Adeus Lininho
You are using an outdated browser. For a faster, safer browsing experience, upgrade for free today.

O MAU SERVIÇO PÚBLICO DA ANTENA 1

A rádio pública portuguesa alheou-se do jogo da Pedreira, onde jogava uma equipa que se vencesse chegaria ao topo da classificação. Esta opção, miserável, custa a ver numa rádio privada, apesar de se aceitar, mas quando a rádio estatal priva os portugueses por esse mundo fora de acompanharem um jogo deveras importante para o campeonato essa aceitação não pode existir. A privação da narração em direto do jogo entre SC Braga e Moreirense ilustra o mau serviço público da antena 1, que existe graças aos impostos de todos os portugueses, incluindo os que gostam dos dois clubes que se defrontaram. Nota muito negativa para a estação pública de rádio. Parece que o SC Braga não tem “boa imprensa”, que também ajuda nestas coisas, como facilmente se percebe, pelo que se pede apenas um tratamento igual aos restantes candidatos aos primeiros lugares.

O jogo da Pedreira trazia a Braga a equipa de Moreira de Cónegos, que recentemente venceu na Luz por números esclarecedores, pelo que os Gverreiros do Minho sabiam que não podiam facilitar e deveriam ser sérios, para chegarem ao triunfo. O primeiro lance de perigo foi dos “cónegos” que beneficiaram de um lance surgido na sequência de uma falta não assinalada no meio campo sobre Claudemir, que colocou os adeptos da casa com os nervos em franja. A tensão agudizou-se, depois, quando o árbitro não assinalou de imediato a grande penalidade, num erro que o VAR permitiu corrigir em seguida, provando como pode ser uma boa ferramenta, desde que bem utilizada. O árbitro Manuel Oliveira, um dos bons valores da arbitragem portuguesa, viu as imagens e assinalou a falta na área, que Wilson Eduardo converteu sem vacilar. O primeiro tempo teve mais lances de possível golo, em que brilharam os dois guarda-redes a grande altura, evitando golos que pareciam certos, até que Paulinho correspondeu de primeira a um excelente passe de Claudemir e fez um grande golo. O avançado português estreava-se a marcar na liga, sendo decisivo no encontro, e o médio brasileiro mostrou, uma vez mais, que a sua presença na equipa de Abel Ferreira é muito importante. Uma nota, ainda, para Tiago Sá que que parece mostrar, a cada jogo que passa, que a baliza bracarense pode ter dono por muitos anos. O segundo tempo não trouxe mais golos e a vitória assenta bem à melhor equipa, que assim se mantém na parte de cima da tabela classificativa.

O próximo jogo arsenalista é em Tondela, no próximo sábado, onde a busca da vitória estará certamente na mente de todos. Será um jogo muito importante, a exigir uma equipa dedicada e competente em campo.

Deixo aqui um apelo aos braguistas para que vão ao estádio, pois a equipa precisa de todos e a luta por objetivos altos implica uma adesão superior das pessoas. Quanto ao apoio dado em geral à equipa pelos adeptos presentes não há nada a apontar, como facilmente é reconhecido.

O sorteio da Taça de Portugal ditou uma deslocação do SC Braga a Setúbal, que encerrará por certo muitas dificuldades, mas quem tem ambições de ganhar tem que encarar os desafios mais exigentes. Em menos de meio mês ocorrerão duas deslocações bracarenses a terras do Sado, pois a fase de grupos arsenalista na Taça da Liga termina naquele estádio.

O futebol feminino registou mais uma goleada do SC Braga, por 10-1, na receção à equipa do Valadares Gaia. Este triunfo permitiu manter a liderança do campeonato, com mais dois pontos que o Sporting, pelo que se adivinha escaldante o próximo jogo entre as duas equipas em Alvalade, já na próxima jornada. Chega o momento de a equipa de Miguel Santos confirmar o seu crescimento em relação à época transata e mostrar que vai lutar pelo título até ao fim, ainda que este desafio não seja decisivo para nenhuma das equipas.

Ao nível da formação, os juniores A empataram no terreno do Feirense 2-2 e seguem no rumo do apuramento, ainda que se esperasse mais desta deslocação. Os juniores C venceram, em casa, a equipa Dragon Force por 3-1 e mantêm o pleno nesta segunda fase.

O futsal chegou à quinta vitória consecutiva, em Braga, frente à equipa CRC Quinta dos Lombos, por 6-0 e ascendeu ao quarto lugar da tabela, que fica mais próximo do valor dos Gverreiros da quadra. Os golos de Cássio (2), Gabriel, Tiago Correia, Tiaguinho e Ciro alegraram os corações braguistas e definiram o resultado final.

Partilhar