onde fazem hoje as suas vidas?

Isto obriga a que o clube tenha de ser extremamente pro-activo na conquista destes adeptos. Os resultados ajudam, mas pelo que atrás foi dito, é curto e só tem efeitos práticos a prazo - pessoalmente, não tenho dúvidas de que se a equipa de futebol mantiver o actual nível, daqui a uns dez anos teremos uma geração de bracarenses completamente doutrinada. Não é fácil trazer estas pessoas ao estádio - mas não porque a maioria seja adepta de outro clube como por vezes se diz. Simplesmente, a maioria das pessoas não são adeptos, no sentido de ter uma relação regular com o clube e que tenham hábito de ir aos estádios. E isto verifica-se em toda a parte - dá-me vontade de rir quando oiço falar em 6 milhões de benfiquistas quando nem sequer há seis milhões de adeptos de futebol em Portugal!

Há que procurar entre os que são meros simpatizantes (mas que ligam pouco à bola e não estão dispostos a grandes esforços para ir ao estádio). Há que ir buscá-los a casa! E para esses, todos os pormenores contam! A distância, o preço, os horários, o conforto, tudo tem de ser considerado para fazer deles a prazo verdadeiros adeptos... Já em tempos dei uma sugestão que mantenho: o Braga deveria considerar uma categoria de sócio exclusiva para as mulheres, a preço simbólico, que desse acesso a todos os jogos excepto três ou quatro durante a temporada (de forma a que seja vantajoso ser sócio "sénior"). Há muitas mulheres que têm simpatia pelo clube mas não vêm ao estádio. E uma mulher no estádio, por norma, significa marido, filhos e outros mais também nas bancadas (sim, porque elas é que verdadeiramente mandam). Seria esta também uma forma de fazer render as campanhas que se fizeram (e, espero, continuem) entre os mais jovens. Há que fazer do jogo uma festa, proporcionando condições de segurança e erradicando focos de violência e procurando criar condições para que vir ao estádio seja aprazível.

O que acho mesmo essencial é que se deixe de lado o discurso de lamúria constante: o clube (e "nós") é que somos bons, a cidade é que não está à altura. Lamento, sou frontalmente contrário a este discurso porque ele é naturalmente imobilista - se a cidade não está à altura, não haverá nada a fazer, certo?

* É importante também que ser sócio proporcione facilidades para a prática desportiva ainda que de natureza não competitiva. O acesso dos miúdos à prática do desporto (várias modalidades), o acesso de miúdos e graúdos a recintos de prática desportiva (pistas de manutenção, ginásios, etc.) poderiam constituir um bom chamariz para aquelas pessoas que até possam nem ter grande afinidade com o clube (frequentemente pessoas de outras origens geográficas) mas que tomariam assim um primeiro contacto com o clube.

Pedro concordo com a sua opinião, principalmente em dois pontos, quando diz que o discurso não pode ser "esta cidade não merece o clube que tem" e quando fala em criar condições especiais para mulheres e seniores, e porque não para o sócio desempregado. Recordo que com o novo estádio são muitos os seniores que abandonaram o clube, basta lembrar de quantos víamos no 1º de Maio e quantos vemos agora no AxA. É preciso arranjar forma de devolver novamente estes adeptos ao clube.

Penso que só faltou falar no nosso departamento de marketing, que tem aqui um papel fundamental para fazer chegar os braguistas ao estádio e ao clube.

Gostei da campanha "Gverreiros do Minho" penso que é esse o caminho aproximar a região do clube, mas defendo que ainda há muita coisa para fazer, não levem a mal, mas talvez precisem de ir ao jogos como o comum adepto para perceber quais são as nossas dificuldades, ou seja, irem com o carro, tentarem estacionar, as filas para os bilhetes e para entrar no recinto, as escadas que temos de subir, o frio no estádio, o trânsito ao ir embora etc etc etc a mim isto não me impede de estar presente porque o meu amor ao clube faz-me suportar tudo isto mas sei de muitos sócios que não se sujeitam a isto.

Temos de encontrar formas para resolver este tipo de questões e as que não forem possíveis de resolver temos de incutir nos braguistas um interesse pelo clube que os levem a deixar estas questões para segundo plano, acreditem, é possível!

Enquanto não sentirem isto na pele não vão perceber as nossas necessidades, tenho formação em marketing desportivo e tive oportunidade de trabalhar com bons exemplos, penso que sei do que estou a falar. São inúmeras as coisas que ainda se podem fazer para aproximar a região ao nosso clube e sem grandes loucuras orçamentais.

