Afinal...nem para grandes » Superbraga.com
You are using an outdated browser. For a faster, safer browsing experience, upgrade for free today.

Afinal...nem para grandes

Afinal...nem para grandes

Atiraram foguetes antes da festa e deu no que deu. Claro que prefiro ver Portugal com clubes nas finais da Europa, mas depois da capa de um jornal (!) português confesso que não resisti sorrir.

É mau para o futebol português. Mas são colheitas de quem anda a semear um modelo desportivo (sim, não é só o futebol) a três. Até acho que o pior ainda está para vir. É quase certo que ainda vamos ver o primeiro classificado a fazer pré-eliminatórias de acesso aos playoff da Liga de Campeões e o quarto lugar dar direito a um lugar no sofá para ver a bola.

O que se passou na jornada europeia com as equipas de Lisboa e Porto (sim, porque o SC Braga é pequeno e fez um resultado ao nível do que é) merece mais uma reflexão, até porque os adversários não eram gigantes da Europa, quanto muito de uma segunda ou terceira divisão.

SC Braga é de outro campeonato? Sim já sabemos e não é preciso estar sempre a lembrar que somos adeptos não tão especiais como os do grande Vitória SC (sou um fã dos clubes minhotos).

Não é preciso dizer que o Rúben Amorim já tem interessados ou que o Sá Pinto tem mau comportamento. Que o Ricardo Horta vai para Inglaterra, que a Câmara de Braga vai vender o Estádio ou que o António Salvador nasceu no mundo da construção civil.

Vivemos bem com a nossa realidade, pois em Braga (cidade) somos assim. Satisfeitos e orgulhosos com o que temos e ninguém nos pode condenar por desejar melhorar ou até sonhar em termos numa Arena Innovation a Google e a Amazon. Foi assim no tempo do Mesquita e é assim no tempo do Rio.

Mas há um detalhe que me deixou a pensar na pequenez do meu clube. O SC Braga apresentou 7 jogadores portugueses no onze titular. Sabem quantos foram nos outros três? Em conjunto...7 (e o único do SCP é de Braga). Ora, são conhecidos os feitos recentes da seleção nacional (Campeão da Europa e da Liga das Nações) e das camadas jovens lusas. O jogador português é altamente cotado, mas porque não tem oportunidades em Portugal? Duas razões, o futebol português acha que tudo que é de fora é que é bom (um problema cultural) e financeiramente não consegue segurar o talento luso que anda por aí. A quantidade de jogadores portugueses com qualidade no futebol amador é brutal.

Para terminar, e sem querer dizer que o SC Braga é melhor que os tais três (porque a minha clubite diz que é), nesta jornada europeia os guerreiros marcaram 2 golos e sofreram 4. O SLB marcou 4 e sofreu 5, o FCP marcou 2 e sofreu 5 e o SCP marcou 4 e sofreu 5.

Afinal não somos assim tão diferentes.

E assim acontece...

Partilhar

Anuncios G
Anuncios M