Paixão, Paixão, não vais emitir mais um comunicado? » Superbraga.com
You are using an outdated browser. For a faster, safer browsing experience, upgrade for free today.

Paixão, Paixão, não vais emitir mais um comunicado?

Paixão, Paixão, não vais emitir mais um comunicado?

Decorreu na passada segunda-feira a Gala Legião de Ouro do SC Braga, tendo este ano ocorrido mais tarde que o normal, dada a participação do SC Braga na Final Four da Taça da Liga, competição que ganhou pela segunda vez.

A primeira Gala Legião de Ouro decorreu a 15 de Fevereiro de 2016, desde essa data que nós adeptos ficamos com a sensação que a Gala Legião de Ouro não passa de uma feira de vaidades com raras excepções.

Vemos prémios a serem entregues a pessoas e identidades que não chegam aos calcanhares de qualquer um dos adeptos que se deslocam a todo o lado faça chuva ou faça sol, demonstrando, esses sim, verdadeiros feitos pelos SC Braga.

A Gala deste ano teve novamente momentos que não lembram ao Diabo, como o prémio ao Fernando Santos, <irony> que convoca para todos os jogos da seleção atletas do SC Braga </irony>, e momentos como o discurso do. Eng. Alvaro Portela e do nosso campeão de Futebol de Praia Jordan, que nos lembram o que é ser do SC Braga.

Temos ainda o caso de Tamila Holub que foi como acompanhante do galardoado José Paulo Lopes, que quando questionada sobre se "só Futebol é que conta".

Caso este que termina com uma pérola de um comunicado do SC Braga, leia aqui.

Nestes momentos se vê o amadorismo do SC Braga em termos de comunicação e marketing, senão vejamos, a pergunta à Tamila foi efectuada por um colaborador da NEXT, o que significa que, ou não houve preparação das perguntas ou não houve preparação das respostas (comunicação e marketing).

O Comunicado é a cereja no topo do bolo, todos nós sabemos que o Futebol é o motor de qualquer clube, por muito que se apoiem os outros atletas, nada movimenta tanto dinheiro como o Futebol.

Não ha nada no comunicado que se aproveite e nunca o mesmo deveria ter visto a luz do dia, exponenciou-se um "caso" que nunca o deveria ter sido, caso o "trabalho de casa" tivesse sido feito.

O SC Braga tem de uma vez por todas perceber que não é com comunicados que se mantém viva uma paixão, o caso deveria ter morrido à nascença, deveria ter sido resolvido internamente, primeiro com a equipa de comunicação e marketing e posteriormente com a atleta, todos no SC Braga devem falar a mesma língua, passar a mesma mensagem.

Revejam o discurso do Eng. Alvaro Portela e do Jordan, essa é a mensagem que deve ser transmitida por todos, e trabalhada por todos.

 

Partilhar

Anuncios G
Anuncios M