Saudações braguistas

« Última modificação: 03 de Dezembro de 2009, 00:53 por AMO-TE BRAGA »
Bracara Avgvsta - Fidelis et antiqva
Zav
Zav Equipa Principal
  • *****
  • 3388
  • SEMPRE S.C. BRAGA!
  Re:As fracas assistências na Pedreira!!!
« Responder #29 em: 03 de Dezembro de 2009, 00:33 »
Eu quando entro naquele estádio é sempre : VITÓRIA DO MEU(NOSSO) MÁGICO!

Quero la saber se está frio ou calor, se é frio ou quente...
Sento-me na minha cadeirinha como todos e nem sinto frio nem calor.
Vibro com o SPORTING CLUBE DE BRAGA!
Olho Vivo Equipa Principal
  • *****
  • 10146
  Re:As fracas assistências na Pedreira!!!
« Responder #30 em: 03 de Dezembro de 2009, 00:45 »
Há que procurar entre os que são meros simpatizantes (mas que ligam pouco à bola e não estão dispostos a grandes esforços para ir ao estádio). Há que ir buscá-los a casa! E para esses, todos os pormenores contam! A distância, o preço, os horários, o conforto, tudo tem de ser considerado para fazer deles a prazo verdadeiros adeptos...

Na generalidade concordo contigo.
Mas, neste pequeno parágrafo dizes muito. Quem não gosta da bola e do SCBraga arranja sempre mil e uma desculpas: ou porque é à noite, ou porque está frio, ou porque estava um sol desgraçado, ou porque não têm meios de transporte.
Só posso falar por 2 pessoas que conheço: ambas davam todo o tipo de desculpas para não irem ver o SCBraga. Mas quando cá vem um clube que eu cá sei, o frio, a chuva, o sol, o transporte, etc, já não interessa e lá estão eles. E como esses há aos montes.

Porque é que quando o SCBraga "abre as portas" o estádio enche quase sempre?

Mas quando eu digo que os sócios têm de se sacrificar pelo sonho de ter à volta do clube grande parte da cidade e da região que a rodeia, é a isso mesmo que me refiro: têm de resistir à indiferença de alguns por um objectivo maior; têm de aceitar que há pessoas que não vão aderir. O importante não são essas pessoas mas as que ficam; as que vão ganhando afeição pelo clube e quase sem dar por isso ganham o hábito de ir ao estádio.

Isto é um processo. Não é instantâneo. Não se pode pretender que alguém que não tem uma relação com o clube, de repente, passe a ser um apaixonado como aqueles que há anos estão próximos dele. A relação de um adepto com o seu clube é uma relação de afecto. Cultiva-se! Precisa de tempo!

A equipa arrasta regularmente ao estádio cerca de 10 mil adeptos. FACTO! Eventualmente, em jogos de grande cartaz, sem borlas, pode levar à Pedreira no máximo 13-15 mil pessoas. FACTO! Aceitem isto como factos! Se queremos mais, como é evidente, temos de procurar naquelas pessoas que ainda não têm uma relação de adepto com o clube. E ou se aceita isto e admitimos que o clube faça um esforço por cativar estas pessoas (ainda que com prejuízo pontual dos seus actuais sócios, em busca do sonho de um grande Braga) ou rejeitamos estas pessoas, não querendo sair da redoma que protege os "verdadeiros".

Não interessa que me digam que essas pessoas deviam aderir ao clube de motu próprio. Não interessa. Temos de lidar com os factos. E o facto é que há que fazer um esforço pela conquista dessas pessoas. Há muitas que jamais conseguiremos cativar? Certamente. Mas é minha convicção de que são mais as que é possível seduzir para o clube. Há muitas pessoas que simpatizam com o clube - simplesmente, não lhe dão a importância que um adepto lhe dá.

Quando digo que é preciso que os sócios se sacrifiquem em prol deste objectivo de crescimento é neste sentido: que cada um esteja disposto a aceitar que o clube faça um esforço maior por cativar novos adeptos ainda que a expensas da atenção que poderia dar aos actuais sócios. Sem as lamúrias que se vão ouvindo e lendo, "porque nós é que merecemos", "porque nós é que estamos sempre lá". Tudo em nome de uma visão de um futuro grandioso... que é possível, se todos quisermos.
Anuncios G
Bracaro Augusto
Bracaro Augusto Equipa Principal
  • *****
  • 1780
  • Só te quero Ver Campeão !!!
  Re:As fracas assistências na Pedreira!!!
« Responder #31 em: 03 de Dezembro de 2009, 01:20 »
Quem ama de verdade, não falta... ;)
BRAGA SEMPRE !!!
zaole
zaole Juniores
  • ***
  • 264
  Re:As fracas assistências na Pedreira!!!
« Responder #32 em: 03 de Dezembro de 2009, 02:53 »
Eu ja vi aqui muita coisa, umas que concordo outras que nao, mas ainda nao vi nenhuma referencia, ao facto de o futebol estar podre..ha muita gente a deixar de acreditar no futebol...

nao concordo com aqueles que vêm para aqui dizer que o frio nao incomoda um verdadeiro braguista e eu é que sou o verdadeiro porque tou sempre la nem que chove e estejam graus negativos...nao!!o frio incomoda mesmo, e o nosso estadio deve ser dos estadios mais frios da primeira liga, tirando paços de ferreira...mas enquanto em paços de ferreira e em muitos outros como por exemplo os nossos vizinhos espanhois, a partir do momento que se estaciona o carro se demora 10min a estar sentadinho na cadeira, aqui em braga demoramos 20...

10 mil pessoas nao é mau, é a realidade... nao ouço nos media que somos provavelmente, a seguir ao benfica o clube que mais adeptos mete em jogos fora (mais que o porto muito possivelmente)...

acredto plenamente que daqui a 10 anos seremos 20 mil assiduos...
Na derrota ou na vitória, serás sempre a nossa Glória. Amo-te Braga
Pedro_RBA
Pedro_RBA Equipa Principal
  • *****
  • 2772
  • Irredutivelmente S.C. Braga
  Re:As fracas assistências na Pedreira!!!
« Responder #33 em: 03 de Dezembro de 2009, 10:27 »
mas que 10 mil pessoas?

Falando no ultimo jogo em concreto, numa vespera de feriado, com o Braga lider, a preços brutais estavamos menos de 9000 pessoas!! COM O BRAGA LIDER!!

E nem sequer chovia porra..

Falam em condições??? Falta de condições?? Realmente voçês nunca devem ter posto o pé no 1º de Maio ou na MAIORIA dos estádios da Liga Sagres...

Agora voçês dizem que devemos agir e arrastar gente.. Sim senhora concordo com isso e tuo disposto a agir... Vamos lá? Pois.. se olhar para trás devo estar sozinho.. O mal é que o povo bracarense não se está para se chatear e quando é para se movimentar vira as costas e assobia para o lado.. Até a porra de um panfleto que um user aqui deu-se ao trabalho de fazer passou ao lado, como se fosse o cabo dos trabalhos imprimir e colocar em alguns cafés onde habitualmente vamos..Alguém fez isso?? Naa isso da trabalho, alguém há-de fazer por mim.. e as coisas vão aparecer feitas..

Viu-se a fantástica adesão ao protesto contra o Bayern.. Burro fui eu que perdi 5 min de jogo..

Como eu já disse noutro tópico, em Braga simplesmente não se gosta de ir ao futebol.. Somos mais de tascos minis e tremoços.. e não a cidade não merece este clube.

Saudações Ultras
Zinired
Zinired Equipa Principal
  • *****
  • 1687
  Re:As fracas assistências na Pedreira!!!
« Responder #34 em: 03 de Dezembro de 2009, 10:29 »
Como já disseram.. a cidade de Braga não merece o SPORTING CLUBE DE BRAGA

Quantos ás assistencias, os verdadeiros bracarenses (que estão no estádio) são sempre aqueles 8/9mil e nada mais.
1
1 Equipa Principal
  • *****
  • 3346
  Re:As fracas assistências na Pedreira!!!
« Responder #35 em: 03 de Dezembro de 2009, 12:24 »
Concordo com as palavras do pedro ribeiro embora muitas vezes seja difícil as pôr em pratica porque a cabeça pensa como tu mas o coração muitas vezes fala mais alto.
Isto vai ser 1 trabalho para demorar vários anos a ser verem resultados temos de ser pacientes.

PS: Acho cómico as reacções de muitos, devem ver o tópico e postar alguma coisa quando vêm um texto mais comprido nem se dão ao trabalho de ler senão provavelmente mudavam de opinião.
Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 24230
  Re:As fracas assistências na Pedreira!!!
« Responder #36 em: 03 de Dezembro de 2009, 13:45 »
O discurso que por aqui campeia é errado e contraproducente. Já se discutiu mil e uma vezes este assunto: o clube só pode crescer se conseguir atrair pessoas que não têm hábito de ir ao estádio. Não é com discursos de que a cidade não merece o clube e quejandos que se ganham novos adeptos. É um discurso que não é útil, que afasta as pessoas em vez de as atrair. O que querem as pessoas afirmar com ele? Que eles, sim, são braguistas dos sete costados? Que nem que chovam paralelos estarão nas bancadas? Isso é merecedor dos maiores elogios, sim senhor, mas acrescenta pouco ao clube, lamento dizê-lo.

Os sócios têm de decidir o que querem. Se querem ser um clube de "verdadeiros" (detesto esta expressão!), mas um clube de meia dúzia, uma espécie de "elite" com um discurso contra aqueles que não são mas poderiam ser; ou se têm o sonho de congregar à sua volta boa parte dos bracarenses e das gentes que vivem (ou nasceram ou já viveram) à volta de Braga. Se têm este sonho, têm também de se sacrificar por isso. Não estar constantemente a recriminar aqueles que supostamente querem atrair. Não estar constantemente com um discurso de auto-elogio (nós, os "verdadeiros", os "puros").

É que hoje não é fácil atrair mais pessoas aos estádios. As pessoas têm uma gama variada de alternativas de lazer que não existiam há uns anos. Há por outro lado um cada vez maior desenraizamento das pessoas: dificilmente alguém nasce, cresce, estuda, trabalha e vive indefinidamente na mesma terra. Quantos dos que aqui escrevem ou por aqui já passaram foram "obrigados" por circunstâncias da vida a mudar para outros locais onde fazem hoje as suas vidas?

Isto obriga a que o clube tenha de ser extremamente pro-activo na conquista destes adeptos. Os resultados ajudam, mas pelo que atrás foi dito, é curto e só tem efeitos práticos a prazo - pessoalmente, não tenho dúvidas de que se a equipa de futebol mantiver o actual nível, daqui a uns dez anos teremos uma geração de bracarenses completamente doutrinada. Não é fácil trazer estas pessoas ao estádio - mas não porque a maioria seja adepta de outro clube como por vezes se diz. Simplesmente, a maioria das pessoas não são adeptos, no sentido de ter uma relação regular com o clube e que tenham hábito de ir aos estádios. E isto verifica-se em toda a parte - dá-me vontade de rir quando oiço falar em 6 milhões de benfiquistas quando nem sequer há seis milhões de adeptos de futebol em Portugal!

Há que procurar entre os que são meros simpatizantes (mas que ligam pouco à bola e não estão dispostos a grandes esforços para ir ao estádio). Há que ir buscá-los a casa! E para esses, todos os pormenores contam! A distância, o preço, os horários, o conforto, tudo tem de ser considerado para fazer deles a prazo verdadeiros adeptos... Já em tempos dei uma sugestão que mantenho: o Braga deveria considerar uma categoria de sócio exclusiva para as mulheres, a preço simbólico, que desse acesso a todos os jogos excepto três ou quatro durante a temporada (de forma a que seja vantajoso ser sócio "sénior"). Há muitas mulheres que têm simpatia pelo clube mas não vêm ao estádio. E uma mulher no estádio, por norma, significa marido, filhos e outros mais também nas bancadas (sim, porque elas é que verdadeiramente mandam). Seria esta também uma forma de fazer render as campanhas que se fizeram (e, espero, continuem) entre os mais jovens. Há que fazer do jogo uma festa, proporcionando condições de segurança e erradicando focos de violência e procurando criar condições para que vir ao estádio seja aprazível.

O que acho mesmo essencial é que se deixe de lado o discurso de lamúria constante: o clube (e "nós") é que somos bons, a cidade é que não está à altura. Lamento, sou frontalmente contrário a este discurso porque ele é naturalmente imobilista - se a cidade não está à altura, não haverá nada a fazer, certo?

* É importante também que ser sócio proporcione facilidades para a prática desportiva ainda que de natureza não competitiva. O acesso dos miúdos à prática do desporto (várias modalidades), o acesso de miúdos e graúdos a recintos de prática desportiva (pistas de manutenção, ginásios, etc.) poderiam constituir um bom chamariz para aquelas pessoas que até possam nem ter grande afinidade com o clube (frequentemente pessoas de outras origens geográficas) mas que tomariam assim um primeiro contacto com o clube.

...mais nada!!!

Sausações Braguistas

Amo-te ENORME!!!
spinto
spinto Equipa Principal
  • *****
  • 2237
  • Nascido, criado e vivido em Braga
  Re:As fracas assistências na Pedreira!!!
« Responder #37 em: 03 de Dezembro de 2009, 15:11 »
Como eu já disse noutro tópico, em Braga simplesmente não se gosta de ir ao futebol.. Somos mais de tascos minis e tremoços.. e não a cidade não merece este clube.

tenho precisamente a mesma ideia, é comodismo com fartura.
è só criticos e presença no estádio, nada.
- Os horários tb não são por si só desculpa, em outros estádio tb até se tem jogado´mais que aqui á 6ª e 2ª e tem muito mais gente.
- Os acessos são desculpa, não tem havido problemas nenhuns e os TUB vão sempre vazios.
- Os maus resultados tb não são desculpa, vamos em 1º e são sempre os mesmos.

Faço a sugestão para não desprezarem e atacarem os que gostam do SCBraga e que até simpatizam com outros, deixem-nos em paz que eles vão acabar por cair na realidade e ser só braga. o futuro nas assistências tb passa por eles.
Puros, não puros, ou meios-puros, queremos todos o mesmo sucesso, no clube do vilavinho é que é ele e mais 10, não aqui.

Grão-a-grão enche a galinha o papo, tem de ser assim, virados para quem não vem e estimando quem já vem é que se consegue mais e melhor.

Ficou desiludido com uma equipa a jogar para 1º e sempre em 1º desde a 1ªjornada não ver uma rectaguarda a ajudar em maior numero. Pode ser aqui o nosso senão este ano.
SOMOS 4 EM CASA E TODOS SÓCIOS , FAZ O MESMO - JUNTA-TE Á LEGIÃO BRAGUISTA !!!
fmrabit
fmrabit Equipa Reservas
  • ****
  • 863
  Re:As fracas assistências na Pedreira!!!
« Responder #38 em: 03 de Dezembro de 2009, 15:49 »
   ... e por aqui continua-se a discutir e todos temos opiniões e soluções, mas o crescimento desportivo do clube, não tem reflexos no aumento do numero de espectadores no estádio.
   Certamente que algo não está correndo bem, pois a lógica seria que, à medida que a equipa alicerça no 1º lugar a aderência aos jogos fosse maior e pelo menos meia casa era meta obrigatória.
   Jesualdo Ferreira foi criticado, quando à cinco anos disse que o Benfica em Braga, jogava sempre em casa, e realmente é o unico jogo em que o estádio enche e os espectadores aderem, por isso...!
   Lembro-me de um slogam que o Porto lançou na década de setenta que teve grande impacto a nivel regional e que talvez tenha sido a alavanca que sustentou a escalada de um clube que pouco ganhava, no actual FCP ganhador e respeitado em todo o mundo!
   
      AME O SCBRAGA, OU DEIXE-O   
Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 24230
  As fracas assistências na Pedreira!!!
« Responder #39 em: 03 de Dezembro de 2009, 17:32 »
Custa-me ler algumas coisas...ser Braguista não é escrever umas coisas e achar-se mais "puro" que os outros...ou porque se vai acompanhar o clube fora de portas, ou porque não se falha um jogo em casa, ou porque se tem opiniões diferentes...para mim ser Braguista será sempre a forma como se está com Sporting Clube de Braga no dia a dia e ter as cotas em dia para poder participar com legitimidade...

A cidade merece-nos...a região tambem nos merece...parece-me haver por parte de alguns foristas alguma falta de humildade ou algum radicalismo relativamente a este assunto...não podemos inverter os papeis...não é a cidade nem a região que tem que conquistar o Sp. Braga...é precisamente o contrário...o enorme Sp. Braga juntamente com todos os seus associados e de forma precistente tem que continuar a investir na cativação de novos sócios...desde os mais jovens aos mais velhos...homens e mulheres...da cidade e fora dela...quando digo fora dela quero dizer todo o Minho...temos que invetir na implementação do ENORME por todos os concelhos do Minho...GVERREIROS DO MINHO não pode ser apenas um "slogan" tem que ser uma realidade...acredito no crescimeto do enorme Sp. Braga associado ao Minho e não apenas à cidade de Braga...quando conseguirmos aumentar o numero de associados então seremos mais no estádio.

Sugestão:
Certamente muitos de nós passam o Natal fora da cidade de Braga e em particular por diferentes localidades Minhotas...independentemente das prendas ou não que possam oferecer nesse dia façam-nas acompanhar de uma proposta de sócio do enorme Sp. Braga e um artigo de merchandising...pode ser simbólico pois há para todos os preços...desde €2...mas no minimo e sempre façam acompanhar as vossas prendas de uma proposta de sócio e uma explicação pesonalizada das vantagens.
Não sei se vou ter sucesso mas este ano...primas...tios e tias vão todos "levar" com um artigo do ENORME e uma proposta de sócio.

Amo-te enorme Sp. Braga!!!
 

Anuncios M
Anuncios M